Manguinhos

Manguinhos

Manguinhos

A Refinaria de Petróleos de Manguinhos produz, comercializa e distribui os principais derivados do petróleo, atuando no mercado através de suas subsidiárias Manguinhos Distribuidora e Manguinhos Química. A planta tem uma capacidade de processamento de 15 mil barris de petróleo por dia para a produção de gasolina comum, gás liquefeito de petróleo (GLP), diesel, óleo combustível e solventes especiais. Um dos projetos prioritários da Refinaria de Manguinhos é o lançamento do seu biodiesel no mercado. Não há, ainda, no Estado do Rio de Janeiro, nenhuma outra planta de biodiesel em operação, enquanto a de Manguinhos está pronta para ser ativada, em curto prazo. A capacidade da unidade será de 120 milhões de litros, volume capaz de atender a necessidade de todo Rio de Janeiro. A Refinaria já opera grande parte de seu parque industrial através do refino e produção de combustíveis e solventes. Além disso, encontra-se em fase de desenvolvimento o projeto de integração logística, que se apresenta como uma alternativa importante para toda a cadeia de produção e distribuição de derivados de petróleo. Todo esse processo de renovação pelo qual a Refinaria de Manguinhos vem passando representa a geração de novos negócios e, conseqüentemente, de novos empregos.

HISTÓRIA

  • A Refinaria de Petróleos de Manguinhos foi inaugurada em 14 de dezembro de 1954 no Rio de Janeiro, durante a campanha "O Petróleo é Nosso". Porém, a idéia para sua criação surgiu em 1946, quando o presidente da República Eurico Gaspar Dutra assinou um decreto autorizando a concorrência para a instalação de quatro refinarias de petróleo no país, sendo duas em São Paulo e duas no Rio de Janeiro.

  • Fundada por Antônio Joaquim Peixoto de Castro Júnior, Manguinhos foi montada por engenheiros e operários brasileiros em um tempo recorde de 225 dias.

  • Logo após a sua inauguração, a Refinaria já tinha uma capacidade inicial de produção de 10 mil barris por dia, atendendo cerca de 90% do consumo diário da cidade do Rio de Janeiro. Desta forma, Manguinhos tornou-se patrimônio do estado.

Após a desregulamentação do mercado do Petróleo no Brasil em 1997, a Refinaria iniciou o processo de crescimento e de ampliação da produção. Um ano depois, a YPF, maior empresa argentina de petróleo, passou a dividir o controle acionário com o Grupo Peixoto de Castro.

  • Após a desregulamentação do mercado do Petróleo no Brasil em 1997, a Refinaria iniciou o processo de crescimento e de ampliação da produção. Um ano depois, a YPF, maior empresa argentina de petróleo, passou a dividir o controle acionário com o Grupo Peixoto de Castro.

  • Em 2008, Manguinhos foi adquirida pelo Grupo Andrade Magro, através da Grandiflorum Participações . Com a compra, o Grupo também adquiriu suas subsidiárias Manguinhos Química e Manguinhos Distribuidora. E, de imediato, reiniciou os projetos da Refinaria.

LOCALIZAÇÃO

Refinaria de Petróleos de Manguinhos Endereço: Avenida Brasil, 3141 - Manguinhos Rio de Janeiro - RJ - Brasil CEP: 20937-900 Tel: (0xx21) 3891-2000

Produtos

  • A Refinaria de Manguinhos gera os principais produtos derivados do petróleo.

  • Gasolina Comum;

  • Diesel;

  • Diesel Marítimo;

  • Óleo Combustível B1;

  • Biodiesel;

  • Gás Liquefeito de Petróleo (GLP).

GASOLINA COMUM

  • A gasolina é um combustível constituído basicamente por hidrocarbonetos leves e, em quantidade menor, por produtos oxigenados. Ainda pode conter compostos de enxofre e nitrogênio. A sua faixa de destilação varia de 30ºC e 200ºC. Sua octanagem - capacidade de resistir à detonação espontânea - é de 82 (mínimo). No Brasil, a gasolina comercializada nos postos é proveniente de uma mistura com álcool etílico anidro (etanol), em proporções estabelecidas por Lei Federal. Portanto, a gasolina comum, produto anterior a este composto, não é vendida diretamente nos postos.

DIESEL

  • O óleo diesel é um combustível constituído por hidrocarbonetos parafínicos, olefínicos e aromáticos - todos na faixa de destilação entre 150°C e 380°C e mais pesados do que os que compõem a gasolina - e, em quantidades menores, por substâncias cuja fórmula química apresenta átomos de enxofre, nitrogênio, oxigênio, metais, entre outros. É líquido e inflamável, além de apresentar um odor característico. Este combustível é utilizado, principalmente, no setor de transporte rodoviário. A Refinaria de Manguinhos produz o óleo diesel tipo D, para utilização específica nas regiões metropolitanas, conforme definido pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). Por isso, o teor de enxofre deve ser no máximo de 0,2%.

DIESEL MARÍTIMO

  • A Refinaria de Manguinhos também produz o óleo diesel marítimo, combustível utilizado em motores de embarcações marítimas. Difere do óleo diesel automotivo comercial apenas na necessidade de especificação da característica de ponto de fulgor, que está relacionada a maior segurança deste produto nessas embarcações. Esse ponto de fulgor é caracterizado como a menor temperatura que o óleo diesel vaporiza em quantidade suficiente para formar com o ar uma mistura explosiva, capaz de inflamar momentaneamente, quando houver uma fonte de ignição. No caso do óleo diesel marítimo, o valor mínimo fixado é de 60ºC.

ÓLEO COMBUSTÍVEL B1

  • O óleo combustível é uma fração residual dos processos de refino do petróleo. É viscoso, homogêneo, livre de ácidos inorgânicos e isentos de partículas sólidas ou fibrosas. É utilizado pela indústria como combustível para equipamentos como fornos, caldeiras e secadores. Geralmente, é manuseado quando está aquecido.

BIODIESEL

  • O biodiesel é um biocombustível produzido a partir de oleaginosas, como algodão, amendoim, dendê, girassol, mamona e soja. Também pode ser fabricado com gordura animal e óleos residuais. Contribui para a redução de emissões de gases do efeito estufa e de enxofre. Por apresentar um índice elevado de cetano, o biodiesel melhora a lubrificação e a potência dos motores dos veículos. Substitui total ou parcialmente o óleo diesel de petróleo em motores ciclo diesel automotivos (de caminhões, tratores, automóveis) ou estacionários (geradores de eletricidade e calor). Pode ser usado puro ou misturado ao diesel em proporções diferentes. O biodiesel puro é denominado de B100.

GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO

  • O gás liquefeito de petróleo (GLP) é resultado da mistura de hidrocarbonetos saturados e insaturados de três e quatro átomos de carbono com o propano, o propeno, os butanos e os butenos. É popularmente conhecido como "gás de cozinha", já que é utilizado como um combustível de uso doméstico. Porém, pode ser usado também industrialmente, nas fábricas de vidro e cerâmica. É inodoro, mas, para facilitar a identificação de vazamentos, recebe a adição de compostos a base de enxofre, dando-lhe um odor característico, mas sem lhe atribuir características corrosivas.

SERVIÇOS

  • A Refinaria de Manguinhos também disponibiliza os serviços de carregamento e armazenamento. Os carregamentos são realizados em caminhões com capacidade de até 50m3, nos dias úteis, de 8h às 20h, e aos sábados, das 7h às 14h. Agora, a Refinaria pretende oferecer sua capacidade de armazenamento para outras empresas do setor. Atualmente, os tanques existentes somam o maior volume de armazenamento privado do país, ficando atrás apenas do Porto de Santos, que possui o dobro de capacidade para líquidos. A capacidade de armazenamento da Refinaria de Manguinhos é de 1,5 milhão de barris, volume quase equivalente ao consumo diário do Brasil.

POLÍTICA DE QUALIDADE

  • A Refinaria de Petróleos de Manguinhos tem consciência que a rentabilidade e a competitividade baseiam-se na qualidade de seus produtos e serviços. Por isso, está completamente comprometida com o processo de pesquisa, desenvolvimento e aperfeiçoamento contínuo desta qualidade.

GESTÃO DE SEGURANÇA E SAÚDE

A Refinaria de Manguinhos mantém altos padrões de Segurança e Saúde Ocupacional em função de suas atividades, preservando a integridade física e a saúde de seus empregados e da comunidade. A conscientização e a participação de todos envolvidos nos processos de produção, inclusive a direção e administração, é fundamental neste esforço. A segurança é responsabilidade de cada um na rotina de trabalho e por isso as regras e procedimentos são monitorados freqüentemente para garantir o bem estar de todos. Para isso, a Refinaria tem implantado procedimentos de controle, treinamentos, integração e acompanhamento das atividades que podem gerar algum risco à segurança ou saúde dos trabalhadores. Desta forma, realiza todos os programas básicos exigidos pela legislação: Programa de Prevenção dos Riscos Ambientais (PPRA), Programa de Prevenção.

Comentários