[Ensaios Destrutivos e Não Destrutivos ] Aula 12 - Ensaio de Fadiga

[Ensaios Destrutivos e Não Destrutivos ] Aula 12 - Ensaio de Fadiga

(Parte 4 de 4)

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Exercícios

Marque com um X a resposta correta. 1. A ruptura por fadiga ocorre quando o material está sujeito a: a) ( ) tensões superiores ao limite de proporcionalidade; b) ( ) tensões cíclicas repetitivas; c) ( ) tensões iguais ao limite de proporcionalidade; d) ( ) tensões estáticas.

2. No gráfico de tensão reversa: a) ( ) as tensões de tração são positivas e as tensões de compressão são negativas; b) ( ) as tensões de tração são negativas e as tensões de compressão são positivas; c) ( ) todas as tensões são positivas; d) ( ) todas as tensões são negativas.

3. São exemplos de fatores que diminuem a resistência à fadiga: a) ( ) tratamentos superficiais, descontinuidades na superfície; b) ( ) tratamento térmico, tratamentos superficiais endurecedores; c) ( ) meio ambiente isento de agentes corrosivos, bom acabamento superficial; d) ( ) encruamento dos aços dúcteis, formas sem cantos vivos.

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Exercícios

4. O ensaio de fadiga é baseado em esforços de: a) ( ) tração e torção; b) ( ) tração e compressão; c) ( ) flexão e torção; d) ( ) tração, compressão, torção e flexão.

5. Na curva S-N, o limite de fadiga indica que: a) ( ) se for atingida aquela tensão, o corpo se romperá; b) ( ) mantendo aquela tensão indefinidamente, o corpo não se romperá; c) ( ) foi atingido o número máximo de ciclos que o material suporta; d) ( ) a partir deste limite, a curva é decrescente.

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Niquelândia, 2011 brenno.senai@sistemafieg.org.br 39

(Parte 4 de 4)

Comentários