PROVA DE CONCURSO

PROVA DE CONCURSO

(Parte 1 de 6)

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Prefeitura Municipal de Curitiba

1. Verifique se a prova está completa: questões objetivas de números 1 a 40 e questões discursivas de números 1 a 5. 2. A compreensão e a interpretação das questões constituem parte integrante da prova, razão pela qual os fiscais não poderão interferir. 3. Preenchimento do Cartão-Resposta:

- Preencher totalmente o espaçocorrespondente, conforme o modelo:

- Preencher para cada questão apenas uma resposta - Usar caneta esferográfica, escrita normal, tinta azul ou preta

- Para qualquer outra forma de preenchimento, a leitora anulará a questão

Anote o seu gabarito

Pontifícia Universidade Católica do Paraná – Concurso Prefeitura Municipal de Curitiba Pág. 1

Pontifícia Universidade Católica do Paraná – Concurso Prefeitura Municipal de Curitiba Pág. 2

1. Democracia é o principal caminho para a emancipação dos cidadãos e para a concretização de uma sociedade na qual eles são livres e determinam a si mesmos, individual e coletivamente. No campo educacional, a democracia deve ser o princípio norteador de todas as ações da escola, a qual deve se configurar como base das ações administrativo-pedagógicas. A sociedade atual, caracterizada por novas condutas, inovações e determinações econômicas, tecnológicas, sociais, políticas e culturais, exige a efetivação de um ensino de qualidade como direito fundamental de todos os cidadãos. Segundo Paro (2004), a escola pública só será verdadeiramente democrática no momento em que a população escolarizável tiver acesso indiferenciado a uma boa educação escolar. Fonte: PMC, 2006, p. 45.

Ao considerar essa afirmação como um aspecto necessário para a efetivação da organização e gestão na escola, qual é o tipo de gestão que está preconizada na LDB, bem como na Constituição de 1988?

A) Autogestionária. B) Democrática participativa. C) Democrática inclusiva. D) Burocrática. E) Autoritária.

2. As escolas precisam reorientar seus currículos e suas ações, integrando-os às múltiplas e complexas relações que envolvem os aspectos ecológicos, psicológicos, legais, políticos, sociais, econômicos, científicos, culturais e éticos da comunidade local, de sua cidade, de seu país e do Planeta, possibilitando a democratização das informações, fomentando e fortalecendo a integração entre ciência, tecnologia e vida. Para efetivar esse processo, desde 1839, com Decroly, há necessidade de utilizar aspectos teóricos e metodológicos que garantam o ensino e a aprendizagem. Assinale o princípio metodológico que indica o trabalho pedagógico nesta perspectiva da execução desse processo integrado.

A) Processo disciplinar. B) Processo de ensino e aprendizagem. C) Processo multidisciplinar. D) Processo interdisciplinar. E) Processo integrado com uma visão contextualizada.

currículo baseado em distinções de classeMarx

3. A escola tem como característica atender à demanda social, independentemente de das condições econômicas, culturais, linguísticas entre outras. Porém, a ação pedagógica deve atender a todos, independente suas características, sendo que a educação é direito de todos, conforme a Declaração dos Direitos Humanos, de 1948. Esse princípio está presente nos dias de hoje, mas já foi defendido por Marx em 1869, quando se opunha a qualquer apoiava as diferentes disciplinas que deveriam ser as mesmas para todos, independente de quem as ensinasse. A ideia principal de Karl Marx originou-se das ideias do:

A) Humanismo. B) Capitalismo. C) Positivismo. D) Idealismo. E) Materialismo.

4. O professor de natação não pode ensinar seu aluno a nadar na areia, fazendo-o imitar seus gestos, mas deve levá-lo a lançar-se na água em sua companhia para que aprenda a nadar lutando contra as ondas, fazendo seu corpo coexistir com o corpo ondulante que o acolhe e o repele, revelando que o diálogo do aluno não se trava com seu professor de natação, mas com a água. O diálogo do aluno é com o pensamento, com a cultura corporificada nas obras e nas práticas sociais e transmitidas pela linguagem e pelos gestos do professor, simples mediador. Fonte: Chauí, citada por Aranha, 1996, p.72.

Ao analisar esse texto, considere a função e a natureza da instituição denominada escola:

A) A função da escola é transmitir o saber historicamente construído.

B) A escola apresenta uma função e uma natureza para atender a sua realidade social, garantindo a escolarização formal de todos.

C) A natureza e a função da escola atendem a uma legislação específica.

D) A natureza escolar varia no tempo e, dependendo das necessidades socioeconômicas dos grupos a que atende, se define sua função.

E) As formas de educar e os fins da educação mudam com o tempo, de acordo com as exigências da sociedade em que se vive.

Pontifícia Universidade Católica do Paraná – Concurso Prefeitura Municipal de Curitiba Pág. 3

5. “Cultura” é uma palavra de origem romana. Vem de colere, que significa “cultivar”, “habitar”, “tomar conta”, “criar” e “preservar” e relaciona-se essencialmente como trato do homem com a natureza, no sentido do tamanho e da preservação da natureza até que ela se torne adequada à habitação humana. Como tal, indica uma atitude de cuidado e se coloca em oposição a todo esforço de sujeitar a natureza à dominação do homem. Em decorrência, não se aplica apenas ao tamanho do solo, mas designa, outrossim, o culto aos deuses, cuidado com aquilo que lhes pertence. A partir desse texto, avalie o que é cultura para o processo escolar:

A) Produção intelectual de um povo com características individuais.

B) Produção intelectual de diferentes povos com características econômicas e educacionais.

C) Todo que é construído por meio das relações as quais podem ou não ser valorizadas.

D) Representação simbólica da realidade, construída por meio da valorização da própria realidade.

E) Representação da realidade, como costumes, crenças etc, que não isolada.

6. Nas Diretrizes Curriculares Municipais de Curitiba, publicadas em 2006, existe uma argumentação teórica sobre a necessidade de construir o pensar em nossos alunos, objetivando a autonomia e a transformação da realidade social. Para tanto, se faz necessário utilizar uma abordagem tendo como foco a arte da reflexão, isto é, as tensões dos opostos. Como se denomina essa abordagem?

A) Crítica. B) Dialética. C) Construtivista. D) Sociointeracionista. E) Inatista.

7. Em março de 2006, na capital paranaense, ocorreu a terceira MOP (Meeting of Parties), Reunião das Partes do Protocolo de Cartagena sobre Biossegurança, e a 8.ª COP – CDB, Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica, trazendo um novo impulso a essa temática. Neste momento histórico, tais eventos simbolizam para a cidade de Curitiba e para todo o País um marco, pois o Brasil concentra a maior biodiversidade do mundo. Tal evento desperta nos cidadãos, principalmente nos estudantes, efeitos duradouros na forma de pensar e agir no Planeta. Essa afirmativa está relacionada a um dos princípios da Diretriz Municipal de Curitiba, articulando o eixo da Educação Ambiental no currículo. Assim, pensar a vida, o mundo e as relações planetárias por meio da Educação Ambiental implica ter clareza de seus próprios princípios, a saber:

1. Sensibilização, responsabilidade, competência e cidadania. 2. Cidadania, reflexão, competência e formação profissional. 3. Sensibilização, competência e coerência do processo pedagógico. 4. Criticidade, responsabilidade, competência e respeito à biodiversidade.

Está(ão) CORRETA(S):

A) Somente a assertiva 1. B) Somente as assertivas 2 e 3. C) Somente as assertivas 2, 3 e 4. D) Somente as assertivas 1 e 4. E) Somente a assertiva 4.

8. No âmbito dos saberes pedagógicos, Freire, como homem de seu tempo, traduz, de modo lúcido e peculiar, aquilo que os estudos das ciências da educação vêm apontando nos últimos anos: a ampliação e a diversificação das fontes legítimas de saberes e a necessária coerência entre o “saber fazer e o saber pedagógico”.

Na perspectiva do trabalho docente, a obra A Pedagogia da Autonomia apresenta:

1. Elementos constitutivos da compreensão da prática docente como dimensão social da formação humana. 2. Indicadores de possibilidades para entender a realidade social com o intuito de manter a exclusão. 3. Ações necessárias da ação pedagógica, por meio de processos integradores das organizações empresariais. 4. Possibilidades de como garantir o acesso e a permanência na escola. 5. Condições de que o professor é um dos articuladores da manutenção da sociedade existente.

Está(ão) CORRETA(S):

D) Somente as assertivas 3, 4 e 5

A) Somente as assertivas 2 e 3. B) Somente a assertiva 1. C) Somente as assertivas 1 e 4. E) Somente as assertivas 1 e 2.

Pontifícia Universidade Católica do Paraná – Concurso Prefeitura Municipal de Curitiba Pág. 4

9. A formação de professores é um aspecto legal, descrito na LDB, PNE (Plano Nacional de Educação) entre outras políticas educacionais. Libâneo, em sua obra, Adeus Professor, Adeus Professora?, publicada em 2003, faz comentário sobre as novas exigências educacionais e profissionais do docente. Segundo ele, existem diversos estudos apontando os problemas de formação inicial e continuada de professores: criticase a rigidez curricular e metodológica dos cursos de formação e o desligamento da prática. As iniciativas de formação continuada têm sido tratadas de uma forma geral como “treinamentos”. Entende-se, assim, que a formação de qualidade dos alunos depende da qualidade da formação dos professores. Ao considerar essa necessidade de formação e de profissionalização dos professores para responder às exigências geradas pela reorganização da produção e da mundialização econômica, quais as tendências existentes hoje nos diferentes países incluindo o Brasil?

1. Reformas educativas, formação do professor reflexivo, centralização do processo de formação em três dimensões: pessoal, profissional organizacional, considerando-se a escola como unidade básica de mudança. 2. Articulação da formação inicial com a demanda da prática pedagógica existente nas escolas de Educação Básica, orientando o professor para investigar a própria ação pedagógica e desenvolver-se profissionalmente na perspectiva do aprender a aprender. 3. Construção de uma ação pedagógica que responda exclusivamente às pesquisas de institutos superiores para a formação de qualidade por meio de currículos específicos. 4. A criação de centros de formação de professores com um centro de apoio à formação inicial dos professores, simplesmente.

Está(ão) CORRETA(S):

A) Somente as assertivas 3 e 4. B) Somente as assertivas 1 e 2 . C) Somente as assertivas 1 e 4. D) Somente as assertivas 2 e 4. E) Somente as assertivas 1 e 3.

10. Em uma sociedade como a nossa, a educação é uma prática social das mais importantes entre as responsáveis por oportunizar aos cidadãos a construção de saberes imprescindíveis para o desenvolvimento de habilidades e competências necessárias às ações individuais e coletivas. Assim, qual é a função da educação para que se garanta um processo de formação dos cidadãos com qualidade, promotora do desenvolvimento da autonomia, pensamento reflexivo e da cidadania?

1. Trabalhar com conhecimentos elaborados, isto é, construídos historicamente. 2. Contextualizar e trazer a realidade para que todos se desenvolvam independentemente da compreensão. 3. Criar situações para manter a realidade social atual. 4. Construir a ação pedagógica por meio de processos integradores. 5. Possibilitar o acesso e a permanência na escola por meio da cultura formal.

Está(ão) CORRETA(S):

A) Somente a proposição 1. B) Somente as proposições 2 e 3. C) Somente as proposições 1 e 4. D) Somente as proposições 3, 4 e 5 . E) Somente as proposições 1 e 3.

1. A concepção de infância que direciona a forma como o professor vê a criança e a concebe em seu trabalho pedagógico vem sofrendo modificações com o passar dos tempos. Durante seu trabalho no CMEI (Centro Municipal de Educação Infantil), um professor recebe a criança com carinho, observa-a durante a higiene, a alimentação, as brincadeiras, o soninho e as atividades, garantindo que todos esses momentos tenham a mesma qualidade. Dado esse contexto, considere a concepção de infância desse professor:

A) Uma visão da criança como o futuro cidadão, que não deve ter vez e voz, um sujeito ainda dependente e que, portanto, necessita das ordens do adulto para sua aprendizagem.

B) Uma visão da criança como um sujeito independente e autônomo, que necessita de auxílio para obter acesso ao conhecimento científico por ser este distante da sua realidade ainda.

(Parte 1 de 6)

Comentários