MTB-34 Educação Pulblica nos Bombeiros

MTB-34 Educação Pulblica nos Bombeiros

(Parte 1 de 11)

Coletânea de Manuais Técnicos de Bombeiros

1ª Edição 2006

Volume 34

Os direitos autorais da presente obra pertencem ao Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Permitida a reprodução parcial ou total desde que citada a fonte.

As atividades de bombeiros sempre se notabilizaram por oferecer uma
Nosso Corpo de Bombeiros, bem por isso, jamais descuidou de contemplar a
Objetivando consolidar os conhecimentos técnicos de bombeiros, reunindo, dessa
Assim, todos os antigos manuais foram atualizados, novos temas foram

No início do século XXI, adentrando por um novo milênio, o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo vem confirmar sua vocação de bem servir, por meio da busca incessante do conhecimento e das técnicas mais modernas e atualizadas empregadas nos serviços de bombeiros nos vários países do mundo. diversificada gama de variáveis, tanto no que diz respeito à natureza singular de cada uma das ocorrências que desafiam diariamente a habilidade e competência dos nossos profissionais, como relativamente aos avanços dos equipamentos e materiais especializados empregados nos atendimentos. preocupação com um dos elementos básicos e fundamentais para a existência dos serviços, qual seja: o homem preparado, instruído e treinado. forma, um espectro bastante amplo de informações que se encontravam esparsas, o Comando do Corpo de Bombeiros determinou ao Departamento de Operações, a tarefa de gerenciar o desenvolvimento e a elaboração dos novos Manuais Técnicos de Bombeiros. pesquisados e desenvolvidos. Mais de 400 Oficiais e Praças do Corpo de Bombeiros, distribuídos e organizados em comissões, trabalharam na elaboração dos novos Manuais Técnicos de Bombeiros - MTB e deram sua contribuição dentro das respectivas especialidades, o que resultou em 48 títulos, todos ricos em informações e com excelente qualidade de sistematização das matérias abordadas.

Na verdade, os Manuais Técnicos de Bombeiros passaram a ser contemplados na continuação de outro exaustivo mister que foi a elaboração e compilação das Normas do Sistema Operacional de Bombeiros (NORSOB), num grande esforço no sentido de evitar a perpetuação da transmissão da cultura operacional apenas pela forma verbal, registrando e consolidando esse conhecimento em compêndios atualizados, de fácil acesso e consulta, de forma a permitir e facilitar a padronização e aperfeiçoamento dos procedimentos.

Os novos Manuais Técnicos de Bombeiros - MTB são ferramentas
Estudados e aplicados aos treinamentos, poderão proporcionar inestimável

O Corpo de Bombeiros continua a escrever brilhantes linhas no livro de sua história. Desta feita fica consignado mais uma vez o espírito de profissionalismo e dedicação à causa pública, manifesto no valor dos que de forma abnegada desenvolveram e contribuíram para a concretização de mais essa realização de nossa Organização. importantíssimas que vêm juntar-se ao acervo de cada um dos Policiais Militares que servem no Corpo de Bombeiros. ganho de qualidade nos serviços prestados à população, permitindo o emprego das melhores técnicas, com menor risco para vítimas e para os próprios Bombeiros, alcançando a excelência em todas as atividades desenvolvidas e o cumprimento da nossa missão de proteção à vida, ao meio ambiente e ao patrimônio.

Parabéns ao Corpo de Bombeiros e a todos os seus integrantes pelos seus novos

Manuais Técnicos e, porque não dizer, à população de São Paulo, que poderá continuar contando com seus Bombeiros cada vez mais especializados e preparados.

São Paulo, 02 de Julho de 2006.
Coronel PM ANTONIO DOS SANTOS ANTONIO

Comandante do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo

Comandante do Corpo de Bombeiros Cel PM Antonio dos Santos Antonio

Subcomandante do Corpo de Bombeiros Cel PM Manoel Antônio da Silva Araújo

Chefe do Departamento de Operações Ten Cel PM Marcos Monteiro de Farias

Comissão coordenadora dos Manuais Técnicos de Bombeiros

Ten Cel Res PM Silvio Bento da Silva Ten Cel PM Marcos Monteiro de Farias

Maj PM Omar Lima Leal

Cap PM José Luiz Ferreira Borges 1º Ten PM Marco Antonio Basso

Comissão de elaboração do Manual

Cap PM Laerte Aparecido Alves Cap PM Mauro Lopes dos Santos 1º Ten PM Roberto Elias de Souza

STen PM Carlos Jesus Tivo 2º Sgt PM Márcio Parise 3º Sgt PM Riolando Pires Camargo

Comissão de Revisão de Português 1º Ten PM Fauzi Salim Katibe 1° Sgt PM Nelson Nascimento Filho 2º Sgt PM Davi Cândido Borja e Silva

Cb PM Fábio Roberto Bueno Cb PM Carlos Alberto Oliveira Sd PM Vitanei Jesus dos Santos

1 MEPSB

MEPSB – MANUAL DE EDUCAÇÃO PÚBLICA NOS SERVIÇOS DE BOMBEIROS 3

1.1. PANORAMA GERAL

Considerando que hoje algumas Unidades Operacionais do Corpo de Bombeiros desenvolvem trabalhos prevencionistas seguindo modelos empíricos sem uma metodologia programática e educacional, sem o aferimento dos resultados, sem pessoal treinado para tal missão; assim sendo, se faz necessário um ordenamento sistemático para maior eficiência dessa atividade, com a máxima que o “sinistro só ocorre onde a prevenção falha”. A Educação Pública nos serviços de Bombeiros se reveste de importância impar. É importante para o Corpo de Bombeiros atuar na prevenção de acordo com nossos dados estatísticos.

1.2. FINALIDADE

Este Manual Técnico de Bombeiros tem a finalidade de cumprir a missão do CB que é proteção da vida, do meio ambiente e do patrimônio; dar suporte ao efetivo do Corpo de Bombeiros quando da realização de atividades educacionais, padronizando, organizando, tornando de fácil compreensão e aplicação, levandose em consideração os efetivos operacionais, administrativos ou voluntários e as variadas formas de desenvolvimento dessas atividades conforme o ambiente e o público alvo, prescrevendo-se os modelos de campanhas prevencionistas. É importante que todo Bombeiro saiba agir no trabalho para que for designado com toda diligência. Os Comandantes em todos os níveis devem buscar e incentivar a disseminação dessas informações para que seus comandados não só aprendam, mas cumpram seus deveres e ensinem com entusiasmo e amor. O presente MTB tem por base a NOB-17, em que se encontra a Doutrina de Educação Pública. Periodicamente, conforme orientação do Órgão Diretor, o presente manual deverá ser atualizado sendo importante que os aplicadores dos programas sugestionem sempre que se depararem com dificuldades promovendo aperfeiçoamento na forma de apresentação ou execução.

1.3. DESENVOLVIMENTO

Todos os programas são aplicáveis na fração mais simples da organização desde que haja um planejamento anual prévio por meio de um calendário de atividades educacionais.

Pelo índice, verifica-se o programa pretendido, além dos anexos, em se localizam vários modelos dos programas e campanhas educativas com todas as informações pormenorizadas das ações a desenvolver.

2 MEPSB

MEPSB – MANUAL DE EDUCAÇÃO PÚBLICA NOS SERVIÇOS DE BOMBEIROS 7

2. EDUCAÇÃO PÚBLICA 2.1 DEFINIÇÃO A EPSvB é o conjunto de ações de difusão de conceitos, idéias e orientações prevencionistas relacionadas a sinistros (prevenção e combate a incêndios, primeiros socorros, atividades técnicas e defesa civil).

2.2 OBJETIVO O objetivo é a diminuição dos índices de ocorrências atendidas pelo CB, quer seja por tipo ou sazonalidade, influenciando nas medidas de segurança física, do meio ambiente e patrimonial da comunidade, transmitindo informações sobre a prevenção de sinistros à população nas mais variadas faixas etárias e formas de execução.

2.3 PROPÓSITO: • Difusão à população do conhecimento sobre sinistros;

• Difusão de ações de minimização dos sinistros;

• Difusão dos serviços oferecidos pelo Corpo de Bombeiros;

• Capacitação pedagógica e técnica dos instrutores; e

• Cumprir a missão constitucional do Corpo de Bombeiros, no tocante à “prevenção”.

(palestra de 1º socorros à crianças em idade escolar)

3 MEPSB

MEPSB – MANUAL DE EDUCAÇÃO PÚBLICA NOS SERVIÇOS DE BOMBEIROS 1

3. RESPONSÁVEIS

3.1. COMANDANTE DO CORPO DE BOMBEIROS. Tem a responsabilidade da política de educação pública nos serviços do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

3.2. DIVISÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO CB. A Coordenação das atividades de educação pública é de responsabilidade da divisão de comunicação social do Corpo Bombeiros, sendo suas atribuições:

• Definir e atualizar os assuntos de interesse do Corpo Bombeiros para difusão padronizada ao público externo, dividindo-os em sazonais e permanentes, baseando-se nas estatísticas operacionais do Corpo Bombeiros, fornecidas pelo departamento de operações do CB;

• Definir as formas e períodos de divulgação;

• Instruir as unidades operacionais do Corpo de Bombeiros quanto à estratégia de execução da educação pública;

• Analisar e avalizar as propostas de educação pública desenvolvidas pelas unidades operacionais do Corpo Bombeiros;

(Parte 1 de 11)

Comentários