Movimento de terra e aterro

Movimento de terra e aterro

(Parte 2 de 7)

Grupo de Materiais de Construção12Prof. Dr. Marcelo Medeiros

Número de caminhões = Número de dias =

Caso A:

Necessidade de terraplanagem em um terreno de dimensões 20 x 50 m com apenas 1% de declividade em solo argiloso compactado. Usar caminhões de transporte com capacidade de 6 m3. Considere que épossível fazer 35 viagens por dia. Quantas viagens de caminhão basculante e quantos dias de trabalho são necessários?

Cálculo de volume de corte:

67 viagens 2 dias

Disciplina:Construção Civil 1Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil

Grupo de Materiais de Construção13Prof. Dr. Marcelo Medeiros

V (volume) = Área X altura 800 m2

Caso B:

Mesmo terreno e condições de solo do caso anterior, agora com o terreno sem inclinação, mas com a necessidade de escavação de dois subsolos com 800 m2 de área cada um. Pédireito igual a 3 m.

Cálculo de volume de corte:

Disciplina:Construção Civil 1Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil

Grupo de Materiais de Construção14Prof. Dr. Marcelo Medeiros

Solo compactado Fator de empolamento = 1,59

Volume de material a ser transportado = Número de caminhões = Número de dias =

Caso B:

Mesmo terreno e condições de solo do caso anterior, agora com o terreno sem inclinação, mas com a necessidade de escavação de dois subsolos com 800 m2 de área cada um. Pédireito igual a 3 m.

Cálculo de volume de corte:

Disciplina:Construção Civil 1Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil

Grupo de Materiais de Construção15Prof. Dr. Marcelo Medeiros

Sistemas de contratação X Controle da execução:

Sistemas de contratação

Empreitada global Aluguel de equipamentos

Empreitada por viagem ou volume

Disciplina:Construção Civil 1Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil

Grupo de Materiais de Construção16Prof. Dr. Marcelo Medeiros a) Empreitada global Empresa de terraplanagem contratada pelo serviço como um todo.

Estimativa do volume a ser escavadoR$/m3

Sistemas de contratação X Controle da execução:

Disciplina:Construção Civil 1Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil

Grupo de Materiais de Construção17Prof. Dr. Marcelo Medeiros a) Empreitada global

Empresa de terraplanagem contratada pelo serviço como um todo.

Visão do Empreiteiro: > produtividade possível > seu benefício

> Volume possível por caminhão

Visão do Contratante: Vistoriar o excesso de material

Pode acarretar na necessidade de limpeza na vizinhança

Sistemas de contratação X Controle da execução:

Disciplina:Construção Civil 1Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil

Grupo de Materiais de Construção18Prof. Dr. Marcelo Medeiros b) Aluguel de equipamento necessário (máguina + caminhões):

Máquina de escavação + operador -paga por hora

Caminhões + operador –paga por hora

Visão do Contratante: •Constituição de frota

Obras < 1500 m2Pouco espaço para mais de uma máquina de escavação operar

Sistemas de contratação X Controle da execução:

Disciplina:Construção Civil 1Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil

Grupo de Materiais de Construção19Prof. Dr. Marcelo Medeiros b) Aluguel de equipamento necessário (máguina + caminhões):

Visão do Contratante: •Constituição de frota

A máquina deve ser disputada ao máximo para diluir o aluguel nas viagens executadas

Dimensionamento da frota depende: •Número de máquinas de escavação

•Produção da máquina de escação

(Parte 2 de 7)

Comentários