(Parte 2 de 4)

Efeitos da Têmpera 1 - Aumento considerável da dureza do aço.

2 - Aumento da fragilidade em virtude do aumento de dureza. (O aço torna-se muito quebradiço).

Reduz-se a fragilidade de um aço temperado com um outro tratamento térmico denominado revenimento.

Observações:

1 - A temperatura de aquecimento e o meio de resfriamento são dados em tabelas:

AÇO 1.040 a 1.050 500 ºC 830 ºC Vermelho Água

AÇO 1.060 a 1.080

500 ºC 790 ºC Vermelho escuro Água ou Óleo

AÇO 1.090 500 ºC 775 ºC Vermelho cereja Óleo

AÇO PRATA 550 ºC 800 ºC Vermelho escuro Óleo

600 ºC 875 ºC Vermelho claro Óleo

RÁPIDO 550 ºC a

900 ºC

1.300 ºC Branco Óleo

Espírito Santo _

Departamento Regional do Espírito Santo 9

2 - O controle da temperatura durante o aquecimento, nos fornos, é feito por aparelhos denominados pirômetros.

Nas forjas o mecânico identifica a temperatura pela cor do material aquecido.

3 - De início o aquecimento deve ser lento, (pré-aquecimento), afim de não provocar defeitos na peça.

4 - A manutenção da temperatura varia de acordo com a forma da peça; o tempo nesta fase não deve ser além do necessário.

Revenimento

É o tratamento térmico que se faz nos aços já temperados, com a finalidade de diminuir a sua fragilidade, isto é, torná-lo menos quebradiço.

O revenimento é feito aquecendo-se a peça temperada até uma certa temperatura resfriando-a em seguida. As temperaturas de revenimento são encontradas em tabelas e para os aços ao carbono variam entre 210ºC e 320ºC.

Fases do Revenimento 1ª Fase:

– Aquecimento – Feito geralmente em fornos controlando-se a temperatura com pirômetro.

Nos pequenos trabalhos os aquecimento pode ser feito apoiandose a peça polida, em um bloco de aço aquecido ao rubro.

O forte calor que desprende do bloco, aquece lentamente a peça, produzindo nesta uma coloração que varia à medida que a temperatura aumenta. Essas cores, que possibilitam identificar a temperatura da peça, são denominadas cores de revenimento.

Espírito Santo _

10 Companhia Siderúrgica de Tubarão

Tabela de cores de revenimento dos aços ao carbono. Amarelo claro 210ºC Castanho avermelhado 270ºC Amarelo palha 220ºC Violeta 280ºC Amarelo 230ºC Azul escuro 290ºC Amarelo escuro 240ºC Azul marinho 300ºC Amarelo ouro 250ºC Azul claro 310ºC Castanho claro 260º Azul acizentado 320º

2ª Fase:

– Manutenção da Temperatura – Possível quando o aquecimento é feito em fornos.

3ª Fase: – Resfriamento – O resfriamento da peça pode ser:

– Lento – deixando-a esfriar naturalmente.

– Rápido – mergulhando-a em água ou óleo.

Efeitos do revenimento

Diminui um pouco a dureza da peça temperada, porém aumenta consideravelmente a sua resistência aos choques.

Geralmente, toda peça temperada passa por um revenimento, sendo até comum dizer-se “peça temperada” ao invés de “peça temperada e revenida”.

Recozimento

O recozimento é o tratamento térmico que tem por finalidade eliminar a dureza de uma peça temperada ou normalizar materiais com tensões internas resultantes do forjamento, da laminação, trefilação etc..

Espírito Santo _

Departamento Regional do Espírito Santo 1

Tipos de recozimento 1 - Recozimento para eliminar a dureza de uma peça temperada.

2 - Recozimento para normalizar a estrutura de um material.

Fazes do recozimento 1ª Fase:

Aquecimento – A peça é aquecida a uma temperatura que varia de acordo com o material a ser recozido. (Entre 500ºC e 900ºC).

A escolha da temperatura de recozimento é feita mediante consulta a uma tabela. Exemplo de tabela:

Material Temp. de recozimento

Aço 1040 - 1050 800ºC Aço 1060 - 1080 785ºC Aço 1090 770ºC Aço rápido 900ºC

2ª Fase:

(Parte 2 de 4)

Comentários