[Hidrometalurgia] Aula 08 - Metalurgia do Cobre

[Hidrometalurgia] Aula 08 - Metalurgia do Cobre

(Parte 1 de 5)

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Introdução

metal

Conhecem-se mais de 160 minerais de cobre, mas apenas 12 podem ser considerados minérios, isto é, economicamente aproveitáveis para a extração do

Destes 12 minérios, 6 são a fonte de 95% do cobre primário produzido mundialmente.

de oxidados (óxidos, silicatos, carbonatos, sulfatos,).

O cobre tem grande afinidade pelo S e seus minérios são geralmente sulfetados, mas temos uma boa parte

•90% do cobre primário obtido no mundo provém de minérios sulfetados.

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Introdução

O teor de cobre nas jazidas está abaixo de 2%.

Costuma-se considerar como economicamente viável a extração de Cu em

céu aberto e 1% em mina subterrânea

jazidas onde o teor chega a 0,5% em mina a

Não se deve utilizar esta regra como absoluta, pois além de outros fatores, tem-se que considerar a viabilidade técnica e ambiental.

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Minérios de Cobre

Principais minérios sulfetados:

•Calcopirita - CuFeS2 •Bornita - Cu5FeS4 ou Cu3FeS3

•Calcosita - Cu2S •Covelita - CuS

•Enargita - Cu3As5S4 ou Cu3AsS4 Principais minérios oxidados:

•Cuprita - Cu2O •Tenorita - CuO

•Crisocola - CuSiO3.nH2O (n geralmente = 2)

•Broquantita - CuSO4.3Cu(OH)2

•Atacamita - CuCl2.3Cu(OH)2

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Reservas Brasileiras

As jazidas e minas mais importantes, com maior significado econômico e que contribuem com a maior parte da produção mundial de cobre são aquelas caracterizadas pela presença de minério sulfetado abaixo do teor.

As principais reservas de Cobre são:

•Jazida de Cu-Au do Salobo (Carajás, PA), de idade arqueana e formação original sedimentar, sofrendo, posteriormente, metamorfização, originando os seguintes tipos de minérios:

•Calcopirita (sulfeto - CuFeS2)

•bornita (sulfeto - Cu5FeS4) •magnetita

•calcosita

•hematita (óxido de ferro - Fe2S3)

•Jazida de cobre de Caraíba (Vale do Curaçá, BA) é do tipo ígneo, com sulfetos intrusivos. O principal minério formado é constituído por calcopirita, bornita e magnetita

•Camaquã - RS (praticamente exaurida)

•Alto Horizonte - GO (baixo teor de cobre, mas associado ao Au)

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Reservas Mundiais

No mundo, as principais reservas do tipo porfirítico são encontradas ao longo da Cordilheira dos Andes, Montanhas Rochosas e em todo o “cinturão de fogo” da costa do Oceano Pacifico, sendo elas: Chuquicamata, no Chile, e Bingham, nos Estados Unidos.

Outras tipologias são sedimentares, de origem ainda muito discutida, com teores mais elevados, exemplificadas pelos arenitos cupríferos do Cooper Belt do Centro da África, onde estão situados as minas da República Popular do Congo e de Zâmbia.

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Reservas Mundiais

Outras associam-se a seqüências vulcano- sedimentares (mina El Teniente, Chile), formações ferríferas, xistos contendo magnetita, anfibolitos e maciços máficos-ultramáficos; exemplos dessas topologias encontram-se na

Austrália, em Caraíba, na BA, e na região da Serra dos Carajás (Sossego), no Pará.

As minas do tipo disseminado respondem por mais de 80% do suprimento mundial e o restante da produção provém das demais tipologias.

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Reservas Mundiais

Principais reservas mundiais de Cobre (DNPM, 2000)

Países Reservas(em Mil t) Representação do total (%)

Prof. Brenno Ferreira de Souza – Engenheiro Metalúrgico

Principais Empresas

No Brasil, as principais empresas produtoras de minéios de cobre são:

(Parte 1 de 5)

Comentários