Projeto escolas

Projeto escolas

ALINE CRISTINA MONTEIRO ROQUE

RA 0815113

PROJETO: ANÁLISE SOCIOECONÔMICA DA REALIDADE ESCOLAR

TODOS JUNTOS PELA APRENDIZAGEM

(Estágio Supervisionado de Práticas de Gestão em Escolas e Empresas)

UNIP INTERATIVA

Universidade Paulista

Areado/2010

6° semestre

APRESENTAÇÃO:

Um projeto que visa atender o social nasce do desejo de mudar uma realidade. Unir-se a comunidade, empresas privadas e públicas, ONGs e universidades ajudam a escola na missão de ensinar. É um trabalho que exige raciocínio, paciência e uma visão do todos para chegar ao resultado pretendido. Assim, buscar parceiros contribui para a garantia de que todos os alunos aprenderão e descobrirão os pontos necessários para o aperfeiçoamento da escola.

OBJETIVOS:

Despertar em todos os segmentos da escola o interesse pela melhoria em sua comunidade; Melhorar o relacionamento escola, comunidade e parceiros; Investir em parcerias como de hospitais, bancos, artesanato, universidades para melhorar o desempenho dos alunos na aprendizagem bem como para obter informações diversas; Conscientizar os educadores, comunidades escolares, pais e alunos sobre os problemas ocorridos na comunidade presente.

JUSTIFICATIVAS:

A elaboração deste projeto é diagnosticar a realidade social, identificar contextos sócio-históricos, compreender relações institucionais, grupais e comunitárias e, finalmente, planejar uma intervenção, considerando os limites e as oportunidades para a transformação social. Além disso, a construção do mesmo é uma importante ferramenta de ação e democratização.

PÚBLICO ALVO: equipe gestora, educadores, funcionários, pais de alunos, alunos e comunidade.

DESENVOLVIMENTO:

- 1ª etapa: Levantar dados através de entrevistas com a comunidade das escolas: E.M. Álvaro Faria Pereira e Logos Colégio e Curso para análise e definição dos problemas vivenciados por moradores do entorno da escola: salário; alimentação;escolaridade dos pais, etc.

- 2ª etapa: Buscar entidades próximas com experiência em educação para parceria e elaboração de palestras contra drogas; sobre sexo (Ex: médicos universitários, Polícia, grupos religiosos, pais de alunos); de cursos técnicos para adolescentes e familiares (Senac, CDL, etc.); para criação de programas de estágio Júnior em empresas na cidade (Bancos, Tecelagem, Escolas, Universidades, Comércios, Usinas, Prefeituras etc).

3ª etapa: Reunir diretor, secretário, professores, pais e membros da comunidade para criar e implementar uma nova disciplina: Organização Social, Comunitária e Política de Areado, cujo propósito é tratar das questões da realidade local e conscientizar a comunidade escolar e a sociedade sobre as mudanças necessárias e possíveis para viver uma vida saudável e tranquila em sua casa, na sua rua, no seu bairro, na escola e em qualquer lugar.

AVALIAÇÃO:

Através de debates e observações, verificar o comportamento dos alunos, pais, comunidade, funcionários e professores antes, durante e depois do projeto, fazendo intervenções quando necessário. Ainda, verificar se todos (alunos, professores e pais) conscientizaram sobre as mudanças necessárias para transformar a realidade local e por onde começar.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

- www.gestores.pucsp.br- acesso em 27/10/2010

- http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar - acesso em 03/10/2010

- http://educarparacrescer.abril.com.br/gestao-escolar/index.shtml - acesso em 03/10/2010

- www.artigos.com/artigos/.../gestao--escolar - acesso em 03/10/2010

- www.portaleducacao.com.br/.../gestao-escolar-acesso em 03/10/2010

- www.gestaoeducacional.com.br/ acesso em 03/10/2010

- www.conteudoescola.com.br - acesso em 03/10/2010

- Apostila UNIP Interativa 6° Semestre / Prática de Gestão em Escolas e Empresas.

ALINE CRISTINA MONTEIRO ROQUE

RA 0815113

PROJETO: IMPLANTAÇÃO DA TECNOLOGIA NA GESTÃO ESCOLAR

GESTÃO ESCOLAR E TECNOLOGIAS

(Estágio Supervisionado de Práticas de Gestão em Escolas e Empresas)

UNIP INTERATIVA

Universidade Paulista

Areado/2010

6° semestre

APRESENTAÇÃO:

Este projeto nasceu da necessidade de aliar a gestão da escola com o uso das tecnologias. Ainda, um estímulo à reflexão sobre a função dos gestores na vida da escola e alunos, na sua relação com a comunidade e na formação pedagógica. Pois, não se pode entender o uso das tecnologias sem sentido de liderança, sensibilidade e autonomia. Seu uso na escola deve ser administrativo, político, mas, sobretudo, com a finalidade pedagógica: a melhoria da aprendizagem pedagógica.

OBJETIVOS:

O principal objetivo do projeto é preparar o gestor escolar e sua equipe diretiva para utilizarem as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no cotidiano da escola e na gestão escolar, bem como apoiarem, se comprometerem e proverem condições para que os professores possam incorporar as TIC à prática pedagógica, favorecendo a aprendizagem significativa dos alunos. Os objetivos específicos estão voltados para: formação de gestores escolares para o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs); aprimorar a gestão da escola com o apoio das tecnologias; levar professores, alunos e profissionais da educação a refletir sobre como a tecnologia é desenvolvida para ser utilizada em contextos sociais específicos, ao mesmo tempo em que impacta na vida cotidiana possibilitando novos arranjos sociais.

JUSTIFICATIVAS:

Debater questões do dia a dia escolar, apresentando situações que orientam o gestor escolar a descobrir o que pode ser feito através do uso das tecnologias, evidenciando sua importância para o trabalho da gestão e para a renovação da escola. Ainda, aliar teoria, prática, reflexão e ação sobre a realidade escolar. Fortalecendo interação e trocas colaborativas entre gestores, professores, funcionários e alunos. Afinal, uma gestão escolar eficiente resulta, afinal, em uma comunidade escolar mais coesa e em alunos mais motivados para aprender.

PÚBLICO ALVO: Professores, especialistas em gestão escolar; diretores, vice-diretores; coordenadores pedagógicos de escolas; funcionários, alunos e comunidade.

DESENVOLVIMENTO:

- 1ª etapa: Formar um debate com toda a gestão escolar (diretor, vice, funcionários de secretaria) e professores para fazer questionamentos sobre os seus hábitos relacionados ao uso de aparelhos tecnológicos:Quais tecnologias de comunicação utilizam – celular, computadores, e-mail? Fazem parte de alguma rede social? Qual? Quanto tempo passam conectados à internet? Quais ferramentas eletrônicas utilizam para realizar os trabalhos de gestão, secretaria e preparar planos de aula?

- 2ª etapa: Aprendendo em parceria: Contratar um técnico para desenvolver um site da escola. Depois, organizar uma oficina na sala multimídia da escola e apresentar os programas do Word, Excel, Power Point com o apoio do técnico no assunto e explicar como executar as funções em cada programa, o que cada um proporciona a cada setor da escola: gestor, secretário e professor. Em seguida, apresentar o ambiente virtual de aprendizagem, o site criado para a escola e explicar sua função e como postar seus comentários, atividades, projetos realizados que deram certos e como ajudar os alunos a se interessarem cada vez mais pelo ensino.

- 3ª etapa: Agora, com o blog já em funcionamento, fazer um paralelo com os alunos, incentivando a participação deles no site. Pedindo a colaboração de todos alunos, que deixem recados para seus professores sobre questões e exercícios não entendidos e que troque informações com seus colegas sobre os assuntos abordados na sala de aula. Também, que os professores postem novidades sobre os conteúdos ensinados em sala de aula; que novas informações sobre o ocorrido no mundo, na comunidade, no bairro, na cidade sejam postadas pela equipe gestora; que pais e membros da comunidade possam deixar mensagens, relatos de experiências vividas e até mesmo dicas para todos os envolvidos no processo educacional.

AVALIAÇÃO:

Observar o desenvolvimento dos alunos após a criação do site, da criatividade dos professores quanto os matérias trabalhados e postados no site e a disposição da equipe gestora para acompanhar e mediar esse processo de construção do conhecimento. Só fazer a intervenção e mediação quando necessário.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

- www.gestores.pucsp.br- acesso em 03/10/2010

- http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar - acesso em 03/10/2010

- http://educarparacrescer.abril.com.br/gestao-escolar/index.shtml - acesso em 03/10/2010

- www.artigos.com/artigos/.../gestao--escolar - acesso em 03/10/2010

- www.portaleducacao.com.br/.../gestao-escolar-acesso em 03/10/2010

- www.gestaoeducacional.com.br/ acesso em 03/10/2010

- www.conteudoescola.com.br - acesso em 03/10/2010

- Apostila UNIP Interativa 6° Semestre / Prática de Gestão em Escolas e Empresas.

Comentários