Telecurso 2000 Química Nível Médio - qui48

Telecurso 2000 Química Nível Médio - qui48

O que vocŒ vai aprender lFormaçªo de precipitados para limpar Æguas lSoluçıes concentradas e diluídas fiReaçªo de precipitaçªo fiPrecipitados sªo substâncias insolœveis fiComo concentrar e diluir soluçıes

Quando se misturam duas soluçıes, podem formar-se substâncias insolœ- veis, que sªo chamadas de precipitadosprecipitadosprecipitadosprecipitadosprecipitados. A soluçªo que fica em cima do precipitado nªo Ø Ægua pura: ainda tem íons que podem precipitar. Essa soluçªo se chama soluçªo sobrenadantesoluçªo sobrenadantesoluçªo sobrenadantesoluçªo sobrenadantesoluçªo sobrenadante. Nela estªo presentes os íons que formam o precipitado. Isso pode ser verificado por meio de experiŒncia, adicionando-se os reagentes usados na soluçªo sobrenadante.

Vamos pensar na seguinte experiŒncia.

Dissolver duas colheres de sal em um copo de Ægua. Experimentar a soluçªo.

Separar uma xícara (de cafØ) dessa soluçªo, colocar num copo e adicionar Ægua atØ encher o copo.

Experimentar o sabor. Repetir o procedimento, sempre diluindo uma xícara (de cafØ) da soluçªo com Ægua atØ encher um copo. Repetir o procedimento atØ nªo sentir mais o sabor do sal. Numerar cada copo e colocar embaixo de cada um a observaçªo: “salgado” ou “nªo salgado”.

Fazendo essa experiŒncia, Ø possível perceber que no quarto copo jÆ nªo dÆ mais para sentir o sabor do sal. Mas serÆ que nªo existe mais nem um pouquinho de sal nessa soluçªo? Para verificar isso, Ø só separar um pouco dessas soluçıes e pingar uma soluçªo de nitrato de prata. Os íons cloreto (do cloreto de sódio) reagem com os íons de prata, formando o composto insolœvel: cloreto de prata. Por esse teste dÆ para ver que, mesmo nas soluçıes em que nªo Ø possível sentir o sabor, existem íons cloreto.

Seria bom jÆ saber

Isto lhe interessa

Quanto precisa para formar um precipitado?

AULA48

Exercício 1Exercício 1Exercício 1Exercício 1Exercício 1 Escreva a reaçªo entre íons cloreto e íons de prata, usando fórmulas químicas.

Agora, se essa experiŒncia for repetida com o uso de soluçªo de nitrato de chumbo, em vez da soluçªo de nitrato de prata, acontece o seguinte:

Separar de novo uma pequena amostra da soluçªo em que nªo se sente mais o sabor de sal e adicionar soluçªo de nitrato de chumbo.

Quando se adiciona nitrato de chumbo a essa soluçªo, nªo se observa nenhum precipitado. VocŒ deve estar pensando que o cloreto de chumbo nªo se precipita, nªo Ø?

Vamos continuar a experiŒncia. Agora vamos pegar uma pequena amostra de todas as soluçıes, separadamente. Vamos colocar a soluçªo de chumbo. Acontece o seguinte: na primeira soluçªo, forma-se o precipitado de cloreto de chumbo, mas a partir da segunda jÆ nªo se forma mais cloreto de chumbo.

A soluçªo que estÆ mais diluída nªo se precipita com o chumbo, mas com a prata ela havia precipitado. Isso quer dizer que o cloreto de prata se precipita em soluçªo de concentraçªo mais baixa do que o cloreto de chumbo.

lO que vocŒ pode concluir dessa experiŒncia? Qual das soluçıes, a de prata ou a de chumbo, precisa de mais cloreto para precipitar-se?

A soluçªo de chumbo precisa de mais cloreto do que a soluçªo de prata. Mesmo a soluçªo que nªo se precipitou com o chumbo precipitou-se com a prata.

lSe quisermos tirar íons cloreto de uma soluçªo para deixÆ-la com o mínimo possível, qual soluçªo devemos usar, de prata ou de chumbo?

A precipitaçªo de compostos insolœveis Ø uma tØcnica muito usada para limpar as Æguas que contŒm compostos que fazem mal à saœde. Para nªo jogar no esgoto, que depois vai para os rios, a Ægua que tem compostos prejudiciais, nós provocamos sua precipitaçªo: separamos o sólido e jogamos a Ægua que tem uma concentraçªo muito baixa desses compostos. Sªo os íons de metais pesados, como chumbo, mercœrio, cÆdmio etc, que sªo prejudiciais.

VocŒ precisa saber lNa soluçªo que fica junto com um precipitado, ainda hÆ íons iguais aos que compıem o precipitado, mas que nªo conseguem formar o precipitado.

lQuanto mais se adiciona de um reagente a um outro reagente para a formaçªo de um precipitado, menos íons em soluçªo vªo sobrar desse segundo reagente.

lA quantidade de reagente que se deve adicionar a outro reagente para se formar um precipitado varia de substância para substância.

lA precipitaçªo de compostos insolœveis Ø feita para tirar da Ægua compostos que fazem mal à saœde.

AULA48

Vamos escrever a equaçªo das reaçıes vistas na seçªo Isto lhe interessaIsto lhe interessaIsto lhe interessaIsto lhe interessaIsto lhe interessa.

O íon de prata tem o símbolo químico Ag+ e o íon nitrato Ø NO3- . Nitrato de prata tem a fórmula AgNO3. Este sal Ø solœvel em Ægua. Cloreto de sódio Ø o bem conhecido sal de cozinha. Adicionando soluçªo de nitrato de prata a uma soluçªo de cloreto de sódio, ocorre a reaçªo representada por:

AgNO3 + NaCl fi AgCl + NaNO3

AgCl Ø o cloreto de prata, que se precipita porque Ø insolœvel. É um precipitado branco. O nitrato de sódio, NaNO3, Ø solœvel. O chumbo tem o símbolo químico Pb. Adicionando soluçªo de nitrato de chumbo a uma soluçªo de cloreto de sódio, ocorre a precipitaçªo de cloreto de chumbo, que Ø branco.

Pb(NO3)2 + 2NaCl fi PbCl2 + 2NaNO3

O nitrato de sódio, NaNO3, Ø solœvel. Note que os coeficientes da reaçªo estªo acertados. Como hÆ 2 íons nitrato para cada íon de chumbo e sªo necessÆrios tambØm 2 íons cloreto para cada íon de chumbo, precisamos de duas vezes a

Os dois sais, cloreto de prata, AgCl, e cloreto de chumbo, PbCl2, precipitamse. Portanto, dizemos que eles sªo insolœveis. PorØm, agora percebemos que dizer

“insolœvel” nªo Ø totalmente correto. JÆ vimos que na soluçªo que fica junto com um precipitado ainda hÆ íons iguais aos que compıem o precipitado, mas que nªo conseguem formar o precipitado. Sobram íons na soluçªo. Quanto sobra? Isso depende do precipitado. Cada substância Ø diferente.

Em vez de dizer “insolœvel”, Ø melhor dizer “pouco solœvel”, pois, se sobram íons, nenhum sal Ø completamente insolœvel. Como a quantidade de íons que sobra em soluçªo depende do precipitado, algumas substâncias devem ser um pouquinho mais solœveis e outras, um pouquinho menos solœveis.

lEntªo, qual dos sais Ø menos solœvel, cloreto de prata ou cloreto de chumbo?

As experiŒncias descritas na seçªo Isto lhe interessaIsto lhe interessaIsto lhe interessaIsto lhe interessaIsto lhe interessa permitem responder a esta pergunta. Vejamos.

O cloreto de prata, AgCl, precipita-se quando adicionamos nitrato de prata a uma soluçªo diluída de cloreto de sódio. Isto significa que bastam poucos íons cloreto para se formar o precipitado de cloreto de prata.

O cloreto de chumbo, PbCl2, só se precipita quando adicionamos nitrato de chumbo a uma soluçªo bastante concentrada de cloreto de sódio. Portanto, para se precipitar, o cloreto de chumbo necessita de grande quantidade de íons cloreto.

Podemos concluir que o cloreto de prata Ø menos solœvel. Agora fica fÆcil responder à pergunta da seçªo Isto lhe interessaIsto lhe interessaIsto lhe interessaIsto lhe interessaIsto lhe interessa. Querendo tirar íons cloreto de uma soluçªo, deixando o mínimo possível, que soluçªo se deve usar, a de nitrato de prata ou a de nitrato de chumbo? Como no caso da prata sobram menos íons cloreto, Ø a soluçªo de nitrato de prata que se deve usar.

Vamos pensar mais

AULA48 oQue nitrato de prata Ø usado para ver se hÆ íons cloreto numa soluçªo, e o que acontece quando realmente hÆ íons cloreto.

oQue nitrato de chumbo tambØm serve para ver se hÆ íons cloreto numa soluçªo, mas por que nitrato de prata Ø melhor.

oO que se deve fazer para tirar íons cloreto de uma soluçªo, deixando o mínimo possível.

oQue a precipitaçªo de compostos insolœveis Ø uma tØcnica muito usada para limpar as Æguas que contŒm compostos que fazem mal à saœde.

oQue íons de metais pesados sªo muito tóxicos, e como devem ser tirados das Æguas industriais jogadas nos rios.

Exercício 2Exercício 2Exercício 2Exercício 2Exercício 2

Exercício 3Exercício 3Exercício 3Exercício 3Exercício 3 Complete a tabela a seguir:

Exercício 4Exercício 4Exercício 4Exercício 4Exercício 4

Escreva, com palavras, a equaçªo da reaçªo de precipitaçªo do cloreto de prata quando se mistura soluçıes, em Ægua, de nitrato de prata e cloreto de sódio.

Exercício 5Exercício 5Exercício 5Exercício 5Exercício 5

Por precipitaçªo, como se pode retirar determinado cÆtion de uma soluçªo? E um ânion?

Agora eu sei

Vamos exercitar

SALSALSALSALSALDISSOLVIDODISSOLVIDODISSOLVIDODISSOLVIDODISSOLVIDO EMEMEMEMEM GUAGUAGUAGUAGUAONSONSONSONSONS EMEMEMEMEM SOLUOSOLUOSOLUOSOLUOSOLU˙ˆO

Cloreto de sódio, NaCl

Comentários