Apostila Vesti...gital Biologia - biologia - aula 19 - bact?rias e V?rus

Apostila Vesti...gital Biologia - biologia - aula 19 - bact?rias e V?rus

Aula 19 Bactérias e Vírus

Bactérias

As bactérias pertencem ao Reino Monera. Suas células são denominadas procarióticas devido à ausência do envoltório nuclear; no citoplasma, encontramos o material genético (DNA circular) e os ribossomos. Observe, a estrutura bacteriana abaixo:

Quanto à nutrição, as bactérias são classificadas em autótrofas (quimiossintetizantes e fotossintetizantes) e heterótrofas (parasitas e decompositoras).

As bactérias autótrofas fotossintetizantes produzem o seu próprio alimento utilizando a energia luminosa, devido à presença de um tipo especial de clorofila, enquanto as bactérias quimiossintetizantes produzem o seu próprio alimento, aproveitando a energia química proveniente da oxidação de compostos inorgânicos.

Membranaplasmática Citoplasma

Ribossomos

Parede celularNucleóide

Além do DNA circular, as bactérias possuem plasmídeos, isto é, pedaços de DNA dispersos no citoplasma, que têm replicação independente e podem ser transferidos de uma bactéria para outra.

Anabaena (cianobactéria) – fixa o nitrogênio atmosférico – participa da fertilidade do solo.

As bactérias desempenham papéis indispensáveis ao equilíbrio ecológico, participam do processo da reciclagem de matéria orgânica; essas bactérias são denominadas decompositoras, enquanto as bactérias patogênicas causam infecções, com graves lesões nos animais. Elas são transmitidas por água e alimentos contaminados, secreções (catarro), sangue, urina dos animais, etc.

AS bactérias provocam inflamações, febre, tosse, vômito, diarréia, rigidez na nuca, distúrbios respiratórios, lesões na pele, etc.

As bactérias são utilizadas na fermentação do leite para a fabricação de queijo, iogurte e coalhada.

Muitas substâncias, como hormônios, enzimas e antibióticos, são produzidas por bactérias. Utilizou-se, por exemplo, o gene humano responsável pela produção de insulina em bactérias, no plasmídeo, que

Cianobactérias ‡ bactérias clorofiladas

Os antibióticos interferem na síntese de proteínas das bactérias e na formação da sua parede celular.

passaram a produzir esse hormônio, usado no tratamento dos diabéticos.

Observe abaixo, a introdução de um gene de interesse no plasmídeo bacteriano.

Doenças causadas por bactérias:

Doenças Agente etiológico Transmissão Prevenção Manifestação

Pneumoniabacteriana Pneumococo,hemófilo, etc. Gotículas eliminadas por tose, espirro, fala

TuberculoseBacilo de Koch

(Mycobacterium) Gotículas eliminadas por tose, espirro, fala

Hanseníase Mycobacterium lepraer

Penetração do baciolo pela pele ou pelas mucosas

Evitar contato com doentes; tratamento dos doentes

Lesões da pele, áreas insensíveis na pele nódulo; regiões de pele seca

Difteria Corynebacteriumdipterie Gotículas eliminadas por tose, espirro, fala

Evitar contato com doentes; tratamento dos doentes

Tosse; febre; dificuldades respiratórias; mal-estar; rouquidão

CoquelucheBordetella pertussisGotículas eliminadaspor tose, espirro, fala

Evitar contato com doentes; tratamento dos doentes

Tosse espasmóticas, febre Tétano

Os esporos são introduzidas através de um ferimento perfurado

Cuidados com ferimentos; vacina tríplice

(DPT) ou antitetânica

Clostridium tetani

Espasmos musculares; distúrbios respiratórios

Saneamento básico; tratamento e isolamento dos doentes; cuidados no preparo de alimentos; higiene pessoal; vacinação (pouco eficaz)

Cólera Vibrio cholerae

Água e alimento contaminados por fezes de doentes

Diarréia intensa; vômito; dor abdominal; febre

(continuação)

Meningite

Meningococo, hemófilo, Pneumococo

Gotículas eliminadas por tosse, espirro, fala

Tratamento dos doentes; evitar contato com doentes; vacinação

Cefaléia; febre, vômito; rigidez na nuca; convulsão; lesões hemorrágicas na pele

Leptospirose

Leptospera spContato com água contaminada com urina de camundongos e ratos

Saneamento básico; combate aos roedores

Febre; dor muscular; icterícia; urina escura; tosse; dor torácica ou abdominal

Escarlatina Estreptococo

Gotículas eliminadas por tosse, espirro, fala

Tratamento dos doentes; evitar contato com doentes

Dor de garganta; febre; lesões avermelhadas na pele; descamação

Sífilis Treponema pallidum

Contato sexual, transmissão maternofetal por ocasião do parto

Uso de preservativo; evitar promiscuidade sexual; tratamento dos doentes

Nódulo ( cancro) duro nos genitais; aumento de nódulos linfáticos lesões na pele; lesões neurológicas

Gonorréia

Contato sexual; transmissão maternofetal por ocasião do parto

Neisseria gonorrhoeae (gonococo)

Uso de preservativo; evitar promiscuidade sexual; tratamento dos doentes

Dor ao urinar, corrimento vaginal ou uretral

Quanto à necessidade de oxigênio nos processos de obtenção de energia, as bactérias são classificadas em aeróbias ou anaeróbias, e, quanto às formas fundamentais, são classificadas em cocos, bacilos, vibriões e espirilos.

Formas bacterianas

A reprodução das bactérias se faz por bipartição simples, mas em algumas espécies há também processo sexuais, como conjugação, que resultam em recombinação genética.

Vírus

OS vírus são parasitas intracelulares obrigatórios; apresentam uma estrutura simples. São formados por uma cápsula, denominada capsídeo, que envolve o material genético viral, que pode ser o DNA ou RNA.

Muitas meningites são virais.

Observe, abaixo, a estrutura do bacteriófago, vírus que parasita bactérias:

Muitas doenças de plantas e animais, inclusive de seres humanos, como a hepatite B e a AIDS, são causadas por vírus.

Reprodução dos vírus

Os vírus que apresentam o DNA como material genético utilizam a célula hospedeira para a produção de novas moléculas de DNA viral e síntese das proteínas estruturais do vírus, formando, em seguida, novos vírus. Ocorre o rompimento da célula parasitada, e os vírus irão invadir novas células.

O HIV (vírus das imunodeficiência humana) é denominado retrovírus, isto é, possui o RNA como material genético. Esse vírus é o agente causador da AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida). Observe, abaixo, a reprodução do HIV:

O vírus (HIV) liga-se à proteína CD4 do linfócito e penetra na célula, abandonando o capsídeo.

O retrovírus (HIV) apresenta uma enzima especial, denominada transcriptase reversa. Essa enzima transforma o RNA viral em DNA viral, que será incorporado ao DNA do linfócito e fabrica novas cápsulas, originando inúmeros vírus, que irão invadir novas células; observe a figura abaixo:

Abaixo, doenças causadas pelos vírus:

Muitos vírus podem manter-se em estado inativo, sem o capsídeo e o seu material genético incorporado à célula parasitada, durante um período e, posteriormente, tornam-se ativos, como, por exemplo, os vírus do herpes.

Doenças Agente etiológico Transmissão

Influenza(gripe)Vírus da influenza(tipos da rúbeola)Gotículas eliminadas por tosse, espirro, fala

RubéolaVírus da rúbeola Gotículas eliminadas por tosse, espirro, fala

Sarampo Gotículas eliminadas por tosse, espirro, fala Vírus do sarampo

Varíola (atualmente erradicada)

Vírus da varíola

Contato direto; saliva; tosse espirros; objetos contaminados

Poliomielite (paralisia infantil)

Polivírus (tipo 1,2,3)

Contato direto com secreções faringe de pessoas infectadas

RaivaVírus da raiva Através da saliva de animais doentes

Hepatite AVírus da hepatite A Água ou alimentos contaminados por fezes; contato direto

Hepatite BVírus da hepatite A

Transfusão de sangue; materiais contaminados com sangue ou saliva; (agulhas, seringas, equipamentos odontológicos ou cirúrgicos); contato sexual (sêmen e secreção vaginais)

(continuação)

AIDS ou SIDA

A sigla SIDA significa “síndrome da Imunodeficiência Adquirida”. A palavra “síndro” significa que o paciente apresenta vários sintomas. A imunodeficiência é devido à incapacidade de combater os agentes causadores de patogenias (doenças); quando isso ocorre , o paciente fica vulnerável a uma grande variedade de doenças graves, como pneumonia, tuberculose, meningite, sarcoma de Kaposi e outros tipos de câncer. São essas doenças oportunistas que levam o paciente de AIDS à morte.

A transmissão do vírus ocorre por meio de transfusões sangüíneas, pelo uso compartilhado de seringas e/ ou agulhas e nas relações sexuais. A mãe portadora do vírus ou doente de AIDS, também pode transmitir o HIV a seu filho, durante a gravidez.

Atualmente, no tratamento dos pacientes com AIDS, é utilizado o coquetel anti-AIDS, que apresenta o AZT; sigla derivada de azidotimidina. Essa droga inibe a enzima transcriptase reveersa, eviatndo a replicação viral. Sarcoma de Kaposi são lesões elevadas, de coloração vermelha-arroxeada, e podem se localizar em qualquer parte da pele.

Dengue

Vírus da dengue(tipos 1, 2, 3, 4)Picada do mosquito do gênero Aedes

FebreamarelaVírus da febreamarelaPicada do mosquito do gênero Aedes

CaxumbaVírus da caxumba Gotículas eliminadas por tosse, espirro, fala; contato direto

Contato sexual; sangue contaminado e derivados; transmissão transplacentária; agulha e seringa contaminadas

Exercícios

1) (Vunesp) Os itens de I a VI apresentam, não necessariamente na seqüência, os passos pelos quais um vírus é replicado.

I. Síndrome das proteínas do vírus. I. Adesão da capa do vírus com a membrana celular. I. Produção de proteína. IV. Abandono da cápsula. V. Liberação do vírus da célula. VI. Replicação do RNA

Assinale a alternativa que apresenta todos esse passos na seqüência correta.

a) I- IV- I- VI- II- V b) VI- IV- I- I- V- I c) I- VI- I- IV- VI- II d) V- I- I- IV- VI- II e) I- IV- VI- I- II- V

2) (FUVEST) – Os antibióticos atuam contra os agentes causadores das seguintes doenças:

a) tuberculose, coqueluche e hepatite. b) tuberculose, sífilis e gripe. c) tétano, sífilis e gripe. d) tuberculose, coqueluche e sífilis. e) coqueluche, sífilis e sarampo.

3) O microrganismo Vibrio cholerae, causador de um quadro de diarréia intensa, conhecido como cólera, é um tipo de organismo unicelular.

Assinale a alternativa que identifica corretamente o tipo de organismo e o reino ao qual pertence.

a) bactéria – Monera

Príons: são partículas protéicas, menores do que os vírus. Nos bovinos causam a síndrome da vaca louca.

b) bactéria – Protista c) protozoário – Protista d) vírus – Monera e) vírus – Protista

4) (Fuvest) – Cólera e meningite epidêmicas são doenças relativamente comuns no Brasil. Elas são causadas, respectivamente, por:

a) bactérias, através de contaminação fetal de água e alimentos, e vírus, através da inalação de ar contaminado. b) Bactérias através da inalação de ar contaminado, e bactérias, através da contaminação fecal de água e alimentos. c) Vírus, através de contaminação fecal de água e alimentos, e vírus através da inalação de ar contaminado. d) Bactéria, através da contaminação fecal e alimentos, e vírus através da contaminação fecal, água e alimentos. e) Bactérias, através da contaminação fecal, água e alimentos, e bactérias, através de inalação de ar contaminado.

5) (Fuvest) – Uma dificuldade enfrentada pelos pesquisadores que buscam uma vacina contra o vírus da AIDS deve-se ao fato de ele:

a) não possuir a enzima transcriptase reservada. b) Alternar seu material genético entre DNA e RNA. c) Ser vírus de RNAr, para os quais é impossível fazer vacinas. d) Ter seu material genético sofrendo constantes mutações. e) Possuir uma cápsula lipídica que impede a ação da vacina.

Resolução

Resposta do exercício 1: E Resposta do exercício 2: D Resposta do exercício 3: A Resposta do exercício 4: E Resposta do exercício 5: D

Comentários