Estradas - Projeto

Estradas - Projeto

(Parte 7 de 10)

Raio mínimo de curva horizontal

(m)

Plano Ondulado Montanhoso

Rampa máxima

Plano Ondulado Montanhoso

Distância mínima de visibilidade de parada

(m)

Plano Ondulado Montanhoso

Distância mínima de visibilidade de ultrapassagem

(m)

Plano Ondulado Montanhoso

Largura da pista de rolamento

(m)

Plano Ondulado Montanhoso

Largura do acostamento externo

(m)

Plano Ondulado Montanhoso Muito Montanhoso

Largura da faixa de domínio

(m)

Plano Ondulado Montanhoso

50 Fonte: Manual de projeto geométrico de rodovias rurais (DNER, 1999, p.172).

Além dessas classes técnicas de projeto, o DNER estabeleceu, em 1976, no âmbito de um programa de financiamento para a construção de estradas vicinais, que contou com a participação técnica e financeira do Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento (Banco Mundial – BIRD) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), outro conjunto de classes de projeto, para o qual foram editadas normas específicas.

Estas normas, que foram denominadas de “Normas para o projeto de rodovias vicinais”, estão sintetizadas na tabela 2.5.

TABELA 2.5 – NORMAS PARA O PROJETO DE RODOVIAS VICINAIS

B PAV – RP C PAV – RP D RP E RP – TN Velocidade Diretriz do Projeto

(km/h)

5 % 20 % 70 %

Raio Mínimo de Curva Horizontal

(m)

20 % 70 %

Greide Máximo

20 % 70 %

Distância Mínima de Visibilidade de Parada

(m)

5 % 20 % 70 %

Distância Mínima de Visibilidade de Ultrapassagem

(m)

20 % 70 %

Largura da Faixa de Domínio

(m)

5 % 20 %

Largura entre Off-Sets mais 10,0 m para cada lado (em área rural) .

Largura da Plataforma

(m)

20 % 70 %

Largura da Pista (Pavimento)

(m)

5 % 20 % 70 %

Largura do Acostamento

(m)

(Parte 7 de 10)

Comentários