Robson Pinheiro - Sabedoria de Preto Velho

Robson Pinheiro - Sabedoria de Preto Velho

(Parte 5 de 5)

Seu compromiso
PAI JOÃO DE ARUANDA
escola de Jesus,, não se iluda quanto ao que encontrará em seuu caminhoOs
calor do sol,, costumam se multiplicar à visão do serrMas,, se você recolher
as como bbasee de alguma construçãoAs áágguuas que dessccem em um rio
trabalho
tire proveito deles para o seu ccrreesscciimmeennttoAqueles ccommppaannhheeiirross que
você,, apenas dizem o que vêem e ouuvvemmMuitas vvezzess,, iisssso ppodde ffuunncciionnaarr
como espelho para que você posa aprimorar--se e corigir--seAs
servir para firmar sua fé e ttessttarr a pperrssiissttêênncciia no compromiso assssuummiiddoo
suas almasSe algo o iinnccommodda,, pprroccuurree ccorrrriiggiirr a si mmeessmmo,, rever seus
sentimentos e emmooççõõess e rrennoovvarr suas attiittuuddess pperranntte a vviiddaDDiirrecciioonne

Se você se dedica ao trabalho do bem aassssuummiinndo sua responsabilidade na pedregulhos na estrada,, quando fixados indefinidamente pelo olhar,, sob o esas pedras,, meu filho,, terá adquirido experiências proveitosas,, utilizando-- caudaloso podem causar certos estragos ao longo do percurso ou ao rreedorr das margens,, contudo,, se forem devidamente ccaannaalliizzaadas ou rreepprreessaadas,, certamente servirão de impulso ao progreso na geração de energia e Observe também,, meu filho,, os aparentes pperrccaallçços da jjoorrnnaada espiritual e lançam injúria sobre você podem ser apreciados como amigos que incentivam meu filho a se mmeellhhoorrarr,, de vez que,, aoo ffallarreemm allggoo ccoonnttrra dificuldades encontradas em suas experiências na tarefa do bbem ppooddem Todos estão integrados no contexto espiritual favorável ao crescimento de seus pensamentos e ssennttiimmennttooss e iinntterrpprrette tudo ppellaa ática do etterrnnoo bem,, entendendo,, meu filho,, que você dispõe exatamente daquilo e daqueles de que mais necesita para o seu aapprreennddiizzaaddo..

não
Pau pereira
ROBSON PNHERO

Pau--pereira é um pau de opinião.. Todo pau flora e daqui,, só o pau--pereira

matas da Bahia em sua época de escravo,, dennoommiinnaada pau--pereiraTToodass
as árvores da mata costumavam darr sementes,, mmuuiittas ddellas frutos e fflloorress
O pau--pereira,, todavia,, não florescia,, nem dava frutos com regularidade
produzem,, não florescem nem se permitem serr felizesNão adianta
somente ser árvore,, de acordo com o que afirma Pai JJoããoÉ pprreecciisso
florescer,, enfim,, dar frutos do investimento rreecceebbiido

Segundo o eessppíírriitto Pai JJoãão,, há uma espécie de áárrvvorree,, que nascia nas Pai João usualmente compara ese tipo de planta a ppeessssooass que não

EvangelhoJesus,, naquela ocasião,, reprendia a ffiigguueeiirra por não hhavveerr
época de figosEntre as ddiivveerrssas interpretações posíveis,, talvez o Mestre
posibilidade,, e não só sob ccoonnddiiççõõess ffaavvoorráávveiiss

O ensino do pai--velho nos lembra a pparráábboolla dda ffiigguueeiirra sseecca,, rreeggiissttrradda no frutos em seus galhos e o evvaannggelliissttaa faz qquuessttãão dde asinalar qquue nnãão erraa quisese mostrar,, de modo alegórico,, a nneecceessssiiddade ccoonnssttannttee de produzirmos frutos sempre que a vviidda nos exige ou nos oferece

bíblica,, a dos ttalleennttoossNNa hhiissttóórriia ccoonnttadda porJesus,, é iinntteerreessssannttee nnoottarr
distribuídos a eles dduurrannttee ssuua auussêênncciiaAo ddeepparrarr,, eennttrreettannttoo,, com a
dese homem,, que não aplicou os ppoouuccos rreeccuurrssos a ele ccoonnffiiaddos
souberam fazer render os ttaalleennttos,, multiplicá--llos ––fazê--llos dar ffrruuttosE
preciso florescerÉ imperativo que o ser se permita florescer para,, eennttãão,,
frutificarHá muita gente boa que carega o ffarrddo ppessaddo da culpa e a si
que lhe cabeSão indivíduos murchos,, improdutivos,, do ponto de vista
espiritual e das aaqquuiissiiççõõess etterrnnaass,, da alma

Também é posível relacionar a ffiigguurra do ppauu ppeerreeiirra com oouuttrra pparráábboolla que o sseennhhorr disera apenas para que seus sseerrvvoss cuidasem ddoss bens falta de iniciativa apresentada por um dos servos,, que tão somente conservou ou gguuaarrddou o ttaalleenntto,, o sseennhhorr retira o iinnvveessttiimmeenntto das mmããoss Promete,, ainda,, conceder mais para ser administrado por aqueles que mesma pune,, sem permitir que a vviidda pprroommoovva a iinnsemiinnaççããoo de vviittalliiddade

dedicarem ao exercício do auto--perdão e do auto--amorpara qquue posam
frutosExperimente o ppeerrddãão nnãão deixe o rraannccorr ttommaarr cconnttaa de seus dias
nem a ccuullppa ddoommiinnarr ssuua menteVocê pprreecciissa se ppeerrddooarr,, meu filho..
araigada e enndduurrecciiddaa ddennttrroo do sseuu coraçãoDDeuuss,, qquue é sábio e pperrffeiittoo,,
não exige tanto de você quanto você mesmoQue tal parar com esa
nada ficar melhorReavalie suas posibilidades e ennttennddaa qquue você não ttemm

Pai João aconselha tais pesoas,, que se acham feito paus--pereiras,, a se sintonizar--se com as leis ssoobberrannas da vviida e vviivverr emm ppllenniittuudde,, a produzir Experimente o bbenneffíícciio ddo pperrddãão e vvoccêê sse lliibberrttaarráá dde tanta ccoiissaa cobrança intensa e vviivverr com mais ssiimmpplliicciiddaadde?? As coisas ppooddemm até essttaarr difíceis,, mas,, do jeito que você im ping culpa a si mesmo,, não há como de acertar tudo e não devve sserr santinho o ttemmppo ttoddo.. Também não

conseguiuÉ preciso comprender que todos têm limites e que ddevvemmooss
respeitá--losVocê mesmo tem seus próprios limites,, e,, sse errrroouu como ppennssaa
que erou,, estamos todos no proceso de aprendizado
Que há?? Toque a bboolla pprra frente,, como vocês ccoossttuummamm dizer aíí,, nna TTeerrrra
Dê uma chance a você mesmo e sse pperrdoePPerrmmiitta--sse a bênção do
recomeço sem sentimento de culpa ou cobranças indébitasMuitas vezes,,
quando a gente eerrrra,, nem sempre é porque se ppllanneejjoouu eerrrrarrExistem
experiênciaOutros são aqueles resultantes de situações que iinndeppeenndemm
falta de senso de limitesNão respeitamos nosos limites nem os aallhheeiios..
Mas aprenda,, meu filho,, que criança alguma caminha sem antes cair
Somos aprendizes da vviida,, crianças espirituaisNão significa dizer que
exercitar o ppeerrddãão a nós mmeessmmossCCommpprreeeennddeerr que ffommoss ccrriiaddoss
inserida em noso programa evolutivoPerdoe--se e viva mmellhhoorr.. AAmme--se
mais e pperrmmiittaa--sse sserr humano

conseguirá agradar a todo o mmuunnddo,, nnãão.. Nem o NNosssso SSeennhhorr Jesus CCrriisstto eros de percurso,, aqueles naturais do aprendiz,, que ainda não tem do próprio ser,, e,, ainda,, há aaqquuelless eqquuíívvooccooss qquue ssuurrggemm ddevviido à nosa devemos erar indefinidamente,, mas que precisamos urgentemente perfectíveis,, e não pperrffeiittooss —— portanto,, com a ppoossssiibbiilliiddadde do errrroo

respira em clima de autopuniçãoExiste maior cativeiro que o da eessccrraavviiddãão
princesa nem decreto que o rrommppaa,, nnãão há fforrççaa que o arebenteSSommeennttee
você poderá se libertar de si mesmo e vviivverr um clima iinntterriiorr de pazSSemm o
que a vviidda pprrooppoorrcciioonna

Quem não exerce o pperrddãão cconnssiiggo pprróópprriio ennccaaiixxottaa--se em culpas e da mente que se acorenta em culpas?? EEssse tipo de grilhão mental,, não há esforço do ar..toperdão,, meu filho,, não há como proseguir rio aapprreennddiizzaado

plenitude nem apreciar as ccoiissas bboas bbeellas da vviidaA culpa faz com que o
céu interior de nuvens sombrias de pesimismo,, dessâânniimmoo e martíriosA
em suas vidasExperimente se perdoar e vvejja como ficará bbem mmellhhoorr a

Prisioneiro ria culpa,, o eessppíírriitto nnãão precisa de ccaarrrraasscco,, ffeeiittorr ouu vveerrdduuggo,, pois ele mesmo dilacera sua própria intimidade,, não se permite viver em mundo ao seu redor pareça esfumaçado e cciinnzzenntto;; o nnãão pperrddoaarr ttiinngge o verdadeira libertação é a libertação interior,, mmeennttall,, que,, por ssuua vez,, produz filhos com mente sadia,, aptos para produziirr atitudes de qquuaalliiddaade paisagem a ssuua vvoolltta..

o mmiiollo ddo pau gemia
Reconciliação
ROBSON PINHEIRO
Não se preocupe,, meu filhoQuando você superar esa dificuldade,, virá
outra maiorPai João,, em determinado momento,, asustou--nos com ese
comentárioProseguia::

Eu cortei um pau lá nas matas da Bahia.. Enquanto a ccasscca cchhoorravva,, sinhá,,

desafios de amanhãO soldado mais capacitado,, que venceu maior número
problemas mais complexosÉ para iso que a vviidda nos pprreepara......

—— E não é,, meu filho?? A dificuldade de hoje é só treinamento para os reais de batalhas,, está pronto para ser promovido e,, como oficial,, ennffrrennttaarr

pouco que lhe pertence será tiradoÉ nese sentido que as ppaallaavvrras do
Mestre devem ser entendidasÉ preciso que desenvolvamos a ccappacciiddaddee
vinhaPai João tinha razão,, por mais aflitiva que posa parecer a
concordância com sua afirmaçãoE nas situações de incômodo e ccrriisse qquue
produzimos o mmaaiiorr nnúúmmeerro de mudanças““A semente só bbrrottaa em vviirrttuude
das enormes presões que sofre no interior da tera””,, lembra o pai--vveellhho

Tome por base Jesus,, que administra um planeta!! É por iso que a BBííbblliia diz que a quemm posui,, mmaiiss será ddaddo,, e ddaquelle que ttemm pouco,, aiinndda o de nos organizar melhor,, administrar melhor nosssoo tempo e nosssaass energias,, pois Jesus precisa de servidores mais experimentados para sua

panorama íntimoDe tanto medir forças com a vviidda,, nnuumma ttoolla e iinnffiinniitta
forças superiores da existênciaNo momento em que cesa a rrebbellddiia e
conseqüentemente,, de nosos próprios limites,, medos e pprreccoonncceiittooss

Submetidos aos diversos constrangimentos das vivências em sociedade,, enquanto habitantes do mmuunndo físico,, somos ccommppeelliidoss a ttrrannssfforrmmarr o disputa de ppooderr,, da qual fatalmente sairemos derrrroottaaddooss,, rreenndemmoo--nos às intentamos vivenciá--la como uma inconformação construtiva e otimista,, extraímos o mmellhhorr da crise:: a ssuupperraççãão ddoss ddessaffiioss e,,

com o CCrriiaaddorr

Pasamos então a ffazzeerr pparrttee do ggrrannde concerto cósmico de ccooooppeerraççããoo

conquista de nosa ffeelliicciiddaade
A casca,, que chora,, e o mmiiollo,, que ggemme,, exxpprressssaamm o drama evvolluuttiivvoÉ
preciso nos libertar das algemas que nos fazem infelizesSeja qual for
noso pasado,, é tempo de libertaçãoConservando--nos prisioneiros de um

Em seus conselhos e oobbsserrvvaççõõess,, Pai João ennffattiizza muito a iimmppoorrttâânncciia desa reconciliação com a ffoorrçça ssoobbeerranna dda vviidda,, tão nneecceessssáárriia pparra a pasado culposo ou de uma situação aflitiva,, não conseguiremos nos sentir realizados..

PAI JOÃO DE ARUANDA

Punições desnecesárias

fosem obrigados a sentir o cchhiiccottee ddo ffeeiittorrA ddiiffeerreennçça está appeennass nna
formaPunem--se ao não se permitir viver com alegria,, harmonia e paz..
Utilizam o cchhiiccotte da culpa,, e aí sse essttabbellecce a ddiiffiiccuulldaddeMMuuiitta ggenntte
pode ser e tterr muito mais do qquue aquilo qquue usufruiIInnvvennttaarraamm uma
terE,, com a iinnterpprreettaççããoo ttrrannssttoorrnnadda de allgguunnss conceitos ttrrazziiddooss por
prisioneira de uma vida acanhada e mmiisserráávvellA hhuummiillddaade não essttáá na
TeraCom o pprrettexxtto de serem hhuummiilldess e rrelliiggiiossoss,, mmuuiittoss dessvvaallorriizzaamm
a pprróópprriia mmeennssaggeemm que abbrraççarramm,, com rreesseerrvvass ddeessnneecceessssáárriiass

Meus filhos têm mania de se punir mais do que se essttiivvesssemm no cativeiro e desculpa de hhuummiillddaade,, que ninguém ainda posui,, mas que muitos dizem Noso Senhor Jesus Cristo,, tem muita gente religiosa por aí,, que se acha roupa que se veste ou na voz mansa,, ensaiada por muitos filhos aí pela

está se punindoA autopunição não é nada mais do que o iimmppeeddiimmeenntto
para crescer,, brilhar e sserr mais ffelliizzQuando você não sse pperrmmiitte mmellhhoorraarr,,
tendo condições de fazê--lo,, então está se punindoE autopunição,, meu
seu interior
As pesoas religiosas,, em geral,, têm algo mal--resolvido com o ddiinnhheeiirroMas
o ddiinnhheeiirro em si nnãão é a ccauussa de seus mmalleess nnem ddoss mmalleess ddo mmuunnddoÉ
oportunidades que Deus concede para maiores realizaçõesPare com iso já
e invista emm vocêInvista no trabalho qquue você rrepprressennttaa,, filho,, na sua
de Deus,, da vviida e do uunniivverrssoo

Na verdade,, meu filho,, toda vez que você pode ser ou ter alguma coisa que seja boa e hhoonnessttaa e não sse pperrmmiitte vviivvenncciiaarr tal exxpperriiêênncciiaa,, qquue llhhe fará crescer e llhhe dará maior qquuaalliiddaadde naquilo qquue você é ou faz,, é qquue você filho,, é o rreessuullttaaddo de sennttiimmeenntto de culpa,, que se eenncconnttrraa aí,, latente,, em que o ser eerrrrouu ttaanntto nno ppaassssaaddo,, ouu tenta se pasar na atualidade pporr humilde e ddesspprrennddiiddoo,, qquue,, dde uma forma ou dde outtrraa,, não valoriza as satisfação interior e não pperrccaa dde vista jamais o ffaatto dde qquue vvoccêê é hherrddeiirro

ajude você a vencer e ddessccuubbrra--sse um vvenncceddoorrPParre dde sse mmennoosspprrezzarr::
realização íntimaSeja feliz e não sse puna com uma vida acanhada..

Dê maior qualidade e bbellezzaa àquilo qquue você faz,, pperrmmiittaa qquue o uunniivverrsso vista--se bem,, viva bem,, aapprresenntte--se melhor ainda e vverráá qquue,, à mmeddiiddaa que você investir em si mesmo,, a vviidda ddarráá rreessppoossttass ccadda vez mmaiiss ccllarrass às suas necesidades e impulsionará sseuu essppíírriittoo rumo às alturas da

diante da vviidaA vitória,, sob todos os aassppeeccttos,, é daquelleess que ousam,, que
enfrentam desafios e qquue sse pperrmmiittemm sserr ffelliizzessTTennhha a ccoorraggemm dde

Estamos no século XI,, e não há mais lugar no mundo para ggenntte tímida investir em você mesmo..

(Parte 5 de 5)

Comentários