A Menina do Vale - Bel Pesce

A Menina do Vale - Bel Pesce

(Parte 1 de 4)

a menina do vale1 a menina do vale1

Bel Pesce como o empreendedorismo pode mudar sua vida

Para os meus pais. Com seu amor, eles me provaram que infinito existe.

DeDicatória agraDecimentos em 2011, eu ganhei na loteria da vida ao cruzar caminhos com Flávio augusto da Silva, Presidente do ometz Group e criador do Geração de valor. Quando contei ao Flávio os meus planos de escrever um livro, ele me disse que gostaria de ajudar com o projeto. mas ajudar é pouco para descrever o quanto ele e a sua equipe se envolveram. eles realmente abraçaram esse livro de uma maneira que excedeu todas as minhas expectativas.

esse livro não teria existido sem o trabalho maravilhoso da agência Yeah!, parte do ometz Group. agradeço muito à ana Freitas e ao Sandro Serzedello, que a cada dia me surpreenderam ao oferecer ajuda com mais algum componente do livro, sempre com uma qualidade e criatividade inigualáveis.

Sem a ana, seria impossível ter lançado o livro tão rapidamente e com tanta atenção ao design. ela coordenou o projeto gráfico do começo ao fim, incluindo a capa, ilustrações, layouts, fontes e até mesmo o website do livro, além de ideas de marketing e distribuição.

agradeço de coração a aquipe Yeah!. em tempo recorde, eles criaram um projeto gráfico que reflete perfeitamente o que eu queria retratar com o livro, colocaram as ideas desse livro em imagens, elaboraram títulos e também marketing ao redor do livro e me ensinaram muito sobre mídias sociais.

escrever é re-escrever. agradeço imensamente ao alexandre oliveira, à eliane Carone, à adriana Julião, ao amit Garg, ao eduardo lyra, ao luciano Tavares e à minha família pelas horas e horas que passaram revisando o livro e me dando sugestões de como melhorá-lo.

Sou muito grata ao eduardo melo, ao José Fernando Tavares e à toda a equipe do Simplíssimo e-Books, que se mostraram super dispostos a ajudar com o projeto e criaram uma versão especial do livro para facilitar a leitura em vários dispositivos digitais. Também agradeço muito ao andrew mcCartney e à equipe do TheappBuilder, que me ajudaram a criar aplicativos mobile com o conteúdo do livro.

mas um livro não tem valor sem seus leitores. Flávio augusto, marco Gomes, manoel lemos, Reinaldo normand, diego Gomes e Pierre Schurmann merecem um obrigada gigantesco por sua enorme ajuda em divulgar o projeto. agradeço à toda a equipe da boo-box, ao time sensacional do iba.com.br e à nR-7 Comunicação por seus trabalhos de altíssima qualidade. nelson Rodrigues, Bárbara veríssimo, Bruno Pinheiro, Jessica Travassos, Roberta martins, Ricardo Garrido, marcelo Brandão, Gabriela nunes, Cintia Santana, ana Carolina ayub, Fernanda madeira, Pollyana miranda e marcus alves: muito obrigada por acreditar nesse projeto! e, por fim, agradeço muito a você, leitor, por me dar a oportunidade de mostrar como empreendedorismo pode mudar uma vida.

Criar um livro requer trabalho em equipe. eu tive a grande sorte de ter a melhor equipe do mundo ao meu lado.

Uma jornada empreendedoraaBertUra

Pequenas coisas que fazem a diferença14 O maior de todos os erros15 Saia da sua zona de conforto16 Impressione o mundo com a sua iniciativa17 Surpreenda-se com o talento que existe nesse mundo18

Equipe, equipe, equipe06 O poder do networking12

Não se preocupe com a sua idade01

O verdadeiro valor de um plano de negócios07 Esqueça o glamour13

Descubra quem te inspira e por quê02

Ache pessoas que estavam na sua posição alguns anos atrás08 Leituras que valem a pena03

Seja acelerado, mas tenha paciência09 Compartilhe as suas dificuldades04

Acostume-se a aprender com seus erros10 Seja sempre humilde05

Encontre as suas paixões11

A realidade que inspiraPreFÁcio a menina do vale7

Todas as vezes que assistimos a relatos sobre terremotos, tornados e grandes enchentes, temos a tendência de não considerarmos que o mesmo poderia estar acontecendo conosco, com nossos familiares ou, até mesmo, com algum de nossos amigos mais próximos. mesmo sabendo que sejam fatos reais, muitas vezes assistimos a reportagens como se estivéssemos diante de um roteiro de ficção bem distante de nossa realidade.

da mesma forma, quando você ouve sobre um único ganhador de um sorteio da mega Sena, que embolsou centenas de milhões de reais, você pensa que poderia ser alguém de seu ciclo de relacionamento? ou você sempre considera que será um rosto desconhecido de uma cidade remota ou, ainda, alguém bem longe de sua realidade? eu, particularmente, conheço de perto pessoas afetadas, por exemplo, pela enchente que surpreendeu a Região Serrana do Rio de Janeiro em 2011; uma pessoa que perdeu um familiar no último acidente aéreo no aeroporto de Congonhas em São Paulo; uma prima que morava com sua família no Japão bem perto da usina nuclear de Fukushima

A realidade que inspiraPreFÁcio

Bel PeSCe8 após o terremoto e tsunami que varreram o Japão no ano passado, assim como também conheço uma pessoa que ganhou em uma loteria.

eu também conheço a Bel Pesce. a história dessa menina de apenas 24 anos é um desses roteiros de Hollywood que está acontecendo agora, bem diante de nossos olhos. É uma história muito inspiradora que nos mostra o quanto está em nossas mãos o poder de mudarmos o nosso destino por meio de escolhas que fazemos diariamente, por meio de nosso entusiasmo e por acreditarmos e lutarmos pelo improvável, ainda que muitos nos desencorajem dizendo que é um sonho grande demais para ser sonhado.

eu a encontrei pela primeira vez em Buenos aires no ano de 2011, após postar na página do Geração de valor no Facebook que eu estaria na capital Portenha por dois dias para a inauguração de uma filial de minha empresa. Como Bel também estaria lá nesse mesmo período para uma visita aos engenheiros que trabalham no escritório da lemon, empresa que Bel ajudou a fundar e que tem a sua sede no vale do Silício, ela me mandou uma mensagem por meio do Facebook, propondo tomarmos um café. em nosso encontro, em pouco tempo pude perceber que estava diante de uma pessoa entusiasta, com um enorme brilho nos olhos, muitos projetos e energia para realizá-los. a palavra impossível certamente já tinha sido expulsa de seu dicionário há algum tempo e, pude perceber, que estava diante de alguém que ainda daria muito o que falar. de nosso café, fiz o convite para gravarmos um vídeo, o Gv #08 que rapidamente alcançou a marca de 1 milhão de visualizações no You Tube.

a trajetória de Bel Pesce é muito rica, mas sem nunca deixar simplicidade de lado. É arrojada e repleta de a menina do vale9 conquistas em um curto espaço de tempo. a sua inteligência e carisma, conhecimento técnico e habilidade nas relações interpessoais, coragem que transborda em seu olhar de menina, bem como seus feitos, sem nunca perder a humildade, fizeram dela um perfil raro e desejado por grandes corporações e investidores.

Quando ela me disse sobre o seu desejo de escrever a respeito de suas experiências no vale do Silício com a finalidade de colaborar com jovens que estivessem iniciando suas carreiras, logo teve o meu apoio. Bel, por meio deste livro digital, distribuído gratuitamente na internet, demonstra toda sua generosidade e vontade de mudar o mundo, dando a jovens brasileiros, em meio a tantas notícias negativas, o empurrão e incentivo necessários para que eles acreditem em seu potencial. isso tem um valor incalculável! o que posso concluir é que este livro tem o objetivo de lhe dizer: “você também é capaz! acredite e trabalhe pelos seus projetos! você pode mudar o seu destino”.

a história de Bel não é uma ficção. É uma história real que pode inspirá-lo a protagonizar o seu próprio roteiro. Suas experiências no vale do Silício aqui descritas, poderão servir de matéria-prima para a construção de ideias a fim de lhe encorajar a seguir adiante com garra, acreditando ainda mais em seu futuro.

Boa leitura!

Flávio Augusto Presidente do ometz Group e Criador do Geração de valor

Bel PeSCe10

Sempre fui obcecada por conhecimento. desde pequena, tenho uma curiosidade extremamente aguçada e amo aprender coisas novas. esse fato, aliado à dedicação e à iniciativa, me ajudou a abrir as portas para muitos dos meus sonhos.

muitas vezes, entrei em terrenos completamente desconhecidos que me levaram a participar de aventuras deliciosas e extremamente inesperadas. Por exemplo, o grande e improvável sonho de estudar no massachusetts institute of Technology (miT), uma das mais conceituadas universidades de Tecnologia, tornou-se realidade em 2006. Quando isso aconteceu, eu queria agarrar o mundo com as mãos e aprender o máximo possível. Com a mente aberta para experimentar aulas diferentes e fazer parte de vários programas e competições, acabei descobrindo que o empreendedorismo é uma das minhas maiores paixões.

o meu mais recente desafio foi mudar-me para o vale do Silício, na Califórnia, e dedicar-me a essa paixão que é o empreendedorismo. durante os últimos quatro anos, mergulhei com tudo no mercado de startups, empresas

Uma jornada empreendedoraaBertUra a menina do vale11 jovens e inovadoras que buscam um modelo de negócio escalável e sustentável.

desde então, sigo centenas de blogs sobre empresas, investidores, empreendedores e tendências do ambiente de startups. leio vários livros a cada mês sobre os mais diferentes aspectos envolvidos em criar uma startup, desde como escolher um modelo de negócio até como motivar equipes. encontro-me com dezenas de pessoas a cada semana e aprendo muito quando elas dividem as suas histórias e conselhos comigo.

mas, acima de tudo, ser empreendedor é colocar a mão na massa. nos últimos anos, trabalhei em vários ambientes diferentes, sempre com o foco em aprender cada vez mais sobre como se constrói uma empresa.

Trabalhei em empresas grandes que ainda mantêm a veia empreendedora. na microsoft, fiz parte do office labs, um setor que se dedica a inovações relacionadas à produtividade. lá, aos 19 anos, tive a chance de liderar uma equipe e administrar projetos do começo ao fim. Foi uma experiência fenomenal. alguns anos depois, trabalhei na Google, no setor de pesquisas para inovar os sistemas por trás do Google Translate. aprendi muito sobre como criar a mágica que existe ao redor de vários produtos que usamos no dia a dia.

Para contrastar com empresas grandes e estabelecidas, trabalhei em companhias que começaram a sua jornada há pouco tempo. na ooyala, empresa com foco na administração e monetização de vídeos online, aprendi muito sobre empreendedorismo ao liderar três equipes de engenheiros. vi a empresa quadruplicar de tamanho, agora com mais de 200 funcionários.

Bel PeSCe12 mais recentemente, conheci dois empreendedores latinoamericanos sensacionais e juntei-me a eles para começar a lemon, um aplicativo que ajuda as pessoas a organizar as suas finanças. antes disso, eu já havia me aventurado com muitos outros projetos que, junto a sócios, comecei do zero. É impressionante o quanto é possível aprender com cada projeto, com cada equipe, com cada sócio. no momento, eu estou aprendendo muito na lemon e agradeço à minha equipe por me fazer crescer a cada dia.

Tenho plena consciência de que ainda há muito mais a aprender e que estarei nessa aventura empreendedora por anos e anos à frente. mas queria, desde já, dividir com vocês alguns dos aprendizados que tive até agora. Sou extremamente grata às várias pessoas que me ajudaram durante esses anos e este livro é uma maneira de retribuir um pouquinho do muito que elas fizeram por mim.

a grande maioria das lições que o vale do Silício me ensinou pode ser usada em qualquer lugar do mundo. assim como esse conhecimento me ajudou, espero que ele também seja útil para abrir portas para alguns dos seus sonhos.

nunca se esqueça: tudo é possível se você se dedicar de cabeça e coração.

Bel Pesce maio de 2012

a menina do vale13 a menina do vale13

Bel PeSCe14

Não se preocupe com a sua idade1 idade é algo interessante. Carregamos esse número conosco e, junto com ele, vem certas crenças. alguns acham que, se você é jovem, é inexperiente e imaturo. e, se você é adulto, então já é muito tarde para se aventurar.

não acredite nessas generalizações. na sua vida, você encontrará pessoas que tentarão usar vários argumentos para te desencorajar. você tem que acreditar em si mesmo. aos 24 anos, se eu tivesse dado ouvidos a essas pessoas, teria desistido de várias oportunidades maravilhosas.

Se você realmente sonha em empreender, a sua idade não importa. o que importa é ser extremamente apaixonado por solucionar problemas e melhorar as vidas das pessoas, e estar disposto a trabalhar arduamente para fazer as coisas acontecerem. o que importa é entender que, às vezes, nem tudo sairá como você espera e estar sempre pronto para aprender e tentar novamente.

Há empreendedores bem-sucedidos de todas as idades. aqui estão algumas das histórias que mostram que idade é um mero detalhe.

a menina do vale15

Ray Crocem meados dos anos 1950, Ray Croc, um vendedor de mais de 50 anos de idade, já tinha tentado vender de tudo um pouco. ele até mesmo havia tentado ser pianista, mas o dinheiro sempre era curto no fim do mês.

nessa época, ele vendia multimixers, máquinas que despejavam bebidas em vários copos ao mesmo tempo. Como a economia não estava indo bem, as vendas caíam continuamente, até que um restaurante em San Bernadino, na Califórnia, encomendou 8 multimixers. Surpreendido, Ray decidiu visitar o restaurante e ver as operações com os seus próprios olhos.

Chegando lá, ele ficou espantado: era um restaurante muito simples, com um menu bem limitado. as pessoas faziam os pedidos de dentro dos seus carros e recebiam a comida em alguns minutos. essa rapidez era possível porque a produção das refeições era organizada como uma linha de montagem. o nome do restaurante era mcdonald’s e era administrado por dois irmãos.

Ray viu uma boa oportunidade ali: por que não abrir outros restaurantes como esse? ele discutiu a ideia com os irmãos mcdonald, mas eles não estavam interessados em expandir as operações do restaurante. então Ray, que não tinha experiência nenhuma com o mercado de restaurantes, se você realmente sonha em empreender, a sua idade não importa. o que importa é ser extremamente apaixonado por solucionar problemas e melhorar as vidas das pessoas, e estar disposto a trabalhar arduamente para fazer as coisas acontecerem.

Bel PeSCe16

Jack Arnold Weil

Catherine

Cook e Dave Cook

Jack fundou a Rockmount Ranch Wear quando tinha mais de 40 anos, em 1946. a companhia estabeleceu novos padrões de roupas estilo caubói, desde gravatas até camisas, vendendo milhões de peças. a marca já foi usada por muitas celebridades e apareceu em várias cenas do filme Brokeback Mountain.

Jack foi o Ceo dessa empresa por mais de 60 anos e esteve envolvido em operações diárias até o último dia de sua vida. ele faleceu em 2008, aos 107 anos de idade. Jack é considerado o Ceo mais velho de todos os tempos.

em 2005, Catherine e seu irmão dave, então no ensino médio, repararam que muitas escolas americanas ofereciam aos alunos um álbum de fotos para relembrar os principais acontecimentos do ano. eles tiveram a ideia de criar uma versão digital desse álbum, mas não possuíam muito dinheiro e não eram experts em desenvolver websites. Para seguir os seus sonhos, eles convenceram o irmão mais velho a investir 250 mil dólares no projeto e decidiram contratar uma firma de desenvolvimento de websites na Índia.

(Parte 1 de 4)

Comentários