Instalações elétricas residenciais parte 2

Instalações elétricas residenciais parte 2

(Parte 5 de 7)

Circuito 12Exemplo

Seção dos condutor es

(mm2) 1 circuito por eletroduto

Corrente nominal do disjuntor (A)

2 circuitos por eletroduto 3 circuitos por eletroduto 4 circuitos por eletroduto

Desta forma, aplicando-se o critério mencionado para todos os circuitos, temos:

nº doSeção adequadaDisjuntor circuito (mm2) (A)

Estes são os tipos de cada um dos circuitos do projeto.

Verificar, para cada circuito, qual o valor da seção mínima para os condutores estabelecida pela NBR 5410 em função do tipo de circuito.

3ª ETAPA

1 Iluminação 7 Força 2 Iluminação 8 Força 3F orça 9 Força 4F orça 10 Força 5F orça 1 Força 6F orça 12 Força Distribuição Força nº doTiponº doTipo circuito circuito

A NBR5410 estabelece as seguintes seções mínimas de condutores de acordo com o tipo de circuito:

Seção mínima de condutores

Tipo de circuitoSeção mínima (mm2)

Aplicando o que a NBR 5410 estabelece, as seções mínimas dos condutores para cada um dos circuitos do projeto são:

nº doTipoSeção mínima circuito (mm2)

1 Iluminação 1,5 2 Iluminação 1,5 3Força 2,5 4Força 2,5 5Força 2,5 6Força 2,5 7Força 2,5 8Força 2,5 9Força 2,5 10Força 2,5 11Força 2,5 12Força 2,5 Distribuição Força 2,5

A tabela abaixo mostra as bitolas encontradas para cada circuito após termos feito os cálculos e termos seguido os critérios da NBR 5410 nº Seção Seção nº Seção Seção do adequada mínima do adequada mínima circuito (mm2)( mm2) circuito (mm2)( mm2)

1,5mm2é menor que 2,5mm2 seção dos condutores: 2,5mm 2

Circuito 3Exemplo

6mm2é maior que 2,5mm2 seção dos condutores: 6mm2

Circuito 12Exemplo nº doSeção dos circuito condutor es (m 2) nº doSeção dos circuito condutor es (m 2)

De posse desses dados, consulta-se a norma de fornecimento da companhia de eletricidade local para se obter a corrente nominal do disjuntor a ser empregado.

•a potência total instalada que determinou o tipo de fornecimento;

•o tipo de sistema de distribuição da companhia de eletricidade local.

Para se dimensionar o disjuntor aplicado no quadro do medidor , primeir amente é necessário saber:

Nota: no caso da ELEKTRO, a norma de fornecimento é a NTU-1.

Comparando os valores das seções adequadas, obtidos na tabela 1 (pág. 94), com os valores das seções mínimas estabelecidas pela

NBR5410 adotamos para a seção dos condutores do circuito o maior deles.

Exemplificando o dimensionamento do disjuntor aplicado no quadro do medidor:

Consultando a NTU-1:

Tabela 1 da NTU-1- Dimensionamento do ramal de entrada - Sistema estrela com neutro - Tensão de fornecimento 127/220V(1)

18,7kW é maior que 15kW e menor do que 20kW. A corrente nominal do disjuntor será 70A.

Cate-goria Carga instalada

(kW)

Demanda calculada (kVA)

Medição

Proteção Eletroduto tam. nomi-nal m (pol)Disjuntor termomag.(A) Chave(A) (8)

Fusível

(A) (4)PVCAço (7)PVCAço (7)

Limitação (2) motores (cv) Condutor ramal de entrada (m) (3)FNFFFFFN

Aterramento

Cond. (m ) (3)

Eletroduto tam. nom. m (pol) a potência total instalada: 18700W ou 18,7kW sistema de distribuição: estrela com neutro aterrado

Dimensionar o dispositivo DR é determinar o valor da corrente nominal e da corrente diferencial-residual nominal de atuação de tal forma que se garanta a proteção das pessoas contra choques elétricos que possam colocar em risco a vida da pessoa.

Corrente diferencial-residual nominal de atuação

Assim temos duas situações:

A NBR 5410 estabelece que o valor máximo para esta corrente é de 30mA (trinta mili ampères).

Corrente nominal

De um modo geral, as correntes nominais típicas disponíveis no mercado, seja para Disjuntores DR ou Interruptores DRsão: 25, 40, 63, 80 e 100A.

(Parte 5 de 7)

Comentários