2012 07 31 MERCALLI, CARLOS DANIEL - Relatório Técnico Final - ESTRADAS - Final - Revisado

2012 07 31 MERCALLI, CARLOS DANIEL - Relatório Técnico Final - ESTRADAS - Final -...

(Parte 1 de 6)

CARLOS DANIEL MERCALLI BELO HORIZONTE JULHO DE 2012

CURSO: TÉCNICO MODALIDADE: ESTRADAS EMPRESA: EMPRESA DE TRANSPORTES E TRÂNSITO DE BELO HORIZONTE SOCIEDADE ANÔNIMA SETOR: GERÊNCIA DE IMPLANTAÇÃO DE CORREDORES E ESTAÇÕES LOCAL DE REALIZAÇÃO: BELO HORIZONTE DATA: JULHO DE 2012 PROFESSOR (A) ORIENTADOR (A):

RELATÓRIO DE ATIVIDADES: ()
RELATÓRIO TÉCNICO: ()

MERCALLI, Carlos Daniel

Análise da proposta do Sistema BRT de Belo Horizonte

Belo Horizonte, Agosto, 2012. Total de páginas

Relatório Técnico Apresentado ao Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais para a obtenção do grau de Técnico em Estradas

Trabalho técnico apresentado por Carlos Daniel Mercalli e aprovado, em Agosto de 2012 pelo professor orientador e membros da banca.

Professor (a): Coordenador (a) do curso:

Professor (a): Orientador (a)

Professor (a

Professor (a Professor (a

Dedico este trabalho aos meus pais Carlos e Conceição, pela educação que me deram. Dedico também ao meu amigo de todas as horas, Gilmar Siqueira pela amizade incontestável. Espero que nossa amizade possa ir muito longe. E aos meus falecidos avós Carlos e Lourdes.

Em primeiro lugar quero agradecer a Deus por até aqui haver me sustentado. Agradeço ao meu supervisor do estágio, Eng.º Civil Eduardo Borges da Silva por haver acreditado no meu trabalho e pela atenção comigo até aqui.

Aos Engenheiros: Marcelo Emerson, Celina Perdigão, Wânia Magalhães e

Luciano Chagas, à Técnica Pollyanna Rodrigues e à Administradora Jennifer Araújo da Gerência de Implantação de Corredores e Estações da BHTRANS S/A por haverem me recebido de braços abertos e pelas contribuições tanto em conhecimentos técnicos como na formação humana. Vocês são ótimos!

Agradeço ao Arq.º Guilherme Grochowski da Analista da BHTRANS S/A que me forneceu um bom material de consulta para elaboração desta obra.

Depois agradeço a todos os meus professores tanto do CEFET/MG como de toda minha vida acadêmica, porque pelos docentes nosso país pode ter um futuro. Mas gostaria de dar um agradecimento especial principalmente para:

• Prof. Antônio Fontana Filho (pelo carinho com o trabalho e com a turma);

• Prof.ª Júnia Nunes de Paula Stief (pelo enorme carinho com os alunos);

• Prof. Renato Pontone Júnior (pela dedicação no ato de ensinar);

• Prof.ª Renata Andrade Maia (por ensinar de uma maneira tão bacana);

• Prof. Renato Somberg Pfeffer (por abrir nossas mentes à realidade);

• Prof. Santelmo Xavier Filho (por partilhar de sua vasta experiência na

Engenharia conosco); Agradeço também aos meus colegas de caminhada que sempre estão comigo:

• Hugo Domingues Pacheco

• Raissa Pinheiro Dutra

• Thaís Giovanna Fernandes

• Thaís Aparecida de Souza Rodrigues

Um obrigado especial também para: Rosana Sampaio Pinheiro e Neusa Maria

Mercalli, que tantas vezes me injetaram ânimo.

Agradeço também aos amigos Célio de Lima Wenceslau e Rev. Rômulo

Monteiro de Castro pela atenção em momentos de crises existenciais.

E por último quero agradecer a todos que de alguma forma contribuíram para a elaboração desta obra.

“É um paradoxo a Terra se mover ao redor do Sol, e a água ser constituída por dois gases altamente inflamáveis. A verdade científica é sempre um paradoxo, se julgada pela experiência cotidiana que se agarra à aparência efêmera das coisas." [Karl Marx]

Esta obra foi elaborada em Julho de 2012 e apresentada em Agosto de 2012 pelo aluno Carlos Daniel Mercalli do curso técnico em Estradas do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, para colação de grau de técnico em Estradas.

O estágio obrigatório faz parte do projeto de integralização curricular do curso. A prática profissional obrigatória foi desenvolvida pelo aluno na Gerência de Implantação de Corredores e Estações, da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte Sociedade Anônima, onde o aluno pôde atuar com edição/elaboração de projetos viários, com vistorias técnicas em obras, e pôde também introduzir-se à realidade vivida em uma empresa.

O aluno recebeu orientação do Engenheiro Civil Eduardo Borges da Silva, que com muito zelo e dedicação instruiu o discente em uma nova etapa da vida.

O escopo desta obra reside na vontade do próprio autor de mostrar, através de um trabalho técnico a escolha que o Município de Belo Horizonte fez pelo sistema de Transporte Rápido por Ônibus

Inicialmente, foi elaborada uma pequena síntese sobre o que são os transportes e a importância dos mesmos para a sociedade humana, tanto na área da economia, como na área sócio-cultural. Procurou-se em seguida retratar o contexto da mobilidade urbana e da sustentabilidade

O trabalho segue com explicações referentes à urbanização nacional.

Logo são abordadas nesta obra as definições sobre transportes públicos e a realidade da mobilidade no Brasil. Na seqüência são realizadas definições sobre cada tipo de sistema em uso na atualidade.

Prosseguindo o trabalho passa a abordar exclusivamente o sistema BRT.

Primeiro é realizada a definição sobre o sistema, depois uma abordagem histórica sobre a invenção do BRT e uso no mundo e, em seguida, é apresentado cada sistema de BRT. Finalizados estes tópicos, esta obra passa para a abordagem técnica dos principais corredores de Belo Horizonte.

Na seqüência é realizada uma síntese sobre os fatores principais que levaram Belo Horizonte a escolher o sistema BRT. Depois o trabalho aborda as principais intervenções técnicas que serão realizadas para a implantação do BRT.

Por fim este trabalho é encerrado com uma conclusão que proporciona um olhar crítico para o projeto em Engenharia Civil, bem como faz uma reflexão sobre tudo que foi apresentado nesta obra, incentivando ao leitor técnico, que possa abrir sua mente para novas idéias.

Quaisquer dúvidas que o autor possa saná-las serão extremamente bemvindas. Além disso, o autor também está aberto a críticas e sugestões para futura complementação e correção desta obra.

Carlos Daniel Mercalli Aluno do curso técnico em Estradas pelo Centro Federal de Educação

Tecnológica de Minas Gerais.

Graduando em Engenharia Civil pela Pontifícia Universidade Católica de

Minas Gerais.

(Parte 1 de 6)

Comentários