15905614 - Apostila - Auto CAD

15905614 - Apostila - Auto CAD

(Parte 1 de 9)

AutoCAD –“Criação de desenho bidimensional, padronização e impressão”.

Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 5.988 de 14/12/73. Nenhuma parte deste livro, sem prévia autorização por escrito de Nicácio Lemes de Almeida Jr, poderá ser reproduzida total ou parcialmente, por qualquer processo, eletrônico, fotocópia, mecânico ou sistema de processamento de dados. Mais informações, consultoria e treinamento para arquitetura, design e engenharia:

INTRODUÇÃO1
BARRA DE FERRAMENTAS2
MANIPULAÇÃO DE ARQUIVOS4
COMANDO NEW4
COMANDOS E FERRAMENTAS PARA DESENHOS5
COMANDO UNITS5
COMANDO DRAWING LIMITS5
Selecionando Objetos7
Comandos Auxiliares8
Line9
MultiLine10
Circle11
Polygon12
Rectangle13
Arc13
Spline13
Ellipse14
Point14
HATCH14
Menu Atalho17
EDIÇÃO DE DESENHOS18
MIRROR18
ROTATE20
EXTEND2
BREAK2
FILLET23
EXPLODE24
Endpoint25
MidPoint, Intersection e Apparent intersection25
Center25
Quadrant26
Tangent26
Modify Properties27
CRIANDO CAMADAS (LAYERS) DE TRABALHO28
CONTROLANDO A VISUALIZAÇÃO31
Pan Realtime31
Zoom Realtime32
Zoom Previous32
Opções do Comando Zoom32
DIMENSIONAMENTO E PESQUISA34
COTAGEM DE DESENHOS34
Dimension Styles34
Modificar Estilo35
Dimensionando o Desenho35
Distance37
Area38
List38
Locate Point38
IMPRIMINDO O DESENHO38
LAYOUT39
ANEXOS42
Anexo I - Comando WBLOCK43
Anexo I - Formatando Estilos de Cotas44
Anexo I - Utilizando o paper space (layout) para determinação de escalas48

AutoCAD Prof. Msc. Nicácio Lemes

Página: 1

AutoCAD

O AutoCAD é um software gráfico, onde a sigla CAD (Computer Aided Design) significa, Desenho

Auxiliado por Computador. Este software é desenvolvido pela empresa americana Autodesk. Com alguns milhões de cópias vendidas no mundo (90% do mercado mundial), o AutoCAD tornou-se um padrão para os artistas gráficos, também não é pra menos, existem milhares de módulos desenvolvidos especificamente para as áreas de arquitetura, design, engenharia, topografia entre outras.

O arquivo nativo do Autocad possuí a extensão .DWG (de Drawing Write Graphic), nome definido pelo fabricante. Portando, ao encontrarmos um arquivo com o nome DESENHO.DWG, saberemos que se trata de um arquivo de projeto. Outros tipos de arquivos gerados pelo software são: .BAK, .SV$ (de segurança), .PLT,

.RTL e .DWF (para plotagem ou impressão).

Antes de se iniciar um projeto, deverão ser criados diretórios e subdiretórios no disco rígido para que os arquivos sejam guardados. Este procedimento é simples e muito importante, em função da organização dos desenhos dentro do computador e a facilidade para sua localização posterior.

Janela do AutoCAD

Ao carregar o AutoCAD, será exibido o quadro de diálogo Start Up possibilitando algumas formas de iniciar o trabalho, poderá ser utilizado um assistente - que fará perguntas com relação a dimensão e área do desenho (use o Wizard), ou abrir um bloco com título, bordas e áreas predefinidas (use o Template), ou abrir um arquivo com definições padronizadas (Start from Scratch), ou ainda, abrir um arquivo já existente (Open a Drawing).

Conforme a figura anterior, selecione a opção Iniciar de um vazio (Start from Scratch) para conhecermos as partes da janela do AutoCAD.

Praticamente, poderemos dividir a janela do AutoCAD em três áreas: A. Nesta área encontramos a barra de menu, barra de ferramentas e barra de propriedades dos objetos.

B. Esta região é onde o usuário irá realizar seus trabalhos, encontramos também, ferramentas que facilitarão a criação dos desenhos.

C. Conhecida como janela de linha de comandos (PROMPT), este pequeno quadro irá exibir todas as etapas de um determinado comando. Mais abaixo, temos a linha de status que nos dá a posição de algumas ferramentas e, mostra e permite ativar um determinado comando.

AutoCAD Prof. Msc. Nicácio Lemes

Página: 2

Barra de Ferramentas

Estes botões visam facilitar o trabalho do usuário, deixando ao alcance de apenas um clique do mouse, a ativação de um determinado comando. Vamos a seguir, identificar o conjunto a que pertencem estes botões de forma superficial, mais adiante analisaremos com maiores detalhes.

Barra de Ferramentas Padrão

Nesta barra de ferramentas encontraremos recursos comuns do Windows, mas a maioria pertencem ao AutoCAD. Note que alguns botões possuem um pequeno triângulo no canto inferior direito que, ao receber um clique do mouse, exibe o menu atalho com novos botões.

Barra de Propriedades dos Objetos

O conjunto destes comandos permitirá a criação de níveis de trabalho com recursos especiais para cada nível, poderemos também associar cores e tipos de linhas, aos objetos independente dos níveis. Verifique que no ponto indicado, temos acesso a uma lista de opções.

Barra de Ferramentas DRAW e MODIFY

Os elementos que compõem um desenho podem ser criadas através das ferramentas contidas na barra de ferramentas DRAW (desenhar). Posicionada verticalmente no canto esquerdo da tela, rapidamente conseguiremos criar linhas, arcos, textos, círculos, etc. Os botões que compõem a barra de ferramentas MODIFY (editar), permitem a modificação de objetos já existentes, estas mudanças, bastante comuns nos desenhos, facilitarão muito nosso trabalho.

AutoCAD Prof. Msc. Nicácio Lemes

Página: 3

Sistemas de Coordenadas

O AutoCAD utiliza o sistema de coordenadas do usuário (UCS - user coordinates system) que proporciona uma mobilidade para entrada de coordenadas, planos de operação, e visualizadores. A maioria dos comandos AutoCAD de edição geométrica são dependentes da localização e orientação do UCS, pois os objetos são desenhados no plano XY do atual UCS. Os desenhos no AutoCAD são baseados em coordenadas cartesianas e polares, relativas ou absolutas. No sistema cartesiano temos dois eixos, um na horizontal (x) e outro na vertical (y), assim, nosso desenho será conhecido como o do tipo 2D - duas dimensões - tendo sua origem (0,0) no canto inferior esquerdo da tela. Para introduzir um ponto: Digite o valor de x e y separados por uma vírgula. No sistema de coordenadas polares utilizamos a distância (R) e o ângulo em relação ao eixo x para determinarmos a posição de um ponto. Introduzimos um ponto digitando o valor de R e do ângulo separa dos pelo sinal menor que (<). Nas figuras a seguir temos os pontos 2,3 e 7,4 , para coordenada cartesiana, e o ponto 7<60, utilizando coordenada polar.

A diferença entre coordenada absoluta e relativa é o ponto de referência que elas utilizam. Enquanto a coordenada absoluta utiliza a origem dos eixos como referência, a coordenada relativa tem como referência o último ponto utilizado pelo programa que pode ser o final de uma linha ou o centro de um círculo desenhado anteriormente. Digitamos a coordenada relativa do mesmo modo que a absoluta precedida pelo sinal de arroba

O sistema de medidas padrão é o decimal (poderá ser mudado) baseado na idéia de unidade, isto é, a unidade de medida do desenho poderá significar 1 metro ou 1 milímetro tanto faz para o sistema, tornando-o independente do sistema de medida (Km, m, cm, m) que você irá utilizar. No nosso caso usaremos metro.

AutoCAD Prof. Msc. Nicácio Lemes

Página: 4

Praticamente, durante nossos estudos, iremos utilizar três comandos referentes aos arquivos. Ao carregar o AutoCAD verificamos que o quadro de diálogo Start Up é exibido, mas este mesmo quadro é também apresentado ao selecionarmos um dos três comandos de manipulação de arquivos.

Comando New

O comando New é ativado selecionando o botão de mesmo nome da barra de ferramentas Padrão. Ao dar um clique sobre este botão o AutoCAD abrirá um novo arquivo mantendo a arquivo atual também aberto, dando a possibilidade de trabalharmos com mais de um arquivo de desenho ao mesmo tempo.

Em seguida, o quadro de diálogo Start Up é exibido, e como já estudamos, poderemos escolher uma das opções de criação para um novo arquivo.

Comando Open

O comando Open permite a abertura de um arquivo já existente, isto é, ele precisa estar gravado em seu sistema. Clique no botão Open da barra de ferramentas Padrão para ter acesso a caixa de diálogo Select File.

Nesta janela deveremos selecionar a pasta e o arquivo que desejamos abrir, note que ao selecionar o arquivo, o conteúdo será exibido num quadro Preview ao lado. Os arquivos do AutoCAD possuem extensão do tipo

.dwg, que é o seu padrão de arquivo. Para concluir o processo de abertura, clique no botão Abrir.

O AutoCAD trabalha com o conceito de Interface entre Múltiplos Arquivos (MDI - Multiple Document Interface) que permite a abertura de mais de um arquivo na mesma seção ao mesmo tempo, podendo trocar informações entre eles.

AutoCAD Prof. Msc. Nicácio Lemes

Página: 5

Comando Save

O comando Save - também disponível na barra de ferramentas Padrão, salva o arquivo que no momento está ativo, se o arquivo já possui nome, isto é, já foi salvo pelo menos uma vez, então o comando salvará os novos dados com indicação apenas na barra de Status de que o salvamento está em andamento. Caso seja a primeira vez que o arquivo está sendo salvo, será exibida a caixa de diálogo Save Drawing As solicitando um nome para o novo arquivo, deverá ser informado um nome diferente dos arquivos já salvos na pasta atual, caso contrário, o sistema retornará a mensagem de advertência sobre a substituição do antigo arquivo pelo atual.

Este tópico é praticamente o mais importante, nele iremos determinar os limites de nosso desenho, traçar linhas retas, inclinadas, círculos e criar figuras geométricas com precisão. Se você vem de uma prancheta, ficará surpreso como é fácil e prático fazer desenhos baseado em computador.

Entrada de Comandos

Para executar um comando, você pode utilizar a barra de menu, a barra de ferramentas, a barra de status ou o menu de atalho (clique-direito). Ou então entrar com o nome do comando ou o seu pseudônimo (alias) na janela de linha de comando e pressionar a tecla Enter ou a barra de Espaço. Para obter uma lista com todos os pseudônimos, procure por "Command Aliases" no índice do help.

(Parte 1 de 9)

Comentários