Biblia de Jerusalém

Biblia de Jerusalém

(Parte 30 de 72)

1Do mestre de canto. Sobre a ária "Os lírios são os preceitos". De Asaf.

Salmo.

2Pastor de Israel, dá ouvidos, tu que guias a José como um rebanho; tu que sentas sobre os querubins, resplandece 3perante Efraim, Benjamim e Manassés! Desperta a tua valentia e vem socorrer-nos! 4Ó Deus, faze-nos voltar! Faze tua face brilhar, e seremos salvos! 5Iahweh, Deus dos Exércitos, até quando te inflamarás, enquanto teu povo suplica? 6Deste-lhe a comer um pão de lágrimas, e tríplice medida de lágrimas a beber; 7tornaste-nos a disputa dos nossos vizinhos, e nossos inimigos caçoam de nós. 8Deus dos Exércitos, faze-nos voltar! Faze tua face brilhar, e seremos salvos! 9Ele era uma vinha: tu a tiraste do Egito, expulsaste nações para plantá-la; 10preparaste o terreno à tua frente e, lançando raízes, ela encheu a terra. 11Sua sombra cobria as montanhas, e seus ramos os cedros de Deus; 12ela estendia os sarmentos até o mar, e até o rio seus rebentos. 13Por que lhe derrubaste as cercas, para que os viandantes a vindimem, 14e os javalis da floresta a devastem, e as feras do campo a devorem?15Deus dos Exércitos, volta atrás! Olha do céu e vê, visita esta vinha: 16protege o que tua direita plantou! 17Queimaram-na com fogo, como ao lixo, eles vão perecer com a ameaça de tua face. 18Esteja tua mão sobre o homem da tua direita, o filho de Adão que tu confirmaste! 19Nunca mais nos afastaremos de ti; faze-nos viver, e teu nome será invocado. 20Iahweh, Deus dos Exércitos, faze-nos voltar! Faze tua face brilhar, e seremos salvos!

SALMO 81 (80)

Para a festa das Tendas

1Do mestre de canto. Sobre a... de Gat. De Asaf. 2Gritai de alegria ao Deus, nossa força, aclamai ao Deus de Jacó. 3Elevai a música, soai o tamborim, a harpa melodiosa e a cítara; 4soai a trombeta pelo novo mês, na lua cheia, no dia da nossa festa. 5Porque é uma lei para Israel, uma decisão do Deus de Jacó, 6um testemunho que ele pôs em José quando saiu contra aterra do Egito. Ouve-se uma linguagem desconhecida: 7"Removi a carga de seus ombros, suas mãos deixaram o cesto;8clamaste na opressão, e eu te libertei. Eu te respondi, escondido no trovão, e te experimentei nas águas de Meriba. 9Ouve, meu povo, eu te conjuro, oxalá me ouvisses, Israel! 10Nunca haja em ti um deus alheio, nunca adores um deus estrangeiro; 11eu sou Iahweh, teu Deus, que te fiz subir da terra do Egito, abre a boca e eu a encherei. 12E meu povo não ouviu minha voz, Israel não quis obedecer-me; 13então os entreguei ao seu coração endurecido: que sigam seus próprios caminhos! 14Ah! Se meu povo me escutasse, se Israel andasse em meus caminhos... 15Eu lhe prostraria os inimigos num momento, e contra seus opressores voltaria minha mão. 16Os que odeiam a Iahweh o adulariam, e o tempo deles teria passado para sempre. 17Eu o alimentaria com a flor do trigo, e com mel do rochedo te saciaria".

SALMO 82 (81)

Contra os príncipes pagãos

1Salmo. De Asaf.

Deus se levanta no conselho divino, em meio aos deuses ele julga: 2"Até quando julgareis injustamente, sustentando a causa dos ímpios? 3Protegei o fraco e o órfão, fazei justiça ao pobre e ao necessitado, 4libertai o fraco e o indigente, livrai-os da mão dos ímpios! 5Eles não sabem, não entendem, vagueiam em trevas: todos os fundamentos da terra se abalam. 6Eu declarei: Vós sois deuses, todos vós sois filhos do Altíssimo; 7contudo, morrereis como um homem qualquer, caireis como qualquer dos príncipes". 8Levanta-te, ó Deus, julga a terra, pois as nações todas pertencem a ti!

SALMO 83 (82)

Contra os inimigos de Israel

1Salmo. Cântico. De Asaf. 2Ó Deus, não fiques calado, não fiques mudo e inerte, ó Deus! 3Eis que teus inimigos se agitam, os que te odeiam levantam a cabeça. 4Eles tramam um plano contra teu povo, conspiram contra teus protegidos, 5 e dizem: "Vinde, vamos removê-los do meio das nações, e o nome de Israel nunca mais será lembrado!" 6Conspiram todos com um só coração, fazendo uma aliança contra ti: 7as tendas de Edom e os ismaelitas, Moab e os agarenos 8Gebal, Amon e Amalec, a Filistéia com os habitantes de Tiro; 9também Assur juntou-se a eles, tornando-se o braço dos filhos de Ló. 10Faze com eles como a Madiã e Sisara, como a Jabin na torrente Quison; 11foram aniquilados em Endor, tornaram-se esterco para a terra. 12Trata seus príncipes como Oreb e Zeb, como Zebá e Sálmana, todos os seus chefes, 13que diziam: "Tomemos posse dos domínios de Deus!" 14Deus meu, trata-os como o acanto que rola," como a palha frente ao vento. 15Como o fogo devorando uma floresta, e a chama abrasando as montanhas; 16persegue-os com a tua tempestade, aterra-os com. o teu furacão. 17Cobre-lhes a face de infâmia, para que busquem teu nome, Iahweh! 18Fiquem envergonhados e perturbados para sempre, sejam confundidos e arruinados: 19saberão assim que só tu tens o nome de Iahweh, o Altíssimo sobre a terra inteira!

SALMO 84 (83)

Canto de peregrinação

1Do mestre do coro. Sobre a... de Gat. Dos filhos de Coré. Salmo. 2Quão amáveis são tuas moradas, Iahweh dos Exércitos! 3Minha alma suspira e desfalece pelos átrios de Iahweh; meu coração e minha carne exultam pelo Deus vivo. 4Até o pássaro encontrou uma casa, e a andorinha um ninho para si, onde põe seus filhotes: os teus altares, Iahweh dos Exércitos, meu Rei e meus Deus! 5Felizes os que habitam em tua casa, eles te louvam sem cessar. 6Felizes os homens cuja força está em ti, e que guardam as peregrinações no coração: 7Ao passar pelo Vale das Balsameiras eles o transformam em fonte, e a primeira chuva o cobre de bênçãos. 8Eles caminham de terraço em terraço, e Deus lhes aparece em Sião.1 9Iahweh, Deus dos Exércitos, ouve minha súplica, dá ouvidos, ó Deus de Jacó; 10vê o nosso escudo, ó Deus, olha a face do teu messias. 11Sim, vale, mais um dia em teus átrios que milhares a meu modo, ficar no umbral da casa do meu Deus que habitar nas tendas do ímpio. 12Porque Iahweh é sol e escudo, Deus concede graça e glória;Iahweh não recusa nenhum bem aos que andam na integridade. 13Iahweh dos Exércitos, feliz o homem que em ti confia!

SALMO 85 (84)

Oração pela paz e pela justiça

1Do mestre de canto. Dos filhos de Coré. Salmo. 2Favoreceste, Iahweh, a tua terra, fizeste voltar os cativos de Jacó; 3perdoaste a iniqüidade do teu povo, encobriste todo seu pecado; 4reprimiste teu furor todo, refreaste o ardor da tua ira. 5Faze-nos voltar, ó Deus salvador nosso, renuncia ao teu rancor contra nós! 6Ficarás irado conosco para sempre, de geração em geração prolongando tua ira? 7Não voltarás para nos vivificar, e para teu povo se alegrar contigo? 8Mostra-nos teu amor, ó Iahweh, e concede-nos tua salvação. 9Vou ouvir o que Iahweh Deus diz, porque ele fala de paz ao seu povo e seus fiéis, para que não voltem à insensatez. 10Sua salvação está próxima dos que o temem, e a Glória habitará em nossa terra. 11Amor e Verdade se encontram, Justiça e Paz se abraçam;12da terra germinará a Verdade, e a Justiça se inclinará do céu. 13O próprio Iahweh dará a felicidade, e nossa terra dará seu fruto. 14A Justiça caminhará à sua frente, e com seus passos traçará um caminho.

SALMO 86 (85)

Súplica na provação

1Oração. De Davi. Inclina teu ouvido, Iahweh, responde-me, pois eu sou pobre e indigente! 2Guarda-me, porque sou fiel. salva teu servo que em ti confia! Tu és o meu Deus,3 tem piedade de mim, Senhor, pois é a ti que eu invoco todo o dia! 4Alegra a vida do teu servo, pois é a ti, Senhor, que eu me elevo!  5Tu és bom e perdoas, Senhor, és cheio de amor com todos os que te invocam. 6Iahweh, atende à minha prece, considera minha voz suplicante! 7Eu grito a ti no dia da angústia, pois tu me respondes, Senhor! 8Entre os deuses não há outro como tu, nada que se iguale às tuas obras! 9Todas as nações virão te adorar e dar glória ao teu nome, Senhor; 10pois tu és grande e fazes maravilhas, tu és Deus, tu és o único. 11Ensina-me teus caminhos, Iahweh, e caminharei segundo tua verdade; unifica meu coração para temer o teu nome. 12Eu te agradeço de todo o coração, Senhor meu Deus, vou dar glória ao teu nome para sempre, 13pois é grande o teu amor para comigo: tiraste-me das profundezas do Xeol. 14Ó Deus, os soberbos se levantam contra mim, um bando de violentos persegue minha vida, à sua frente não há lugar para ti. 15Tu, Senhor, Deus de piedade e compaixão, lento para a cólera, cheio de amor e fidelidade, 16volta-te para mim, tem piedade de mim! Concede tua força ao teu servo, e tua salvação ao filho de tua serva: 17realiza um sinal de bondade para mim! Meus inimigos verão e ficarão envergonhados, pois tu, Iahweh, me socorres e consolas.

SALMO 87 (86)

Sião, mãe dos povos

1Dos filhos de Coré. Salmo. Cântico. Fundada sobre as montanhas sagradas, 2Iahweh ama as portas de Sião mais que todas as moradas de Jacó. 3Ele conta glórias de ti, ó cidade de Deus: 4"Eu recordo Raab e Babilônia entre os que me conhecem; eis a Filistéia, Tiro e Etiópia, onde tal homem nasceu". 5Mas de Sião será dito: "Todo homem ali nasceu" e foi o Altíssimo que a firmou. 6Iahweh inscreve os povos no registro: "Este homem ali nasceu", 7tanto os príncipes, como os filhos todos têm sua morada em ti.

SALMO 88 (87)

Súplica do fundo da angustia

1Cântico. Salmo. Dos filhos de Coré. Do mestre de canto. Para a doença.

Para a aflição. Poema. De Emã, o ezraíta.

2Iahweh, meu Deus salvador, de noite eu grito a ti: 3que minha prece chegue à tua presença, inclina teu ouvido ao meu clamor.4Pois minha alma está cheia de males e minha vida está à beira do Xeol; 5sou visto como os que baixam à cova, tornei-me um homem sem forças: 6despedido entre os mortos, como as vítimas que jazem no sepulcro, das quais já não te lembras, porque foram separadas de tua mão. 7Puseste-me no fundo da cova, em meio a trevas nos abismos; 8tua cólera pesa sobre mim, tu derramas tuas vagas todas. 9Afastaste de mim meus conhecidos, tornaste-me repugnante a eles: estou fechado e não posso sair, 10com a miséria meu olho desgastou-se. Iahweh, eu te invoco todo o dia, estendendo as mãos para ti: 11"Realizas maravilhas pelos mortos? As sombras se levantam para te louvar? 12Falam do teu amor nas sepulturas, da tua fidelidade no lugar da perdição? 13Conhecem tuas maravilhas na treva, e tua justiça na terra do esquecimento?" 14Quanto a mim, Iahweh, eu grito a ti, minha prece chega a ti pela manhã; 15por que me rejeitas, Iahweh, e escondes tua face longe de mim? 16Sou infeliz e moribundo desde a infância, sofri teus horrores, estou esgotado; 17passaram sobre mim teus furores, teus terrores me deixaram aniquilado. 18Eles me cercam como água todo o dia, envolvem-me todos juntos de uma vez. 19Tu afastas de mim meus próximos e amigos, a treva é a minha companhia.

SALMO 89 (88)

Hino e prece ao Deus fiel

1Poema. De Etã, o ezraíta. 2Vou cantar para sempre o amor de Iahweh, minha boca anunciará tua verdade de geração em geração, 3pois disseste: o amor está edificado para sempre, firmaste a tua verdade no céu. 4"Fiz uma aliança com meu eleito, eu jurei ao meu servo Davi: 5estabeleci tua descendência para sempre, de geração em geração construo um trono para ti". 6O céu celebra a tua maravilha, Iahweh, por tua verdade, na assembléia dos santos. 7E quem, sobre as nuvens, é como Iahweh? Dentre os filhos dos deuses, quem é como Iahweh? 8Deus é terrível no conselho dos santos, grande e terrível com todos os que o cercam. 9Iahweh, Deus dos exércitos, quem é como tu? És poderoso, Iahweh, e tua verdade te envolve! 10És tu que dominas o orgulho do mar, quando suas ondas se elevam, tu as amansas; 11esmagaste Raab como um cadáver, dispersaste teus inimigos com teu braço poderoso. 12Teu é o céu, e a terra te pertence, fundaste o mundo e o que nele existe; 13o norte e o meio-dia, tu os criaste, Tabor e Hermon aclamam o teu nome. 14Tens um braço poderoso, tua mão é forte, e tua direita elevada; 15Justiça e Direito são a base do teu trono, Amor e Verdade precedem a tua face. 16Feliz o povo que sabe aclamar: ele caminha à luz de tua face, Iahweh, 17exulta todo o dia com teu nome, e se exalta com tua justiça. 18Sim, tu és o esplendor de sua força, com teu favor tu nos levantas a fronte;19pois o nosso escudo pertence a Iahweh, o nosso rei pertence ao Santo de Israel. 20Outrora falaste numa visão, dizendo aos teus fiéis: "Prestei auxílio a um bravo, exaltei um eleito dentre o povo. 21Encontrei o meu servo Davi e o ungi com meu óleo santo; 22é a ele que minha mão estabeleceu, e meu braço ainda mais o fortificou. 23O inimigo não poderá enganá-lo, nem o perverso humilhá-lo; 24diante dele esmagarei seus opressores e ferirei os que o odeiam. 25Estará com ele minha verdade e meu amor, e por meu nome seu vigor se exaltará; 26colocarei sua mão sobre o mar, e sua direita sobre os rios. 27Ele me invocará: Tu és meu pai, meu Deus e meu rochedo salvador! 28Eu o tornarei meu primogênito, o altíssimo sobre os reis da terra. 29Para sempre vou manter-lhe meu amor, e minha aliança com ele será firme; 30vou estabelecer sua descendência para sempre, e seu trono como os dias do céu. 31Se seus filhos abandonarem minha lei e não andarem conforme as minhas normas, 32se profanarem meus estatutos e não guardarem meus mandamentos, 33eu punirei sua transgressão com vara, e suas culpas com açoites, 34mas sem deles retirar meu amor, sem desmentir minha verdade. 35Jamais vou profanar minha aliança, nem mudar o que saiu da minha boca; 36por minha santidade eu jurei uma vez: jamais vou mentir a Davi! 37Sua descendência será perpétua, e seu trono é como o sol à minha frente, 38é como a lua, firmada para sempre, um verdadeiro testemunho nas nuvens".39Tu, porém, rejeitaste e desprezaste, ficaste indignado com teu ungido, 40renegaste a aliança do teu servo, até o chão profanaste sua coroa. 41Fizeste brechas em seus muros todos, e arruinaste suas fortalezas; 42todos os que passavam no caminho o pilharam, tornou-se um opróbrio para seus vizinhos. 43Exaltaste a direita dos seus opressores, alegraste seus inimigos todos; 44quebraste sua espada contra a rocha, não o sustentaste no combate. 45Removeste seu cetro de esplendor e derrubaste seu trono por terra; 46encurtaste os dias da sua juventude e o cobriste de vergonha. 47Até quando te esconderás, ó Iahweh? Até o fim? vai arder como fogo tua cólera? 48Lembra-te de mim: quanto dura a vida? Para qual vazio criaste os filhos de Adão? 49Quem viverá sem ver a morte, para tirar sua vida das garras do Xeol? 50Onde estão as primícias do teu amor, ó Senhor? Juraste a Davi pela tua verdade. 51Lembra-te, Senhor, do opróbrio do teu servo, levo em meu seio todas as afrontas dos povos; 52Iahweh, teus inimigos ultrajaram, ultrajaram as pegadas do teu ungido! 53Bendito seja Iahweh para sempre! Amém! Amém!

SALMO 90 (89)

Fragilidade do homem

1Súplica. De Moisés, homem de Deus. Senhor, foste para nós um refúgio de geração em geração. 2Antes que os montes tivessem nascido e fossem gerados a terra e o mundo, desde sempre e para sempre tu és Deus.3Fazes o mortal voltar ao pó, dizendo: "Voltai, ó filhos de Adão!" 4Pois mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem que passou, uma vigília dentro da noite! 5Tu os inundas com sono, eles são como erva que brota de manhã: 6de manhã ela germina e brota, de tarde ela murcha e seca. 7Sim, por tua ira nós somos consumidos, ficamos transtornados pelo teu furor. 8Colocaste nossas faltas à tua frente, nossos segredos sob a luz da tua face. 9Nossos dias todos passam sob tua cólera, como um suspiro consumimos nossos anos. 10Setenta anos é o tempo da nossa vida, oitenta anos, se ela for vigorosa; e a maior parte deles é fadiga e mesquinhez, pois passam depressa, e nós voamos. 11Quem conhece a força de tua ira, e, temendo-te, conhece teu furor? 12Ensina-nos a contar nossos dias, para que venhamos a ter um coração sábio! 13Volta, Iahweh! Até quando? Tem piedade dos teus servos! 14Sacia-nos com teu amor pela manhã, e, alegres, exultaremos nossos dias todos. 15Alegra-nos pelos dias em que nos castigaste e os anos em que vimos a desgraça. 16Que tua obra se manifeste aos teus servos, e teu esplendor esteja sobre nossos filhos! 17Que a bondade do Senhor esteja sobre nós! Confirma a obra de nossas mãos!

SALMO 91 (90)

Sob as asas divinas

1Quem habita na proteção do Altíssimo pernoita à sombra de Shaddai,39Tu, porém, rejeitaste e desprezaste, ficaste indignado com teu ungido, 40renegaste a aliança do teu servo, até o chão profanaste sua coroa. 41Fizeste brechas em seus muros todos, e arruinaste suas fortalezas; 42todos os que passavam no caminho o pilharam, tornou-se um opróbrio para seus vizinhos. 43Exaltaste a direita dos seus opressores, alegraste seus inimigos todos; 44quebraste sua espada contra a rocha, não o sustentaste no combate. 45Removeste seu cetro de esplendor e derrubaste seu trono por terra; 46encurtaste os dias da sua juventude e o cobriste de vergonha. 47Até quando te esconderás, ó Iahweh? Até o fim? vai arder como fogo tua cólera? 48Lembra-te de mim: quanto dura a vida? Para qual vazio criaste os filhos de Adão? 49Quem viverá sem ver a morte, para tirar sua vida das garras do Xeol? 50Onde estão as primícias do teu amor, ó Senhor? Juraste a Davi pela tua verdade. 51Lembra-te, Senhor, do opróbrio do teu servo, levo em meu seio todas as afrontas dos povos; 52Iahweh, teus inimigos ultrajaram, ultrajaram as pegadas do teu ungido! 153Bendito seja Iahweh para sempre! Amém! Amém!

SALMO 90 (89)

Fragilidade do homem

1Súplica. De Moisés, homem de Deus.

Senhor, foste para nós um refúgio de geração em geração. 2Antes que os montes tivessem nascido e fossem gerados a terra e o mundo, desde sempre e para sempre tu és Deus.3Fazes o mortal voltar ao pó, dizendo: "Voltai, ó filhos de Adão!" 4Pois mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem que passou, uma vigília dentro da noite! 5Tu os inundas com sono, eles são como erva que brota de manhã: 6de manhã ela germina e brota, de tarde ela murcha e seca. 7Sim, por tua ira nós somos consumidos, ficamos transtornados pelo teu furor. 8Colocaste nossas faltas à tua frente, nossos segredos sob a luz da tua face. 9Nossos dias todos passam sob tua cólera, como um suspiro consumimos nossos anos. 10Setenta anos é o tempo da nossa vida, oitenta anos, se ela for vigorosa; e a maior parte deles é fadiga e mesquinhez, pois passam depressa, e nós voamos. 11Quem conhece a força de tua ira, e, temendo-te, conhece teu furor? 12Ensina-nos a contar nossos dias, para que venhamos a ter um coração sábio! "Volta, Iahweh! Até quando? Tem piedade dos teus servos! 14Sacia-nos com teu amor pela manhã, e, alegres, exultaremos nossos dias todos. "Alegra-nos pelos dias em que nos castigaste e os anos em que vimos a desgraça. 16Que tua obra se manifeste aos teus servos, e teu esplendor esteja sobre nossos filhos! "Que a bondade do Senhor esteja sobre nós! Confirma a obra de nossas mãos!

SALMO 91 (90)

Sob as asas divinas

1Quem habita na proteção do Altíssimo pernoita à sombra de Shaddai, 2dizendo a Iahweh: Meu abrigo, minha fortaleza, meu Deus, em quem confio! 3É ele quem te livra do laço do caçador que se ocupa em destruir; 4ele te esconde com suas penas, sob suas asas encontras um abrigo. Sua fidelidade é escudo e couraça. 5Não temerás o terror da noite nem a flecha que voa de dia, 6nem a peste que caminha na treva, nem a epidemia que devasta ao meio dia. 7Caiam mil ao teu lado e dez mil à tua direita, a ti nada atingirá. 8Basta que olhes com teus olhos, para ver o salário dos ímpios, 9tu, que dizes: Iahweh é o meu abrigo, e fazes do Altíssimo teu, refúgio. 10A desgraça jamais te atingirá e praga nenhuma chegará à tua tenda: 11pois em teu favor ele ordenou aos seus anjos que te guardem em teus caminhos todos. 12Eles te levarão em suas mãos, para que teus pés não tropecem numa pedra; 13poderás caminhar sobre o leão e a víbora, pisarás o leãozinho e o dragão. 14Porque a mim se apegou, eu o livrarei, eu o protegerei, pois conhece o meu nome. 15Ele me invocará e eu responderei: "Na angústia estarei com ele, eu o livrarei e o glorificarei; 16vou saciá-lo com longos dias e lhe mostrarei a minha salvação".

SALMO 92 (91)

Cântico do justo

1Salmo. Cântico. Para o dia de sábado.

2É bom celebrar a Iahweh e tocar ao teu nome, ó Altíssimo; 3anunciar pela manhã teu amor e tua fidelidade pelas noites; 4com a lira de dez cordas e a cítara, e as vibrações da harpa. 5pois tu me alegras com teus atos, Iahweh, eu exulto com as obras de tuas mãos: 6"Quão grandes são tuas obras, ó Iahweh, e teus projetos, quão profundos!" 7O imbecil nada compreende, disso nada entende o idiota. 8Ainda que os ímpios brotem como erva, e todos os malfeitores floresçam, eles serão para sempre destruídos, 9e tu, Iahweh, tu és elevado para sempre! 10Eis que teus inimigos perecem, e os malfeitores todos se dispersam; 11tu me dás o vigor de um touro e espalhas óleo novo sobre mim; 12meu olho vê aqueles que me espreitam, meus ouvidos escutam os malfeitores. 13O justo brota como a palmeira, cresce como um cedro no Líbano. 14Plantados na casa de Iahweh, brotam nos átrios do nosso Deus. 15Eles dão fruto mesmo na velhice, são cheios de seiva e verdejantes, 16para anunciar que Iahweh é reto: meu Rochedo, nele não há injustiça.

SALMO 93 (92)

O Deus majestoso

1Iahweh é rei, vestido de majestade, Iahweh está vestido, envolto em poder.Sim, o mundo está firme, jamais tremerá. 2Teu trono está firme desde a origem, e desde sempre tu existes. 3Levantam os rios, Iahweh, levantam os rios sua voz, levantam os rios seu rumor; 4mais que o estrondo das águas torrenciais, mais imponente que a ressaca do mar, é imponente Iahweh, nas alturas. 5Teus testemunhos são firmes de fato, a santidade é o adorno de tua casa,por dias sem fim, ó Iahweh!

SALMO 94 (93)

O Deus justo

1Iahweh, ó Deus das vinganças, aparece, ó Deus das vinganças! 2Levanta-te, ó juiz da terra, devolve o merecido aos soberbos! 3Até quando os ímpios, Iahweh, até quando os ímpios irão triunfar? 4Eles transbordam em palavras insolentes, todos os malfeitores se gabam! 5É teu povo, Iahweh, que eles massacram, é tua herança que eles humilham; 6matam a viúva e o estrangeiro e aos órfãos assassinam. 7E pensam: "Iahweh nada vê, o Deus de Jacó nem percebe..." 8Percebei vós, ó imbecis consumados, idiotas, quando ireis entender? 9Quem plantou o ouvido não ouvirá? Quem formou o olho não olhará? 10Quem educa as nações não punirá? Ele ensina ao homem o conhecimento: 11Iahweh conhece os pensamentos do homem, e que são apenas um sopro. 12Feliz o homem a quem corriges, Iahweh, e a quem ensinas por meio de tua lei, 13dando-lhe descanso nos dias maus, até que abram uma cova para o ímpio. 14Pois Iahweh não rejeita seu povo, jamais abandona sua herança, 15até que o julgamento se converta em justiça e todos os corações retos o sigam. 16Quem se levanta por mim contra os maus? Quem se coloca ao meu lado contra os malfeitores? 17Se Iahweh não viesse em meu socorro, em breve eu habitaria no silêncio. 18Quando eu digo: "Meu pé vai tropeçar", o teu amor, Iahweh, me sustenta; 19quando as preocupações se multiplicam em mim, as tuas consolações me deleitam. 20Estás aliado a um tribunal criminoso que erige a desordem em nome da lei? 21Eles atacam a vida do justo, declaram culpado o sangue do inocente. 22Mas Iahweh é uma fortaleza para mim, meu Deus é a rocha em que me abrigo; 23ele fará sua iniqüidade recair sobre eles e os destruirá por sua própria maldade, Iahweh nosso Deus os destruirá!

SALMO 95 (94)

Invitatório

1Vinde, exultemos em Iahweh, aclamemos o Rochedo que nos salva; 2entremos com louvor em sua presença, vamos aclamá-lo com músicas. 3Porque Iahweh é um Deus grande, o grande rei sobre todos os deuses; 4ele tem nas mãos as profundezas da terra, e dele são os cumes das montanhas; 5é dele o mar, pois foi ele quem o fez, e a terra firme, que plasmaram suas mãos. 6Entrai, prostrai-vos e inclinai-vos, de joelhos, frente a Iahweh que nos fez! 7Sim, é ele o nosso Deus e nós o povo do seu pasto, o rebanho de sua mão. Oxalá ouvísseis hoje a sua voz! 8"Não endureçais vossos corações como em Meriba, como no dia de Massa, no deserto, 9quando vossos pais me provocaram e tentaram, mesmo vendo as minhas obras. 10Quarenta anos esta geração me desgostou, e eu disse: Sempre os corações errantes, que não conhecem meus caminhos... 11Então eu jurei na minha ira: jamais entrarão no meu repouso!"

SALMO 96 (95)

Iahweh, rei e juiz

1Cantai a Iahweh um cântico novo! Terra inteira, cantai a Iahweh! 2Cantai a Iahweh, bendizei o seu nome! Proclamai sua salvação, dia após dia, 3anunciai sua glória por entre as nações, pelos povos todos as suas maravilhas! 4Pois Iahweh é grande, e muito louvável, mais terrível que todos os deuses! 5Os deuses dos povos são todos vazios. Foi Iahweh quem fez os céus! 6À sua frente há majestade e esplendor, poder e beleza no seu santuário! 7Tributai a Iahweh, ó famílias dos povos, tributai a Iahweh glória e poder, 8tributai a Iahweh a glória do seu nome. Trazei a oblação e entrai em seus átrios, 9adorai a Iahweh no seu santo esplendor, terra inteira, tremei em sua frente! 10Dizei entre as nações: "Iahweh é Rei! O mundo está firme, jamais tremerá. Ele governa os povos com retidão".11Que o céu se alegre! Que a terra exulte! Estronde o mar, e o que ele contém! 12Que o campo festeje, e o que nele existe! As árvores da selva gritem de alegria, 13diante de Iahweh, pois ele vem, pois ele vem para julgar a terra: ele vai julgar o mundo com justiça, e as nações com sua verdade.

SALMO 97 (96)

Iahweh triunfante

1Iahweh é rei! Que a terra exulte, as ilhas numerosas fiquem alegres! 2Envolvem-no Trevas e Nuvens, Justiça e Direito sustentam seu trono. 3À frente dele avança um fogo, devorando seus adversários ao redor; 4seus relâmpagos iluminam o mundo e, vendo-os, a terra estremece. 5As montanhas se derretem como cera frente ao Senhor da terra inteira; 6o céu proclama sua justiça e os povos todos vêem sua glória. 7Os escravos de ídolos se envergonham, aqueles que se gabam dos vazios: à sua frente todos os deuses se prostram. 8Sião ouve e se alegra, e as filhas de Judá exultam por teus julgamentos, ó Iahweh. 9Sim, pois tu és Iahweh, o Altíssimo sobre a terra inteira, mais elevado que todos os deuses. 10Iahweh ama quem detesta o mal, ele guarda a vida dos seus fiéis e da mão dos ímpios os liberta. 11A luz se levanta para o justo, e a alegria para os corações retos. 12Ó justos, alegrai-vos com Iahweh e celebrai sua memória sagrada!

SALMO 98 (97)

O juiz da terra

1Salmo.

Cantai a Iahweh um cântico novo, pois ele fez maravilhas, sua direita o salvou e seu braço santo. 2Iahweh fez conhecer sua salvação, revelou sua justiça aos olhos das nações: 3lembrou-se do seu amor e fidelidade em favor da casa de Israel. Os confins da terra contemplaram a salvação do nosso Deus. 4Aclamai a Iahweh, terra inteira, dai gritos de alegria! 5Tocai para Iahweh com a harpa e o som dos instrumentos; 6com trombetas e o som da corneta aclamai ao rei Iahweh! 7Estronde o mar e o que ele contém, o mundo e seus habitantes; 8batam palmas os rios todos e as montanhas gritem de alegria 9diante de Iahweh, pois ele vem para julgar a terra: ele vai julgar o mundo com justiça e os povos com retidão!

SALMO 99 (98)

(Parte 30 de 72)

Comentários