(Parte 1 de 3)

VFD-E Manual do Usuário

INVERSOR DELTA VFD-E

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 2 de 42

1 Introdução3
1.1 Recebimento e Inspeção3
1.1.1 Informações da Placa de Identificação3
1.1.2 Explicação do Código do Modelo:3
1.1.3 Explicação do Número de Série:4
2 Instalação e Ligações5
2.1 Condições Ambientais5
2.2 Instalação5
2.3 Dimensões7
2.4 Instalação Elétrica10
2.4.1 Instalação Elétrica Básica10
2.4.2 Terminais de Terra1
2.4.3 Esquema de Ligação12
2.4.4 Esquema de Ligação PNP (Source) e NPN (Sink)14
3 Inicialização (Start Up)15
3.1 Preparações Antes da Inicialização15
3.2 Método de Operação15
3.3 Teste de Funcionamento16
4 Operação do Teclado Digital17
4.1 Descrição do Teclado Digital KPE-LE0217
4.2 Como Operar o Teclado KPE-LE0219
5 Parâmetros de configuração - Inversores Delta VFD-E20
5.1 Lista de Parâmetros21
6 Informações dos Códigos de Falha39

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 3 de 42

1 Introdução

1.1 Recebimento e Inspeção

Este Inversor VFD-E passou por uma série rigorosa de teste na fabrica antes de ser enviado. Após o recebimento do inversor, por favor, verifique:

• Verifique se a embalagem contém o Inversor, o Manual de Instruções / O guia de uso rápido ou o CD.

• Verifique se o inversor não foi danificado no transporte.

• Verifique se o código do inversor que está recebendo está de acordo com o código solicitado.

1.1.1 Informações da Placa de Identificação Por exemplo, para um inversor de 1.0HP/0.75kW trifásico 230VAC.

1.1.2 Explicação do Código do Modelo: VFD 007 E 23 A

Nome da Série

007: 1HP(0.75kW) 075: 10HP (7.5kW)
015: 2HP(1.5kW) 110: 15HP (30kW)
055: 7.5HP (5.5kW) 022: 3HP(2.2kW)

Série E

1:15 V Monofásico21: 230V Monofásico
23: 230V Trifásico43: 460V Trifásico

Tensão de Entrada Versão

Modelo do Inversor

Especificações de Entrada Especificações de Saída Faixa de Frequência

Versão de Software

Placa de Potência Placa de controle

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 4 de 42

Modelo : 230V Trifásico 1 HP (0.75kW)

Ano de Produção 2007

Semana de Produção Número do Produto

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 5 de 42

2 Instalação e Ligações

2.1 Condições Ambientais O inversor deve ser instalado em um ambiente que respeite as seguintes condições:

Operação Temperatura do AR: -10 ~+40ºC (14~104ºF) para UL & cUL -10 ~+50ºC (14~122ºF) sem proteção de poeira

Grau de Contaminação 2: Bom para ambiente do tipo fábrica.

2.2 Instalação

• Monte o inversor na posição vertical, em uma superfície plana. Outras posições não são permitidas.

• O inversor irá gerar calor durante a operação, portanto deixe espaço suficiente em volta para que haja uma boa dissipação de calor.

• O dissipador pode atingir 90ºC quando estiver rodando. O material onde o inversor estiver montado deve ser do tipo não inflamável e suportar altas temperaturas.

• Quando i inversor é instalado em um local confinado (painel), a temperatura em volta deve estar entre 10~40ºC com boa ventilação. NÃO instale o inversor em ambientes com baixa ventilação.

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 6 de 42

• Quando instalar mais do que 1 inversor no mesmo painel, eles devem ser instalados um do lado do outro com espaço suficiente entre eles para que aja circulação de ar. Quando instalar um inversor embaixo de outro, use um defletor de metal entre eles para prevenir aquecimento mutuo.

• Evite que partículas plásticas, pedaços de papeis, serragem, partículas metálicas, etc. grudem no dissipador.

m (polegada) H m (polegada)

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 7 de 42

2.3 Dimensões (As Dimensões estão em milímetros e [polegadas])

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 8 de 42

Dimensões do VFD-E-P (As Dimensões estão em milímetros e [polegadas])

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 9 de 42

Terminais Alimentação (R/L1,S/L2,T/L3) Capa Protetora Tampa do Teclado

Caixa da Placa de controle Proteção da Placa de Controle

Terminais de Saída ( U/T1, V/T2 ,W/T3 )

Terminais Alimentação (R/L1,S/L2,T/L3)

Tampa do Teclado

Caixa da Placa de controle

Proteção da Placa de Controle Terminais de Saída ( U/T1, V/T2 ,W/T3 )

A ·READY: indica alimentação

·RUN : indica Status ·FAULT: indica falha

3. Mude para ON ajuste da Fonte de Freqüência via

2. Mude para ON, parada por inércia Pr02.02 ACI ( Pr 02.0=2)

C Porta de fixação do Teclado

D Terminal ACI ( Chave para ACI/AVI2 ) E NPN/PNP F Montagem para placa de Expansão G Porta RS485 ( RJ-45 )

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 10 de 42

2.4 Instalação Elétrica

Após remover a tampa frontal, verifique se os terminais de potência e controle estão limpos. Assegure-se de tomar as seguintes precauções quando estiver fazendo a instalação elétrica:

2.4.1 Instalação Elétrica Básica

• Certifique-se de que a rede elétrica esteja conectada apenas aos terminais R/L1, S/L2, T/L3.

Caso contrário o equipamento pode ser danificado por instalação incorreta. A tensão e capacidade de corrente da rede elétrica que será utilizada devem estar de acordo com os limites indicados na plaqueta do inversor.

• Verifique os seguintes itens após terminar a instalação elétrica: o Todas as ligações estão corretas? o Não existe nenhum fio solto? o Não existe curto circuito entre nenhum terminal ou para terra?

Uma carga pode permanecer no barramento DC mesmo após desligar a alimentação. Para prevenir acidentes, por favor, certifique-se que a alimentação foi desligada e aguarde 10 minutos para que os capacitores possam descarregar-se a níveis de tensão seguros, e só então abra a tampa do inversor.

• Todos os inversores devem ser aterrados em um terminal de terra comum para evitar choque elétrico, fogo e interferência.

• Apenas pessoal qualificado deve mexer com inversores e proceder com a instalação elétrica.

• Certifique-se de que a rede elétrica esta desativada antes de mexer na fiação, a fim de evitar choque elétrico. O usuário deve fazer a ligação de acordo com um dos diagramas presentes nas páginas seguintes. Não conecte um modem ou linha telefônica na porta de comunicação RS-485, isso pode causar dano permanente no inversor. Os terminais 1 & 2 são apenas para alimentação do teclado de cópia opcional (PU06), e não deve ser usado para comunicação RS-485.

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 1 de 42

Nos modelos Monofásicos qualquer um dos três terminais R,S,T podem ser utilizados para alimentar o inversor, e a rede trifásica pode ser utilizada.

Nos modelos Trifásicos não é permitido a utilização em rede monofásica, pois isso pode causar danos ao equipamento.

2.4.2 Terminais de Terra

• Certifique-se de que os terminais estejam conectados corretamente e o inversor aterrado. (Resistência para terra não deve ultrapassar 0,1Ω.)

• Use cabos de terra de acordo com as normas regulamentadoras.

• Múltiplos VFD-E podem ser ligados em um local. Todas as unidades devem estar aterradas diretamente a um terra comum, como mostra a figura abaixo.

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 12 de 42

2008 2.4.3 Esquema de Ligação

Usuários devem conectar de acordo com o seguinte diagrama apresentado abaixo:

Modelos Monofásico podem utilizar apenas os terminais de potência R(L1) , S(L2) Modelos Monofásicos não podem ser usados como modelos trifásicos

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 13 de 42

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 14 de 42

2008 2.4.4 Esquema de Ligação PNP (Source) e NPN (Sink)

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 15 de 42

2008 3 Inicialização (Start Up)

3.1 Preparações Antes da Inicialização

Verifique cuidadosamente os seguintes itens antes de ligar o inversor:

• Certifique-se de que as ligações estão corretas. Em particular, verifique se os terminais U,V,W

NÃO estão ligados na rede elétrica e se o inversor está bem aterrado.

• Verifique se não existe nenhum curto circuito entre terminais e para terra ou alimentação.

• Verifique se não existe nenhum terminal solto.

• Verifique se nenhum outro equipamento está conectado ao motor.

• Certifique-se de que todas as chaves estão desligadas antes de ligar a alimentação.

• Certifique-se de que a tampa frontal está bem instalada antes de ligar a alimentação.

• NÃO opere o inversor com as mão úmidas.

3.2 Método de Operação

Referencie-se no item 4.2 Como Operar o Teclado KPE-LE02 e capítulo 5 Parâmetros para ajustar.

Selecione o método de controle adequado a aplicação. Os métodos de operação mais usuais são mostrados abaixo.

Método de

Operação Referência de Freqüência

Referência do Comando de Operação

KPE-LE02 teclado

Operação via

Terminais externos

Terminais de

Entrada externo MI1-DCM MI2-DCM

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 16 de 42

2008 3.3 Teste de Funcionamento

Depois de verificado os itens do “3.1 Preparações Antes da Inicialização”, você pode executar um teste de funcionamento. O ajuste de fabrica para referência é pelo teclado (Pr.02-01=0).

• Após ligar o inversor, verifique se o LED “F”está ligado, e o display indica 60.00Hz.

• Ajuste a freqüência para aproximadamente 5Hz, usando a tecla.

• Pressione a tecla para habilitar o inversor. E se for necessário inverter o sentido de rotação você deve pressionar a tecla na pagina e se você quiser desacelerar e parar o motor pressione a tecla.

• Verifique os seguintes itens: • Verifique se a direção da rotação do motor está correta.

• Verifique se o motor funciona de maneira continua, sem ruído e vibração anormal.

• Verifique se a aceleração e desaceleração foram suaves.

Se os resultados do teste de funcionamento foi o esperado, proceda agora com a inicialização normal.

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 17 de 42

2008 4 Operação do Teclado Digital

4.1 Descrição do Teclado Digital KPE-LE02

1 Status Display

Apresenta o status do Inversor 2 LED Display indica a Freqüência, tensão, corrente, unidades definida pelo usuário 3 Potenciômetro

Para ajuste da Freqüência Principal 4 Tecla RUN

Inicia a operação do Inversor 5 Tecla UP & DOWN

Ajuste o número do parâmetro e muda os dados numéricos, como a Freqüência Principal

6 MODE Alterna entre modos diferentes do Display

7 STOP/RESET

Para o Inversor e em caso de falha pode ser utilizado a tecla RESET para eliminar os alarmes

8 ENTER

Utilizado para entrar/modificar os parâmetros de programação

Mensagem do Display Descrição Mostra a freqüência Ajustada

Mostra a freqüência atual nos terminais de saída do inversor (U/T1, V/T2, W/T3).

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 18 de 42

2008 Unidade definida pelo usuário (Quando U=F x Pr.0-05).

Mostra a corrente atual nos terminais de saída do inversor (U/T1, V/T2, W/T3).

Indica que sentido de giro do motor está no sentido horário.

Indica que sentido de giro do motor está no sentido reverso.

Indica o valor do Contador (C)

Indica o Parâmetro selecionado.

Indica o valor presente dentro do parâmetro selecionado.

Falha externa

Indica “End”por aproximadamente 1 segundo se o valor salvo foi aceito.

Indica “Err” se o valor ajustado está inválido.

Status do PLC ( PLC0 = Desabilitado / PLC1= Run / PLC2 =leitura/escrita do programa

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 19 de 42

2008 4.2 Como Operar o Teclado KPE-LE02

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 20 de 42

2008 5 Parâmetros de configuração - Inversores Delta VFD-E

Os parâmetros do inversor VFD-E estão divididos em 13 grupos de parâmetros, para que o ajuste seja facilitado.

Os 13 Grupos são:

Grupo 0: Parâmetros do Usuário Grupo 1: Parâmetros Básicos Grupo 2: Parâmetros de Método de Operação Grupo 3: Parâmetros de função de saída Grupo 4: Parâmetros de função de entrada Grupo 5: Parâmetros de CLP e Multi-passos de Velocidade Grupo 6: Parâmetros de Proteção Grupo 7: Parâmetros do Motor Grupo 8: Parâmetros Especiais Grupo 9: Parâmetros de Comunicação Grupo 10: Parâmetros de Controle PID Grupo 1: Parâmetros do Cartão de Expansão Grupo 12: Parâmetros do Cartão de Expansão ( Entrada/Saída Analógica ) Grupo 13: Parâmetros do Cartão de Expansão ( PG – Placar Encoder )

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 21 de 42

5.1 Lista de Parâmetros

*: Pode Ser alterado durante a operação

Grupo 0: Parâmetros do Usuário

Parâmetro

Pr. ##-## Função Ajuste(s)

Ajuste de Fábrica

0-0 Código de Identificação do Inversor Somente leitura ##

0-01 Corrente Nominal do

Inversor (A) Somente leitura #.#

0: Os Parâmetros podem ser lidos/escritos 01: Todos Os Parâmetros so podem ser lidos 06: Limpa o CLP interno do inversor 09: Reseta parâmetros para configuração de fábrica

0-02 Reset dos Parâmetros

10: Reseta parâmetros para configuração de fábrica (60Hz, 220V/440V)

0: LED F - Indica o preset de freqüência 01: LED H - Indica a freqüência de saída atual 02: LED U - Indica o conteúdo da unidade definida pelo usuário * 0-03 Display inicial

03: Indicador multifunção (Ver Pr.0-04) 04: Comando FWD/VER 05: PLCx( Seleção PLC0/PLC1/PLC2)

0: Indica o valor definido pelo usuário (U) 01: Indica o valor do contador (C) 02: Indica o valor da variável interna do PLC D1043 03: Indica a tensão do barramento DC (u) 04: Indica a tensão de saída (E) 05: Indica o valor de retorno analógico do PID (%) 06: Indica o valor do Ângulo do Fator de Potência (n) 07: Indica a potência de saída (P)

08: Indica o torque estimado com relação à corrente de saída (t)

09: Indica AVI (I) (v) 10: Indica ACI/AVI2 (i) (mA/V) 1: Indica a temperatura do dissipador de calor (°C) 12: Indica nível de AVI3/ACI2 (I.) 13: Indica nível de AVI4/ACI3 (i.)

* 0-04 Conteúdo do Indicador

Multifunções

14: Indica a velocidade do PG em RPM (G)

* 0-05 Coeficiente K Definido

0-06 Versão do Software da

Placa de Potência Somente leitura #.##

0-07 Versão do Software

Placa de Controle Somente leitura #.##

0 0: Controle V/F

01: Controle vetorial

0-10 Método de controle

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 2 de 42

0-12 Seleção da Tensão de

Grupo 1: Parâmetros Básicos

Parâmetro

Pr. ##-## Função Ajuste(s)

Ajuste de Fábrica

01-0 Freqüência máxima de

01-01 Freqüência para tensão

01-03 Ponto médio de

01-05 Freqüência mínima de

01-07 Limite superior de freqüência de saída 1 a 120% 100

01-08 Limite inferior de freqüência de saída 0 a 100% 0

* 01-13 Tempo de aceleração

0: Aceleração e Desaceleração linear 01: Aceleração automática / Desaceleração linear 02: Aceleração linear / Desaceleração automática 03: Aceleração e Desaceleração automáticas (Ajustadas

Auto - Aceleração /

Desaceleração (referido aos tempos de aceleração e desaceleração) 04: Aceleração e Desaceleração automáticas (Ajustadas pelo tempo de aceleração e desaceleração)

01-17 Ajuste de aceleração

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 23 de 42

Ajuste de desaceleração em

01-19 Unidade do Tempo de

Acelera/Desaceleração 0: Unidade: 0.1 segundo

Grupo 2: Parâmetros de Método de Operação

Parâmetro

Pr. ##-## Função Ajuste(s)

Ajuste de Fábrica

0: Teclado Digital Setas ▲/▼ ou entradas multifunções ▲/▼. Ultima freqüência usada será armazenada.

01: 0 a +10V entrada AVI 02: 4 a 20mA entrada ACI ou 0 a +10V do AVI2 03: Comunicação via RS-485(RJ-45)/USB

Primeira Fonte

Principal de Freqüência de Comando

04: Potenciômetro do Teclado Digital.

0: Teclado Digital 01: Terminais Externos. Tecla STOP/RESET habilitada.

02: Terminais Externos. Tecla STOP/RESET não habilitada. 03: RS-485 Comunicação serial (RJ-1). Tecla STOP/RESET habilitada.

Primeira Fonte

Principal de Comando de Operação

04: RS-485 Comunicação serial (RJ-1). Tecla STOP/RESET não habilitada.

0: STOP:Rampa de parada; E.F.:Para por inércia 01: STOP:Para por inércia; E.F.:Para por inércia

02: STOP:Rampa de parada; E.F.:Rampa de parada

02-02 Método de parada

03: STOP:Para por inércia; E.F.:Rampa de parada 0

1 a 15KHz 8 02-03 Freqüência PWM

0: Operação para frente e reversa habilitada 01: Operação reversa desabilitada 02: Operação para frente desabilitada

01: Controle por 2 fios: REV/STOP, FWD/STOP

02-04 Controle de Direção do

Motor

02: Controle por 3 fios

0: Desabilitado. Situação de operação não é alterada, mesmo que a fonte de operação Pr.02-01 seja modificada 01: Habilitado. Situação de operação não é alterada, mesmo que a fonte de operação Pr.02-01 seja modificada 02: Desabilitado. Situação de operação é alterada, se a fonte de operação Pr.02-01 seja modificada

02-05 Travamento da linha de saída

03: Habilitado. Situação de operação é alterada, se a fonte de operação Pr.02-01 seja modificada

0: Desacelerar até 0 Hz

01: Desacelerar por inércia e indicar “AErr” 02-06 Perda do Sinal ACI (4-

20mA) 02: Continue a operação com a ultima freqüência ajustada.

INVERSOR DELTA VFD-E (Rev. 14/04/2008) 24 de 42

(Parte 1 de 3)

Comentários