Apresent. Cortante

Apresent. Cortante

Disciplina: 1309 - ESTRUTURAS DE CONCRETO II DIMENSIONAMENTO DE VIGAS DE CONCRETO ARMADO AO ESFORÇO CORTANTE Prof. Dr. PAULO SÉRGIO DOS SANTOS BASTOS

1. INTRODUÇÃO

3. COMPORTAMENTO RESISTENTE DE VIGAS SUBMETIDAS À FLEXÃO E À FORÇA CORTANTE

Treliça clássica de Ritter-Mörsch: treliça isostática com banzos paralelos e diagonais comprimidas de 45. “A treliça clássica de Ritter-Mörsch foi uma das concepções mais fecundas na história do concreto armado. Há mais de meio século tem sido a base do dimensionamento das armaduras transversais – estribos e barras inclinadas – das vigas de concreto armado, e está muito longe de ser abandonada ou considerada superada. As pesquisas sugerem apenas modificações ou complementações na teoria, mantendo no entanto o seu aspecto fundamental: a analogia entre a viga de concreto armado, depois de fissurada, e a treliça”.

4. FORMAS DE RUPTURA POR FORÇA CORTANTE

5. ESFORÇOS E TENSÕES NA TRELIÇA CLÁSSICA DE RITTER-MÖRSCH

6. RELAÇÕES DA TRELIÇA CLÁSSICA PARA ÂNGULOS  DE 45 E 90

7. GENERALIZAÇÃO DA TRELIÇA CLÁSSICA

8. DIMENSIONAMENTO SEGUNDO A NBR 6118/03

11. EQUAÇÕES SIMPLIFICADAS

12. DETERMINAÇÃO DO ÂNGULO DE INCLINAÇÃO DAS DIAGONAIS DE COMPRESSÃO ()

13. REDUÇÃO DA FORÇA CORTANTE

14. ATUAÇÃO DO ESTRIBO NA ANALOGIA DE TRELIÇA

15. CARREGAMENTO APLICADO NA PARTE INFERIOR DAS VIGAS

17. Exemplos Numéricos 1 e 2

Comentários