Projeto de Lajes Maciças

Projeto de Lajes Maciças

(Parte 2 de 5)

A laje L1, assim como as demais lajes, tem suas 4 bordas simplesmente apoiadas, se encaixando no “caso 1”. Assim, entrando na tabela 2.3a (PINHEIRO, 2007), obtemos os seguintes coeficientes:

Tabela 5 - Coeficientes para a obtenção dos momentos Assim, temos:

As demais lajes foram calculadas de maneira análoga, com o auxílio do software Excel.

2.5.1. Apresentação dos momentos fletores nas lajes

Tabela 6 - Momentos fletores atuantes nas lajes

2.6. Disposições construtivas

Diâmetro das barras: A NBR 6118:2003 prescreve que, para lajes, qualquer barra da armadura de flexão deve ter diâmetro de no máximo 1/8 da espessura da laje, isto é:

Assim, para todas as lajes (a espessura das lajes é uma só e igual a 10 cm), teremos:

Espaçamento máximo:

Para armadura principal, que são: Negativas;

Positivas na direção do menor vão, para lajes com ;

Positivas nas duas direções, para .

Assim, para todas as lajes (a espessura das lajes é uma só e igual a 10 cm), dessa forma, , logo:

Para armadura secundária, que são: Positivas na direção do maior vão, para lajes com ;

Negativas perpendiculares às principais (armaduras de distribuição).

Espaçamento mínimo:

O espaçamento mínimo deve ser respeitado por fins construtivos (passagem do vibrador).

Armadura mínima: Armadura negativa e armadura positiva para :

Armaduras positivas para : Armaduras de distribuição:

2.7. Dimensionamento das armaduras

Para o cálculo das armaduras, foi utilizada a tabela 1.1 (PINHEIRO, 2007) de acordo com a NBR 6118:2003.

Aço CA50; Concreto C35;

Laje L1:

Temos: Momentos característicos:

Momentos de cálculo:

Espessura e altura útil:

Cálculo de kc:

Cálculo de As:

Armadura mínima: Armaduras positivas para :

As demais lajes foram cálculadas de maneira análoga, com o auxílio do software Excel.

2.7.1. Apresentação do dimensionamento da armadura das lajes

Tabela 7 - Dimensionamento da armadura das lajes

3. DIMENSIONAMENTO CONSIDERANDO A POSSIBILIDADE DE ENGASTAMENTOS

3.1. Vinculação das lajes A vinculação das lajes é apresentada nos anexos.

3.2. Pré-dimensionamento da altura útil e das espessuras das lajes A altura útil de lajes engastadas, segundo MACHADO (2003), é dada por:

Onde: é o menor vão entre (menor vão) e .

A espessura da laje é obtida através da seguinte equação:

Como a classe de agressividade ambiental é classe I (ambientes urbanos internos secos), o cobrimento nominal é de: . E adotando-se para o prédimensionamento , teremos:

Logo: Laje L3:

Figura 2 - Vãos efetivos da laje L3

Cálculo da altura útil:

Número de bordas engastadas

Adotar:

Obs.: A espessura da laje poderia ser menor (7 cm, nesse caso específico), mas, para uma maior facilidade na execução do projeto, a laje será dimensionada com 10 cm de espessura.

As demais lajes foram calculadas de maneira análoga, com o auxílio do software Excel.

3.2.1. Apresentação da espessura das lajes

Tabela 8 - Espessura das lajes

3.3. Carregamentos nas lajes (Peso específico dos materiais e cargas de uso consultados na NBR 6120:1980)

3.3.1. Carga Permanente ()

Peso próprio: As lajes são de concreto armado.

(Parte 2 de 5)

Comentários