CANTEIRO - DE - OBRAS 2011 1Doc - pdf

CANTEIRO - DE - OBRAS 2011 1Doc - pdf

(Parte 5 de 6)

– Todos os circuitos devem ser protegidos com chaves acondicionadas em quadros;

– As estruturas e carcaças dos equipamentos elétricos devem ser eletricamente aterradas;

– Os equipamentos fixos deverão ter circuito e chave individuais;

– Os equipamentos e máquinas elétricas móveis só poderão ser ligadas por meio de plugues e tomadas.

– Placas de sinalização e instruções devem ser afixadas estrategicamente;

– Os locais de trabalho devem ser bem iluminados e as lâmpadas para iluminação de locais de movimentação de materiais devem estar protegidas contra impactos.

6. ELEMENTOS DE APOIO TÉCNICO/ADMINISTRATIVO

UVA – Engenharia Civil – Edificações I – 2011.2 13

1. Escritórios

Local destinado à administração e fiscalização da obra. O seu dimensionamento depende do número de profissionais envolvidos, podendo ser dividido em salas técnicas e administrativas. Devem ser providos de banheiros individualizados.

2. Portaria

A Portaria da Obra deve ficar junto à porta de acesso do pessoal e ser suficientemente ampla para manter um estoque de EPI, a ser fornecido aos visitantes. A guarita deve ser localizada de modo que o vigia possa controlar os acessos da obra e impedir a entrada na obra de pessoas desprovidas dos Equipamentos de Proteção Individuais.

3. Alojamento

Ter área mínima de 3,00m2 por módulo cama/armário, incluindo a circulação. Proibido “treliche”. Não pode estar situado em subsolo ou porão. Ter armários duplos e individuais. Possuir água potável, filtrada e fresca. Ter lençol, fronha e travesseiro por cama.

7. ARMAZENAGEM E ESTOCAGEM DE MATERIAIS a. Depósito

São instalações destinadas à guarda de materiais de considerável quantidade e volume por razões de segurança e deterioração. O seu dimensionamento depende do volume estimado de material a ser estocado e do espaço disponível.

b. Silos / baias

São instalações destinadas a armazenar agregados e aglomerantes a granel. Devem ser localizados de forma a permitir fácil acesso de caminhões basculantes. As baias devem ter separações de madeira ou alvenaria para que não haja mistura entre os materiais.

c. Almoxarifado

São instalações destinadas à guarda de ferramentas e materiais de pequeno porte e de valor elevado.

d. Estocagem de materiais específicos: 1. Cimento: – Local protegido contra umidade;

– Empilhados sobre estrado de madeira;

– Prever carga na base de 3,0 ton./ m2;

– Dar saída por ordem de entrada;

– Camadas sucessivas cruzadas (amarração)

– Pilha máxima de 10 sacos;

– Utilizar dentro do prazo especificado pelo fabricante. 2. Cal: – Extinta e ensacada;

– Empilhados sobre estrado de madeira;

UVA – Engenharia Civil – Edificações I – 2010.1 14

– Altura máxima de 2,0 m; – Camadas sucessivas cruzadas (amarração);

– A cal virgem não é mais utilizada nos canteiros de obra por ser economicamente inviável.

3. Agregados: – Armazenados em silos ou em baias;

– Acesso livre para descarrego;

– Descarregar a altura inferior a 3,0 m ;

– Evitar a ação prejudicial do vento;

– O Estoque deve estar próximo ao acesso direto do basculamento do caminhão;

– Deve-se prover delimitação quanto às laterais;

– Evitar carreamento pela chuva e contaminação com terra, entulho e outros materiais;

– A altura máxima do estoque sobre o terreno deve ser da ordem de 1,5 m;

– Não estocar sobre laje (devido à sobrecarga); 4. Tubos, vergalhões e perfis metálicos:

– Área de comprimento mínimo de 7,5 m para tubos, perfis e vergalhões quando dobrados;

– Área de comprimento mínimo de 13,5 m para vergalhões de aço estirados;

– Arrumados em camadas, com espaçadores transversais travados lateralmente;

– As extremidades devem ser alinhadas para não avançarem nas circulações;

– Separados por tipos e bitolas e Altura máxima de 1,50 m; Os locais de estocagem e corte dos vergalhões devem ser previamente estudados, uma vez que cada barra mede 12,0 m de comprimento (6,0m dobradas em estoque); estes devem ser apoiados sobre travessas de madeira, ferro ou concreto, a fim de se manterem afastados do solo.

5. Madeiras: – Estocagem da madeira na obra deve ser feita por tipo de madeira e por bitola;

– As linhas, caibros e ripas são armazenados da mesma forma que os tubos e vergalhões.

– As peças devem ficar em local coberto de modo que não sofrerem a ação das intempéries a fim de que não se alterem as suas características e apoiadas sobre travessas de madeira para se manterem afastadas do piso.

– Deve ser observado se as peças, principalmente as chapas de madeira compensada, não estão sofrendo deformações.

– Área dimensionada em função do comprimento máximo;

– Em local afastado de inflamáveis;

(Parte 5 de 6)

Comentários