(Parte 2 de 4)

5,90 m

1,50 m 0,20 m

1,0 m9,0 m

9 cm

1 cm

CRUZETA TIPO “M” (meio bloco)

9 cm

1 cm BISEL

9 cm

1 cm BISEL

CRUZETA TIPO “B” (beco) 9 cm

1 cm

Estruturas Primárias Observe a figura abaixo:

Você está vendo uma estrutura com todos os seus materiais. As estruturas servem para sustentar os condutores, que transportam a eletricidade.

Numa rede de distribuição, existem:

As estruturas primárias sustentam os condutores de ALTA TENSÃO. Aqueles condutores que transportam eletricidade com tensões nos valores de 13.800v ou 34.000v, que são as tensões atualmente adotadas pela CEAM em rede de distribuição.

As estruturas secundárias sustentam os condutores de BAIXA TENSÃO. Os condutores que transportam eletricidade de 127V ou 220V, entregando-a diretamente ao consumidor.

Agora, observe os diferentes tipos de estruturas, na figura abaixo:

A diferença entre esses três tipos de estruturas primárias é a posição da cruzeta primária no poste

As estruturas primárias N, M e B são diferentes entre si, mas tem a mesma função na rede, que é sustentar os condutores.

Olhe esta estrutura com atenção

Você vê uma estrutura primária do tipo N ou normal. Observe, de novo e veja a diferença entre a estrutura N e as estruturas M e B. Na estrutura N, é o centro da cruzeta que encosta no poste.

♦ As estruturas N são utilizadas em, campo aberto ou em calçadas largas.

A estrutura M é quase igual á estrutura N

A única diferença é Na estrutura M ou meio beco, a cruzeta fica um pouco mais para o lado. Ela fica fora do seu centro.

A estrutura M é utilizada em locais de calçadas estreitas, para evitar que os condutores fiquem próximos das casas.

♦ Nestes locais, é impossível o uso das estruturas N ou normal.

A estrutura B é a mais diferente das estruturas primárias

A diferença nesta estrutura é a extremidade da cruzeta que se encosta ao poste

♦ Esta estrutura é utilizada quando as calçadas são muito estreitas, para afastar completamente os condutores das casas.

As estruturas M e B

Estes dois tipos de estruturas primárias são também chamados de ESTRUTURAS DE AFASTAMENTO

Nas estruturaras de afastamento, os condutores ficam afastados das casas existentes.

Atenção A estrutura B é a que permite o maior afastamento dos condutores.

Observe como as estruturas de afastamento evitam que os condutores batam nas casas e nos edifícios.

As estruturas N , M e B têm variações

N1 N2 N3

N4 ESTRUTURA M

M1 M2 M3

M4 ESTRUTURA B

B1 B2 B3 B4

Para cada uma destas variações tem uma razão de ser, Depende:

Da variação que a rede toma, Da topografia da área,

Da posição da estrutura na rede( no meio ou no fim de linha),

Da bitola dos condutores

O eletricista deve saber reconhecer todos os tipos de estruturas ♦ Isto porque

♦ Normalmente, uma estrutura só deve ser substituída pôr outra do mesmo tipo.

♦ Em caso de ampliação de uma rede, o técnico estuda o projeto. Depois ele orienta o grupo de eletricista como executar.

As estruturas N1 , M1 e B1 são armadas com: 9 Uma cruzeta 9 Três isoladores de pino

As estruturas N2 , M2 e B2 são armadas com: 9 Duas cruzetas 9 Seis isoladores de pino

(Parte 2 de 4)

Comentários