CANTEIRO - DE - OBRAS 2011 1Doc - pdf

CANTEIRO - DE - OBRAS 2011 1Doc - pdf

(Parte 3 de 3)

– Acesso livre para descarrego;

– Descarregar a altura inferior a 3,0 m ;

– Evitar a ação prejudicial do vento;

– O Estoque deve estar próximo ao acesso direto do basculamento do caminhão;

– Deve-se prover delimitação quanto às laterais;

– Evitar carreamento pela chuva e contaminação com terra, entulho e outros materiais;

– A altura máxima do estoque sobre o terreno deve ser da ordem de 1,5 m;

– Não estocar sobre laje (devido à sobrecarga); 4. Tubos, vergalhões e perfis metálicos:

– Área de comprimento mínimo de 7,5 m para tubos, perfis e vergalhões quando dobrados;

– Área de comprimento mínimo de 13,5 m para vergalhões de aço estirados;

– Arrumados em camadas, com espaçadores transversais travados lateralmente;

– As extremidades devem ser alinhadas para não avançarem nas circulações;

– Separados por tipos e bitolas e Altura máxima de 1,50 m; Os locais de estocagem e corte dos vergalhões devem ser previamente estudados, uma vez que cada barra mede 12,0 m de comprimento (6,0m dobradas em estoque); estes devem ser apoiados sobre travessas de madeira, ferro ou concreto, a fim de se manterem afastados do solo.

5. Madeiras: – Estocagem da madeira na obra deve ser feita por tipo de madeira e por bitola;

– As linhas, caibros e ripas são armazenados da mesma forma que os tubos e vergalhões.

– As peças devem ficar em local coberto de modo que não sofrerem a ação das intempéries a fim de que não se alterem as suas características e apoiadas sobre travessas de madeira para se manterem afastadas do piso.

– Deve ser observado se as peças, principalmente as chapas de madeira compensada, não estão sofrendo deformações.

– Área dimensionada em função do comprimento máximo;

– Em local afastado de inflamáveis;

– Extremidades alinhadas p/ não avançar na circulação;

UVA – Engenharia Civil – Edificações I – 2010.1 15

– Em pilhas travadas lateralmente;

– Extintor de incêndio: CO2 de 6 kg; – Altura máxima de 1,50 m. 8. SISTEMA DE TRANSPORTE

1. Na horizontal – Carrinho-de-mão, jerica, padiola, “bob-cat”, pá-mecânica, retroescavadeira, etc.

2. Na vertical – Elevadores, guincho de coluna, grua, sarilho, etc. 3. Outros tipos – Bombas de argamassa e concreto, bombas d’água, etc.

O sistema de transporte deve ser bem projetado, com leiaute bem definido, levando-se em conta a redução das distâncias e das operações de cargas e descargas, o cruzamento das vias e o menor contato entre operário e material.

(Parte 3 de 3)

Comentários