01 - comandos - DOS

01 - comandos - DOS

(Parte 1 de 3)

DISCIPLINA: Manutenção de Computadores PROFESSOR: Alex Sandro da Cunha Rêgo

3º Período ALUNO:

Comandos Básicos do DOS 1. Introdução

ODOS (Disk Operating System) foi um sistema operacional bastante utilizado na década de 80 que, assim como todo sistema operacional, fornecia a capacidade do usuário interagir com o hardware do computador executando todas as funções básicas e essenciais para o seu funcionamento. Poucos foram os DOS produzidos até hoje: MS-DOS, da Microsoft, o PC-DOS, da IBM, DR-DOS, da Digital Research, o NOVELL, para redes, etc. O MS-DOS dominou amplamente o mercado em sua época e, até hoje, é possível realizar determinadas operações por meio de seus comandos básicos.

São raros os programas executados no Windows que possuem ajuda do DOS. Isso deixa claro que ele é mais usado para gerenciar e resolver problemas de sistema. O DOS é uma forma de você comunicar suas instruções ao computador. E tais instruções devem ser as que ele reconhece. Estas instruções, na maior parte, consistem em palavras baseadas na língua inglesa.

2. Como acessar o DOS

Para acessar o DOS existe, basicamente, 3 formas. Se você estiver no Windows 98, basta clicar em Iniciar/Desligar e escolher "Reiniciar o computador em modo MS-DOS".Outra forma no Windows é, clicar em Iniciar/Programas e selecionar "Prompt do MS-DOS" (figura 1). Mas está última acessará o DOS com o Windows ainda carregado, o que significa que alguns comandos podem não funcionar. Se estiver com o computador desligado e quiser ir direto para o DOS, sem passar pelo Windows, fique clicando em F8 até que uma lista de opções apareça. Escolha "Somente Prompt de Comando",que normalmente é o penúltimo item.

Figura 1.Prompt do MS-DOS pelo Windows XP/Vista

Outra forma de acessar o ambiente DOS é através de criação de um disquete de boot do Windows 98, de forma que o computador seja reiniciado e inicializado tendo do Floppy Disk como 1ª unidade de boot. Vale lembrar que você pode não ter o DOS completo se usa o Win98 ou XP. Isso porque o DOS completo era para ser usado sozinho, como um sistema operacional único. Com o Windows, alguns comandos foram retirados e deixado somente os essenciais. Mas você pode copiar os outros comandos para o seu computador, se tiver uma cópia do DOS completa.

3. Prompt do DOS

PROMPT é o chamado sinal de prontidão, pois indica que o computador está pronto para receber instruções. Ele mostra também sua localização, ou seja, em que drive (unidade de armazenamento) e diretório você está trabalhando. Veja o exemplo:

C:\Meus Documentos>_

Oexemplo indica que você está no drive C:\, na pasta “Meus Documentos”. Ao lado do sinal >, há um "tracinho" piscando, chamado CURSOR.Ele indica o local em que serão exibidos os caracteres digitados.

4. Executando Comandos

Antes de começarmos a conhecer os comandos, é necessário saber como executá-los. No prompt,você verá o cursor piscando. Isso significa que você já pode digitar alguma instrução. Depois de ter escolhido o comando, tecle Enter. Aqui, para exemplificar usaremos o modelo de prompt "C:\Windows>", mas vale lembrar que "C" pode ser qualquer unidade de disco no seu computador. Normalmente a letra Aindica a unidade de disquete. É importante saber que o DOS geralmente não visualiza nomes de arquivos com mais de 8 caracteres. Por isso, a pasta Meus Documentos, por exemplo, tem sua representação da seguinte forma: MEUSDO~1.

Para obter ajuda na utilização dos comandos que serão apresentados, digite /? logo após o nome do comando, na tela do MS-DOS.

C:\> [comando] /?

5. Os Comandos Internos Comandos que já são carregados na memória quando o MS-DOS é inicializado.

Date Comando que atualiza a data do sistema operacional:

D - DIA Dígito entre 1 - 31 M - MÊS Dígito entre 1 - 12 A - ANO Dígito entre 80 - 9

Separadores: Hífen ( - ), Barra ( / ) ou Ponto ( . )

Time Comando que atualiza a hora do sistema operacional:

h - Horas - Dígito entre 0 - 24 m - Minuto - Dígito entre 0 - 59 s - Segundo - Dígito entre 0 - 59

Separadores: Dígito Pontos ( : ) ou Ponto ( . ).

Selecionando unidades de disco

Considerando que tenhamos unidades de armazenamento distintas em um computador (disco rígido, floppy, CD ou DVD, pendrive, etc), cada dispositivo é reconhecido pelo Sistema Operacional e é associado a uma letra de identificação. “Para alternar entre unidades, basta digitar a letra correspondente, seguido de “:” e pressionar ENTER.

Dir

Comando que mostra a lista de arquivos ou subdiretórios de uma pasta. Este comando pode conter algumas variações para obter-se uma resposta diferente:

Sintaxe: DIR [unidade:] { opções }

Unidade - C: , A: , D: Opções /p Lista o diretório com pausa, usado quando a pasta encontra-se com vários arquivos. /w Lista o diretório na horizontal.

/a Lista apenas arquivos do diretório

/ad Lista apenas diretórios de uma pasta

/ah Lista apenas os arquivos ocultos

/?Lista todas as opções do comando DIR.

Ocomando dir apresenta, ainda, três informações bastante importantes ao seu final: o número de arquivos contidos no diretório corrente, o espaço em disco ocupado por este(s) arquivo(s) e o espaço disponível no disco. Observe que não foi necessário informar o drive c: porque quando não é fornecido, o S.O. assume aunidade e diretório atual.

Também é possível visualizar um arquivo em especial. Por exemplo, o comando dir a:teste.txt exibe as informações sobre esse arquivo (se existir) na unidade de disquete.

As máscaras

OMS-DOS oferece facilidades que ajudam a consultar, renomear, apagar, enfim, fazer todas as operações com grupos de arquivos. São as chamadas máscaras. Existem dois tipos de Máscaras : * e ?.

Máscara (*)

Substitui um conjunto de letras (qualquer quantidade) que aparece no local em que foi declarado. É geralmente usado para selecionar grupos de arquivos que tenham parte donome iguais (extensão ou primeiro nome) e diferente número de caracteres. O asterisco é sinônimo de "TODOS".

Exemplos: a) Exibir todos os arquivos que começam por

RELAT: dir relat*.* b) Exibir todos os arquivos que começam com

AUTO no disquete: dir a:auto*.* c) Exibir todos os arquivos com extensão .doc: dir *.doc d) Exibir todos os arquivos com o nome

PROJETO, mas com qualquer extensão: dir projeto.* e) Exibir todos os arquivos iniciados por COM e com extensão .dat: dir com*.dat f) Exibir todos os arquivos do diretório local: dir *.*

Máscara (?)

AMáscara "?" tem quase a mesma função que o "*", só que, ao invés de substituir um conjunto de letras, substitui uma letra no local em que foi declarada. O ponto de interrogação é geralmente usado para tratar com grupos de arquivos de mesmo número de caracteres no nome. Cada "?" significa "qualquer caracter ou nenhum".

Exemplos: a) Exibir todos os arquivos que começam por

MES, sequido de dois caracteres quaisquer: dir MES??.* Seriam exibidos: mes01.txt, mes02.doc, mes03.xls, mes04.ppt (exemplos hipotéticos) b) Exibir todos os arquivos TXTque começam com a palavra PROJETO e cuja oitava posição aceita qualquer caractere: dir projeto?.txt

Seriam exibidos: projeto1.txt, projeto2.txt, projeto3.txt, etc. Note que o número de "?" é correspondente ao número de letras que faltam para completar a quantidade de caracteres limite, na formação do nome de um Arquivo.

cls Comando que limpa a tela e deixa o cursor no canto superior esquerdo:

(Parte 1 de 3)

Comentários