W A L D O V I E I R A, Médico N O S S A

E V O L U Ç Ã O 3a Edição Eletrônica

Foz do Iguaçu, PR – Brasil Associação Internacional Editares 2012

14.500 exemplares2ª Edição: 20071.500 exemplares3ª Edição: 20103.0 exemplares3ª Edição: 2012Livro EletrônicoEspanhol1ª Edição: 19972.0 exemplares4.0 exemplares2ª Edição: 20092.0 exemplaresInglês 1ª Edição: 19992.0 exemplares2.0 exemplaresItaliano1ª Edição: 20082.0 exemplares2.0 exemplaresTotal22.500 exemplares© Direitos de Impressão reservados à Associação Internacional Editares.Notas:– Os direitos autorais desta edição foram graciosamente cedidos pelo autor à Associação Internacional Editares. – Os originais desta edição foram produzidos e revisados através de editoração eletrônica e de impressão a laser (texto em Times New Roman, 242.724 caracteres, 35.299 palavras, 5.934 linhas e 2.383 parágrafos).
Foto: Valesca Ferreira Revisão 3. ed.: Tatiana Lopes Impressão: Edelbra Editora e Gráfica Ltda. Ficha catalográficaV658m Vieira, Waldo, 1932 –Nossa evolução [livro eletrônico] / Waldo Vieira. – 3. ed. – Foz do Iguaçu: Associação Internacional Editares, 2012. 169 p. ISBN 978-85-98966-58-8 Inclui bibliografia. 1. Conscienciologia. 2. Projeciologia. I. Título. CDD 133 Tatiana Lopes – CRB 9/1524

Histórico EditorialTotaisPortuguês 1ª Edição: 199610.0 exemplares Conselho Editorial Editares: Claudio Garcia, Eduardo Catalano, Luciana Ribeiro, Luciana Salvador, Marcelo da Luz, Maximiliano Haymann, Oscar Kenji Nihei, Tamara Cardoso André, Tatiana Lopes, Ulisses Schlosser. _ Associação Internacional EditaresAv. Felipe Wandscheer, 5.100, sala 107, Cognópolis-Foz do Iguaçu, PR –Brasil CEP 85856-530. Tel/Fax: 45 2102 1407E-mail: editares@editares.org.br/ Website:w.editares.org.br

Í N D I C E G E R A L 01.Quem é Você? .................................................................. 7 02.Antes do Corpo Humano .............................................. 12 03.Desativação do Corpo Energético ............................... 17 04.Procedência Extrafísica .................................................. 24 05.Renascimento Humano ................................................ 28 06.Infância ............................................................................. 35 07.Adolescência ..................................................................... 43 08.Maturidade Humana ...................................................... 52 09.Programação Existencial ............................................... 59 10.Preparo da Próxima Vida ............................................ 72 1.Desativação do Corpo Humano ................................... 81 12.Retorno à Procedência Extrafísica .............................. 8 13.Laços Evolutivos ............................................................. 97 14.Ciclo das Vidas da Consciência ................................ 105 15.Evolução da Consciência ............................................. 11

NOSSA EVOLUÇÃO6 Glossário da Conscienciologia ............. 119 Siglas e Abreviaturas .................................. 142 Referências Bibliográficas ........................ 147 Índice Remissivo ............................................... 148 NOSSA EVOLUÇÃO6 Glossário da Conscienciologia ............. 119 Siglas e Abreviaturas .................................. 142 Referências Bibliográficas ........................ 147 Índice Remissivo ............................................... 148

NOSSA EVOLUÇÃO701.QUEM É VOCÊ ? Quem évocê, leitor ou leitora?O queé você? Deonde você veio?O que vocêfaz nestavida na Terra?Para onde vai você? Vamos procurar responder, aqui, de maneira simples, com ló-gica, a estas 5 perguntas clássicas da Filosofia, além de outras, segundo a visão da Conscienciologia, através de perguntas e respos-tas das noções e princípios elementares a respeito. O que é Conscienciologia? A Conscienciologia é a ciência que estuda a consciência “inteira”, com todos os seus corpos, existências, experiências, épo-cas e lugares de vida, em uma abordagem integral, projetiva e auto-consciente em relação às várias dimensões existenciais. A consciência sou eu. A consciência é você. É também todas as pessoas próximas ou distantes na vida humana e todos os seres autoconscientes das dimensões fora da vida humana. NOSSOS CONHECIMENTOS AUMENTAM SEMPRE, ATRAVÉS DE NOSSOS ATOS,EM QUALQUER HORA E LUGAR EM QUE NOS MANIFESTAMOS. A Conscienciologia convida você a vários desempenhos prio-ritários à evolução: otimização da sua progressão no sentido cons-

NOSSA EVOLUÇÃO8ciencial; indicação da vivência de emoções e sentimentos racionali-zados; combate às autocorrupções; transformação da própria perso-nalidadeemumagente catalisador da evolução de todos; enten-dimento da indestrutibilidade da consciência; organização racional das próprias ideias; ampliação do nível de originalidade do seu trabalho pessoal; obtenção de um nível máximo de desrepressão. Aqui são mostradas, através de perguntas, respostas, exem-plos e frases enfáticas, as conclusões práticas mais aceitas, através de experimentos lúcidos da Projeciologia, sobre os atos ou manifes-tações das consciências, eu, você e todas as personalidades mais despertas para a evolução. O que é Projeciologia? A Projeciologia é a ciência que estuda as projeções da cons-ciência – saídas lúcidas do corpo humano – e seus efeitos. Isso in-clui as projeções de energias conscienciais para além dos limites da consciência. Sairdo corpohumano,com lucidez, é a mais preciosa e prá-tica fonte de esclarecimentos e informações prioritárias acerca dos mais importantes problemas da vida, elucidando-nos sobre quem somos, de onde viemos e para onde vamos. A projeção consciente humana – que já é alcançada e vivida por alguns milhões de pessoas – representa um dado desconhecido para a Filosofia Moderna. Isso é feito diretamente pela pessoa interessada, sem interme-diários, e não só por apenas ouvir dizer. Toda pessoa sai sempre do corpo humano, mesmo que sem lucidez. Isso é um fato inevitável. QUALQUER PESSOA PODE SAIR DO CORPO HUMANO COM LUCIDEZ.BASTA QUERER COM VONTADE FIRME E EMPREGAR TÉCNICAS ESPECÍFICAS. NOSSA EVOLUÇÃO8ciencial; indicação da vivência de emoções e sentimentos racionali-zados; combate às autocorrupções; transformação da própria perso-nalidadeemumagente catalisador da evolução de todos; enten-dimento da indestrutibilidade da consciência; organização racional das próprias ideias; ampliação do nível de originalidade do seu trabalho pessoal; obtenção de um nível máximo de desrepressão. Aqui são mostradas, através de perguntas, respostas, exem-plos e frases enfáticas, as conclusões práticas mais aceitas, através de experimentos lúcidos da Projeciologia, sobre os atos ou manifes-tações das consciências, eu, você e todas as personalidades mais despertas para a evolução. O que é Projeciologia? A Projeciologia é a ciência que estuda as projeções da cons-ciência – saídas lúcidas do corpo humano – e seus efeitos. Isso in-clui as projeções de energias conscienciais para além dos limites da consciência. Sairdo corpohumano,com lucidez, é a mais preciosa e prá-tica fonte de esclarecimentos e informações prioritárias acerca dos mais importantes problemas da vida, elucidando-nos sobre quem somos, de onde viemos e para onde vamos. A projeção consciente humana – que já é alcançada e vivida por alguns milhões de pessoas – representa um dado desconhecido para a Filosofia Moderna. Isso é feito diretamente pela pessoa interessada, sem interme-diários, e não só por apenas ouvir dizer. Toda pessoa sai sempre do corpo humano, mesmo que sem lucidez. Isso é um fato inevitável. QUALQUER PESSOA PODE SAIR DO CORPO HUMANO COM LUCIDEZ.BASTA QUERER COM VONTADE FIRME E EMPREGAR TÉCNICAS ESPECÍFICAS.

NOSSA EVOLUÇÃO9 As técnicas projetivas já deram certo ou funcionaram bemcom milhões de outras pessoas, notadamente nas 3 últimas décadas, e não irão falhar com você. Eis alguns exemplos de fenômenos transcendentes pesqui-sados dentro da Projeciologia: projeções lúcidas; bilocações; clari-vidências viajoras; autoscopias; descoincidências vígeis; projeções duplas. Tudooqueestudamosaqui,envolveoquevocêe eu estamos fazendo a cada momento, conforme as verdades relativas de ponta. O que é verdade relativa de ponta? A verdade relativa de ponta é uma realidade mais importante, nova ou prioritária que vale a pena ser estudada, discutida e co-locada à frente das outras da mesma linha de pesquisa e, por fim, também refutada. O objetivo, em nosso caso, é evidenciar as resoluções evolu-tivas bem-resolvidas e malresolvidas da maioria das consciências, em nosso atual nível médio de evolução. O interessado vai observar que não defendemos tais verdades relativas de ponta como cura-tudo, panaceia universal, ou princípios absolutos para se viver. Nem nos apresentamos na condição irracional de dono da ver-dade. Não existem verdades absolutas. Tudo tende a evoluir. Háfalsas verdades nas ideias impostas e em todos os dogmas. A dissidência faz parte de todos os empreendimentos huma-nos. As verdades relativas de ponta, em sua maioria, nascem da ebulição das opiniões discordantes. HOJE NÃO SE ADMITE, RACIONAL-MENTE, QUE ALGUÉM VIVA SOBO DOMÍNIO ESCRAVIZANTE DE QUAL-QUER DOGMA OU IDEIA IMPOSTA. NOSSA EVOLUÇÃO9 As técnicas projetivas já deram certo ou funcionaram bemcom milhões de outras pessoas, notadamente nas 3 últimas décadas, e não irão falhar com você. Eis alguns exemplos de fenômenos transcendentes pesqui-sados dentro da Projeciologia: projeções lúcidas; bilocações; clari-vidências viajoras; autoscopias; descoincidências vígeis; projeções duplas. Tudooqueestudamosaqui,envolveoquevocêe eu estamos fazendo a cada momento, conforme as verdades relativas de ponta. O que é verdade relativa de ponta? A verdade relativa de ponta é uma realidade mais importante, nova ou prioritária que vale a pena ser estudada, discutida e co-locada à frente das outras da mesma linha de pesquisa e, por fim, também refutada. O objetivo, em nosso caso, é evidenciar as resoluções evolu-tivas bem-resolvidas e malresolvidas da maioria das consciências, em nosso atual nível médio de evolução. O interessado vai observar que não defendemos tais verdades relativas de ponta como cura-tudo, panaceia universal, ou princípios absolutos para se viver. Nem nos apresentamos na condição irracional de dono da ver-dade. Não existem verdades absolutas. Tudo tende a evoluir. Háfalsas verdades nas ideias impostas e em todos os dogmas. A dissidência faz parte de todos os empreendimentos huma-nos. As verdades relativas de ponta, em sua maioria, nascem da ebulição das opiniões discordantes. HOJE NÃO SE ADMITE, RACIONAL-MENTE, QUE ALGUÉM VIVA SOBO DOMÍNIO ESCRAVIZANTE DE QUAL-QUER DOGMA OU IDEIA IMPOSTA.

NOSSA EVOLUÇÃO10 No entanto, milhões de pessoas incautas ainda vivem assim, escravizadas às opiniões erradas dos outros. Longe de nossos interesses desejar convencer alguém sobre qualquer coisa. Muito menos quanto às experiências pessoais e de grupo. Menos ainda levar tais vivências às pessoas excessivamente bitoladas, que não desejam renovação e se sentem confortavelmente realizadas na vida que levam. Nossa intenção é informar, de modo isento e impessoal, quan-to ao conhecimento prioritário que interessa a todos, sobre a dinâmi-ca da evolução da consciência. O pesquisador consciencioso (ou pesquisadora sem espírito preconcebido)porsi próprio, comprovará, ou não, essas afirmações. Por si mesmo, você discordará ou concordará com as ideias expostas aqui. Seja para empregá-las utilmente na vida comum ou esquecê-las de vez. O mais inteligente será sempre estabelecer e procurar manter a nossa distância natural, sadia, de toda repressão– uma ideia que nos condiciona, de toda sacralização– alguma coisa que diviniza-mos, e de toda veneração cega, ou lavagem cerebral quanto a pes-soas, ideias, instituições, objetos, lugares ou comunidades. COMO SABEMOS, O PAPEL ACEITA TUDO O QUE SE ESCREVE NELE.OMICROFONE ADMITE A ENTRADA DE QUALQUER SOM. É mais inteligente mantermos o melhor nível de discernimento vivencial. Só assim sobrevivemos: atuando com a lucidez máxima de que já somos capazes na Sociedade Humana. O que é Sociedade Humana? A Sociedade Humana ou intrafísica é o conjunto de todos nós, seres humanos, quando reunidos para vivermos juntos, na condição de cidadãos e cidadãs de um país, ou mesmo a população planetária.

NOSSA EVOLUÇÃO11 Toda sociedade humana, infelizmente, ainda é muito doente. Vivemos em uma enfermaria imensa, de grandes proporções. Essa constatação da realidade crua de nossa existência diária, no entanto, não é motivo de qualquer desânimo nem de pessimismo. MILHÕES DE PESSOAS AINDA COM-PÕEM A MASSA HUMANA IMPENSANTE:ESCRAVAS DAS OPINIÕES DOS OU-TROS, NÃO PENSAM POR SI MESMAS. Existem bilhões de pessoas, vítimas da preguiça mental, es-cravas dos indivíduos que se autojulgam na condição de formadores de opinião, mas se apresentam de modo dissimulado, nas mais diversas frentes de interesse e trabalho intrafísico de toda natureza. A Sociedade Humana se baseia, em toda parte, de modo abu-sivo e, em muitos lugares, de modo predominante, nas manipulações desonestas das pessoas, exercidas por líderes sobre os liderados. O melhor é evitarmos produzir qualquer manipulação sobre alguém, bem como evitar submetermo-nos a qualquer manipulação consciencial executada por outros. O ideal é ler estas páginas pensando fundo e questionando sobre tudo o que está escrito, com discernimento, de modo maduro. Veja, antes de tudo, se há racionalidade e lógica no texto. Todo estudo crítico vale o esforço do discernimento pessoal a fim de se alcançar as ideias originais libertárias. Acima de tudo, leitor ou leitora, é bom refletir pelo menos sobreestaafirmaçãocruaedesafionosso: se você pensa que o auto-conhecimento exige muito esforço, tente evoluir com a ignorância. NOSSA EVOLUÇÃO11 Toda sociedade humana, infelizmente, ainda é muito doente. Vivemos em uma enfermaria imensa, de grandes proporções. Essa constatação da realidade crua de nossa existência diária, no entanto, não é motivo de qualquer desânimo nem de pessimismo. MILHÕES DE PESSOAS AINDA COM-PÕEM A MASSA HUMANA IMPENSANTE:ESCRAVAS DAS OPINIÕES DOS OU-TROS, NÃO PENSAM POR SI MESMAS. Existem bilhões de pessoas, vítimas da preguiça mental, es-cravas dos indivíduos que se autojulgam na condição de formadores de opinião, mas se apresentam de modo dissimulado, nas mais diversas frentes de interesse e trabalho intrafísico de toda natureza. A Sociedade Humana se baseia, em toda parte, de modo abu-sivo e, em muitos lugares, de modo predominante, nas manipulações desonestas das pessoas, exercidas por líderes sobre os liderados. O melhor é evitarmos produzir qualquer manipulação sobre alguém, bem como evitar submetermo-nos a qualquer manipulação consciencial executada por outros. O ideal é ler estas páginas pensando fundo e questionando sobre tudo o que está escrito, com discernimento, de modo maduro. Veja, antes de tudo, se há racionalidade e lógica no texto. Todo estudo crítico vale o esforço do discernimento pessoal a fim de se alcançar as ideias originais libertárias. Acima de tudo, leitor ou leitora, é bom refletir pelo menos sobreestaafirmaçãocruaedesafionosso: se você pensa que o auto-conhecimento exige muito esforço, tente evoluir com a ignorância.

NOSSA EVOLUÇÃO1202.ANTES DO CORPO HUMANO O que é holossoma? O holossoma é a reunião de todos os corpos de nossa cons-ciência: o humano, o energético, o emocional e o mental. Usamos corpos diferentes em determinadas dimensões exis-tenciais. Na vida física empregamos o corpo humano. Na vida não-física, quando estamos projetados, ou na inter-missão, atuamos com o corpo emocional (psicossoma) ou o corpo mental (mentalsoma). O que é intermissão? A intermissão é o período de vida ou o intervalo extrafísico quejátivemos entre a vida humana anterior e esta vida atual. E tam-bém o período de vida que vamos ter entre esta vida atual e a próxi-ma vida humana. Existe uma intermissão antes de assumirmos o corpo humano novo e outra intermissão depois que deixamos o corpo humano usado. Há períodos extrafísicos de maior ou de menor lucidez da consciência. Na intermissão não dispomos de nenhum corpo humano. Vivemos, então, em um plano não-físico, ou dimensãoextrafísica, em um corpo mais sutil. Essas dimensões não-físicas ou extrafísicas têm comunidadescompostas de consciências também sem os corpos humanos. Tais consciências formam populações extrafísicas neste planeta, em número muito mais elevado do que o total das populações humanas. ATRAVÉS DE PROJEÇÕES, SUPÕE-SE QUE EXISTAM 9 CONSCIÊNCIAS EX-TRAFÍSICAS PARA CADA CONSCIÊNCIA HUMANA NESTE PLANETA TERRA.

NOSSA EVOLUÇÃO13 Os projetores conscientes ou as pessoas que deixam os seus corpos humanos temporariamente, mantendo lucidez, relatam com osmesmospadrõesasvisitasquefazemàscomunidades extrafísicas. Nessas comunidades extrafísicas adquirimos a noção lógica de que cada um de nós participa de um grupo evolutivo particular, específico. O que é grupo evolutivo? O grupo evolutivo é a reunião de consciências, mais ou menos lúcidas, que evoluem juntas conforme a afinidade de suas emoções, ideias e atos. É o mesmo que grupocarma em relação à lei de causa e efeito. As consciências formam famílias conscienciais.CADA UM DE NÓS REFLETE OUTROS SERES SEMELHANTES QUE, POR SUA VEZ, MANTÊM AFINIDADES PROFUNDAS CONOSCO. Toda consciência tem seu grupo de evolução. Este grupo é composto por milhões de consciências em faixas evolutivas e dimensões diferentes, em crescimento constante. Este planeta Terra apresenta milhares de grupos evolutivos compondo as suas populações físicas e extrafísicas. Exemplos de grupúsculos dentro de nosso grupo evolutivo: a primeira família, a mãe, o pai, os irmãos; a segunda família: a es-posa ou esposo, os filhos, os genros, os cunhados; o círculo de nos-sas relações profissionais; o círculo de nossas relações sociais do clube ou da escola; todas as coleiras do ego que nos prendem dentro de uma sociedade. Um grupo doutrinário, uma irmandade sectária, ou uma asso-ciação sindical ou corporativista são coleiras do ego. Quando dispomos de lucidez, no período da intermissão, esta-belecemos, com relativa liberdade, os projetos para o nosso futuro. Nestes projetos estão incluídos os anteprojetos para a vidahumana próxima. NOSSA EVOLUÇÃO13 Os projetores conscientes ou as pessoas que deixam os seus corpos humanos temporariamente, mantendo lucidez, relatam com osmesmospadrõesasvisitasquefazemàscomunidades extrafísicas. Nessas comunidades extrafísicas adquirimos a noção lógica de que cada um de nós participa de um grupo evolutivo particular, específico. O que é grupo evolutivo? O grupo evolutivo é a reunião de consciências, mais ou menos lúcidas, que evoluem juntas conforme a afinidade de suas emoções, ideias e atos. É o mesmo que grupocarma em relação à lei de causa e efeito. As consciências formam famílias conscienciais.CADA UM DE NÓS REFLETE OUTROS SERES SEMELHANTES QUE, POR SUA VEZ, MANTÊM AFINIDADES PROFUNDAS CONOSCO. Toda consciência tem seu grupo de evolução. Este grupo é composto por milhões de consciências em faixas evolutivas e dimensões diferentes, em crescimento constante. Este planeta Terra apresenta milhares de grupos evolutivos compondo as suas populações físicas e extrafísicas. Exemplos de grupúsculos dentro de nosso grupo evolutivo: a primeira família, a mãe, o pai, os irmãos; a segunda família: a es-posa ou esposo, os filhos, os genros, os cunhados; o círculo de nos-sas relações profissionais; o círculo de nossas relações sociais do clube ou da escola; todas as coleiras do ego que nos prendem dentro de uma sociedade. Um grupo doutrinário, uma irmandade sectária, ou uma asso-ciação sindical ou corporativista são coleiras do ego. Quando dispomos de lucidez, no período da intermissão, esta-belecemos, com relativa liberdade, os projetos para o nosso futuro. Nestes projetos estão incluídos os anteprojetos para a vidahumana próxima.

NOSSA EVOLUÇÃO14 Todos estes projetos dependem do parecer do Orientador Evolutivo de nosso grupo de evolução. Quem é o Orientador Evolutivo? O Orientador Evolutivo é uma consciência mais evoluída do que a média de nosso grupo de evolução. Ele tem a visão ampla, universa-lista, conjunta e ideal quanto ao progresso de todos nós. É o especialista quanto à evolução ou progresso das consciências. Centenas de OrientadoresEvolutivos existem em cada grupo de evolução. Quanto mais nos dedicarmos à assistência esclarecedora às outras consciências, mais estudada, minuciosamente, será a nossa programação da próxima vida humana. Neste caso, fazemos as vezes ou desempenhamos as funções de pequeno tijolo dentro de uma enorme construção evolutiva. Quantomaistrabalharmosemfavordoesclarecimentodosoutros,maiorseráanossa liberdade de atuação, dentro do grupo evolutivo. É bom refletir que o ato de esclarecer os outros é mais difícil e muito menos simpático do que o ato de consolar os outros. Contudo, é mais produtivo evolutivamente para todos nós.Em geral é muito comum as pessoas reagirem, de modo ins-tintivo, contra a verdade que diz respeito a elas. Este é o resultado do instinto da sobrevivência animal, natural, genética e atávica. Quando apresentamos mérito pessoal, assistencial, de maxi-fraternidade, nas dimensões extrafísicas, somos indicados para fre-quentar algum curso intermissivo. O que é curso intermissivo? O curso intermissivo é o período de aprendizagem especiali-zada que a consciência extrafísica, mais madura e merecedora, participa durante a intermissão. O CURSO INTERMISSIVO É UM VESTIBULAR EXTRAFÍSICO PARA O RENASCIMENTO CONSCIENCIAL NA VIDA HUMANA. NOSSA EVOLUÇÃO14 Todos estes projetos dependem do parecer do Orientador Evolutivo de nosso grupo de evolução. Quem é o Orientador Evolutivo? O Orientador Evolutivo é uma consciência mais evoluída do que a média de nosso grupo de evolução. Ele tem a visão ampla, universa-lista, conjunta e ideal quanto ao progresso de todos nós. É o especialista quanto à evolução ou progresso das consciências. Centenas de OrientadoresEvolutivos existem em cada grupo de evolução. Quanto mais nos dedicarmos à assistência esclarecedora às outras consciências, mais estudada, minuciosamente, será a nossa programação da próxima vida humana. Neste caso, fazemos as vezes ou desempenhamos as funções de pequeno tijolo dentro de uma enorme construção evolutiva. Quantomaistrabalharmosemfavordoesclarecimentodosoutros,maiorseráanossa liberdade de atuação, dentro do grupo evolutivo. É bom refletir que o ato de esclarecer os outros é mais difícil e muito menos simpático do que o ato de consolar os outros. Contudo, é mais produtivo evolutivamente para todos nós.Em geral é muito comum as pessoas reagirem, de modo ins-tintivo, contra a verdade que diz respeito a elas. Este é o resultado do instinto da sobrevivência animal, natural, genética e atávica. Quando apresentamos mérito pessoal, assistencial, de maxi-fraternidade, nas dimensões extrafísicas, somos indicados para fre-quentar algum curso intermissivo. O que é curso intermissivo? O curso intermissivo é o período de aprendizagem especiali-zada que a consciência extrafísica, mais madura e merecedora, participa durante a intermissão. O CURSO INTERMISSIVO É UM VESTIBULAR EXTRAFÍSICO PARA O RENASCIMENTO CONSCIENCIAL NA VIDA HUMANA.

NOSSA EVOLUÇÃO15 Nesses cursos intermissivos, a consciência extrafísica partici-pa de classes de estudos com outros alunos. Recebe aulas. Segue programas. Passa por treinamentos. Faz estágios em grupos de pes-quisa, inclusive com observações neste plano humano. A consciência, aluna de curso intermissivo avançado, visita, bem-acompanhada, outros planetas, através de excursões extrafísi-cas de aprendizagem. Projetores conscientes veteranos conseguem frequentar e reci-clar, projetados esporadicamente, algum curso evolutivo extrafísico, na qualidade de aluno-ouvinte. Existem cursos intermissivos muito sofisticados sobre os mais diversos temas ou disciplinas. Há instrumentos extrafísicos sutis e inimagináveis de estudo e investigação. Por exemplo, cópias exatas de cenários ou maquetes vivas dos ambientes humanos onde as consciências extrafísicas vão viver, daí a pouco, na condição de seres intraterrestres ou elementos sociais iguais a nós mesmos. Os cursos intermissivos servem para apressar, dinamizar ou potencializar a evolução das consciências. Ensinam a eliminar repetições de atos inúteis. Despertam na consciência a intenção lógica e o gosto sadio de ajudar os semelhantes. Entrosam, com sabedoria, o planejamento de uma vida huma-na com outra, dentro de uma cadeia lógica de ações no tempo e nas dimensões. Ajudam, enfim, sob todos os aspectos, a consciência a melho-rar os seus desempenhos evolutivos. JÁ EXISTEM PROFESSORAS E PRO-FESSORES VETERANOS DOS CURSOS INTERMISSIVOS VIVENDO HOJE, ENTRE NÓS, NESTA VIDA HUMANA. NOSSA EVOLUÇÃO15 Nesses cursos intermissivos, a consciência extrafísica partici-pa de classes de estudos com outros alunos. Recebe aulas. Segue programas. Passa por treinamentos. Faz estágios em grupos de pes-quisa, inclusive com observações neste plano humano. A consciência, aluna de curso intermissivo avançado, visita, bem-acompanhada, outros planetas, através de excursões extrafísi-cas de aprendizagem. Projetores conscientes veteranos conseguem frequentar e reci-clar, projetados esporadicamente, algum curso evolutivo extrafísico, na qualidade de aluno-ouvinte. Existem cursos intermissivos muito sofisticados sobre os mais diversos temas ou disciplinas. Há instrumentos extrafísicos sutis e inimagináveis de estudo e investigação. Por exemplo, cópias exatas de cenários ou maquetes vivas dos ambientes humanos onde as consciências extrafísicas vão viver, daí a pouco, na condição de seres intraterrestres ou elementos sociais iguais a nós mesmos. Os cursos intermissivos servem para apressar, dinamizar ou potencializar a evolução das consciências. Ensinam a eliminar repetições de atos inúteis. Despertam na consciência a intenção lógica e o gosto sadio de ajudar os semelhantes. Entrosam, com sabedoria, o planejamento de uma vida huma-na com outra, dentro de uma cadeia lógica de ações no tempo e nas dimensões. Ajudam, enfim, sob todos os aspectos, a consciência a melho-rar os seus desempenhos evolutivos. JÁ EXISTEM PROFESSORAS E PRO-FESSORES VETERANOS DOS CURSOS INTERMISSIVOS VIVENDO HOJE, ENTRE NÓS, NESTA VIDA HUMANA.

NOSSA EVOLUÇÃO16 À vista das ideias expostas, cabe uma pergunta instigante: Você supõe que esteja em um nível avançado, mediano ou inferior, dentro das faixas do seu grupo evolutivo? Ninguém deve ter receio de se enfrentar, numa autanálise realista, quanto aos aspectos mais importantes da vida. Vale lembrar que o covarde se inclui entre as pessoas mais doentes na vida humana. AS CONSCINS (MULHERES E HOMENS)QUE MAIS EVOLUEM SÃO AQUELAS CAPAZES DE VER COM OS PARA-OLHOS DO PSICOSSOMA. O psicossoma é o paracorpo emocional com que nos manifes-tamos na maioria de nossas projeções conscientes ou inconscientes. NOSSA EVOLUÇÃO16 À vista das ideias expostas, cabe uma pergunta instigante: Você supõe que esteja em um nível avançado, mediano ou inferior, dentro das faixas do seu grupo evolutivo? Ninguém deve ter receio de se enfrentar, numa autanálise realista, quanto aos aspectos mais importantes da vida. Vale lembrar que o covarde se inclui entre as pessoas mais doentes na vida humana. AS CONSCINS (MULHERES E HOMENS)QUE MAIS EVOLUEM SÃO AQUELAS CAPAZES DE VER COM OS PARA-OLHOS DO PSICOSSOMA. O psicossoma é o paracorpo emocional com que nos manifes-tamos na maioria de nossas projeções conscientes ou inconscientes.

NOSSA EVOLUÇÃO1703.DESATIVAÇÃO DO CORPO ENERGÉTICO O que é corpo energético? O corpo energético é o conjunto das energias conscienciais que une o corpo emocional ao corpo humano. É também chamado de holochacra, em relação aos seus centros de energia. As pessoas podem ter mais ou menos flexibilidade no uso do seu corpo energético. As descompensaçõese bloqueios das energias conscienciais docorpoenergéticogeramasdoençasedistúrbiosdocorpo humano. Quem mais domina as suas energias conscienciais padecemenos com as doenças. AS PESSOAS PODEM VIVER DOENTES TANTO COM CARÊNCIAQUANTO COM EXCESSO DE ENERGIAS CONSCIENCIAIS. O equilíbrio da saúde das energias conscienciais da pessoa depende do que ela pensa, sente e age. Isso significa que depende da sua vontade exclusiva e da sua intenção mais profunda. O corpo energético e nossas energias conscienciais se mani-festam com vigor maior na dimener, ou dimensão energética, que atua intensamente na paratroposfera da Terra. Para se controlar e empregar melhor nossas energias cons-cienciais, o recurso mais indicado é o estado vibracional. O que é estado vibracional? O estado vibracional ou, abreviadamente, EV, é a condição técnica da dinamização máxima das energias do corpo energético, através da impulsão da vontade.

NOSSA EVOLUÇÃO18 O EV ajuda o praticante a identificar a sua sinalética parapsí-quica. O que é sinalética parapsíquica? A sinalética parapsíquica é a existência, identificação e o em-prego autoconsciente dos sinais energéticos, anímicos, parapsíqui-cos e personalíssimos, que toda pessoa tem, desde que procure por si mesma. TODAS AS ENERGIAS CONSCIENCIAIS QUE EMPREGAMOS DERIVAM DA ENERGIA QUE ESTÁ POR TODA PARTE, OU IMANENTE A TUDO. O que é energia imanente? A energia imanente (EI) é a energia primária, vibratória, es-sencial, multiforme, impessoal, difusa e dispersa em todos os obje-tos ou realidades do Universo, de modo onipresente. A EI é ainda indomada pela consciência humana, sendo de-masiadamente sutil para ser detectada pelos atuais instrumentos físicos empregados pela tecnologia. Evoluir é absorver, discriminar, circular, transferir, captar, transformar, modular, dispersar, acumular, recompor, emitir e pro-jetar a energia consciencial para níveis de lucidez cada vez maiores, dominando, deste modo, completamente, e empregando, cada vez mais, com inteligência maior, a energia imanente. As energias conscienciais do corpo energético compõem duas conexões: a mais importante, no corpo emocional; e a outra, no cor-po humano. Isso mantém a matéria energizada e a vida humana. A consciência, em nosso atual nível evolutivo, não se corpo-rifica nem se une diretamente à matéria. Ocorre tão só uma existênciaenergética direta. Ou uma existência consciencial indireta. NOSSA EVOLUÇÃO18 O EV ajuda o praticante a identificar a sua sinalética parapsí-quica. O que é sinalética parapsíquica? A sinalética parapsíquica é a existência, identificação e o em-prego autoconsciente dos sinais energéticos, anímicos, parapsíqui-cos e personalíssimos, que toda pessoa tem, desde que procure por si mesma. TODAS AS ENERGIAS CONSCIENCIAIS QUE EMPREGAMOS DERIVAM DA ENERGIA QUE ESTÁ POR TODA PARTE, OU IMANENTE A TUDO. O que é energia imanente? A energia imanente (EI) é a energia primária, vibratória, es-sencial, multiforme, impessoal, difusa e dispersa em todos os obje-tos ou realidades do Universo, de modo onipresente. A EI é ainda indomada pela consciência humana, sendo de-masiadamente sutil para ser detectada pelos atuais instrumentos físicos empregados pela tecnologia. Evoluir é absorver, discriminar, circular, transferir, captar, transformar, modular, dispersar, acumular, recompor, emitir e pro-jetar a energia consciencial para níveis de lucidez cada vez maiores, dominando, deste modo, completamente, e empregando, cada vez mais, com inteligência maior, a energia imanente. As energias conscienciais do corpo energético compõem duas conexões: a mais importante, no corpo emocional; e a outra, no cor-po humano. Isso mantém a matéria energizada e a vida humana. A consciência, em nosso atual nível evolutivo, não se corpo-rifica nem se une diretamente à matéria. Ocorre tão só uma existênciaenergética direta. Ou uma existência consciencial indireta.

NOSSA EVOLUÇÃO19 O que é primeira morte? A primeira morte é a morte docorpo humano, que desfaz as conexões de energia com o corpo emocional. Nessa ocasião, ocorre uma ruptura das ligações que prendem a consciência à matéria den-sa, física ou biológica. A morte do corpo humano mais impactante para a consciên-cia é a explosão nuclear com a dissipação instantânea, em segundos, do corpo humano. Tal fato acarreta a mudança relampagueante, ao mesmo tempo, do veículo consciencial e da dimensão existencial para a consciência. Os amparadores cooperam e patrocinam a ocorrência da pri-meira morte para determinadas pessoas, quando merecedoras. Quem é o amparador? O amparador é uma consciência extrafísica auxiliadora, técnica, muito afim à consciência humana amparada. Nem todas as pessoas usufruem da assistência de um ampa-rador: apenas a microminoria das pessoas que já renunciaram ao seu egão.SOMENTE RARAS PESSOAS, QUE TRABALHAM PESADO EM FAVOR DAS OUTRAS, TÊM MAIS DE UM AMPARADOR EXTRAFÍSICO. Dos corpos da consciência, o humano é o mais frágil e transi-tório. Ele se decompõe ou é desativado mais depressa. A morte física é uma liberação de energias. A matéria é um derivado secundário da energia. Energia e matéria são, portanto, uma coisa só. O corpo humano é matéria orgânica, energizada ou vitaliza-da. Além da energia e da matéria, existe a consciência. NOSSA EVOLUÇÃO19 O que é primeira morte? A primeira morte é a morte docorpo humano, que desfaz as conexões de energia com o corpo emocional. Nessa ocasião, ocorre uma ruptura das ligações que prendem a consciência à matéria den-sa, física ou biológica. A morte do corpo humano mais impactante para a consciên-cia é a explosão nuclear com a dissipação instantânea, em segundos, do corpo humano. Tal fato acarreta a mudança relampagueante, ao mesmo tempo, do veículo consciencial e da dimensão existencial para a consciência. Os amparadores cooperam e patrocinam a ocorrência da pri-meira morte para determinadas pessoas, quando merecedoras. Quem é o amparador? O amparador é uma consciência extrafísica auxiliadora, técnica, muito afim à consciência humana amparada. Nem todas as pessoas usufruem da assistência de um ampa-rador: apenas a microminoria das pessoas que já renunciaram ao seu egão.SOMENTE RARAS PESSOAS, QUE TRABALHAM PESADO EM FAVOR DAS OUTRAS, TÊM MAIS DE UM AMPARADOR EXTRAFÍSICO. Dos corpos da consciência, o humano é o mais frágil e transi-tório. Ele se decompõe ou é desativado mais depressa. A morte física é uma liberação de energias. A matéria é um derivado secundário da energia. Energia e matéria são, portanto, uma coisa só. O corpo humano é matéria orgânica, energizada ou vitaliza-da. Além da energia e da matéria, existe a consciência.

NOSSA EVOLUÇÃO20 O que é consciência? A consciência é a nossa realidade maior, ou somos nós, mais do que a energia e a matéria. A consciência pode ser vista e analisada sob duas condições: a conscin e a consciex. O que é conscin? A conscin é a consciência intrafísica ou humana, eu ou você, leitor ou leitora, temporariamente imersos na matéria vitalizada ou energizada. O que é consciex? A consciex é a consciência extrafísica, o paracidadão ou paracidadã da Sociedade Extrafísica. A energia une a consciência à matéria. Nem eu nem você somos o corpo humano. Ele é um instru-mento que dura pouco. Igual a toda matéria, ele é fugaz, mutável ou reciclável. A lei da conservação da energia atua também neste caso: a energia não é criada nem destruída, mas sempre transformada. VIVEMOS DOANDO E ABSORVENDO ENERGIAS CONSCIENCIAIS.EM GERAL,DE MODO COMPLETAMENTE INCONSCIENTE OU SEM SABER. Só uma pequena minoria de pessoas, mais conscientes, absorvem ou exteriorizam energias conscienciais quando querem e decidem. Ainda existem inúmeros aspectos obscuros no fenômeno da morte do soma. Valem muito as pesquisas dos fenômenos tanatoló-gicos.

NOSSA EVOLUÇÃO21 O que é segunda morte? A segunda morte é a liberação dos restos de energiaconsciencial, humana, que permaneceram no corpo emocional, depois que a pessoa faleceu. Isso evidencia que existem energias conscienciais residuais ou pegajosas, que não são descartáveis com facilidade devido ao apego à matéria por parte da consciência. A segunda morte esgota o lastro de energia vital da cons-ciência. Às consciências menos doentes, a segunda morte ocorre, em geral, em um período médio correspondente a 3 dias após o faleci-mento. TODOS OS ALUNOS EXTRAFÍSICOS DOS CURSOS INTERMISSIVOS,EVIDENTEMENTE, JÁ PASSARAM PELO TRANSE DA SEGUNDA MORTE.Isso significa que a segunda morte ou dessoma é um pré-re-quisito para os cursos intermissivos e os candidatos já se livraram completamente, em definitivo, das energias do corpo energético de sua mais recente vida humana. Tais consciências extrafísicas enxutas já não tinham as energiasbiológicas que perderam com a primeira morte do corpo humano. A primeira morte é a primeiradepuração de energias. A se-gunda morte é a segunda depuração de energias da consciência. Essas depurações ou desintegrações de 2 tipos de energias co-locam a consciência mais próxima de sua realidade pura. Deste modo, a consciência alcança uma condição mais livre emaisleve.Desfruta,aomáximo,doseucorpoemocionaldepurado. Sem influências diretas da matéria densa, a consciência extra-física distancia-se cada vez mais da vida na troposfera da Terra e de seus problemas pessoais, materiais, animais, paroquiais ou do seu mundinho. Tal situação influi sobremodo na melhoria da consciência, es-pecialmente no que diz respeito à conscientização quanto a si mes-

NOSSA EVOLUÇÃO22ma, sua realidade evolutiva e seus projetos inteligentes para o futuro imediato. A segunda morte, portanto, é o ato máximo de desassimilação simpática de energias da consciência extrafísica. O que é desassimilação simpática? A desassimilação simpática é a expulsão, pela vontade, das energias conscienciais residuais, indesejáveis ou doentias, que en-traram e se fixaram, ainda que temporariamente, em nosso microu-niverso consciencial. O seu nome técnico, abreviado, é desassim. A desassimilação simpática, a rigor, é um processo de tera-pia, autocura, compensação ou desbloqueio de energias conscien-ciais, objetivando deixar a consciência enxuta e sadia, apenas com as próprias energias. EQUIPES DE ORIENTADORES EVOLUTI-VOS ASSISTEM AO TRANSE DA SEGUNDA MORTE DAS CONSCIÊNCIAS EXTRAFÍSICAS. Assim como acontece com o amparador que ajuda a cons-ciênciahumana a deixar o seu corpo humano, seja de vez em quan-do, através da projeção consciente, ou de modo definitivo, no transe do falecimento; o Orientador Evolutivo ajuda a consciência extra-física a se livrar do corpo energético, no transe da segunda morte. Neste ponto cabe uma pergunta pertinente: Aquele seu parente tão querido, falecido há tanto tempo, que você jamais esqueceu, já terá passado pela segunda morte? Esta pergunta é muito prática. Se você evoca ou chama sempre o seu parente falecido, e ele ainda não passou pela segunda morte, ele pode atingir você com NOSSA EVOLUÇÃO22ma, sua realidade evolutiva e seus projetos inteligentes para o futuro imediato. A segunda morte, portanto, é o ato máximo de desassimilação simpática de energias da consciência extrafísica. O que é desassimilação simpática? A desassimilação simpática é a expulsão, pela vontade, das energias conscienciais residuais, indesejáveis ou doentias, que en-traram e se fixaram, ainda que temporariamente, em nosso microu-niverso consciencial. O seu nome técnico, abreviado, é desassim. A desassimilação simpática, a rigor, é um processo de tera-pia, autocura, compensação ou desbloqueio de energias conscien-ciais, objetivando deixar a consciência enxuta e sadia, apenas com as próprias energias. EQUIPES DE ORIENTADORES EVOLUTI-VOS ASSISTEM AO TRANSE DA SEGUNDA MORTE DAS CONSCIÊNCIAS EXTRAFÍSICAS. Assim como acontece com o amparador que ajuda a cons-ciênciahumana a deixar o seu corpo humano, seja de vez em quan-do, através da projeção consciente, ou de modo definitivo, no transe do falecimento; o Orientador Evolutivo ajuda a consciência extra-física a se livrar do corpo energético, no transe da segunda morte. Neste ponto cabe uma pergunta pertinente: Aquele seu parente tão querido, falecido há tanto tempo, que você jamais esqueceu, já terá passado pela segunda morte? Esta pergunta é muito prática. Se você evoca ou chama sempre o seu parente falecido, e ele ainda não passou pela segunda morte, ele pode atingir você com

NOSSA EVOLUÇÃO23 energias conscienciais doentias, até sem saber, de modo inconscien-te, tão somente movido pela afinidade e as emoções. Isso é um tipo comum de assédio interconsciencial, causador de doenças mentais e até físicas, orgânicas. OS ASSEDIADORES EXTRAFÍSICOS SÃO MELHOR ASSESSORADOS NA VIDA HUMANA PELOS QUE SE INTERESSAM OU FOMENTAM AS GUERRAS.

NOSSA EVOLUÇÃO2404.PROCEDÊNCIA EXTRAFÍSICA O que é procedência extrafísica? A procedência extrafísica é a comunidade não-física de onde ca-da um de nós saiu ao assumir o atual corpo humano, e para onde todos vamos voltar quando os nossos corpos humanos forem desativados. Nossa vida nesta dimensão humana, evidentemente, é sempre breve. As condições de nossas relações uns com os outros, nesta existência material, são sempre precárias e transitórias. A procedência extrafísica é a nossa real origem na condição de consciências; é a exata dimensão pessoal de cada consciência humana, a comunidade na qual somos autóctones. Assim como existe a Sociedade Humana ou Intrafísica –Socin – existe a Sociedade Extrafísica – Sociex. EM TEMPO ALGUM DEIXAMOS DE PERTENCER À SOCIEDADE EXTRAFÍ-SICA DE ONDE VIEMOS, NA CONDIÇÃO DE CIDADÃOS DO COSMOS. A nossa procedência extrafísica é o distrito de onde viemos e pa-ra onde vamos voltar, a breve tempo, de modo inevitável. É o nosso domicílio permanente na condição de consciências em evolução. Nossas raízes extrafísicas são anteriores e prevalecentes às raízes humanas atuais, ficando além de nossa cidadania e de nosso documento de identidade humana. Assim continuarão sempre, de-pois desta vida e da desativação dos nossos corpos humanos. Tudo isso implica em 3 perguntas lógicas: Onde estava você, leitor ou leitora, 2 anos antes de renascer em seu atual corpo humano?

NOSSA EVOLUÇÃO25 Qual o seu grupo evolutivo fundamental? Quais são os seus maiores amigos e companheiros de evolução? Ocírculodeafinidadesmaisíntimasnãoé apenas aquele com-posto pelas personalidades que estruturam nossa família humana. Basta lembrar a suposição de que para cada um de nós exis-tem 9 consciências extrafísicas, para concluirmos que conhecemos na vida humana somente pequena parcela de nosso grupo evolutivo. As vivências extrafísicas demonstram que vivemos, em nossa condição evolutiva atual, para servirmos uns aos outros, ou assistir-mo-nos mutuamente. O que é intercessão assistencial? A intercessão assistencial é o serviço de ajuda mútua entre as pessoas ou entre as consciências lúcidas. As intercessões assistenciais em favor das consciências ca-rentes são intensíssimas nas dimensões extrafísicas. Principalmente nas dimensões extrafísicas junto à Crosta da Terra ou na troposfera onde respiramos. O que é troposfera? A troposfera é a camada atmosférica que vai da superfície das águas do mar até uma altitude média de 10 quilômetros. A Crosta da Terra é a área da troposfera do planeta onde es-tão as consciências mais primitivas, carentes e perturbadas de nosso grupo evolutivo, tanto na dimensão física quanto na correspondente dimensão extrafísica. ENTRE CONSCIÊNCIAS LÚCIDAS, OS CONTATOS EXTRAFÍSICOS SÃO MAIS

NOSSA EVOLUÇÃO26FÁCEIS DO QUE OS CONTATOS FÍSICOS, HUMANOS, COMUNS. O pensamento é o verdadeiro veículo de translado ou desloca-mento da consciência lúcida. Aidentificaçãodaprocedência extrafísica pessoal é alcançada mais facilmente através de projeções conscientes e retrocognições. O que é retrocognição? A retrocognição é a rememoração lúcida de vivências passa-das. No caso, é a lembrança de experiências anteriores à época do renascimento humano da pessoa. AS RETROCOGNIÇÕES INTERMISSIVAS PODEM INCLUIR AS RECORDAÇÕES DO CURSO INTERMISSIVO OU AS IDEIAS INATAS DO RETROCOGNITOR. O que é ideia inata? A ideia inata é aquela com a qual a pessoa já nasce. As ideias inatas explicam racionalmente a existência das chamadas crianças--prodígios, ou as precocidades infantis, no campo das ciências, das artes e das habilidades humanas em geral. Todos nós já nascemos sabendo alguma coisa, além da Genética. O que é Genética? A Genética é o ramo da Biologia que estuda as leis da transmissão dos caracteres hereditários dos indivíduos, e as proprie-dades das partículas que asseguram essa transmissão. As ideias inatas estão retidas em nossa memória integral, multimilenar, arquivo bem mais vasto do que a memória acanhada do cérebro. NOSSA EVOLUÇÃO26FÁCEIS DO QUE OS CONTATOS FÍSICOS, HUMANOS, COMUNS. O pensamento é o verdadeiro veículo de translado ou desloca-mento da consciência lúcida. Aidentificaçãodaprocedência extrafísica pessoal é alcançada mais facilmente através de projeções conscientes e retrocognições. O que é retrocognição? A retrocognição é a rememoração lúcida de vivências passa-das. No caso, é a lembrança de experiências anteriores à época do renascimento humano da pessoa. AS RETROCOGNIÇÕES INTERMISSIVAS PODEM INCLUIR AS RECORDAÇÕES DO CURSO INTERMISSIVO OU AS IDEIAS INATAS DO RETROCOGNITOR. O que é ideia inata? A ideia inata é aquela com a qual a pessoa já nasce. As ideias inatas explicam racionalmente a existência das chamadas crianças--prodígios, ou as precocidades infantis, no campo das ciências, das artes e das habilidades humanas em geral. Todos nós já nascemos sabendo alguma coisa, além da Genética. O que é Genética? A Genética é o ramo da Biologia que estuda as leis da transmissão dos caracteres hereditários dos indivíduos, e as proprie-dades das partículas que asseguram essa transmissão. As ideias inatas estão retidas em nossa memória integral, multimilenar, arquivo bem mais vasto do que a memória acanhada do cérebro.

NOSSA EVOLUÇÃO27 As ideias inatas já existiam antes desta vida humana. Vão continuar conosco depois da morte de nosso cérebro. Estarão conos-co na próxima vida física e em nosso próximo cérebro humano. As ideias inatas são fixadas notadamente no período da inter-missão. E mais ainda, através dos cursos intermissivos. Assim como a memória cerebral recente da pessoa madura, o veterano da vida, é a mais difícil de ser conservada; a memória integral recente da consciência é a mais difícil de ser acessada. É menos difícil termos retrocognições de vidas pretéritas de 2milêniosatrás do que recordar o que fazíamos 2 anosantes de as-sumirmos o corpo humano. O PATRIMÔNIO ÍNTIMO OU A BAGAGEM ATIVA DE IDEIAS INATAS, EVOLUÍDAS, VARIA DE PESSOA PARA PESSOA. Asideiasinatasajudamaconsciênciahumanaarecordarasua procedência extrafísica. Após tais considerações, cabe uma pergunta pessoal: Você já parou para refletir sobre a qualidade e o emprego útil de suas ideias inatas? Nossas potencialidades, desempenhos e o problema das voca-ções pessoais dependem das ideias inatas. NOSSA EVOLUÇÃO27 As ideias inatas já existiam antes desta vida humana. Vão continuar conosco depois da morte de nosso cérebro. Estarão conos-co na próxima vida física e em nosso próximo cérebro humano. As ideias inatas são fixadas notadamente no período da inter-missão. E mais ainda, através dos cursos intermissivos. Assim como a memória cerebral recente da pessoa madura, o veterano da vida, é a mais difícil de ser conservada; a memória integral recente da consciência é a mais difícil de ser acessada. É menos difícil termos retrocognições de vidas pretéritas de 2milêniosatrás do que recordar o que fazíamos 2 anosantes de as-sumirmos o corpo humano. O PATRIMÔNIO ÍNTIMO OU A BAGAGEM ATIVA DE IDEIAS INATAS, EVOLUÍDAS, VARIA DE PESSOA PARA PESSOA. Asideiasinatasajudamaconsciênciahumanaarecordarasua procedência extrafísica. Após tais considerações, cabe uma pergunta pessoal: Você já parou para refletir sobre a qualidade e o emprego útil de suas ideias inatas? Nossas potencialidades, desempenhos e o problema das voca-ções pessoais dependem das ideias inatas.

NOSSA EVOLUÇÃO2805.RENASCIMENTO HUMANO O renascimento humano ou intrafísico é a ativação de um no-vocorpo energético, a partir das conexões do psicossoma da cons-ciência extrafísica e suscita inúmeras questões dentro da família. Por que você nasceu da sua mãe e não através de outra mulher? Isso aconteceu por que existe uma lei da afinidade ou de re-lação entre as consciências. Isso vigora mutuamente para as cons-ciências humanas e para as consciências extrafísicas. Asconsciênciasseatraemporsuasafinidades mais profundas. Muitos casos de parturientes que falecem em um parto labo-rioso se devem à afinidade insuficiente – ou antagonismo franco–entre a consciência do feto e a consciência da gestante. A maioria dos casos de gestações e partos felizes se devem à afinidade profunda – ou empatia franca– entre a consciência do feto e a consciência da mãe. Uma gestação complicada e um parto laborioso significam afinidades energéticas menores entre a conscin-mãe e a consciex em processo de renascimento. NOSSAS RELAÇÕES EXTRAFÍSICAS ANTERIORES DETERMINAM NOSSAS RELAÇÕES HUMANAS SADIAS OU DOENTIAS ATUAIS. Nosso destino, na existência material, é determinado na vida extrafísica imediatamente anterior, através do Orientador Evolutivo de nosso grupo de evolução. O contato através das dimensões extrafísicas e físicas, do futuro filho com os futuros pais, pode ocorrer através de dias ou por um longo período, antes de ocorrer a concepção.

NOSSA EVOLUÇÃO29 A vida humana é uma ligação essencialmente energética. A ligação existencial energética ocorre dentro do holossoma da consciência do futuro filho, dentro das ligações com os seus futuros pais e familiares, ou, especialmente, dentro do holossoma da consciência materna. O mais frequente é a ligação entre as conexões do corpo ener-gético e a matéria ocorrer no instante exato da concepção humana.Este é o momento mais comum da religação final da consciência à matéria orgânica. Durante a vida intrafísica, a mulher produz, aproximadamente, 400 óvulos. A entrada do espermatozoide no óvulo marca, portanto, o início formal da vida do corpo humano, na maioria dos casos de renascimento. O que é Embriologia? A Embriologia é a ciência que trata da formação e do desen-volvimento do embrião. O que é o embrião? O embrião é o organismo, no caso, humano, em seus primei-ros estágios do desenvolvimento, ou nas primeiras 8 semanas de vi-da intrauterina. O embrião não é a consciência. Aconsciêncianãotem contato direto com a matéria orgânica. A energia é o intermediário entre a consciência e a matéria. Toda a vida humana é desenvolvida de modo indireto, através do corpo energético. Daí porque a consciência em novo corpo humano pode sair ou se projetar com lucidez para outras dimensões, além da vida material densa. NOSSA CONSCIÊNCIA INTRAFÍSICA VIVE PRESA, DE MODO INDIRETO,AO CORPO HUMANO, À MANEIRA DE UM BALÃO CATIVO.

NOSSA EVOLUÇÃO30 Issoexplicaodesenvolvimentodofenômenodaprojeçãocons-ciente, funcional e inevitável, em todas as pessoas, sem exceção. Algumasconsciênciasvivemindóceis,prontasparasairdocorpo. Projetar-se, para a consciência humana, ainda que seja de modoinconsciente,toda noite, ao dormirmos, é igual a respirar: uma função permanente, imutável e indescartável de nossas estruturas conscienciais. NINGUÉM RECEBE DETERMINADA MÃE E DETERMINADO PAI GRATUITAMENTE.EXISTEM LAÇOS PROFUNDOS ENTRE AS CONSCIÊNCIAS QUE EVOLUEM JUNTAS. Na maioria dos casos de renascimento físico, as experiências recíprocas de vida conjunta, mais íntima ou menos íntima, vêm de muitas vidas humanas e de muitos séculos. Quanto mais evoluída seja a consciência que se prepara para renascer, maior o seu período extrafísico de adaptação à matéria densa, e preparação para viver na atmosfera de seus futuros pais, antes do momento da concepção. Há futuros filhos que conhecem e seguem de perto, na condi-ção ímpar de amparadores, as pessoas solteiras que lhes serão os futuros pais, e que nem ainda se conhecem fisicamente. As consciências extrafísicas predispostas à nova vida huma-na, em grande número de casos de carência e perturbação, no entan-to, vinham vivendo antes na condição de assediadores conscientesde seus futuros pais. Em um número elevado de casos, a concepção animal de uma nova vida humana é a solução mais sadia de alívio para os múltiplos conflitos e distúrbios emocionais dentro de um grupo de consciên-cias, conscins e/ou consciexes. Projetoras conscientes veteranas conseguem saber e acompanhar todos os detalhes característicos da futura vida animal, humana, que se dará através de si mesmas, antes de se tornarem gestantes.

NOSSA EVOLUÇÃO31 Muitas gestantes conseguem até fazer projeções lúcidas, con-juntas, com a consciência, também projetada, do futuro filho, duran-te o período da gestação. O que é restringimento intrafísico?RESTRINGIMENTO INTRAFÍSICO É O AFUNILAMENTO DOS ATRIBUTOS PESSOAIS IMPOSTO À CONSCIÊNCIA RENASCIDA NA TERRA. Toda consciência extrafísica perde temporariamente muito de seus talentos, conquistas evolutivas pessoais e bagagem de conheci-mentos, quando se apossa de um novo corpo humano. A consciência perde a maioria absoluta das suas unidades delucidez no momento da concepção de seu novo corpo. Vai recupe-rando o que pode, de suas potencialidades, ao longo de todo o tempo de sua vida material. A recuperação na vida humana, da personalidade lúcida in-tegral da consciência ocorre, pouco a pouco, desde a infância até à maturidade física. No entanto, só muito raramente uma pessoa reflete e emprega 80% da sua realidade máxima de lucidez e discernimento, igual a que dispunha na condição de consciência extrafísica. Navidahumana,perdemos a fulguração ou o esplendor da lu-cidez total que desfrutávamos livremente, antes, na vida extrafísica. Dentrodeumsoma,somossemprepersonalidadesincompletas em relação aos nossos atributos pessoais, multimilenares, máximos. Empregamos, na condição de seres humanos, em geral, tão somente 1 – ou quanto às personalidades dos gigantes dos séculos–apenas 3, de nossas inúmeras inteligências. Não conseguimos empregar todo o patrimônio de lembranças de nossa memória integral. O cérebro é muito acanhado para suportar os registros integrais de nosso paracérebro, ou ainda não sabemos empregá-lo eficientemente? O que é paracérebro? NOSSA EVOLUÇÃO31 Muitas gestantes conseguem até fazer projeções lúcidas, con-juntas, com a consciência, também projetada, do futuro filho, duran-te o período da gestação. O que é restringimento intrafísico?RESTRINGIMENTO INTRAFÍSICO É O AFUNILAMENTO DOS ATRIBUTOS PESSOAIS IMPOSTO À CONSCIÊNCIA RENASCIDA NA TERRA. Toda consciência extrafísica perde temporariamente muito de seus talentos, conquistas evolutivas pessoais e bagagem de conheci-mentos, quando se apossa de um novo corpo humano. A consciência perde a maioria absoluta das suas unidades delucidez no momento da concepção de seu novo corpo. Vai recupe-rando o que pode, de suas potencialidades, ao longo de todo o tempo de sua vida material. A recuperação na vida humana, da personalidade lúcida in-tegral da consciência ocorre, pouco a pouco, desde a infância até à maturidade física. No entanto, só muito raramente uma pessoa reflete e emprega 80% da sua realidade máxima de lucidez e discernimento, igual a que dispunha na condição de consciência extrafísica. Navidahumana,perdemos a fulguração ou o esplendor da lu-cidez total que desfrutávamos livremente, antes, na vida extrafísica. Dentrodeumsoma,somossemprepersonalidadesincompletas em relação aos nossos atributos pessoais, multimilenares, máximos. Empregamos, na condição de seres humanos, em geral, tão somente 1 – ou quanto às personalidades dos gigantes dos séculos–apenas 3, de nossas inúmeras inteligências. Não conseguimos empregar todo o patrimônio de lembranças de nossa memória integral. O cérebro é muito acanhado para suportar os registros integrais de nosso paracérebro, ou ainda não sabemos empregá-lo eficientemente? O que é paracérebro?

NOSSA EVOLUÇÃO32 É o cérebro de nosso corpo emocional extrafísico – psicossoma, baseondeseassentaonossocorpomentalouoveículo do discernimento. Não conseguimos refletir, no cérebro do novo corpo, a condi-ção de expansão consciencial em que vivíamos livremente na dimen-são extrafísica, ou em nossa procedência real. Enfim, em nosso atual nível evolutivo, viver na matéria densa é reduzir-nos a uma fração insignificante de nossa realidade íntima. Em outras palavras: nosso microuniverso consciencial torna--se ainda mais micro na vida humana. Além do que foi escrito, não podemos esquecer que pequena expansão (desenvolvimento ou aumento do número) dos atributos conscienciais, específicos, pode ser obtida em cada vida humana. Em razão de nossa necessidade de assistência interconscien-cial – fator insubstituível para a alavancagem da evolução pessoal e grupal – ser mais difícil nas dimensões extrafísicas, a vida física é ainda muito mais produtiva para todos, em nosso patamar evolu-tivo, do que a vida extrafísica. AS 40 SEMANAS DA VIDA INTRA-UTERINA COMPÕEM O PERÍODO DE RESTRINGIMENTO FÍSICO MÁXIMO PARA A CONSCIÊNCIA RENASCIDA. Além da Genética, ciência que estuda as leis da transmissão dos caracteres hereditários dos indivíduos, definida atrás; existe também a Paragenética. O que é Paragenética? A Paragenética é a Genética adstrita às heranças da consciência, através do corpo emocional, da vida anterior ao embrião humano. Quanto mais evoluída a consciência em processo de renasci-mento humano, menores serão as influências da Genética e maioresserão as influências da Paragenética sobre o embrião, o feto e a vida no útero da mãe.

NOSSA EVOLUÇÃO33 Por isso, o percentual de restringimento do microuniverso consciencial na matéria, durante a vida intrauterina, varia muito de consciência para consciência. A consciência humana herda muito mais de si mesma, para-geneticamente, do que, geneticamente, da mãe e do pai. Além das determinações poderosas da Genética –uma heran-çados pais; e da Paragenética –uma herança de si mesmo; sobre o novo corpo humano da consciência renascida, existe outra influên-cia permanente: a Mesologia. O que é Mesologia? A Mesologia é a parte da Biologia que estuda as relações en-tre os seres vivos e o meio ou ambiente em que vivem, bem como as suas recíprocas influências. Ecologia é o nome mais comum, em-pregado hoje, em lugar de Mesologia. As influências de terceira ordem são, portanto, as da Mesolo-gia –uma herança do ambiente humano, as heranças sociais, cultu-rais ou do meio humano onde a pessoa é criada, estuda, desenvolve--se fisicamente e vive até à maturidade. Somos, assim, o resultado do conjunto de 3 heranças: a dos pais (Genética), a de nós mesmos (Paragenética), e as provenientes do ambiente humano, social, cultural (Mesologia). Nossa herança genética deve ser considerada, em primeiro lugar, em nossas autanálises evolutivas. Basta lembrar que todos nós – seres humanos de todas as ra-ças, sem exceção – conservamos um apêndice caudal, ou seja, um rabo, até à 10a semana de vida intrauterina. Além disso, apresentamos ainda, em nossos corpos humanos, 4 dentes caninos; 2 na arcada superior e 2 na arcada inferior; igual a muitos animais carnívoros, subumanos, notadamente os cães, o maior amigo do homem. Sabe-se, também, hoje, que 96,7% de nossa composição ge-nética é igual a dos chimpanzés. NOSSA EVOLUÇÃO33 Por isso, o percentual de restringimento do microuniverso consciencial na matéria, durante a vida intrauterina, varia muito de consciência para consciência. A consciência humana herda muito mais de si mesma, para-geneticamente, do que, geneticamente, da mãe e do pai. Além das determinações poderosas da Genética –uma heran-çados pais; e da Paragenética –uma herança de si mesmo; sobre o novo corpo humano da consciência renascida, existe outra influên-cia permanente: a Mesologia. O que é Mesologia? A Mesologia é a parte da Biologia que estuda as relações en-tre os seres vivos e o meio ou ambiente em que vivem, bem como as suas recíprocas influências. Ecologia é o nome mais comum, em-pregado hoje, em lugar de Mesologia. As influências de terceira ordem são, portanto, as da Mesolo-gia –uma herança do ambiente humano, as heranças sociais, cultu-rais ou do meio humano onde a pessoa é criada, estuda, desenvolve--se fisicamente e vive até à maturidade. Somos, assim, o resultado do conjunto de 3 heranças: a dos pais (Genética), a de nós mesmos (Paragenética), e as provenientes do ambiente humano, social, cultural (Mesologia). Nossa herança genética deve ser considerada, em primeiro lugar, em nossas autanálises evolutivas. Basta lembrar que todos nós – seres humanos de todas as ra-ças, sem exceção – conservamos um apêndice caudal, ou seja, um rabo, até à 10a semana de vida intrauterina. Além disso, apresentamos ainda, em nossos corpos humanos, 4 dentes caninos; 2 na arcada superior e 2 na arcada inferior; igual a muitos animais carnívoros, subumanos, notadamente os cães, o maior amigo do homem. Sabe-se, também, hoje, que 96,7% de nossa composição ge-nética é igual a dos chimpanzés.

NOSSA EVOLUÇÃO34PERSISTEM, AINDA, COMPORTAMEN-TOS CARACTERÍSTICOS DO HOMEMIDÊNTICOS AOS COMPORTAMENTOS SUBUMANOS DOS CHIMPANZÉS. Nem por isso podemos nos envergonhar de sermos humanos. Toda mulher sadia, mesmo a mais culta, intelectual e refina-damente educada, tem pentelhos – penugens do bicho-fêmea – entre as virilhas. Todos nós devemos nossas vidas intrafísicas à mulher. São extremamente importantes para o futuro corpo humano adulto, e a vida madura da consciência em processo de renascimento na matéria, evitar os traumas durante a gestação e o parto. É indispensável a higiene física e mental da gestante e partu-riente, a fim de se prevenir, por exemplo, contra a eclâmpsia, o aborto e outros acidentes, não raro resultantes exclusivamente dos choques de energias conscienciais entre a consciência da futura mãe e a consciência fetal do nascituro (futuro recém-nascido). Neste ponto destas considerações, importa muito uma per-gunta pertinente: Quais das 3 heranças fundamentais da pessoa influi mais em seu caso pessoal? A resposta a esta pergunta sintetiza o valor e a qualidade do seu passado milenar. NINGUÉM FOGE AO PRÓPRIO PASSADO; MAS O PASSADO SOMENTE SERVE PARA SE EVITAR COMETER OS MESMOS ERROS. NOSSA EVOLUÇÃO34PERSISTEM, AINDA, COMPORTAMEN-TOS CARACTERÍSTICOS DO HOMEMIDÊNTICOS AOS COMPORTAMENTOS SUBUMANOS DOS CHIMPANZÉS. Nem por isso podemos nos envergonhar de sermos humanos. Toda mulher sadia, mesmo a mais culta, intelectual e refina-damente educada, tem pentelhos – penugens do bicho-fêmea – entre as virilhas. Todos nós devemos nossas vidas intrafísicas à mulher. São extremamente importantes para o futuro corpo humano adulto, e a vida madura da consciência em processo de renascimento na matéria, evitar os traumas durante a gestação e o parto. É indispensável a higiene física e mental da gestante e partu-riente, a fim de se prevenir, por exemplo, contra a eclâmpsia, o aborto e outros acidentes, não raro resultantes exclusivamente dos choques de energias conscienciais entre a consciência da futura mãe e a consciência fetal do nascituro (futuro recém-nascido). Neste ponto destas considerações, importa muito uma per-gunta pertinente: Quais das 3 heranças fundamentais da pessoa influi mais em seu caso pessoal? A resposta a esta pergunta sintetiza o valor e a qualidade do seu passado milenar. NINGUÉM FOGE AO PRÓPRIO PASSADO; MAS O PASSADO SOMENTE SERVE PARA SE EVITAR COMETER OS MESMOS ERROS.

NOSSA EVOLUÇÃO3506.INFÂNCIA O que é a infância? A infância é o período de crescimento, no ser humano, que vai do nascimento até à puberdade. É também chamada de meniniceou puerícia. O pensamento abstrato é muito difícil à criança. Ao contrário do que afirmam as ciências convencionais, derma-tológicas, que investigam tão somente a pele da consciência, os proces-sos evolutivos em grupo, quando pesquisados extrafisicamente, eviden-ciam que a consciência do filho, na maioria dos casos, tem responsabili-dade quanto ao sexo do soma e pelo corpo humano que tem. Os pais podem ser classificados em 2 tipos: os tradicionais e rígidos, atualmente ultrapassados; e os abertos e modernos, mais adaptados às renovações de nossos tempos humanos. As leis biológicas dominam a vida intrauterina. A barriga da mãe moderna é uma capa protetora muito frágil para o feto. As influências dos maus hábitos dos pais – a mãe e o pai –por exemplo, a ingestão de substâncias químicas, os antibióticos, o hábito doentio do tabagismo, e o consumo de álcool, drogas leves e pesadas, afetam enormemente a formação do corpo humano da consciência em processo de renascimento na Terra. A mãe desempenha o papel preponderante na gestação huma-na. Ela tem uma ligação sangue-a-sangue, ímpar, com a consciên-cia renascida. O pai sempre tem um vínculo muito mais frágil com o feto. A ATMOSFERA ENERGÉTICA, EMOCIO-NAL E INTELECTUAL DOS PAIS INFLUI VIGOROSAMENTE NA CONSCIÊNCIA EM PROCESSO DE RENASCIMENTO.

NOSSA EVOLUÇÃO36 A vida infantil é sempre uma vidinha. Na infância, a consciência humana somente consegue plas-mar em si as bases do seu soma. O que é soma? O soma é o nome técnico para o corpo humano do homem e da mulher. É o corpo mais rústico da consciência física, uma extensão da própria terra, sendo, no entanto, constituído de 65% de água. Ao mesmo tempo, é o nível mais elevado da evolução animal conhecida. TODO SOMA É CRIADO ATRAVÉS DE UM ATO HETEROSSEXUAL COM ESTÍMULOS MÚTUOS PREDOMINANTEMENTE ANIMAIS. Precisamos cuidar, sem paranoia, do corpo humano, o tempo todo. O corpo humano é o constitutivo pessoal mais sólido, concre-to, palpável, objetivo ou menos sutil, delimitado segundo os nossos sentidos físicos ou orgânicos, para nós que vivemos dentro da exis-tência intrafísica. Por ser mais sólido, o corpo humano faz o homem e a mulher comuns, sem as noções básicas da multidimensionalidade, julgarem que eles mesmos são tão somente os seus somas, antes e acima de tudo, e nada mais. O homem diz: “O meu corpo”. Neste caso separa o seu soma da sua consciência. A mulher diz: “Eu”. Neste caso faz a interação psicológica absoluta do seu soma com a sua consciência. Essa visão míope de superestimação do soma é característica dos indivíduos fisicalistas, ainda sem o discernimento prático da evolução consciencial. Há pessoas que não dispõem de inteligência bastante para impedir a putrefação do próprio soma enquanto ainda vivem, cons-cientes, com ele.

NOSSA EVOLUÇÃO37 O soma é o primeiro caixão de muitos usuários, ainda vivos, na existência humana. Tais pessoas mantêm vida sedentária; fumam; intoxicam-se com bebidas ou drogas em excesso; nem se reconciliam com os seus adversários, condição patológica que somatizam e acaba gerando distúrbios ou doenças. MELHOR É VIVER EM UMA CONDIÇÃO DE AMOR PERMANENTE.A DESA-FEIÇÃO ENVELHECE E MATA PREMA-TURAMENTE O ORGANISMO HUMANO. Viver para o soma é loucura. Sob a pele da maior beleza física, plástica ou forma humana, jaz uma caveira. O soma precisa de repouso e do refazimento celular. Já a cons-ciência não pára jamais, nem precisa de repouso simultâneo junto ao soma. Eis porque nos projetamos para outras dimensões conscienciais. Aqui duas perguntas são bem oportunas: Se você não usa bem o seu cérebro, o órgão mais nobre, como vai querer usar bem todo o seu corpo humano? Se você não usa bem o seu corpo humano, mais simples, como vai querer usar bem os seus outros veículos de manifestação mais complexos? A casa, apartamento, residência ou domicílio permanente – o en-dereço legal – é a extensão do corpo humano, na vida intrafísica. Nosso corpo humano se mantém vivo, primeiro, em função dasenergias conscienciais; segundo, em razão da respiração, do oxi-gênio e dos pulmões. Sem contar com fatores secundários: alimenta-ção de sólidos e líquidos, higiene, exercícios físicos e outros. Nosso corpo humano é um corpo-fole. Em consequência disso, vivemos, na vida física, em um per-manente e inarredável respiradouro animal. NOSSA EVOLUÇÃO37 O soma é o primeiro caixão de muitos usuários, ainda vivos, na existência humana. Tais pessoas mantêm vida sedentária; fumam; intoxicam-se com bebidas ou drogas em excesso; nem se reconciliam com os seus adversários, condição patológica que somatizam e acaba gerando distúrbios ou doenças. MELHOR É VIVER EM UMA CONDIÇÃO DE AMOR PERMANENTE.A DESA-FEIÇÃO ENVELHECE E MATA PREMA-TURAMENTE O ORGANISMO HUMANO. Viver para o soma é loucura. Sob a pele da maior beleza física, plástica ou forma humana, jaz uma caveira. O soma precisa de repouso e do refazimento celular. Já a cons-ciência não pára jamais, nem precisa de repouso simultâneo junto ao soma. Eis porque nos projetamos para outras dimensões conscienciais. Aqui duas perguntas são bem oportunas: Se você não usa bem o seu cérebro, o órgão mais nobre, como vai querer usar bem todo o seu corpo humano? Se você não usa bem o seu corpo humano, mais simples, como vai querer usar bem os seus outros veículos de manifestação mais complexos? A casa, apartamento, residência ou domicílio permanente – o en-dereço legal – é a extensão do corpo humano, na vida intrafísica. Nosso corpo humano se mantém vivo, primeiro, em função dasenergias conscienciais; segundo, em razão da respiração, do oxi-gênio e dos pulmões. Sem contar com fatores secundários: alimenta-ção de sólidos e líquidos, higiene, exercícios físicos e outros. Nosso corpo humano é um corpo-fole. Em consequência disso, vivemos, na vida física, em um per-manente e inarredável respiradouro animal.

NOSSA EVOLUÇÃO38 Nãopodemospararde respirar nem 10 minutos, porque senão desativamos, em definitivo, o nosso instrumento de comunicação. Desde o dia do nascimento, a mãe, o pediatra e os responsá-veis pelo recém-nascido, se preocupam com a sua respiração livre, em ambiente não poluído. Somente quem já experimentou projeções conscientes em alto nível pode avaliar, com a racionalidade da experiência vivida, o pe-so inevitável que é o mecanismo da respiração humana incessante. Este autor está escrevendo estas linhas e o seu fole de carneestá funcionando sem descanso. Você, leitor, está lendo estas linhas e o seu fole de carne não pára um só momento. Contudo, ao utilizar o corpo emocional, a consciência proje-tada deixa temporariamente de respirar. Tal perda sadia da respi-ração é uma sensação inédita para as pessoas que compõem o gros-so da humanidade. Se você ainda não se projetou com lucidez satisfatória, não consegue avaliar com segurança o que é deixar de respirar e ter plena consciência desse fato. É SEMPRE RECOMENDÁVEL QUE AS PESSOAS EXPERIMENTEM A VIVÊNCIA DE EXISTIR SEM RESPIRAR A FIM DE DINAMIZAR A EVOLUÇÃO. A pessoa comum, ao pensar nesse assunto, liga-se imediata-mente ao pior, às suas fobias ou ao aspecto doentio: o horror da asfixia ou o pavor da sufocação. Para ela, essa hipótese é ainda irracional, não sendo possível considerá-la com lógica. A libertação sadia, através da tranquilidade dessa paz íntima da condição sem respirar, ainda não existe para o projetorinconsciente. No entanto, o corpo humano é tão só a pele da personalidade inteira. Infelizmente, a Sociedade Humana, em geral, só atua de mo-do exclusivo, prioritário, imediatista e utilitarista sobre o corpo hu-

NOSSA EVOLUÇÃO39 mano, pouco se importando, ainda, com o corpo energético, o corpo emocional e a personalidade inteira. Daí a razão de existirem tantas pessoas que julgam, erradamente, que elas constituem tão só os seus corpos de carne, e acabam vivendo pelo soma e para o soma, de modo exclusivo, o tempo todo. Evidentemente, tudo isso não é indesejável. Elas buscam e mantêm essa condição. É, portanto, uma opção respeitável. Arigor,neste nível evolutivo, viemos à vida humana para sermos felizes, alegres, fazendo o que bem entendermos, desde que respeitando os direitos humanos e conscienciais. A propósito, esta é a base de comportamento dos antigos princípios hedonísticos. O que é hedonismo? O hedonismo é a doutrina que considera que o prazer indivi-dualeimediatoéoúnicobempossível,princípioefimda vida moral. Contudo, por outro lado, não devemos nos exceder. Ninguém vem à vida humana tão somente para se deliciar com as sobremesas, a boa vida, a sombra e água fresca, a preguiça e a vida sedentária. A inatividade física continuada mata o corpo humano. OFILHOTE HUMANO, SEJA FÊMEA OU MACHO,É O MAIS INDEFESO DE TODOS OS FILHOTES DE ANIMAIS EXISTENTES NA TERRA. O filhote humano exige maiores cuidados e atenção o tempo todo, notadamente em seus primeiros anos de vida. Entre os 2 e os 5 anos de idade é o período crítico da infância humana. É a fase da alimentação do corpo mental ou da aquisição dosconhecimentos fundamentais da consciência em seu novo veí-culo de manifestação. Os bebês que nessa fase etária foram acidentalmente criados porlobas ou ursas, jamais conseguiram se transformar em adultos humanos normais, segundo as pesquisas da Antropologia.

NOSSA EVOLUÇÃO40 O que é Antropologia? A Antropologia é a ciência que reúne várias disciplinas cujas finalidades comuns são descrever o homem e analisá-lo com base nas características biológicas e culturais dos grupos em que se dis-tribui, dando ênfase, através das épocas, às diferenças e variações entre esses grupos. Nos primeiros anos da vida humana, a consciência renascida neste planeta, passa pelas tolices, ignorâncias e repetições do porão consciencial. O que é porão consciencial? O porão consciencial é a fase de manifestação infantil até o fim da puberdade do ser humano, onde predominam os instintos animais básicos, a influência vigorosa das heranças genéticas e os apetites primitivos da consciência renascida. TODAS AS PESSOAS PASSAM,INEVITAVELMENTE, PELO ESTÁGIO INTRAFÍSICO INICIAL DO PORÃO CONSCIENCIAL. No entanto, as características e consequências desse período variam de pessoa para pessoa. As condutas neuróticas infantis atingem, em certo percen-tual, à maioria esmagadora de pessoas. O porão consciencial é o departamento de esgotos da perso-nalidade, onde ela é mais escrava e menos senhora de seus impulsos primitivos ou dos resquícios de suas baixezas. As taras mais diversas, não raro consideradas sepultadas em definitivo no passado da consciência, podem refluir mais inten-samente durante o período infantil do porão consciencial. O porão consciencial manifesta-se mais claramente nos meninos do que nas meninas. Todos sabemos que os garotos são mais agressivos. As garotas sorriem mais. NOSSA EVOLUÇÃO40 O que é Antropologia? A Antropologia é a ciência que reúne várias disciplinas cujas finalidades comuns são descrever o homem e analisá-lo com base nas características biológicas e culturais dos grupos em que se dis-tribui, dando ênfase, através das épocas, às diferenças e variações entre esses grupos. Nos primeiros anos da vida humana, a consciência renascida neste planeta, passa pelas tolices, ignorâncias e repetições do porão consciencial. O que é porão consciencial? O porão consciencial é a fase de manifestação infantil até o fim da puberdade do ser humano, onde predominam os instintos animais básicos, a influência vigorosa das heranças genéticas e os apetites primitivos da consciência renascida. TODAS AS PESSOAS PASSAM,INEVITAVELMENTE, PELO ESTÁGIO INTRAFÍSICO INICIAL DO PORÃO CONSCIENCIAL. No entanto, as características e consequências desse período variam de pessoa para pessoa. As condutas neuróticas infantis atingem, em certo percen-tual, à maioria esmagadora de pessoas. O porão consciencial é o departamento de esgotos da perso-nalidade, onde ela é mais escrava e menos senhora de seus impulsos primitivos ou dos resquícios de suas baixezas. As taras mais diversas, não raro consideradas sepultadas em definitivo no passado da consciência, podem refluir mais inten-samente durante o período infantil do porão consciencial. O porão consciencial manifesta-se mais claramente nos meninos do que nas meninas. Todos sabemos que os garotos são mais agressivos. As garotas sorriem mais.

NOSSA EVOLUÇÃO41 Exemplo clássico da atuação do porão consciencial é o com-portamento destrutivo, oposicionista e antissocial da criança. A magnitude do porão consciencial expressa o nível de exce-lência do curso intermissivo, primário ou avançado, recente, da consciência humana. Tal fato é mais evidente no período crítico de 2 a 5 anos, a idade da aquisição dos conhecimentos preliminares. O período infantil, em tese, é o pior da vida humana. Isso se explica com racionalidade: em luta com as energias novas do corpo energético e com novo corpo humano, não consegui-mos, ainda, expressar a nossa realidade do discernimento máximo de que já somos capazes ou a maturidade pessoal. O que importa, antes de tudo, para a consciência, em qualquer dimensão em que se manifeste, é o nível da sua lucidez. Avidainfantilaindaésimplesensaio,esboço, projeto e promessa. Neste período, ainda não alcançamos condições nem tivemos oportunidade para cumprir com lucidez e dignidade, algumas cláu-sulas expressivas de nossa proéxis, quando magna. O que é proéxis? A PROÉXIS É A PROGRAMAÇÃO EXISTENCIAL ESPECÍFICA DE CADA CONSCIÊNCIA HUMANA EM SUA NOVA VIDA NESTA DIMENSÃO FÍSICA. Existe a proéxis doadora, a maior, dedicada ao bem da cole-tividade; e a proéxis ainda receptora, amenor, dedicada a questões especificamente pessoais. Eisporqueéconstrangedorquandose ouve aquela pessoa, na idade madura, lamentando que a melhor época de sua vida foi a in-fância. Este lamento é a exaltação do inacabado, da frustração ou do pior. Evidencia que a pessoa se sente irrealizada por que não conse-guiu cumprir as tarefas magnas a que se propôs a executar, no pe-ríodo mais importante da maturidade, em sua atual vida humana. NOSSA EVOLUÇÃO41 Exemplo clássico da atuação do porão consciencial é o com-portamento destrutivo, oposicionista e antissocial da criança. A magnitude do porão consciencial expressa o nível de exce-lência do curso intermissivo, primário ou avançado, recente, da consciência humana. Tal fato é mais evidente no período crítico de 2 a 5 anos, a idade da aquisição dos conhecimentos preliminares. O período infantil, em tese, é o pior da vida humana. Isso se explica com racionalidade: em luta com as energias novas do corpo energético e com novo corpo humano, não consegui-mos, ainda, expressar a nossa realidade do discernimento máximo de que já somos capazes ou a maturidade pessoal. O que importa, antes de tudo, para a consciência, em qualquer dimensão em que se manifeste, é o nível da sua lucidez. Avidainfantilaindaésimplesensaio,esboço, projeto e promessa. Neste período, ainda não alcançamos condições nem tivemos oportunidade para cumprir com lucidez e dignidade, algumas cláu-sulas expressivas de nossa proéxis, quando magna. O que é proéxis? A PROÉXIS É A PROGRAMAÇÃO EXISTENCIAL ESPECÍFICA DE CADA CONSCIÊNCIA HUMANA EM SUA NOVA VIDA NESTA DIMENSÃO FÍSICA. Existe a proéxis doadora, a maior, dedicada ao bem da cole-tividade; e a proéxis ainda receptora, amenor, dedicada a questões especificamente pessoais. Eisporqueéconstrangedorquandose ouve aquela pessoa, na idade madura, lamentando que a melhor época de sua vida foi a in-fância. Este lamento é a exaltação do inacabado, da frustração ou do pior. Evidencia que a pessoa se sente irrealizada por que não conse-guiu cumprir as tarefas magnas a que se propôs a executar, no pe-ríodo mais importante da maturidade, em sua atual vida humana.

NOSSA EVOLUÇÃO42 Isso ocorre mesmo quando a consciência não sabe ao certo, com todos os detalhes, o que veio fazer na vida física, sentindo e identifi-cando apenas inconscientemente a incumbência a que se propôs. Aquiserácorretoumaautanáliseútilatravésdeduasperguntas: Emsuainfância,vocêfoiumacriançamaisequilibrada ou não? Vocêaindaseressentedastolicesdoseuporãoconsciencial? Em muitas pessoas, o porão consciencial persiste e prossegue através da adolescência e mesmo do período da maturidade. Quando isso acontece, a pessoa se transforma em um adulto desajustado. A experiência pessoal é a pedra angular da vida evolutiva da consciência. Não existe consciência intrafísica inteiramente livre. Vivemos em um regime de interdependência generalizada entre as consciên-cias, o tempo todo, por toda parte. Presume-se, como hipótese, que as consciências intrafísicas ex-cessivamente indisciplinadas, ou de difícil convívio, deixaram de ter ou tiveram um estágio muito curto de domesticidade animal, mútua, junto aos homens, durante o desenvolvimento multimilenar de sua evolução consciencial, multiexistencial, subumana, humana ou intrafísica. O ANIMAL SUBUMANO, ALÉM DAS PRÉ-PROGRAMAÇÕES GENÉTICAS,APRENDE A TER ALGUMA DISCIPLINA EM CONTATO COM O HOMEM. Isso acontece antes de perder o apêndicecaudal (rabo). A consciência é mais entrópica e desorganizada quando não viveu esse estágio de convivência mais demorada. Por aí se conclui que os detalhes das linhas evolutivas diferem muito de uma consciência para outra, porque os homens, obviamente, não domesticam todos os animais subumanos. NOSSA EVOLUÇÃO42 Isso ocorre mesmo quando a consciência não sabe ao certo, com todos os detalhes, o que veio fazer na vida física, sentindo e identifi-cando apenas inconscientemente a incumbência a que se propôs. Aquiserácorretoumaautanáliseútilatravésdeduasperguntas: Emsuainfância,vocêfoiumacriançamaisequilibrada ou não? Vocêaindaseressentedastolicesdoseuporãoconsciencial? Em muitas pessoas, o porão consciencial persiste e prossegue através da adolescência e mesmo do período da maturidade. Quando isso acontece, a pessoa se transforma em um adulto desajustado. A experiência pessoal é a pedra angular da vida evolutiva da consciência. Não existe consciência intrafísica inteiramente livre. Vivemos em um regime de interdependência generalizada entre as consciên-cias, o tempo todo, por toda parte. Presume-se, como hipótese, que as consciências intrafísicas ex-cessivamente indisciplinadas, ou de difícil convívio, deixaram de ter ou tiveram um estágio muito curto de domesticidade animal, mútua, junto aos homens, durante o desenvolvimento multimilenar de sua evolução consciencial, multiexistencial, subumana, humana ou intrafísica. O ANIMAL SUBUMANO, ALÉM DAS PRÉ-PROGRAMAÇÕES GENÉTICAS,APRENDE A TER ALGUMA DISCIPLINA EM CONTATO COM O HOMEM. Isso acontece antes de perder o apêndicecaudal (rabo). A consciência é mais entrópica e desorganizada quando não viveu esse estágio de convivência mais demorada. Por aí se conclui que os detalhes das linhas evolutivas diferem muito de uma consciência para outra, porque os homens, obviamente, não domesticam todos os animais subumanos.

NOSSA EVOLUÇÃO4307.ADOLESCÊNCIA O que é a adolescência? A adolescência é o período da vida humana que sucede à in-fância. Começa com a puberdade. Caracteriza-se por uma série de mudanças corporais, psicológicas ou conscienciais integrais. Esten-de-se, aproximadamente, dos 12 aos 20 anos de idade. A adolescência corresponde à fase de absorção dos valores sociais e elaboração de projetos que impliquem plena integração so-cial, mesológica ou à nova vida humana da consciência. A fase da adolescência é um útero familiar. Na aventura da adolescência, uma viagem programada pela natureza fisiológica, o relógio biológico da consciência humana dis-para. Nas meninas ocorre a menarca, ou primeira menstruação. Nenhuma das mulheres modernas esquece o primeiro sutiã e a pri-meira menstruação. Nos meninos explode a semenarca, ou a primeira ejaculação. A programação genética obedece a um determinismo biológi-co inevitável. ADOLESCENTES SÃO CRIANÇAS GRANDES: AINDA NÃO DISPÕEM DA MATURIDADE SUFICIENTE, MAIS RAZOÁVEL, DO ADULTO MÉDIO. Daí nascem os descompassos da puberdade ou as tolices pró-prias do porão consciencial da consciência renascida, no que diz respeito à vida afetiva, sexual, escolar e social. Na adolescência, a consciência púbere de personalidade ou tem-peramento mais débil, vive a tentação de se acomodar preguiçosamente àleidomenor esforço, às suas vocações ou talentos mais fáceis, ou a tu-do aquilo que já traz de seu passado milenar, como bagagem de expe-riência, rendendo-se qual vítima inerme à automimese existencial.

NOSSA EVOLUÇÃO44 O que é automimese existencial? A automimese existencial é a imitação, em geral instintiva ou inconsciente, por parte da consciência humana, das próprias vi-vências ou experiências pretéritas ou de existências físicas prévias. Tal acomodação pode anular boa parte da execução da proé-xis e da planificação renovadora a que a consciência se propôs antes do renascimento. Neste período, a consciência extrafísica renascida começa a definir, ou se define exuberantemente, quanto ao seu instinto sexual básico dentro do novo corpo humano, seja este corpo de ho-mem ou de mulher. Essa definição se faz a partir do predomínio da Paragenética, ou da Genética, em relação à vontade da consciência humana. Os distúrbios do corpo emocional atuam poderosamente na definição do instinto sexual básico. O SEXO ESTÁ NO SOMA.A MATURI-DADE SEXUAL SÓ É ALCANÇADA COM A AUTODEFINIÇÃO CLARA DO INSTINTO SEXUAL, BÁSICO, PESSOAL. A consciência, por exemplo, pode receber um novo corpo humano, íntegro, sadio e funcionante, com instruções de uso para macho e, contudo, sente-se melhor e deseja empregá-lo na condição deslocada ou ectópica de fêmea, conforme o seu instinto sexual básico. O que é ectopia consciencial? A ectopia consciencial é a execução insatisfatória da proéxis, de maneira excêntrica, deslocada, fora do roteiro programáticoescolhido para a própria vida intrafísica. Essa excentricidade, ectopia ou deslocamento pode começar a partir do uso inapropriado do corpo humano.

NOSSA EVOLUÇÃO45 Daí, então, nascem os conflitos e desajustes máximos da se-xualidade humana, no emprego anormal (descompensações, blo-queios) dos chacras por parte da consciência. A maioria dos pais ainda programa o futuro dos filhos sem atinar para as suas proéxis, as quais ignora completamente. O que é chacra? O chacra, no caso, é o núcleo ou campo limitador de energia consciencial, dentro do corpo energético da consciência, que se re-flete no corpo humano. O que é sexochacra? O sexochacra é o núcleo das energias conscienciais atuantes na base do entrosamento entre o corpo energético e o corpo humano. É também chamado de centro de forças radical ou de raiz (geoenergia). Funciona centralizado na área do períneo, tanto no homem quanto na mulher, com as energias direcionadas principalmente para trás e para baixo. A CONSCIÊNCIA, EM SI, NÃO TEM SEXO.SENDO, PORTANTO,ASSEXUADA, A CONSCIÊNCIA NÃO REPRODUZ OUTRAS CONSCIÊNCIAS. Dentro do conjunto dos corpos da consciência, só o corpo hu-mano tem sexo. Eis por que o corpo humano, ou soma, recebe o no-me de sexossoma. Contudo, o principal órgão sexual, de fato, é a vontade. Eis porque afirmamos: há sexo somático entre as virilhas e há sexoholossomático entre as orelhas. Como se conclui, os processos instintivos atuam vigorosa-mente no emprego do corpo humano. É a nossa carga das heranças de nós mesmos e de nossos ancestrais. NOSSA EVOLUÇÃO45 Daí, então, nascem os conflitos e desajustes máximos da se-xualidade humana, no emprego anormal (descompensações, blo-queios) dos chacras por parte da consciência. A maioria dos pais ainda programa o futuro dos filhos sem atinar para as suas proéxis, as quais ignora completamente. O que é chacra? O chacra, no caso, é o núcleo ou campo limitador de energia consciencial, dentro do corpo energético da consciência, que se re-flete no corpo humano. O que é sexochacra? O sexochacra é o núcleo das energias conscienciais atuantes na base do entrosamento entre o corpo energético e o corpo humano. É também chamado de centro de forças radical ou de raiz (geoenergia). Funciona centralizado na área do períneo, tanto no homem quanto na mulher, com as energias direcionadas principalmente para trás e para baixo. A CONSCIÊNCIA, EM SI, NÃO TEM SEXO.SENDO, PORTANTO,ASSEXUADA, A CONSCIÊNCIA NÃO REPRODUZ OUTRAS CONSCIÊNCIAS. Dentro do conjunto dos corpos da consciência, só o corpo hu-mano tem sexo. Eis por que o corpo humano, ou soma, recebe o no-me de sexossoma. Contudo, o principal órgão sexual, de fato, é a vontade. Eis porque afirmamos: há sexo somático entre as virilhas e há sexoholossomático entre as orelhas. Como se conclui, os processos instintivos atuam vigorosa-mente no emprego do corpo humano. É a nossa carga das heranças de nós mesmos e de nossos ancestrais.

NOSSA EVOLUÇÃO46 A educação sexual ainda está em marcha por toda parte e isso afeta, em cheio, o período da adolescência. A reviravolta sexual da qual participam as últimas gerações humanas, coloca as pessoas entre 3 fatores competitivos quanto à educação sexual: a família, a escola e a mídia. Infelizmente, isso ainda pode continuar de modo doentio. Os processos instintivos podem seguir com a consciência da pessoa falecida, durante todo o período da intermissão, e retornar, com ela, à nova vida, uma vez ou muitas e muitas vezes em suas vi-das à frente. Se a consciência se julga, intrínseca e equivocadamente, per-tencente a um gênero sexual e o corpo que recebe para a vida intra-física é do outro gênero, o conflito íntimo se estabelece francamente, sem apelação. Tal ocorrência explica inúmeros casos de homosse-xualidade e lesbianismo. Múltiplos fatores genéticos, paragenéticos e mesológicos in-fluem para intensificar ainda mais esse desajuste na intimidade da consciência. Cada conflito complexo desses há de ser analisado de per si, justamente em função desses fatores multiformes, segundo as nor-mas da Consciencioterapia. O que é Consciencioterapia? A Consciencioterapia é a ciência que responde pelo tratamen-to, alívio ou remissão de distúrbios da consciência, executados através dos recursos e técnicas derivadas da Conscienciologia. O sexo é extremamente importante na vida energética ou hu-mana para todas as pessoas, sem exceção. Osmitosafetivo-sexuais geram as crises de identidade sexual. O SEXO É A RAIZ DAS ENERGIAS CONSCIENCIAIS, O MAIOR ESPORTEHUMANO, PROFISSIONAL E NÃO--PROFISSIONAL, EM TODA PARTE. NOSSA EVOLUÇÃO46 A educação sexual ainda está em marcha por toda parte e isso afeta, em cheio, o período da adolescência. A reviravolta sexual da qual participam as últimas gerações humanas, coloca as pessoas entre 3 fatores competitivos quanto à educação sexual: a família, a escola e a mídia. Infelizmente, isso ainda pode continuar de modo doentio. Os processos instintivos podem seguir com a consciência da pessoa falecida, durante todo o período da intermissão, e retornar, com ela, à nova vida, uma vez ou muitas e muitas vezes em suas vi-das à frente. Se a consciência se julga, intrínseca e equivocadamente, per-tencente a um gênero sexual e o corpo que recebe para a vida intra-física é do outro gênero, o conflito íntimo se estabelece francamente, sem apelação. Tal ocorrência explica inúmeros casos de homosse-xualidade e lesbianismo. Múltiplos fatores genéticos, paragenéticos e mesológicos in-fluem para intensificar ainda mais esse desajuste na intimidade da consciência. Cada conflito complexo desses há de ser analisado de per si, justamente em função desses fatores multiformes, segundo as nor-mas da Consciencioterapia. O que é Consciencioterapia? A Consciencioterapia é a ciência que responde pelo tratamen-to, alívio ou remissão de distúrbios da consciência, executados através dos recursos e técnicas derivadas da Conscienciologia. O sexo é extremamente importante na vida energética ou hu-mana para todas as pessoas, sem exceção. Osmitosafetivo-sexuais geram as crises de identidade sexual. O SEXO É A RAIZ DAS ENERGIAS CONSCIENCIAIS, O MAIOR ESPORTEHUMANO, PROFISSIONAL E NÃO--PROFISSIONAL, EM TODA PARTE.

NOSSA EVOLUÇÃO47 O ser humano é o animal que tem a sexualidade mais desen-volvida neste planeta. A adaptação pessoal da consciência ao novo período existencial tem de ocorrer, de modo irrecusável, de qualquer maneira, com as ener-gias do novo corpo energético em o novo corpo humano. O restringi-mento consciencial na matéria impõe essa adaptação forçada. É frequente a descoberta e a identificação da consciência re-nascida, disfarçada em novo corpo, dentro do contexto social da vi-da humana, pelos desafetos ou inimigos extrafísicos do seu passado de inúmeras vidas, conforme as leis da seriéxis. O que é seriéxis? A seriéxis é a seriação existencial evolutiva da consciência, que exige e impõe os renascimentos intrafísicos sucessivos ou em série. Isso, como é fácil de concluir, vem piorar ainda mais os con-flitos íntimos na adolescência. O sexo ou, mais apropriadamente, a condição afetivo-sexual,acarreta uma série interminável de influências, hipnoses e intrusões doentias entre as consciências, ou a condição da assedialidade interconsciencial. O que é assédio interconsciencial?ASSÉDIO INTERCONSCIENCIAL É A IN-VASÃO OU INTRUSÃO DOENTIA DE IDEIAS, EMOÇÕES E ENERGIAS DE UMA CONSCIÊNCIA NA OUTRA. Tal intrusão ocorre de 4 maneiras distintas: de uma cons-ciência extrafísica para outra consciência também extrafísica; de uma consciência extrafísica para outra consciência intrafísica; de uma consciência intrafísica para outra consciência também intra- NOSSA EVOLUÇÃO47 O ser humano é o animal que tem a sexualidade mais desen-volvida neste planeta. A adaptação pessoal da consciência ao novo período existencial tem de ocorrer, de modo irrecusável, de qualquer maneira, com as ener-gias do novo corpo energético em o novo corpo humano. O restringi-mento consciencial na matéria impõe essa adaptação forçada. É frequente a descoberta e a identificação da consciência re-nascida, disfarçada em novo corpo, dentro do contexto social da vi-da humana, pelos desafetos ou inimigos extrafísicos do seu passado de inúmeras vidas, conforme as leis da seriéxis. O que é seriéxis? A seriéxis é a seriação existencial evolutiva da consciência, que exige e impõe os renascimentos intrafísicos sucessivos ou em série. Isso, como é fácil de concluir, vem piorar ainda mais os con-flitos íntimos na adolescência. O sexo ou, mais apropriadamente, a condição afetivo-sexual,acarreta uma série interminável de influências, hipnoses e intrusões doentias entre as consciências, ou a condição da assedialidade interconsciencial. O que é assédio interconsciencial?ASSÉDIO INTERCONSCIENCIAL É A IN-VASÃO OU INTRUSÃO DOENTIA DE IDEIAS, EMOÇÕES E ENERGIAS DE UMA CONSCIÊNCIA NA OUTRA. Tal intrusão ocorre de 4 maneiras distintas: de uma cons-ciência extrafísica para outra consciência também extrafísica; de uma consciência extrafísica para outra consciência intrafísica; de uma consciência intrafísica para outra consciência também intra-

NOSSA EVOLUÇÃO48física; e de uma consciência intrafísica para outra consciência extrafísica (rara). Portanto, existem assédios interconscienciais extrafísicos e assédios interconscienciais humanos. O assédio interconsciencial é a doença ou distúrbio mais co-mum aos seres humanos. Incide mais sobre os nossos cérebros do que as cáries em nossos dentes. E seus efeitos doentios são muito piores, os mais prolongados e devastadores de todos os distúrbios e patologias existentes. O assediador extrafísico é igual à sombra do soma da cons-cin: muda de lugar, e altera a forma com que se apresenta, conforme oambiente(dimensão)ea hora circunstancial (momento do destino). Os assédios extrafísicos, infelizmente, potencializam as doen-ças orgânicas ou relativas especificamente ao soma. Uma das características do assediador intrafísico é a sua in-versão emocional negativa. Sabemos que usamos menos energia, menos esforço e menos músculos para instalar um sorriso do que para compor uma cara fechada ou preocupada. Quando a pessoa inverte o processo e chega a manter, rotinei-ramente,adisposiçãodesagradávele permanente para carregar a ex-pressão preocupada do que para sorrir, demonstra indício físico, ló-gico, de obcecação por alguma coisa desgastante e assedialidade doentia. A consciência é indestrutível. Sendo assim, o máximo que os assédios interconscienciais, subjugações de uma consciência por ou-tra, ou possessões doentias francas, podem fazer de destrutivo é de-sativar o corpo humano das vítimas intrafísicas incautas. Jamais alguém consegue desativar em definitivo a consciên-cia, nem os doentes-possessores, nem os doentes-possuídos e nem muito menos os doentes-suicidas. Os assédios interconscienciais são mais difíceis de ocorrerem na infância em razão do desenvolvimento esboçante e inacabado do cérebro da pessoa ainda longe da fase da maturidade. Já no fim do período da adolescência, os assédios intercons-cienciais são muito mais frequentes, quando a consciência renascida NOSSA EVOLUÇÃO48física; e de uma consciência intrafísica para outra consciência extrafísica (rara). Portanto, existem assédios interconscienciais extrafísicos e assédios interconscienciais humanos. O assédio interconsciencial é a doença ou distúrbio mais co-mum aos seres humanos. Incide mais sobre os nossos cérebros do que as cáries em nossos dentes. E seus efeitos doentios são muito piores, os mais prolongados e devastadores de todos os distúrbios e patologias existentes. O assediador extrafísico é igual à sombra do soma da cons-cin: muda de lugar, e altera a forma com que se apresenta, conforme oambiente(dimensão)ea hora circunstancial (momento do destino). Os assédios extrafísicos, infelizmente, potencializam as doen-ças orgânicas ou relativas especificamente ao soma. Uma das características do assediador intrafísico é a sua in-versão emocional negativa. Sabemos que usamos menos energia, menos esforço e menos músculos para instalar um sorriso do que para compor uma cara fechada ou preocupada. Quando a pessoa inverte o processo e chega a manter, rotinei-ramente,adisposiçãodesagradávele permanente para carregar a ex-pressão preocupada do que para sorrir, demonstra indício físico, ló-gico, de obcecação por alguma coisa desgastante e assedialidade doentia. A consciência é indestrutível. Sendo assim, o máximo que os assédios interconscienciais, subjugações de uma consciência por ou-tra, ou possessões doentias francas, podem fazer de destrutivo é de-sativar o corpo humano das vítimas intrafísicas incautas. Jamais alguém consegue desativar em definitivo a consciên-cia, nem os doentes-possessores, nem os doentes-possuídos e nem muito menos os doentes-suicidas. Os assédios interconscienciais são mais difíceis de ocorrerem na infância em razão do desenvolvimento esboçante e inacabado do cérebro da pessoa ainda longe da fase da maturidade. Já no fim do período da adolescência, os assédios intercons-cienciais são muito mais frequentes, quando a consciência renascida

NOSSA EVOLUÇÃO49define suas preferências sexuais, companhias e modos de reviver em sua nova vida humana. As energias conscienciais remanescentes, pegajosas, responsá-veis por bloqueios e descompensações em nosso corpo energético, gerados por insuficiente desassimilação simpática das energias das outras consciências, animais subumanos, plantas, objetos e ambientes, instalam os assédios interconscienciais prolongados ou cronicificados. MILHARES DE VIDAS HUMANAS PRODUTIVAS, COM PROÉXIS PROMIS-SORAS, SÃO INUTILIZADAS DEVIDO AOS ASSÉDIOS INTERCONSCIENCIAIS. Como se observa, tudo isso acontece por que as pessoas, em geral, depois de um contato energético doentio, não sabem fazer as desassimilações simpáticas ou ficar livres das energias conscien-ciais que absorveram, voltando a ser elas mesmas, limpas ou enxutas, como antes. Eis por que a adolescência é uma encruzilhada definidora do destino humano da consciência renascida na Terra. Da adolescência surgem as indicações vocacionais da pessoa, as primeiras diretrizes para a escolha da carreira profissional, os prenúncios do nível da consciência econômica e a amplitude da sua vida intelectual na maturidade. Na adolescência, despontam as primeiras iniciativas pessoais quanto aos fenômenos da projetabilidade lúcida dos jovens proje-tores conscientes e, para quem teve curso intermissivo avançado, a busca da inversão existencial ou invéxis. O que é invéxis? A invéxis é a técnica que inverte os valores socioculturais e os projetos para a vida humana, trazendo as iniciativas pessoais magnas – em geral executadas na maturidade – para a sua execução já a partir do período da juventude. NOSSA EVOLUÇÃO49define suas preferências sexuais, companhias e modos de reviver em sua nova vida humana. As energias conscienciais remanescentes, pegajosas, responsá-veis por bloqueios e descompensações em nosso corpo energético, gerados por insuficiente desassimilação simpática das energias das outras consciências, animais subumanos, plantas, objetos e ambientes, instalam os assédios interconscienciais prolongados ou cronicificados. MILHARES DE VIDAS HUMANAS PRODUTIVAS, COM PROÉXIS PROMIS-SORAS, SÃO INUTILIZADAS DEVIDO AOS ASSÉDIOS INTERCONSCIENCIAIS. Como se observa, tudo isso acontece por que as pessoas, em geral, depois de um contato energético doentio, não sabem fazer as desassimilações simpáticas ou ficar livres das energias conscien-ciais que absorveram, voltando a ser elas mesmas, limpas ou enxutas, como antes. Eis por que a adolescência é uma encruzilhada definidora do destino humano da consciência renascida na Terra. Da adolescência surgem as indicações vocacionais da pessoa, as primeiras diretrizes para a escolha da carreira profissional, os prenúncios do nível da consciência econômica e a amplitude da sua vida intelectual na maturidade. Na adolescência, despontam as primeiras iniciativas pessoais quanto aos fenômenos da projetabilidade lúcida dos jovens proje-tores conscientes e, para quem teve curso intermissivo avançado, a busca da inversão existencial ou invéxis. O que é invéxis? A invéxis é a técnica que inverte os valores socioculturais e os projetos para a vida humana, trazendo as iniciativas pessoais magnas – em geral executadas na maturidade – para a sua execução já a partir do período da juventude.

Comentários