BRIGO SÃO LUCAS – A HISTÓRIA

No dia 27 de Setembro de 1989, o saudoso Joaquim Mendes idealizador do projeto juntamente com a Regina Costa decidiram alugar uma casa no bairro Monte Castelo para criar um lar onde pessoas idosas que até então viviam nas ruas, tivessem um lugar para morar. Começaram a procurar, já no dia seguinte havia quatro idosas da qual a idosa Cícera Siqueira ainda reside neste lar. Como a procura estava sendo grande, resolveram então nomear o lar, com o consentimento de Regina e criação da idosa Cicera  deram-lhe o nome de Abrigo são Lucas.

Sede do Abrigo São Lucas.

Depois de muita luta a casa já era pequena, tiveram que alugar uma casa maior e com ajuda do governador da época que se comprometeu em pagar o aluguel que era de R$1.500, alugaram então uma nova casa  no bairro Tancredo Neves e nessa casa já residiam 24 idosos, mais o destino pregou uma peça e Deus levou a vida de Joaquim, já no leito de sua partida pediu que sua companheira e sua amiga Regina, continuasse o trabalho e Regina ergueu as mangas e foi a luta, passou por muitas dificuldades mais a força de vontade era maior e com ajuda do povo piauiense que é bom e solidário  a casa continuou a atender, hoje temos o orgulho de mostrar para todas as pessoas que nos ajudaram e  nos  ajudam nossas conquistas.

Hoje a instituição tem o reconhecimento do povo e principalmente de vários órgãos do Estado do Piauí, graças ao importante trabalho prestado ao idoso teresinense e demais lugares. Ao ingressar na instituição o idoso primeiramente passa por uma entrevista onde realizada através de uma visita domiciliar – Assistente Social, depois o responsável assina uma ficha e começam os procedimentos: exames e visita a instituição, onde é revistos questão-como documentação, problemas de saúde, bens materiais e etc. Todos os pertences dos idosos são guardados nominalmente e ficam sob a responsabilidade da instituição durante sua estadia neste lar.

Idosos participam de ações desenvolvidas no Abrigo.

Ao se desvincular da casa todos os documentos são entregues onde é feito um termo de responsabilidade. Hoje, a instituição abriga 53 idosos sendo 28 mulheres de 60 a 100 anos e 25 homens, de 60 a 90 anos.

Atualmente, a instituição possui um quadro de 19 funcionários contratados e distribuídos nos seguintes cargos: Coordenador, Técnicos de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem, Cozinheira, Auxiliar de Escritório, Serviços Gerais/Cuidadores, Motorista, Auxiliar de almoxarifado, Vigia e Lavadeira.

Há também voluntários distribuídos nos cargos de assistente social, dermatologista, advogado, nutricionista, oftalmologista, educador físico, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudióloga e médico.

Projetos desenvolvidos:

1 – Adote um idoso: Cada visitante adota um idoso seja para as questões de lazer, financeira e cultural.2 – Resgatando a vida: Desenvolvimento das potencialidades, motivação, lazer dos idosos.3 – Resgatando a cidadania através do acesso ao lazer e a cultura: Trabalho de multiprofissionais em todas as áreas para desenvolver ações de motivação, saúde e elevação da autoestima resgatando a cidadania com lazer e cultura.4 – Projeto Ressignificando vínculos: Trabalho com a família buscando o ligamento do vínculo familiar5 – Sou cuidador trabalho com amor: Desenvolve a motivação, liderança nos colaboradores da instituição.

Idosos se divertem durante ações sociais no Abrigo São Lucas.

A Fundação Abrigo São Lucas já recebeu vários prêmios de reconhecimento pelo grande trabalho desenvolvido em prol das pessoas idosas. É através destas conquistas, e desse reconhecimento que a cada dia a família São Lucas se uni com uma grande missão de fé e confiança lutando para ver nesses rostinhos enrugados pelo tempo a felicidade de envelhecer com dignidade e com direitos garantidos.

Doações

Os interessados em doar alimentos, materiais de limpeza e outros podem se dirigir até a sede da Fundação Abrigo São Lucas, localizada na Av. Drº Nicanor Barreto, 5280 – Estrada da Cacimba Velha, zona Leste de Teresina. Além disso, o voluntário pode entrar em contato através dos telefones: (86)3231-3733.

Comentários