Capitulo 1 - evolucao de computadores

Capitulo 1 - evolucao de computadores

(Parte 1 de 2)

Capítulo 1 - Origem e Evolução dos Computadores

Origem e Evolução dos Computadores

Há milhares de anos os homens já buscavam formas de armazenar, processar e recuperar informações. Antes de surgirem os computadores atuais, muitos conceitos e dispositivos já haviam sido criados. Cada novo invento significou um enorme avanço.

Ao longo do tempo, a quantidade de dados aumentou significativamente e exigiu equipamentos com maior velocidade e capacidade de processamento.

Desde o início dos tempos o homem teve um enorme desejo de fazer cálculos e armazenar informações para depois recuperá-la e usa-la no futuro.

Qualquer que fosse o motivo, para controlar a quantidade de ovelhas do rebanho, pagar salários dos soldados ou até calcular impostos, exigiam o processamento de informações e a realização de muitos cálculos.

A seguir cada tópico registra cronologicamente (sequência no tempo) a evolução de diversos conceitos e dispositivos.

1. Os Primeiros Dispositivos de Cálculo

2000 anos a.C. (antes de Cristo) - Aproximadamente nessa época surgiu um dispositivo de cálculo chamado Ábaco que foi utilizado pelos chineses e japonês.

Foi o primeiro dispositivo de cálculo decimal que se conhece na história.

Outro dispositivo semelhante utilizado pelos romanos foi desenvolvido sobre uma placa de mármore (em latim "calcx") com trilhos onde se movimentavam bolinhas de mármore (em latim "calculus"). Os números eram representados em algarismos Romanos (I, I,I I, IV, V, X etc.).

650 a.C. - Nessa época, desenvolveu-se na Índia a produção de papel a partir das folhas de palmeiras e também a representação escrita do número zero (0), o único número que, até então, não possuía representação gráfica.

830 - Por volta desse ano, um estudioso persa de nome MOHAMED IBN MUSA ABDU DJEFAR, escreveu o primeiro livro de álgebra que se conhece. Este estudioso era mais conhecido pelo seu apelido AL-KWARISMI que, com o tempo, transformou-se em ALGARISMO, que é o nome da representação gráfica na qual está baseado nosso sistema de cálculos.

2. Dispositivos e Máquinas de Calcular Muitos matemáticos contribuíram para a construção dos primeiros dispositivos de cálculo.

1614 - John Napier (1550 - 1617) matemático escocês desenvolveu escalas graduadas que precederam a criação de tabelas logarítmicas. 1622 - William Oughtred matemático inglês, utiliza os logaritmos num dispositivo formado por duas réguas graduadas que deslizavam uma dentro da outra conhecida como régua de cálculo.

1623 - Wilhelm Schickard (1592 - 1635) desenvolveu a primeira calculadora de quatro operações e chamou-a de Calculating Clock. Esta máquina podia executar as operações de adição e subtração com números de mais de seis dígitos e, baseado nas teorias de Napier, executar multiplicações.

Entre 1623 e 1624, Schickard enviou a seu amigo Johannes Kepler diversas cartas descrevendo seu invento. O protótipo original foi destruído em um incêndio e o outro protótipo existente nunca foi encontrado. Este dispositivo e o seguinte chamam a atenção por serem portáteis.

Capítulo 1 - Origem e Evolução dos Computadores

1642 - Blaise Pascal, aos 19 anos, inventou um dispositivo para efetuar somas baseado em rodas (engrenagens) dentadas.

1680 - Gottfried Wilhem Von Leibniz (1646 - 1716). Aprimorou a máquina de Pascal adaptando-a para quatro operações.

3. Cartões Perfurados para o Registro de Dados

Durante a Revolução Industrial desenvolveram-se diversas máquinas para auxiliar as pessoas a executar melhor, com mais rapidez e precisão o seu trabalho.

1805 - Joseph Marie Jacquard adaptou ao tear placas perfuradas que permitiram a alteração de padronagens dos tecidos com a simples alteração das perfurações nas placas.

Jacquard foi obrigado a deixar a cidade onde morava em virtude de ameaças a sua vida por ter provocado um grande número de demissões na indústria têxtil.

1822 - Charles Babbage (1792 - 1871) Com financiamento do governo inglês iniciou o desenvolvimento de uma máquina de calcular denominada Calculador Diferencial. Esta máquina não funcionou devido às diversas alterações promovidas por Babbage em seu projeto.

Não satisfeito, propôs a construção de outra máquina que ele chamou de Calculador Analítico. Esta máquina já previa entrada de dados através de cartões perfurados e a impressão dos resultados.

O projeto idealizado por Babbage é o atual desenho de quase todos os computadores modernos (Entrada,

Processamento, Armazenamento, Recuperação e

Saída de dados) e, por isso, foi considerado o Pai do Computador.

Babbage foi auxiliado e financiado também por Ada Byron, a Condessa de Lovelace (1815 - 1852), que se encarregou da parte referente à programação da máquina. Ada Byron desenvolveu importantes conceitos de programação utilizados até os dias de hoje, tais como: sub-rotina, loop e salto condicional (IF). Infelizmente o financiamento e o apoio da Condessa não foram suficientes para a conclusão do projeto.

Dados: armazenamento e recuperação

Entrada de dados: Cartões perfurados

Saída de dados: impressora

Dados: processamento

Capítulo 1 - Origem e Evolução dos Computadores

4. Tabuladores de Dados e Calculadoras Os primeiros dispositivos elétricos permitiram a organização (tabulação) de dados com maior facilidade.

censo em um tempo muito menor que o anterior

1880 - Herman Hollerith (1860 - 1929), técnico de estatística, desenvolveu uma leitora de cartões utilizando sensores elétricos, o que permitiu ao governo americano tabular o 1886 – Hollerith criou a TMC - Tabulating Machine Company - para popularizar o uso dos tabuladores de dados através de cartões perfurados.

Entre 1850 e 1887, muitos esforços foram feitos para desenvolver uma calculadora que deveria utilizar um teclado como principal forma de entrada de dados. A dificuldade era adaptar os mecanismos de rodas dentadas às chaves representadas pelos teclados.

1884 - George Boole - estabeleceu princípios binários, utilizados mais tarde para o estudo da lógica Booleana.

1885 - William Seward Burroughs (1857 - 1898) patenteou uma calculadora utilizando um teclado completo e capacidade de impressão dos resultados.

1886 - Burroughs fundou a American Arithmometer Company. Vendeu aproximadamente 50 máquinas difíceis de operar. Burroughs alterou o sistema de teclado para facilitar a operação. Em 1904, mudou-se para Detroit e no ano seguinte alterou o nome da empresa para Burroughs Adding Machine Co. Vinte anos mais tarde vendeu mais de um milhão de máquinas, tornando-se o maior fabricante de calculadoras dos Estados Unidos.

Após a Segunda Guerra (1947), já fabricando também computadores, alterou o nome da empresa para Burroughs Corporation. Finalmente em 1986 a companhia fundiu-se com a Sperry Corporation, passando a chamar-se Unisys Corporation.

1914 - Tomas Watson assume a TMC e em 1924 muda o seu

nome para IBM (International

Business Machining).

O grande diferencial da máquina desenvolvida por Hollerith foi o fato de ela utilizar a eletricidade para efetuar a tabulação dos dados.

5. A Era dos Computadores

Várias formas de processar a informação foram desenvolvidas com auxílio de chaves, igual àquelas utilizadas para acender e apagar a luz.

Este tipo de chave apresenta uma limitação mecânica no que diz respeito ao número de vezes que poderia acender e apagar a luz em um segundo.

O modelo de chave que permitiu maior velocidade, neste liga/desliga, foi o relê, uma chave que pode ligar e desligar cinco vezes por segundo.

A evolução deste tipo de chave se deu com o aparecimento da válvula eletrônica, capaz de chavear, ou seja, ligar e desligar, 1.0.0 por segundo (um milhão de vezes).

Diversos outros pesquisadores desenvolveram máquinas sempre mais sofisticadas, como as da série Z (1,2,3,4) do alemão Conrad Zuse (1910 - 1995).

1943 - A Harvard University, com o apoio da IBM, desenvolveu o Harvard MARK I, um projeto do professor Howard Aiken (1900-1973). Este equipamento que deveria ser utilizado pela marinha americana, ocupava 120 m3, pesava cinco toneladas e operava baseado em relês.

Válvula

Capítulo 1 - Origem e Evolução dos Computadores

1946 - O Exército americano apresenta ao público o computador ENIAC (Eletronic Numeric Calculator and Integrator), um projeto de J. Presper e John Mauchly, na Universidade da Pensilvânia. O ENIAC utilizava 17.468 válvulas, pesava 30 toneladas e consumia em torno de 130 a 140 mil watts de eletricidade, era programado manualmente e, a cada sete minutos, queimava uma válvula.

1946 – Johh von Newman dirige o projeto de construção de um computador, em Princeton, que utilizava o sistema de notação binário, utilizando seqüências de zeros e uns, substituindo o registro numérico de zero a nove em uso até então.

1959 - A IBM lança o modelo 1401, um computador totalmente transistorizado.

1964 - A IBM lança a linha 360 utilizando Circuitos Integrados (C.I. ou Chips).

Os cartões perfurados, feitos em papel grosso, foram usados para entrada, armazenamento e saída de dados. Os dados eram registrados nos cartões através de pequenos furos feitos em duas alturas diferentes que, combinadas, indicavam o caractere correspondente. Foram muito utilizados nas décadas 60 e 70 até o aparecimento dos dispositivos de entrada de

dados (Data Entry), que gravavam os dados em fita cassete. Cartão perfurado

6. Surgimento dos Microcomputadores

Os microcomputadores surgiram quase que por acaso, após uma seqüência de fatos destacando-se os primeiros chips produzidos pela Intel, o kit distribuído pela revista Eletrônica Popular, o lançamento do microcomputador Apple e o IBM-PC, que barateou e popularizou a computação, que deixava de ser um privilégio de grandes empresas, como muito dinheiro e passam a fazer parte do dia-a-dia das pessoas comuns.

1969 - Nasce a Intel - ex-funcionários da Farchild desenvolvem um microprocessador (Intel 4004) para as fábricas japonesas de calculadoras eletrônicas.

1971 - Lançado o i8008 um microprocessador de 8 bits. 1974 - Lançado o i8088 também de 8 bits.

1975 - A revista Popular Electronics publica uma reportagem sobre o processador Altair 80 e distribui um kit para montar um computador.

1975 - William (Bill) Gates e Paul Allen, ainda estudantes, criam a primeira linguagem de programação para microcomputadores, o BASIC (Beginners All-Purpose Symbolic Instruction Code). Nasce a Microsoft fundada por Gates e Allen.

1976 - A Apple é fundada a por dois jovens que vieram da HP (Wosniak) e da Atari (Jobs).

1977 - São lançados no mercado, produzidos em série, três microcomputadores: o Apple I, o TRS-80 da Radio Shack e o PET da Commodore.

1979 - A Software Arts lança a primeira planilha o VisiCalc, o primeiro programa comercializado para microcomputadores impulsionado, ainda mais, as vendas dos microcomputadores Apple.

1981 - A IBM lança o primeiro PC (Personal Computer - Computador Pessoal) tornando-se rapidamente líder desse novo mercado.

1981 – Surgem os primeiros computadores transportáveis, com tela muito pequena e pesando 12 quilos.

1983 - A IBM lança o PCXT seguida de sucessivos lançamentos de novos microprocessadores conhecidos mundialmente como a linha xx86 da Intel (80286, 80386, 80486), que se tornaram padrão mundial para arquitetura de microcomputadores.

1983 - Primeiro telefone celular Motorola Dyna TCA 800x resultante de pesquisas da Bell Labs iniciadas em 1947. A bateria permitia 30 minutos de conversação e custava quatro mil dólares, na época, oito mil atualmente.

Primeiro Computador - ENIAC

Capítulo 1 - Origem e Evolução dos Computadores

1984 - A Apple lança o Macintosh, baseado no processador 68000 da Motorola.

compatíveis com o padrão IBM-PC

1985 - A partir dessa data, outros fabricantes abandoaram suas arquiteturas e sistemas operacionais próprios e passaram a produzir microcomputadores

1990 - Surgem os primeiros notebooks ou laptops. Possuíam tela VGA eram grandes, pesados, com pouca capacidade de armazenamento de dados e bateria de curta duração.

1992 - PDA (Personal Digital Assistant). O assistente pessoal digital ou palmtop são pequenos computadores de bolso oferecem uma série de aplicativos (agenda, tarefas, textos, planilhas, jogos e calculadora) para uso standalone (sem estar conectado em rede). A tela, inicialmente, era sensível a uma canetinha e posteriormente passou a ser sensível ao toque dos dedos (touchscreen). Os primeiros equipamentos pesavam quase

oitocentas gramas. Com o passar dos anos passaram a oferecer fotos, exibição de filmes e músicas, acesso à internet por Wi-fi (Wireless Fidelity), sincronização (troca de dados /backup) com outro microcomputador, além de muitos aplicativos, alguns específicos com0 para a Automação da Força de Vendas (AFV).

1993 - A Intel lança o seu processador Pentium (80586).

2004 - Smartphone ou telefone inteligente reuniu as funcionalidades dos PDAs com os telefones celulares, consolidando a convergência digital (reunião de diversas funcionalidades em um único aparelho). São muito leves, possuem bateria de longa duração, grande capacidade de armazenamento de dados e teclado qwerty (igual ao teclado dos microcomputadores). Atendem a comandos de voz, reconhecem caracteres gráficos e caligrafia. Integraram diversas funções, como: editoração de textos e planilhas de cálculo; acesso à internet, calculadora, agenda, localizador geográfico, jogos simples etc. Possibilitam a captura e edição de fotos, a gravação de vídeos e voz.

2005 – Novas gerações de Notebooks incorporando potentes discos rígidos, CD/DVD, webcam, mouse próprio, baixo peso, custo razoável e baterias com maior duração de carga, impulsionam a computação móvel.

2007 - iPhone aparelho da Apple suportando varias aplicações: musicas, fotos, vídeos, games, livros (ebooks) e telefone. Tela grande, peso e consumo de bateria muito reduzidos.

2008 – Surgem os Netbook, microcomputador móvel de pequeno porte, dimensões muito reduzidas, capacidade de processamento limitada e baixo custo, que oferecia somente conexão à Internet. O armazenamento de dados era feito em pen drive. Para quase tudo dependem da conexão com a

Internet Atualmente alguns modelos oferecem armazenamento de dados interno em HD, fugindo ao conceito inicial do produto, estabelecido em 1999.

2010 – As TVs digitais passam a oferecer acesso à Internet, deflagrando novo processo de convergência digital.

2011 – O Tablet é um dispositivo para uso pessoal no formato de prancheta muito fácil de ser manuseado. Possui acesso à Internet, organização pessoal, visualização de fotos, vídeos, leitura de livros, jornais e revistas e para entretenimento com jogos. A tela é sensível ao toque e não dispõem de teclado ou disco rígido (HD). É muito leve, fino e possui bateria de longa duração.

2011 - Apple lança um smartphone (iPhone) com interface que atende a comando de voz. Pode fazer pesquisas a partir das solicitações dos usuários através de um sistema inteligente, baseado em Inteligência Artificial (SIRI).

2011 – Os Ultrabooks possuem tamanho e peso extremamente reduzidos, bateria de longa duração, alto desempenho, são muito finos e leves, dispõem de telas gráficas com alta capacidade de resolução.

Ultrabook Tablet

PDA com teclado Notebook

Capítulo 1 - Origem e Evolução dos Computadores

7. Gerações de Computadores

A classificação dos computadores através de gerações foi abandonada, mas foi importante para dar uma visão da fantástica evolução desses equipamentos.

(Parte 1 de 2)

Comentários