PPP do Curso de Física

PPP do Curso de Física

(Parte 1 de 9)

BOA VISTA – R 2010

Curso de Licenciatura Plena em Informática á Distância

Av. Cap. Enê Garcez, 2413 - Campus do Paricarana / Bairro Aeroporto CEP: 69304-0 Boa Vista-R

REITOR Prof. Dr. Roberto Ramos Santos VICE-REITOR Profª. Dra. Gioconda Santos e Souza Martinez PRÓ-REITOR DE ADMINISTRAÇÃO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL Manoel Alves Bezerra Júnior PRÓ-REITOR DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Profª. Dra. Gioconda Santos e Souza Martinez PRÓ-REITOR DE GRADUAÇÃO Profª. Msc. Ednalva Dantas R. da Silva Duarte PRÓ-REITOR DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Prof. Dr. Luiz Pessoni PRÓ-REITORA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS Profª. Geyza Alves Pimentel

COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM FÍSICA À DISTÂNCIA Equipe de Física Dr. Miguel Gustavo de Campos Batista Dr. José Carlos Texeira de Oliveira Dr. Abel Dionízio Azeredo Msc. Maria Sônia Silva de Oliveira Veloso Dr. Cassio Sanguini Sergio Dr. Ijanílio Gabriel de Araujo Msc. José Eugênio Brum Rosa Dr. Josefa Pacobahyba Dr. Luiz Henrique Pacobahyba Dr. Roberto Câmara de Araujo Dr. Fábio Esperotto Benfica Equipe de Informática Msc. Wender Antônio da Silva Equipe de Pedagogia Msc. Gisele Cristina de Boucherville Equipe de Matemática Msc. José Ivanildo de Lima

CURSO Licenciatura Plena em Física.

PÚBLICO ALVO O ensino à distância em Licenciatura Plena em Física destina-se a pessoas que tenham concluído o Ensino Médio.

PERÍODO 4 anos, dividido em 8 módulos.

ESTRUTURA Disciplinar.

TITULAÇÃO CONFERIDA Licenciatura plena para atuar na Educação Básica.

CARGA HORÁRIA 2.975 horas

PÓLOS ATENDIDOS Amajari, Boa Vista, Caracaraí.

NÚMERO DE VAGAS OFERECIDAS 50 vagas para cada polo. Total de 150 vagas.

PROCESSO SELETIVO Processo seletivo será através de vestibular com edital específico.

IINTRODUÇÃO..............................................................................................................................7
IHISTÓRICO SOBRE A INSTITUIÇÃO....................................................................................8
I.1 HISTÓRICO SOBRE A UAB / UFRR9
IJUSTIFICATIVA.....................................................................................................................10
IVOBJETIVOS.............................................................................................................................1
IV.1 OBJETIVO GERAL1
IV.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS1
VFUNDAMENTAÇÃO.................................................................................................................12
V.1 A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA13
V.2 O FÍSICO EDUCADOR14
V.3ESTRUTURAÇÃO DO CURSO...................................................................................................15
V.4 O PERFIL DO CURSO15
V.5 ATIVIDADES CURRICULARES DO CURSO16
VIMATRIZ CURRICULAR.........................................................................................................20
VI.1 DISTRIBUIÇÃO CURRICULAR CONFORME A RESOLUÇÃO CNE2
VI.1.1 PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO COMPONENTE CURRICULAR23
VI.1.2 ATIVIDADES COMPLEMENTARES24
VI.1.3 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO24
VI.1.4CONTEÚDOS CURRICULARES DE NATUREZA SÓCIO-CULTURAL........................25
VIICARACTERÍSTICAS E EMENTAS DAS DISCIPLINAS................................................25
VIIIPERFIL DO EGRESSO.......................................................................................................6
IXCOMPETÊNCIAS E HABILIDADES................................................................................68
IX.1COMPETÊNCIAS........................................................................................................................68
IX.2 HABILIDADES GERAIS69

Sumário 4

XDIRETRIZES METODOLÓGICAS......................................................................................70
XIFORMA DE ACESSO AO CURSO.........................................................................................75
XIISISTEMA DE AVALIAÇÃO..................................................................................................75
XII.1 AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM75
XII.2 AVALIAÇÃO DO CURSO76
XII.3 AVALIAÇÃO DO CURSO PELO ALUNO:7
XII.4 AVALIAÇÃO DO DOCENTE PELO ALUNO7
COORDENAÇÃO UAB/UFRR78
XIIITRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC).........................................................79
XIVESTÁGIO CURRICULAR.....................................................................................................81
XIV.1 ATIVIDADES DOS ESTÁGIOS CURRICULARES SUPERVISIONADOS81
XVINFRA-ESTRUTURA ............................................................................................................83
XVIRECURSOS HUMANOS......................................................................................................84
XVIIPOLÍTICAS DE ATENDIMENTO A PORTADORES DE NECESSIDADES
ESPECIAIS85
XVIIICONSIDERAÇÕES GERAIS FINAIS..............................................................................86
XIXREFERÊNCIAS....................................................................................................................87
ANEXOS...................................................................................................................................90

XII.5 AVALIAÇÃO DE CONTROLE DE QUALIDADE DO CURSO PELA EQUIPE E

INFORMÁTICA NA MODALIDADE EAD90
ANEXO 2 - REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES96
ANEXO 3 - AUTO-AVALIAÇÃO POR PARTE DO DOCENTE98

ANEXO 1- ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM

PELO ALUNO9

ANEXO 4 - AVALIAÇÃO DIDÁTICO-PEDAGÓGICA PROFESSOR/DISCIPLINA REALIZADA 5

A qualidade do ensino de Física ministrado na escola e seu sucesso na tarefa de formar cidadãos capazes de participar da vida socioeconômica, política e cultural do País, estão diretamente ligados na melhoria da qualidade e formação profissional e valorização do trabalho pedagógico do ensino de Física.

A formação do professor de Física deve ser contínua e permanente, valorizando a experiência e o conhecimento que os professores de Física tem a partir de sua prática pedagógica.

Os avanços da Física, relacionados a novos conhecimentos científicos e tecnológicos presentes na sociedade são exemplos, de como a Física tem se desenvolvido ao longo do tempo. Nesse contexto, a preocupação com o futuro profissional da área de Física deve ser relevante quanto à sua formação, desta forma, é necessário que o conhecimento adquirido por esse profissional seja reflexivo e abrangente da realidade sobre a qual ele irá atuar.

Uma sociedade baseada na informação, no aprendizado e no conhecimento tem a educação como elemento chave. Porém, educar em uma sociedade da informação significa muito mais que treinar as pessoas para o uso das tecnologias de informação e comunicação; trata-se de investir na criação de competências suficientemente amplas que lhes permitam ter uma atuação efetiva na produção de bens e serviços, operar com fluência os novos meios e ferramentas em seu trabalho, tomar decisões fundamentadas no conhecimento, bem como aplicar criativamente as novas mídias, em quaisquer que sejam as aplicações.

A UAB/UFRR tendo esta visão, formará professores em Licenciatura em Física para a Educação Básica, através de um conhecimento que possibilita a compreensão do mundo que os cerca, tanto natural como tecnológico.

IHISTÓRICO SOBRE A INSTITUIÇÃO.

A UFRR implantada em 1989, quatro anos após ter sido autorizada pela Lei nº 7.364/85, é a primeira Instituição Federal de Ensino Superior a instalar-se em Roraima e é considerada uma das mais novas do País. Há 20 anos, vem produzindo e disseminando conhecimentos, trabalhando na busca contínua de padrões de excelência e de relevância no ensino, na pesquisa e na extensão.

Ao longo destes anos, a UFRR tem renovado sua missão de contribuir para o desenvolvimento do Estado, sugerindo soluções para os desafios amazônicos, estimulando e elevando a qualidade de vida na região. Conta com três campi: Paricarana, Cauamé e Murupu.

Possui 36 cursos de graduação nas mais diversas áreas do conhecimento, além do

Colégio de Aplicação (CAp) e Escola Agrotécnica (EAgro). Na pós-graduação, tem cinco cursos de mestrado: Agronomia, Física, Química, Recursos Naturais e Letras. Registra mais de 40 cursos de especialização.

Tem atualmente núcleos e unidades de pesquisa, como: Núcleo Amazônico de

Pesquisas em Relações Internacionais (NAPRI), Núcleo de Recursos Naturais (NUREN); Biofábrica; Núcleo Histórico Sócio-ambiental (NUHSA); Núcleo de Estudos Comparados da Amazônia e do Caribe (NECAR); Núcleo de Estudos Semióticos da Amazônia (NUPS); Núcleo de Estudos de Línguas Estrangeiras (NUCELE); Núcleo de Pesquisas Energéticas (NUPENERG), Núcleo de Pesquisas Eleitorais e Políticas da Amazônia (NUPEPA), Núcleo de Estudos do Empreendedorismo, Inovação e Desenvolvimento Sustentável (NEEDS) e Núcleo Observa R.

I.1 HISTÓRICO SOBRE A UAB / UFRR.

Fazendo parte do crescimento da Universidade em 2005 o Ministério da Educação através da Secretaria de Educação a Distância publicou o edital de seleção UAB- 01/2006 – SEED/MEC para convocar os Municípios, Estados e o Distrito Federal a apresentarem propostas de pólos municipais de apoio presencial, assim como, as instituições públicas de ensino superior apresentarem propostas de cursos superiores a distância, fato este que possibilitou a professores da UFRR se mobilizarem para esta meta.

É neste sentido que surgiu o Projeto Universidade Aberta do Brasil da UFRR, através do curso Seqüencial de Gerência de Conteúdo para Web a distância criado através da Resolução no 005/2007 – CUni de 06/08/2007 da UFRR.

Atualmente a UFRR, através do Sistema UAB, oferece o Curso Seqüencial de

Gerência de Conteúdo para Web para 400 alunos divididos em 8 pólos, Especialização em Produção de Material Didático para ensino a distância e também Especialização para gestores de escolas púbica do estado de Roraima.

IJUSTIFICATIVA.

No que concerne à formação do professor, o Parecer CNE/CES 1.0303/2001 indica que esse profissional deve ter uma formação geral, sólida e abrangente em conteúdos dos diversos campos da Física, preparação adequada à aplicação pedagógica de conhecimento e experiências de Física e de áreas afins na atuação profissional como educador na Educação Fundamental e Média.

São muitos os desafios institucionais e curriculares que dificultam a formação de professores de Física do Estado do de Roraima entretanto as práticas atuais desenvolvidas decorrentes do engessamento dos currículos mínimos colocadas pela legislação anterior, devem ser superadas para dar lugar a uma nova estrutura de curso, onde o desenvolvimento do futuro professor seja promovido tendo como princípios norteadores da sua formação: uma sólida formação teórica-prática, uma docência como base da formação profissional, ter a pesquisa como princípio educativo e o compromisso ético/social do professor na formação do cidadão.

O futuro professor ao longo da sua formação acadêmica deverá ser envolvido por ações que lhe permitam incorporar no seu saber fazer Física, uma postura crítica diante do seu ato de ensinar, permitindo desenvolver ações adequadas para formar cidadãos que tenham uma efetiva consciência de cidadania, independência de pensamento e capacidade crítica.

Para o Departamento de Física, com a infra-estrutura de funcionamento atual, seria praticamente inviável, atender à demanda de novos alunos nos Pólos Municipais no Estado de Roraima. Esses novos alunos encontram-se, na maioria dos casos, impossibilitados de deslocarem-se de suas cidades para o Campus da Universidade Federal de Roraima.

Com tal perspectiva, seria incompatível frente à dinâmica dos novos tempos, atender essa demanda Municipal e Regional de vagas para o curso de Licenciatura em Física. Assim sendo, a modalidade de Educação Aberta e a Distância (EAD) nos parece ser um dos veículos para que a UAB/UFRR amplie com mais agilidade sua função social no estado. Não obstante, compreende-se que é emergencial a ação do Departamento de Física com parceria com a UAB, no sentido de assumir o seu papel e suas responsabilidades cíveis e éticas na qualificação de profissionais leigos no ensino da Física no Estado de Roraima.

IVOBJETIVOS

IV.1 OBJETIVO GERAL

Formar professores para a Educação Básica, através de um conhecimento que possibilita a compreensão do mundo que os cerca, tanto natural como tecnológico.

IV.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Promover o saber científico, gerar novas tecnologias e estimular a evolução cultural, procurando socializar os conhecimentos produzidos pela academia, por meio de todos os níveis do ensino e veículos de comunicação;

Desenvolver, apoiar e estimular atividades de ensino, pesquisa ou extensão relacionadas com a solução de problemas técnico-científicos;

Atuar como docente do ensino médio, trabalhando com dinamismo e postura crítica frente à realidade, incentivando atividades de enriquecimento cultural e desenvolvendo práticas investigativas e utilizando metodologias, estratégias e materiais de apoio;

Atuar como educador consciente de seu papel na formação dos cidadãos, orientando e mediando o ensino para a aprendizagem do aluno;

Atuar interdisciplinarmente como professor e membro de uma Instituição Educacional, participando ativamente do Projeto Político Pedagógico da Escola onde atuará, desenvolvendo hábitos de colaboração e trabalho em equipe ;

Construir um sistema de avaliação discente orientador de seu trabalho educativo, que considere as diferentes correntes psicológicas, sociológicas, antropológicas, filosóficas e pedagógicas que explicam o desenvolvimento humano e sua relação com a aprendizagem;

Integrar-se à dinâmica do mundo do trabalho, buscando, sempre que necessário, ações de formação continuada e aprimoramento profissional.

VFUNDAMENTAÇÃO

A EAD é um recurso de grande importância como modo apropriado para atender a grandes contingentes de alunos de forma mais efetiva que outras modalidades e sem riscos de reduzir a qualidade dos serviços oferecidos em decorrência da ampliação da clientela atendida.

(Parte 1 de 9)

Comentários