Caderno dds junho

Caderno dds junho

(Parte 1 de 5)

TEMA 1

Se você é daquele tipo que acha que planejar um trabalho o faz perder um tempo precioso que seria usado na sua execução enganou-se. É muito provável que um trabalho planejado antes de ser executado termine mais rápido e sem surpresas, como acidentes ou falta de algum componente que esquecemos de pegar. Qualquer trabalho, por mais simples que possa parecer, só deve ser executado depois de planejarmos todas as suas fases. Esse planejamento inclui a escolha dos meios necessários para sua execução, a previsão dos possíveis riscos de acidentes e o seu controle.

E para fazer tudo isso você pode usar uma ferramenta chamada Análise Prevencionista de Riscos (APR).

Por incrível que pareça temos uma enorme tendência de querer ganhar tempo e por isso inventamos um monte de desculpas para fazer um trabalho sem planejamento prévio. A APR nos auxilia e facilita o planejamento do trabalho com foco na prevenção de acidentes.

Alguns motivos alegados para deixar de fazer o planejamento

A pressa é a desculpa que vem primeiro. Mas o trabalhador esquece que a prioridade é a sua segurança. Outros já se consideram muito experientes na execução da tarefa, porque já efetuaram várias iguais. Mas é bom que se saiba que cada situação é diferente, porque existem riscos diferentes em cada local.

Por onde começa

O planejamento de uma tarefa começa após o recebimento da Ordem de Serviço. Devemos separar todos os recursos necessários e em quantidade suficiente para a execução da atividade sem que esqueça dos equipamentos, ferramentas e materiais. É preciso também avaliar as condições ambientais (inclusive da estrutura onde será realizada a atividade) para pensar nos riscos existentes. Por fim, determinar por etapas como a atividade será desenvolvida, sem esquecer de identificar, eliminar e controlar todos os riscos detectados (APR).

O líder é responsável pelo planejamento

Em trabalhos onde houver o líder, caberá a ele o planejamento, juntamente com sua equipe. Ele deve dar todos os esclarecimentos e instruções, do ponto de vista técnico e de segurança, sobre o serviço a ser executado, indicando os circuitos energizados, serviços com trabalho a quente, trafego de pessoas, umidade, ruído, posição mais segura para o trabalho e entre outros. Em trabalhos onde não houver a presença do líder de equipe, caberá aos trabalhadores executores da atividade efetuarem a avaliação de risco e seu planejamento detalhado.

Distribua as tarefas de acordo com a condição de cada um

No planejamento, especialmente dos trabalhos em partes energizadas, devem ser consideradas as condições pessoais dos colaboradores. Se alguém se apresentar indisposto, deve ser colocado para executar as tarefas de menor risco ou, se necessário, ser encaminhado para avaliação médica, nunca trabalhe tendo algum problema de saúde, isso poderá ser um agravante para situações de acidentes, neste caso comunique ao supervisor imediato, ele automaticamente tomará providências afim do estudo do seu caso em especial.

Atitudes ideais do colaborador a) Confirmar a perfeita compreensão das instruções repetindo-as ao líder de equipe, se necessário. b) Executar as tarefas de acordo com a seqüência pré-estabelecida, segundo as ordens do líder de equipe, com coordenação, calma, habilidade e dentro da melhor técnica e segurança.

Nunca trabalhe sem sua ART, ela é a ferramenta (caneta) inicial que desenhará sua forma segura de trabalho.

DIALOGO DIÁRIO DE SEGURANÇA TEMA 2

Em todo o mundo, o diabetes é a quarta causa de morte, atingindo 150 milhões de indivíduos. Também pode acarretar sérias conseqüências: problemas no coração, cegueira, amputação das pernas, insuficiência renal e impotência sexual. Quem tem mais de 45 anos, episódios do problema na família e está acima do peso precisa cuidar-se. Os mais jovens, porém, não estão livres. O problema também está atingindo as crianças, que não fazem mais exercícios, engordando e comendo muito alimento industrializado. Como se vê, o aumento deve-se ao estilo de vida não saudável.

O que é?

É uma doença caracterizada pela inabilidade do corpo em produzir ou responder à produção de insulina para manter níveis adequados de glicemia.

Há dois tipos principais de diabetes:

Tipo 1: O pâncreas não produz insulina. Ocorre principalmente em crianças e adolescentes, mas adultos também podem ter esse tipo de diabetes. Geralmente são pessoas magras. O tratamento do diabetes tipo 1 é necessariamente feito com insulina.

Tipo 2: É o tipo mais freqüente de diabetes. A insulina produzida pelo pâncreas não é suficiente ou não age de forma adequada para diminuir a glicemia. É mais comum em adultos e em pessoas que têm familiares com diabetes tipo 2.

Pâncreas cansado

A quantidade de insulina produzida depende da quantidade de açúcar que comemos, quanto mais ingerimos, mais o pâncreas precisa trabalhar até o dia em que ele “cansa” e nosso sangue se torna um melado. Batata, arroz, pão, macarrão, biscoito, pizza, doces, chope, cerveja, tudo isso é o mesmo que açúcar.

Como saber se estou diabético? Fazendo a dosagem da glicemia em jejum.

Vou precisar tomar insulina?

Na maioria dos casos, o tratamento inicial se faz com mudanças nos hábitos de vida: alimentação e prática de atividade física.Segurança (DSS)

O que tem a ver com a obesidade?

Está muito relacionada à obesidade e, por isso, vem atingindo pessoas cada vez mais jovens. A doença começa muitos anos antes do açúcar aumentar no sangue; começa quando engordamos, não fazemos atividade física e nos alimentamos de forma inadequada. Alimentação à base de hortaliças, cereais, frutas e leguminosas, aliada à prática de 30 minutos diários de exercícios, como caminhada e natação, são excelentes para a prevenção do diabetes.

Sabendo agora dessas dicas, o que você pode modificar no hábito diário para ter uma vida mais saudável?

Saúde é a primeira cadeia de qualidade de vida, sem ela, você fica limitado á realizar praticamente tudo, então, cuide se, você precisa dela para sobreviver.

DIALOGO DIÁRIO DE SEGURANÇA TEMA 3

Hidrate-se

Você é daqueles que só bebem água quando estão com sede? A sede, porém, é o sinal de que já estamos passando pelo processo de desidratação. Há uma dica importante para você se lembrar de beber água: faça lembretes que chamem a sua atenção, como o relógio para despertar, escritas na mão, bilhetes dentro do carro, na mesa de trabalho, etc.

A água desempenha funções fundamentais no organismo, entre elas: preservação das funções fisiológicas; transporte de nutrientes e regulação da temperatura corporal. Representa 70% da constituição corporal, sendo fundamental para as seguintes funções:

- eliminação de toxinas através da urina e da transpiração; - consistência do bolo fecal;

- lubrificação dos olhos;

- entre outras.

A todo o momento, o corpo está perdendo água, por isso, a reposição, mesmo sem sede, é de extrema importância. Quando a sede chega é sinal de que o organismo já está passando pelo processo de desidratação, ou seja, que seus reservatórios de água estão com os "níveis baixos". Esse estado tem como conseqüência cansaço, dor de cabeça, enjôo, azia, fadiga, levando à diminuição do rendimento no trabalho e aumentando as chances de um acidente.

Em dias frios, é comum não ter sede e urinar com mais freqüência, porque não perdemos tanta água pela transpiração como em dias mais quentes. Por isso, muitas vezes esquecemos de beber água. Em dias assim, os lembretes são sempre bem-vindos. Substitua o refrigerante pela água. Além de não matar a sede, é mais caro, mais calórico e não possui nutrientes. Outra desvantagem: os refrigerantes à base de cola são ricos em cafeína, substância diurética que facilita a eliminação da água e dos sais minerais que deveriam ser retidos para compensar a desidratação, ou seja, “matando a sede” com refrigerante, você estará contribuindo ainda mais com a desidratação. Sempre que parar em local ensolarado, lembre-se de retirar o galão de água do caminhão e colocálo em local onde haja sombra; amenizando, dessa forma, a temperatura da água. Outra solução seria procurar um comércio ou um local com bebedouro. Porém, tenha cuidado com a água encontrada no caminho. Certifique-se de que é potável.

Ao realizar a compra de galão de água mineral, sempre faça higienização da sua saída com pana limpo e álcool, dessa forma você estará eliminando bactérias, e possíveis doenças originadas de urinas de animais.

Importante que ao realizar exercício físico, você tenha próximo um recipiente com água, ao perder calorias, o corpo necessita de nutrientes de que há na composição da água e isso é importante para não haver desidratação da pele e do corpo, além de que é importante tomar água pausadamente, se você tomar água em processo contínuo, ou seja, depressa demais, você poderá atacar os órgãos do seu corpo que não memorizam o recebimento da quantidade em um espaço de tempo muito rápido, assim poderá ocorrer doenças como ataque cardíaco, infecção urinária, dores na região da bexiga, e entre outros.

Você já bebeu água alguma vez tão rápido, que sentiu uma forte dor na barriga como se fosse uma bexiga muito cheia? Realmente é isso que acontece, e isso é um item que prejudica o funcionamento da bexiga, e ocasiona rompimentos de veias, fazendo que haja infecções, e doenças na região.

Então vamos usar a água de forma inteligente, pois a água é saúde, e usa-la da melhor forma o nosso corpo irá agradecer.

DIALOGO DIÁRIO DE SEGURANÇA TEMA 4

A Princesa Diana e seu companheiro morreram em uma Mercedes - veículo que possui todos os quesitos de segurança passiva e ativa - porém estavam em alta velocidade (190 km/h) e sem cinto de segurança; logo não puderam ser salvos pelos equipamentos de segurança do carro. No Brasil, 80% das pessoas, no banco traseiro, não usam cinto de segurança. Em acidentes de trânsito, 45% dos feridos são passageiros do banco traseiro. Ainda que esteja usando o cinto, o motorista não estará a salvo. Ele será prensado pelo passageiro de trás contra o volante, podendo ter costelas quebradas e pulmões e coração perfurados. Ao ser lançado para a frente, o passageiro baterá braços e peito nas laterais dos bancos dianteiros e atingirá o pára-brisa com a cabeça. Ainda poderá ser arremessado para fora do carro. Os passageiros atingirão o teto do carro com a cabeça. Há grande chance de ocorrer traumatismo craniano. Se a medula for comprimida pela pancada, existe o risco de tetraplegia.

Na batida, o peso da mala vira peso de um asno. Em uma batida a 60 km/h, tudo o que estiver solto no banco de trás será arremessado para a frente com um peso 50 vezes maior que em condições normais, a saber: Mala - 5 kg => Asno 250 kg Criança - 20 kg => Touro 1.0 kg Mulher - 60 kg => Rinoceronte 3.0 kg Homem - 70 kg => Hipopótamo 3.500 kg

Certamente, você conhece alguém que conduz veículo com passageiros no banco de trás sem cinto, aumentando os riscos de acidentes, podendo sofrer e provocar lesões nos ocupantes do veículo e em outras pessoas no trânsito. Oriente-o a tomar as seguintes medidas preventivas: - Todo e qualquer passageiro deverá estar utilizando corretamente o cinto de segurança, independentemente do local em que esteja sentado no veículo. - É fundamental respeitar os limites de velocidade permitidos da via e indicados nas placas de sinalização. - Objetos soltos devem, de preferência, ser acondicionados no porta-malas.06

- Usar cadeirinha homologada, e especial para transporte de crianças e disponíveis no mercado.

- Use o cinto de segurança tanto no banco da frente como no traseiro. Ele pode salvar sua vida e a de sua família.

Principais benefícios em dirigir defensivamente

Não expor a riscos sua vida e a de outras pessoas; Reduzir os acidentes de trânsito e as lesões deles decorrentes; Economizar tempo e dinheiro não sofrendo perdas; Reduzir as chances de receber multas de trânsito e ficar impedido de dirigir; Não faltar aos compromissos pelo envolvimento em acidentes de trânsito.

A Haver Serviços espera que seus empregados e seus parceiros previnam sempre os acidentes de trânsito, e as melhores providências para alcançar esse objetivo são:

-Fazer escolhas seguras e dentro da lei; -Não gerar estresse dentro e fora de seu veículo favorecendo um ambiente seguro ao trânsito;

- Praticar a cortesia, o senso comum de cooperação e a tolerância com os demais atores do espaço público; - Evitar cometer infrações de trânsito, pois elas indicam alto potencial de acidentes e são punidas com elevadas multas; - Entender os riscos e perigos associados às condições e atitudes no trânsito.

Segurança é fundamental também para quem anda de ônibus:

- Evite ônibus superlotados: saia mais cedo de casa. Na maioria das vezes, 15 minutos fazem a diferença; - Caso não consiga sentar-se, posicione-se sempre olhando para a frente do veículo: isso ajudará a proteger-se melhor em casos de emergência; - Segure sempre no corrimão ao descer e assegure-se de que o veículo está totalmente parado;

- As mulheres que usam coletivos devem evitar sapatos altos e tipo plataforma, os quais facilitam torcer o pé e enroscar os saltos finos em peças soltas do piso ou buracos na via.

DIALOGO DIÁRIO DE SEGURANÇA TEMA 5

O assunto de hoje é o uso das escadas como equipamento de trabalho de forma segura. As escadas são um dos instrumentos de uso de menor frequência em nossa empresa. Se usadas de modo inadequado, podem causar acidentes sérios e até fatais. Por serem equipamentos de trabalho comuns, mas de uso não corriqueiro, os riscos associados a elas normalmente não são levados a muito a sério. Ninguém pensa, por exemplo, que um degrau trincado, que passe despercebido no começo de uma tarefa, pode virar um acidente com fraturas sérias. Por isso, todo cuidado é pouco com a conservação, o transporte e a escolha da escada certa.

Nada de improvisos!

-Use sempre a escada certa para o trabalho. Manutenção é o segredo do trabalho seguro

-Inspecione todas as escadas, periodicamente, quanto a pontos de ferrugem, trincas e partes quebradas;

-Mantenha todas as escadas com a ferragem bem firme e verifique se há madeira empenada ou peças quebradas;

-Mantenha as escadas livres de sujeiras;

-Realize inspeções e manutenções periódicas nas escadas;

-Remova todas as escadas do serviço quando defeituosas.

Cuidados importantes ao guardar a escada ou transportá-la

-Quando possível, providencie um local de depósito adequado para guardar as escadas, levando em conta fatores como: calor, umidade e possíveis danos causados por ferramentas e máquinas;

-Rotule as escadas, identificando o comprimento e o local onde devem ser usadas e guardadas;

-Mantenha as escadas presas quando utiliza-las. Fixe-as em sua posição para elimine riscos de queda da mesma, quando não houver pontos, solicite algum colaborador para segurar a escada de forma que quando utilize não haja impacto na mesma, dessa forma, você estará instável em altura.

Saber usar também evita acidentes

-Posicione-as corretamente; -Quando em uso, amarre as extremidades superior e inferior no galpão;

-Nunca use escadas de metal para trabalhos em circuitos elétricos;

-Coloque sinais de alerta ou cones na base da escada quando estiver sendo usada em locais de passagem de pedestres, ou onde haja movimento de máquinas, equipamentos ou veículos. -Ao terminar atividade, retire a escada do local e guarde-a em local seguro e destinado para a mesma.

(Parte 1 de 5)

Comentários