telecurso 2000 - volume 3 - processos de fabricação - 54proc3

telecurso 2000 - volume 3 - processos de fabricação - 54proc3

54 AULA

AtØ a aula anterior, vocŒ estudou vÆrias operaçıes de usinagem executadas em fresadora, furadeira, torno, entre outras.

A partir desta aula, vamos estudar os processos de usinagem por abrasªo.

Um destes processos Ø a retificaçªo numa mÆquina-ferramenta chamada retificadora. Esta Ø uma mÆquina utilizada para dar acabamento fino e exatidªo às dimensıes das peças.

Geralmente, este tipo de usinagem Ø posterior ao torneamento e ao fresamento, para um melhor acabamento de superfície. O sobremetal deixado para o processo de retificaçªo Ø de 0,2 a 0,5 m, porque a retificadora Ø uma mÆquina de custo elevado e seu emprego encarece o produto.

Mas, se o objetivo Ø produzir com dimensªo exata e menos rugosidade da superfície, recomenda-se, após a fresagem, o torneamento e a furaçªo, dar a cabamento às peças com emprego da retificadora.

Nesta aula, vocŒ terÆ noçıes gerais de retificadora e de rebolo, que Ø a ferramenta principal do processo de retificaçªo.

Retificaçªo

A retificaçªo Ø um processo de usinagem por abrasªo que retifica a superfície de uma peça. Retificar significa corrigir irregularidades de superfícies de peças.

Assim, a retificaçªo tem por objetivo:

a)a)a)a)a)reduzir rugosidades ou saliŒncias e rebaixos de superfícies usinadas com mÆquinas-ferramenta, como furadeira, torno, plaina, fresadora; b)b)b)b)b)dar à superfície da peça a exatidªo de medidas que permita obter peças semelhantes que possam ser substituídas umas pelas outras; c)c)c)c)c)retificar peças que tenham sido deformadasdeformadasdeformadasdeformadasdeformadas ligeiramente durante um processo de tratamento tØrmico; d)d)d)d)d)remover camadas finas de material endurecido por tŒmpera, cementaçªo ou nitretaçªo.

Retificaçªo: conceitos e equipamentos

54 A U L A

Nossa aula

AULA Retificadoras

A retificadora Ø uma mÆquina empregada na usinagem de peças para dar às suas superfícies uma exatidªo maior e um melhor acabamento do que os conseguidos em mÆquinas convencionais.

Os materiais ou peças geralmente precisam ser submetidos a tratamento tØrmico de tŒmpera para serem retificados.

Classificaçªo

HÆ basicamente trŒs tipos de retificadora: a plana, a cilíndrica universal e a cilíndrica sem centros (center less). Quanto ao movimento, em geral as retificadoras podem ser manuais, semi-automÆticas e automÆticas. No caso da center less, ela Ø automÆtica, pois se trata de uma mÆquina utilizada para a produçªo em sØrie.

Retificadora planaRetificadora planaRetificadora planaRetificadora planaRetificadora plana

Esse tipo de mÆquina retifica todos os tipos de superfícies planas: paralelas, perpendiculares ou inclinadas.

Na retificadora plana, a peça Ø presa a uma placa magnØtica, fixada à mesa da retificadora. Durante a usinagem, a mesa desloca-se em um movimento retilíneo da direita para a esquerda e vice-versa, fazendo com que a peça ultrapasse o contato com o rebolo em aproximadamente 10 m. HÆ tambØm o deslocamento transversal da mesa. O movimento transversal junto com o movimento longitudinal permitem uma varredura da superfície a ser usinada.

O valor do deslocamento transversal depende da largura do rebolo.

A retificadora plana pode ser tangencial de eixo horizontal e de topo de eixo vertical.

retificadora plana tangencial retificadora plana vertical

AULARetificadora cilíndrica universalRetificadora cilíndrica universalRetificadora cilíndrica universalRetificadora cilíndrica universalRetificadora cilíndrica universal

A retificadora cilíndrica universal retifica superfícies cilíndricas, externas ou internas e, em alguns casos, superfícies planas em eixos rebaixados que exijam faceamento.

A peça Ø fixa, por exemplo, a uma placa universal como a utilizada no torno, que Ø dotada de um movimento de rotaçªo. O rebolo em movimento de rotaçªo entra em contato com a peça e remove o material.

Retificadora sem centros (Retificadora sem centros (Retificadora sem centros (Retificadora sem centros (Retificadora sem centros (center less)))))

Esse tipo de retificadora Ø muito usado na produçªo em sØrie. A peça

Ø conduzida pelo rebolo e pelo disco de arraste.

O disco de arraste gira devagar e serve para imprimir movimento à peça e para produzir o avanço longitudinal. Por essa razªo, o disco de arraste possui uma inclinaçªo de 3 a 5 graus, que Ø responsÆvel pelo avanço da peça.

retificadora cilíndrica universal

retificadora sem centros (center less)

AULA ReboloReboloReboloReboloRebolo

A ferramenta de corte utilizada na retificadora

Ø o rebolo, cuja superfície Ø abrasiva, ou seja, apresenta-se constituída de grªos de óxido de alumínio ou de carbeto de silício, entre outros.

Por isso, a usinagem com rebolo Ø designada como um processo de usinagem por abrasªo. Trata-se do mesmo sistema empregado pelo dentista quando ele utiliza um instrumento giratório com uma espØcie de lixa redonda para limpar ou polir nossos dentes.

O desgaste do material a ser usinado Ø muito pequeno, porque o rebolo arranca minœsculos cavacos durante a operaçªo de corte, quando a aresta dos grªos abrasivos incide sobre a peça.

O ângulo de ataque desses grªos Ø geralmente negativo. Veja a figura acima.

O rebolo apresenta cinco elementos a serem considerados. •Abrasivo – material que compıe os grªos do rebolo.

•Granulaçªo – tamanho dos grªos abrasivos.

•Aglomerante – material que une os grªos abrasivos.

•Grau de dureza – resistŒncia do aglomerante.

•Estrutura – porosidade do disco abrasivo.

Existem vÆrios tipos e formas de rebolo, adequados ao trabalho de retificaçªo que se deseja fazer e, principalmente, à natureza do material a ser retificado. Veja a tabela a seguir.

rebolo rebolo (ângulo de ataque negativo)

54 AULA

Para que a superfície retificada apresente exatidªo dimensional e bom acabamento, Ø necessÆrio levar em conta o tipo de material a usinar, o tipo de trabalho a ser feito e o tipo de granulaçªo e o aglomerante do rebolo. Veja abaixo exemplo para a retificaçªo de aço nªo temperado.

O aglomerante vitrificado, utilizado na maioria dos rebolos fabricados, estÆ entre 70% e 80% do total.

Quanto à velocidade da mesa, existem as seguintes relaçıes:

Quanto à dureza do rebolo:

TIPOTIPOTIPOTIPOTIPODEDEDEDEDE TRABALHOTRABALHOTRABALHOTRABALHOTRABALHOTIPOTIPOTIPOTIPOTIPO DEDEDEDEDE GRANULAOGRANULAOGRANULAOGRANULAOGRANULAOTIPOTIPOTIPOTIPOTIPO DEDEDEDEDE AGLOMERANTEAGLOMERANTEAGLOMERANTEAGLOMERANTEAGLOMERANTE

Desbaste Grossa Vitrificado Semi-acabamento MØdia Vitrificado Retificaçªo finaFinaResinóide, borracha, goma-laca, vitrificado material mole-maior velocidade da mesa material duro-menor velocidade da mesa material mole-rebolo duro material duro-rebolo mole rebolo de liga vitrificada-baixa velocidade (atØ 3 m/s) rebolo de liga resinóide-alta velocidade (atØ 45 m/s)

54 AULAQuanto à estrutura

Rugosidade

Rugosidades sªo irregularidades micromØtricas que se formam na superfície da peça, durante o processo de usinagem.

Na retificaçªo, elas podem ser causadas por folgas nos eixos, irregularidades no movimento da mesa, desbalanceamento do rebolo e granulaçªo do abrasivo, entre outras causas. Observe no quadro abaixo a relaçªo entre rugosidade (Ra), granulaçªo do abrasivo e a profundidade de corte do rebolo.

Resumo

Nesta aula, vocŒ teve as seguintes informaçıes: •a retificadora Ø uma mÆquina que usina peças com a finalidade de tornar uma superfície precisa e com bom acabamento; •materiais e peças podem ser retificados com ou sem tratamento tØrmico;

•quanto ao tipo de usinagem a fazer, a retificadora pode ser plana e cilíndrica universal; •a retificadora plana retifica superfícies planas paralelas, perpendiculares ou oblíquas; •a retificadora plana pode ser tangencial de eixo horizontal e de topo de eixo vertical; •a retificadora cilíndrica universal retifica superfícies cilíndricas externas e internas. Em alguns casos, retifica superfícies planas com operaçªo de faceamento; •o rebolo Ø a parte central da retificadora. É uma ferramenta abrasiva que gira em alta velocidade, em contato com a superfície a ser retificada; •o rebolo apresenta cinco elementos: abrasivo, granulaçªo, aglomerante, grau de dureza e estrutura; •esses elementos devem ser levados em conta para a escolha adequada do rebolo ao tipo de superfície a ser retificada.

Agora, procure verificar se aprendeu tudo. Faça os exercícios a seguir e confira suas respostas com as do gabarito.

desbaste - estrutura aberta acabamento - estrutura fechada

AULAMarque com X a œnica resposta correta.

Exercício 1Exercício 1Exercício 1Exercício 1Exercício 1 O sobremetal deixado para o processo de retificaçªo Ø:

a)a)a)a)a)()2 a 4 m; b)b)b)b)b)()1 a 2 m; c)c)c)c)c)()0,8 a 1 m; d)d)d)d)d)()0,2 a 0,5 m; e)e)e)e)e)()0,02 a 0,05 m.

Exercício 2.Exercício 2.Exercício 2.Exercício 2.Exercício 2.

A mÆquina que usina peças por meio de uma ferramenta abrasiva dando exatidªo de medidas e bom acabamento denomina-se: a)a)a)a)a) ( ) fresadora; b)b)b)b)b) ( ) furadeira; c)c)c)c)c) ( ) retificadora; d)d)d)d)d)()serra de corte.

Exercício 3.Exercício 3.Exercício 3.Exercício 3.Exercício 3.

A ferramenta de corte da retificadora Ø denominada: a)a)a)a)a)()mesa de seno; b)b)b)b)b) ( ) base; c)c)c)c)c) ( ) coluna; d)d)d)d)d) ( ) rebolo.

Exercício 4Exercício 4Exercício 4Exercício 4Exercício 4 Para retificar superfícies planas, usa-se geralmente a retificadora:

a)a)a)a)a) ( ) circular; b)b)b)b)b) ( ) cilíndrica; c)c)c)c)c) ( ) plana; d)d)d)d)d) ( ) cônica.

Pare! Estude! Responda!

Comentários