Departamento de Rádio

Curso: Engenharia Electrónica e Telecomunicações

Cadeira: Economia e Gestão de Empresas

Turma: 3R/12 – Diurno

Tema: CRIAÇÃO DE UMA EMPRESA FITÍCIA NA ÁREA DE CONSTRUÇÃO CIVIL

Discentes:Docente:
Helénio LewaneDr. Vicente A. Cossa

Luís Maria Marcos

Paulo Pedro Ubisse Vânia Helena A. Brito

Maputo, Outubro de 2014

Economia e Gestão de Empresas Criação de uma Empresa Fictícia

Helénio-Luís-Paulo-Vânia Página 1

1 Introdução3
2 Objectivos3
2.1 Objectivo geral3
2.2 Objectivos específicos3
3 MISSÃO4
3.1 Visão4
3.2 Filosofia de actuação4
3.3 Sustentabilidade5
3.4 Imagem5
4 Definição de Objectivos5
4.1 Hierárquico5
4.2 Mensurabilidade5
4.3 Calendarizado5
4.4 Desafio atingível6
5 Factores externos e internos6
5.1 Factores externos ( Oportunidades e Ameaças )6
5.1.1 Variáveis políticos legais6
5.1.2 Variáveis sociais e/ou culturais6
5.1.3 Variáveis económicas7
5.1.4 Variáveis tecnológicas7
5.2 Factores internos ( Fraquezas e Forças )7
5.2.1 Inovação7
5.2.2 Produção7

ÍNDICE 5.2.3 Organização .............................................................................................................. 7

Economia e Gestão de Empresas Criação de uma Empresa Fictícia

5.2.4 Gestão8
5.2.5 Marketing8
5.2.6 Finanças8
6 ANÁLISE SWOT9
7 Estratégias10
8 Estrutura orgânica10

Helénio-Luís-Paulo-Vânia Página 2 9 Conclusão .............................................................................................................................. 1

Economia e Gestão de Empresas Criação de uma Empresa Fictícia

Helénio-Luís-Paulo-Vânia Página 3

1 INTRODUÇÃO O presente trabalho diz respeito a cadeira de Economia e Gestão de Empresas, e surge necessariamente como material de consolidação dos conhecimentos adquiridos nas aulas teóricas.

O trabalho visa a dar um impulso nos estudantes para se familiarizarem com o ramo da Gestão de Empresas, por forma a se adaptarem no ramo empresarial e na activação do seu potencial no que se refere ao empreendedorismo.

2 OBJECTIVOS

2.1 Objectivo geral

Elaborar um trabalho de fácil compreensão e explicação que aborde sobre a criação de uma empresa no ramo de construção civil.

2.2 Objectivos específicos Definir a missão;

Analisar os factores externos e internos;

Fazer a análise SWOT;

Criar uma estrutura orgânica.

Economia e Gestão de Empresas Criação de uma Empresa Fictícia

Helénio-Luís-Paulo-Vânia Página 4

3 MISSÃO A Moz Houses and Bridges Corporation (MHB), é uma empresa moderna vocacionada para construção de casas, pontes e prestação de serviços de manutenção de infra-estruturas.

3.1 Visão

Actuar por forma a levar a MHB Corporation a se adequar a realidade do mercado nacional, descobrir as oportunidades e projectar um futuro risonho as comunidades;

Criar melhores condições para a população, melhorando assim o bem estar social e contribuindo para os objectivos de desenvolvimento do milénio.

3.2 Filosofia de actuação Os processos e investimentos serão realizados de maneira mais organizada, racional e profissional.

Busca de aperfeiçoamento contínuo;

Actualização constante sobre as novas tendências do mercado de modo a satisfazer as necessidades dos clientes;

Inovação;

Qualidade;

Agilidade;

Criactividade;

Atenção ao cliente;

Comunicação com empresas e pessoas;

Vontade de trabalhar além do habitual;

Dedicação;

Trabalho em equipe.

Economia e Gestão de Empresas Criação de uma Empresa Fictícia

Helénio-Luís-Paulo-Vânia Página 5

3.3 Sustentabilidade Agir de forma sustentável é uma das principais apostas pois, qualquer atitude ou práctica não fundamentada pode causar impactos negativos para com a natureza. Dai que para a implementação de qualquer um dos projectos da MHB Corporation, são primeiramente avaliados por consultores e auditores que dirão como agir sem degradar o meio ambiente.

3.4 Imagem A MHB corporation é uma empresa moderna, composta maioritariamente por uma equipe jovem e dinâmica, de prestação de serviços de construção civil nas áreas de habitação e pontes.

4 DEFINIÇÃO DE OBJECTIVOS Tem como objectivo garantir a expansão populacional e que bens e serviços cheguem a tais

lugares à qual as pontes e estradas foram construídas

4.1 Hierárquico

Divisão de áreas por operar em departamentos e escolher a pessoa que será encarregue de liderar a sua equipe (que irá colocar a pessoa certa, no lugar certo), ou seja que estabeleça comunicação com a directória e a sua equipe operacional.

4.2 Mensurabilidade

Implementar reuniões como meio de práctica de avaliações e ou controle sistemático para a verificação dos objectivos a serem atingidos.

4.3 Calendarizado

Alocação do edifício que contemplará os escritórios da MHB Corporation (5 de janeiro - 15 de janeiro);

Aquisição de mobiliários e materiais de escritório ( 18 – 28 de janeiro);

Economia e Gestão de Empresas Criação de uma Empresa Fictícia

Helénio-Luís-Paulo-Vânia Página 6

Alocação e instalação dos equipamentos e máquinas que serão usados para o desenvolvimento das actividades da MHB Corporation (2 – 20 de Fevereiro);

Lançamento de concursos para admissão de pessoal capacitado e especializado para integrar na equipe da empresa ( 25 de Fevereiro – 25 de Março);

Capacitação/formação do pessoal que integrará a equipe da MHB Corporation (30 de Março – 30 de Abril);

Inauguração e abertura oficial da MHB corporation (5 de Maio).

4.4 Desafio atingível Qualidade nos serviços prestados;

Diminuir os custos;

Respeitar os prazos;

Incrementar a prestação de serviços;

Aumentar a satisfação dos clientes;

Fidelidade dos clientes;

Motivação e treinamento do pessoal de equipe.

5 FACTORES EXTERNOS E INTERNOS

5.1 Factores externos ( Oportunidades e Ameaças )

5.1.1 Variáveis políticos legais Oportunidades : Investimento estrangeiro;

Ameaças : Instabilidade dos governos (guerras e golpes de estado).

5.1.2 Variáveis sociais e/ou culturais Oportunidade : Crescimento demográfico, maior mobilidade;

Ameaças : Pouca valorização do produto interno, concorrência.

Economia e Gestão de Empresas Criação de uma Empresa Fictícia

Helénio-Luís-Paulo-Vânia Página 7

5.1.3 Variáveis económicas

Oportunidades : Existência de insumos e produtos no mercado nacional necessários para a implementação de qualquer projecto da MHB, evitando assim custos advindo da tributação da importação de equipamentos e materiais de construção;

Ameaças : Escassez de recursos e de mão-de-obra especializada.

5.1.4 Variáveis tecnológicas

Oportunidades : Surgimento e desenvolvimento de infra-estruturas públicas e privadas para garantir a existência de bens e serviços;

Ameaças : Mudanças tecnológicas.

5.2 Factores internos ( Fraquezas e Forças )

5.2.1 Inovação Fraquezas : Falta de recursos para acompanhar o desenvolvimento tecnológico;

Forças : Exclusividade de projectos.

5.2.2 Produção Fraquezas : Falta de matérias-primas ou dificuldades no acesso;

Forças : Disponibilidade de equipamentos de alta eficiência.

5.2.3 Organização Fraquezas : Falta de recursos para a motivação dos membros da empresa;

Forças : Comunicação eficaz na empresa.

Economia e Gestão de Empresas Criação de uma Empresa Fictícia

Helénio-Luís-Paulo-Vânia Página 8

5.2.4 Gestão

Fraquezas : Ausência de capital ou acionistas para o financiamento e suporte de grandes projectos ;

Forças : Pessoal qualificado e experiente em efectuar pesquisas de tendências dos mercados.

5.2.5 Marketing Fraquezas : Ausência de meios ou recursos para criar uma imagem forte da empresa;

Forças : Atendimento diferenciado e satisfatório ao cliente.

5.2.6 Finanças Fraquezas : Dificuldades no acesso ao capital ;

Forças : Surgimento de solvabilidade.

Economia e Gestão de Empresas Criação de uma Empresa Fictícia

Helénio-Luís-Paulo-Vânia Página 9

6 ANÁLISE SWOT

FRAQUEZAS Recurso humano limitado;

Localização;

Ausência de capital e de infraestrutura para suportar grandes projectos.

FORÇAS Garantia de exclusividade de projectos;

Mão-de-obra qualificada;

Qualidade de projecto e ausência de deficiências;

Infra-estruturas sustentáveis;

Eficiência e baixo custo das operações e dos recursos;

Aliança estratégica;

Disponibilidade e desempenho da assistência técnica ou serviços pós-venda;

Experiência em projectos similares na área de construção.

Condições ambientais (água salinizada, ventos fortes, chuvas torrenciais);

Guerra;

Tributação da importação de equipamento e material de construção;

Mudanças tecnológicas;

Pouca valorização do producto interno,

Concorrência.

OPORTUNIDADES Investimento estrangeiro;

Crescimento demográfico;

Maior mobilidade de pessoas e bens;

Surgimento e desenvolvimento de infra estruturas privadas e ou públicas para garantir a existência de bens e serviços.

Economia e Gestão de Empresas Criação de uma Empresa Fictícia

Helénio-Luís-Paulo-Vânia Página 10

7 ESTRATÉGIAS Fases Nível de participação

Inicio O foco principal da empresa está centrado nas zonas sub-urbanas onde o nível de qualidade de habitação é baixa;

Garantir a excelência dos projectos;

Venda de projectos de baixo custo para as comunidades.

Crescimento Aumentar o nível de actuação no mercado; Garantir a excelência dos projectos;

Capacitar o pessoal com vista a competir de forma mais eficaz e eficiente.

Maturidade Reduzir os custos e tentar eliminar os desperdícios; Manter e ou aumentar o nível de actuação no mercado;

Capacitar o pessoal as novas tendências tecnológicas de forma a adquirir maior credibilidade.

8 ESTRUTURA ORGÂNICA

Economia e Gestão de Empresas Criação de uma Empresa Fictícia

Helénio-Luís-Paulo-Vânia Página 1

9 CONCLUSÃO O trabalho pemite concluir que para a criação de uma empresa deve-se fazer uma planificação clara e objectiva analisando cuidadosamente cada aspecto incluso na criação de uma empresa, ou seja, deve-se definir a missão e identificar os factores externos e internos que intervirão na empresa para posteriormente realizar uma análise SWOT e estruturar a empresa.

O cuidado que deve-se ter na análise desses aspectos visa a prevenção de futuros prejuízos que poderão levar ao encerramento da empresa.

Comentários