Aula 01 estruturas de concreto armado i 2013 1

Aula 01 estruturas de concreto armado i 2013 1

(Parte 2 de 2)

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 36

Outras datas e fatos significativos nos primeiros desenvolvimentos do concreto armado são:

- 1852 - Coignet executa elementos de construção com emprego de concreto armado (vigotas e pequenas lajes);

- 1867 a 1878 - Mounier registra patentes para construção, primeiramente de vasos, tubos e depósitos e, depois, de elementos de construção;

- 1880 - Hennebique constrói a primeira laje armada com barras de aço de seção circular;

- 1884 - Freytag adquire as patentes de Mounier para emprego na Alemanha;

Printed with FinePrint trial version - purchase at w.fineprint.com

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 37

- 1892 - Hennebique obtém patente do primeiro tipo de viga, como as atuais, com estribos;

- 1897 - Rabut inicia o primeiro curso sobre concreto armado, na França;

- 1902 a 1908 - São publicados os trabalhos experimentais realizados por Wayss e Freytag;

- 1902 - Mörsch, engenheiro alemão, publica a 1º edição de seu livro de concreto armado, com resultados de numerosas experiências;

- 1900 a 1910 - São publicados os resultados de diversas comissões na França, Alemanha e Suíça.

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 38

Com o desenvolvimento do novo tipo de construção, tornou-se necessário regulamentar o projeto e a execução, surgindo as primeiras instruções ou normas:

Printed with FinePrint trial version - purchase at w.fineprint.com

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 39

Em 1904 foram construídas casas e sobrados em Copacabana, no Rio de Janeiro.

Em 1901, ocorreram construções de galerias de água em cimento armado, com 47 m e 74 m de comprimento.

Em 1909 foi construída a ponte na Rua Senador Feijó, com vão de 5,4 m.

Em 1908, construção de uma ponte com 9 m de vão, executada no Rio de Janeiro pelo construtor Echeverria, com projeto e cálculo do francês François Hennebique.

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 40

Em São Paulo, no ano de 1910, foi construída uma ponte de concreto armado com 28 m de comprimento, na Av. Pereira Rebouças sobre o Ribeirão dos Machados.

Segundo VASCONCELOS (1985), em 1913, a “vinda da firma alemã Wayss & Freytag constituiu talvez o ponto mais importante para o desenvolvimento do concreto armado no Brasil”.

Sua empresa no Brasil foi registrada somente em 1924, sob o nome de Companhia Construtora Nacional, funcionando até 1974.

Printed with FinePrint trial version - purchase at w.fineprint.com

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 41

Imagina-se que, de 1913 a 1924, Wayss utilizou-se da firma de um alemão, L. Riedlinger, para construir várias obras no Brasil, como 40 pontes de concreto armado.

Riedlinger importou mestres de obras da Alemanha, e a firma serviu de escola para a formação de especialistas nacionais, evitando a importação de mais estrangeiros.

O primeiro edifício em São Paulo data de 1907/1908, sendo um dos mais antigos do Brasil em “cimento armado”, com três pavimentos.

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 42

A partir de 1924 quase todos os cálculos estruturais passaram a serem feitos no Brasil, com destaque para o engenheiro estrutural Emílio Baumgart.

No século passado o Brasil colecionou diversos recordes, vários mundiais, como os seguintes:

Printed with FinePrint trial version - purchase at w.fineprint.com

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 43

- Marquise da tribuna do Jockey Clube do Rio de Janeiro, com balanço de 2,4 m (recorde mundial em 1926);

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 4

- Ponte Presidente

Sodré em Cabo Frio, em 1926, com arco de 67 m de vão (recorde na América do Sul);

Printed with FinePrint trial version - purchase at w.fineprint.com

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 45

NO BRASIL - Edifício Martinelli em São Paulo em 1925, com 106,5 m de altura (30 pavimentos – recorde mundial);

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 46

- Edifício “A Noite” no Rio de Janeiro em 1928, com 2 pavimentos, o mais alto do mundo em concreto armado, com 102,8 m de altura, projeto de Emílio Baumgart;

Printed with FinePrint trial version - purchase at w.fineprint.com

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 47

- Elevador Lacerda em Salvador em 1930, com altura total de 73 m;

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 48

- Ponte Emílio Baumgart em Santa Catarina em 1930, com o maior vão do mundo em viga reta (68 m), onde foi utilizado pela primeira vez o processo de balanço sucessivo;

Printed with FinePrint trial version - purchase at w.fineprint.com

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 49

NO BRASIL - Ponte Emílio Baumgart em Santa Catarina (1930)

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 50

- Ponte da Amizade em Foz do Iguaçu em 1962, com o maior arco de concreto armado do mundo, com 290 m de vão;

Printed with FinePrint trial version - purchase at w.fineprint.com

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 51

NO BRASIL - Museu de Arte de São Paulo em 1969, com laje de 30 x 70 m livres, recorde mundial de vão, com projeto estrutural de Figueiredo Ferraz;

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 52

NO BRASIL - Museu de Arte de São Paulo em 1969, com laje de 30 x 70 m livres, recorde mundial de vão, com projeto estrutural de Figueiredo Ferraz;

Printed with FinePrint trial version - purchase at w.fineprint.com

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 53

- Edifício Itália em São Paulo em 1962, o mais alto edifício em concreto armado do mundo durante alguns meses;

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 54

- Ponte Colombo Salles em Florianópolis em 1975, a maior viga contínua protendida do mundo, com 1.227 m de comprimento, projeto estrutural de Figueiredo Ferraz;

Printed with FinePrint trial version - purchase at w.fineprint.com

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 5

- Ponte Colombo Salles em Florianópolis em 1975, a maior viga contínua protendida do mundo, com 1.227 m de comprimento, projeto estrutural de Figueiredo Ferraz;

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 56

NO BRASIL - Usina Hidroelétrica de Itaipu em 1982, a maior do mundo com

190 m de altura, projetada e construída por brasileiros e paraguaios, com coordenação americano-italiana.

Printed with FinePrint trial version - purchase at w.fineprint.com

ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I -AULA 01 57

Printed with FinePrint trial version - purchase at w.fineprint.com

(Parte 2 de 2)

Comentários