Aula Rochas Igneas

Aula Rochas Igneas

∗ROCHASAbundância relativa dos elementos da Terra inteira comparada com a dos elementos da crosta. Medidas em percentagens em peso. Fonte: Press et al. (2006).

Apenas quatro elementos constituem cerca de 90% da Terra inteira: Fe, O, Si e Mg

Composição da Terra

Apenas três elementos formam 80% da crosta: O, Si e Al

Estrutura interna de primeira ordem e Composição da Terra

As três partes principais do planeta (crosta, manto e núcleo) possuem composições diferentes:

→ O manto e a crosta são compostos por minerais e rochas.

→ O núcleo é composto por ferro e níquel.

Composição da Terra

A crosta é rica em silicatos félsicos (ricos em Si e Al, e contendo Ca, Na, K). Exemplos: quartzo e feldspato.

O manto é rico em silicatos máficos (ricos em Fe e Mg). Exemplos: olivina, anfibólio, piroxênio.

Fe e Ni

Silicatos máficos (com Fe e Mg)

Silicatos félsicos (com Si e Al)

Minerais da crosta e manto da Terra

1) Aproximadamente 4000 minerais diferentes já foram identificados, mas apenas 12 minerais são abundantes na Terra.

2) Na crosta e no manto terrestres, os minerais não ocorrem isoladamente. Os minerais formam agregados que recebem o nome de rocha.

3) Os 12 minerais mais abundantes são conhecidos como “minerais formadores de rochas”. Os silicatos são os principais minerais formadores de rochas.

Rochas são agregados naturais e consolidados de minerais.

Em geral, os cristais ou grãos que constituem as rochas estão muito bem unidos.

O que são rochas?

Rochas são agregados naturais e consolidados de minerais. Em geral, os cristais ou grãos que constituem as rochas estão muito bem unidos.

Nome da rocha: Granito

Quartzo Anfibólio Feldspato

Exemplo de rocha

Minerais da rocha:

→ Rochas ígneas ou magmáticas → Rochas sedimentares

→ Rochas metamórficas

Tipos de rochas que existem na Terra

O que são rochas ígneas?

Rochas ígneas são rochas formadas pelo resfriamento e solidificação do magma.

O que é magma?

Magma (do grego: pasta) é um material fundido, mais ou menos viscoso, quase sempre silicático,

de alta temperatura (T ≥ 700oC) e contendo quantidades variáveis de gases, que existe na parte superior do manto da Terra.

Magma:

Nós podemos ver o magma em erupções vulcânicas!

Onde e como o magma se resfria na Terra?

O magma quente pode se resfriar e solidificar:

- lentamente no interior da Terra - rapidamente na superfície da Terra

Tipos de rochas ígneas

As rochas ígneas podem se divididas em dois grupos em função de onde e como o magma se resfria:

–Rochas ígneas intrusivas ou plutônicas: formam-se pelo resfriamento lento e solidificação do magma no interior da Terra.

–Rochas ígneas extrusivas ou vulcânicas: formamse pelo resfriamento rápido e solidificação do magma na superfície da Terra.

Exemplo de rocha ígnea intrusiva

O exemplo mais importante de rocha ígnea intrusiva é o granito. Granito

Quartzo Anfibólio Feldspato

Exemplo de rochas ígneas extrusiva O exemplo mais importante de rocha ígnea extrusiva é o basalto.

Propriedades das rochas ígneas

1) ESTRUTURA A estrutura é o aspecto geral externo da rocha e pode ser classificada em:

Estrutura maciçaEstrutura com cavidades

Propriedades das rochas ígneas

2) TEXTURA:

A textura é o tamanho dos cristais que compõem a rocha. Esta propriedade é usada para diferenciar as rochas ígneas intrusivas e extrusivas.

Texturas das rochas ígneas extrusivas:

–Textura vítrea: não se distingue os cristais individuais a olho nu (superfície da rocha é lisa – parece vidro)

–Textura afanítica: não se distingue os cristais individuais a olho nu (superfície da rocha é rugosa)

Texturas das rochas ígneas intrusivas: –Textura fanerítica: é possível identificar os cristais da rocha a olho nu

–Textura porfirítica: cristas grandes rodeados por cristais menores

–Textura pegmatítica: os cristais são de grandes dimensões

textura vítreatextura afanítica textura faneríticatextura porfirítica

Exemplos de textura das rochas ígneasPropriedades das rochas ígneas

3) CLASSIFICAÇÃO MINERALÓGICA:

As rochas ígneas podem se classificadas em:

•Rocha ígnea máfica: apresenta cor escura devido à abundância em minerais máficos (ricos em FeO e MgO), via de regra escuros, como a olivina, piroxênios, anfibólios e micas.

•Rocha ígnea félsica: apresenta cor clara devido à abundância em minerais félsicos (ricos em Si e Al), via de regra claros, como quartzo e feldspatos.

Existem três tipos de magmas com composições químicas diferentes

Magma BasálticoMagma AndesíticoMagma Riolítico

A principal diferença entre os três tipos de magma é o teor de sílica (SiO). Granite

Riolito (vulcânico)

Figure 4.7 A Granito (intrusivo)

Andesito (vulcânico)

Dacito (intrusivo)Gabro (intrusivo)

Basalt Figure 4.7 C

Basalto (vulcânico)

Classificação das rochas ígneas É importante saber o que é granito e basalto!!

Em que seqüência se cristalizam os minerais nas rochas ígneas?

Como ocorrem as rochas ígneas?Vulcão

Produtos do vulcanismo

1) Lava

Produtos do vulcanismo

2) Depósitos piroclásticos: cinza, pedra pomes, bombas.

Produtos do vulcanismo 2) Depósitos piroclásticos: cinza, pedra pomes, bombas.

O Vulcão Vesúvio (Itália) teve uma explosiva atividade no ano 79, que soterrou a Cidade de Pompéia com cinzas vulcânicas. As vítimas são ainda hoje encontradas em posição de vida.

Como ocorrem as rochas ígneas?

Batólito Sill

DiqueExemplos da importância das rochas ígneas

•As rochas ígneas são os principais constituintes das crosta da Terra.

•A formação das rochas ígneas a partir do resfriamento do magma permite a formação de vários recursos minerais metálicos e nãometálicos.

Exemplos da importância do vulcanismo

•Lavas e cinzas vulcânicas são transformadas em solos férteis, ricos em nutrientes como Fe, S, Na e K, ao longo do tempo.

•Outros produtos do vulcanismo podem ser usados em vários ramos da indústria como, por exemplo, a pedra pomes.

•Onde existe ou existiu vulcanismo pode haver aproveitamento de campos geotérmicos como fonte alternativa para geração de energia.

Material para leitura para a 1a. prova

•1) Slides 1 a 25

•2) livro Decifrando a Terra de Teixeira, W.; Toledo, M.C.; Fairchild, T.R.; Taioli, F. 2000. Editora Oficina de Textos, São Paulo.

•Introdução (pág. 328) •Item 16.1 (pág. 329)

•Item 16.2.1 (págs. 335-336)

•Item 16.2.3 (págs. 337-340)

Comentários