Passos comuns a TODOS os módulos3
Ampliação de CPN Intra-hospitalar 3PPP ou 5PPP4
Ampliação de CPN Peri-hospitalar 5PPP9
Reforma de CPN Intra-hospitalar13
Ampliação de CGBP17

1- Primeiro Passo (comum a todos os módulos): Acesse o módulo desejado

2- Segundo Passo (comum a todos os módulos):

Selecione o tipo de Recurso (Programa ou Emenda) da Proposta de Ampliação ou Reforma, lembrando que na Rede Cegonha, a construção de um CPN perihospitalar ou uma CGBP será tratada como ampliação, uma vez que esta nova edificação é vinculada funcionalmente a algum estabelecimento já existente.

3- Terceiro Passo (comum a todos os módulos): Localize o seu estabelecimento e clique em cadastrar proposta:

4- Cadastramento de proposta AMPLIAÇÃO CPN INTRA-HOSPITALAR 3PPP OU 5PPP:

Ao selecionar o estabelecimento, o sistema gera os dados do mesmo e do Município:

4.1- Preenchimento dos dados da proposta com os seguintes campos:

Preencher os campos relativos à estrutura física existente e aos fluxos de atendimento do estabelecimento com as informações solicitadas conforme exemplo abaixo. No que se refere à caracterização do terreno ressalta-se que a distância do mesmo ao estabelecimento de referência não deve exceder 200 metros. Se o CPN for intra-hospitalar esta distância será 0 (zero).

Exemplo de descrição: A estrutura física da atenção obstétrica é composta por: Porta de Entrada – Possui 1 (um) corredor de espera com bancos e dois guichês de atendimento, 1( uma) sala de acolhimento da parturiente com 10m² de área construída, 1 (uma) sala de exame e admissão da parturiente com 6m² sem banheiro; Centro Obstétrico - 1 (uma) sala de pré-parto coletivo com 20m² com quatro camas e um banheiro com 3m², 1 (uma) sala de parto normal e 1 (uma) sala de parto cirúrgico/curetagem com 30m², 2 (dois) postos de enfermagem com 4m²cada , 1(uma) salas de serviço com 5m²; Internação Obstétrica – 4 ( quatro) quartos/ enfermaria de alojamento conjunto com 4 leitos de área construída com 28m² sem espaço para acompanhante.

Observação: O proponente deverá descrever TODOS os ambientes existentes, utilizando como referência para nomenclatura dos ambientes a RDC50/Anvisa e RDC 36/Anvisa.

Exemplo de Descrição: A parturiente dá entrada ao estabelecimento pela porta geral do hospital, faz a ficha de atendimento no guichê e espera nos assentos

(bancos) localizados no corredor, onde é realizada a classificação de risco pelo técnico de enfermagem e enfermeira. Desse ponto é encaminhada para sala de exames, onde é examinada por médico. Constatado trabalho de parto a gestante é encaminhada para o segundo andar, cujo acesso se dá por meio de rampa, onde se localiza a sala de pré-parto coletivo, não sendo permitida a presença de acompanhante. Quando em período expulsivo a mulher é encaminhada para a sala de parto onde acontece o parto. Em seguida é levada de maca junto com seu bebê ao alojamento conjunto, localizado no terceiro andar. No alojamento conjunto é permitida a presença de acompanhante do sexo feminino, sendo que a mulher e o RN permanecem neste ambiente até a alta. Nos casos das gestantes de alto risco sem trabalho de parto, as mesmas são encaminhadas à enfermaria de gestação de alto risco para cuidados específicos.

6 4.2 – Inserir documentação obrigatória para prosseguimento da proposta:

4.3 – Cadastro de ambientes: Nesta tela o proponente deve cadastrar TODOS os ambientes.

Como unidade intra-hospitalar, o CPN poderá compartilhar os ambientes de apoio com outros setores do estabelecimento ao qual pertence desde que estejam situados em local próximo, de fácil acesso e possuam dimensões compatíveis com a demanda de serviços a serem atendidos.

4.3.1- Para cadastrar ambientes já existentes e que não serão ampliados, basta inserir a metragem atual e clicar em “NÃO” no campo “Deseja Ampliar?”, lembrando que o mesmo deve possuir a metragem mínima exigida.

4.3.2- Para cadastrar os ambientes que já existem e necessitam ser ampliados, deve-se inserir a metragem atual e clicar em “SIM” no campo “Deseja Ampliar?”, e inserir no campo a metragem necessária de ampliação.

4.3.3- Para cadastrar os ambientes que ainda não existem e são obrigatórios, deve-se inserir quantidade “ZERO” no campo “Qtd. Ambiente” e ao clicar em “Salvar Ambientes” na tela abaixo, o sistema disponibilizará um campo onde o proponente deverá inserir a metragem do ambiente a ser construído.

5- Cadastramento de proposta AMPLIAÇÃO CPN PERI-HOSPITALAR 5PPP:

Ao selecionar o estabelecimento, o sistema gera os dados do mesmo e do Município:

5.1- Preenchimento dos dados da proposta com os seguintes campos:

Preencher os campos relativos à estrutura física existente e aos fluxos de atendimento do estabelecimento com as informações solicitadas conforme exemplo abaixo. No que se refere à caracterização do terreno ressalta-se que a distância do mesmo ao estabelecimento de referência não deve exceder 200 metros.

Exemplo de descrição: A estrutura física da atenção obstétrica é composta por: Porta de Entrada – Possui 1 (um) corredor de espera com bancos e dois guichês de atendimento, 1( uma) sala de acolhimento da parturiente com 10m² de área construída, 1 (uma) sala de exame e admissão da parturiente com 6m² sem banheiro; Centro Obstétrico - 1 (uma) sala de pré-parto coletivo com 20m² com quatro camas e um banheiro com 3m², 1 (uma) sala de parto normal e 1 (uma) sala de parto cirúrgico/curetagem com 30m², 2 (dois) postos de enfermagem com 4m²cada , 1(uma) salas de serviço com 5m²; Internação Obstétrica – 4 ( quatro) quartos/ enfermaria de alojamento conjunto com 4 leitos de área construída com 28m² sem espaço para acompanhante.

Observação: O proponente deverá descrever TODOS os ambientes existentes, utilizando como referência para nomenclatura dos ambientes a RDC50/Anvisa e RDC 36/Anvisa.

Exemplo de Descrição: A parturiente dá entrada ao estabelecimento pela porta geral do hospital, faz a ficha de atendimento no guichê e espera nos assentos

(bancos) localizados no corredor, onde é realizada a classificação de risco pelo técnico de enfermagem e enfermeira. Desse ponto é encaminhada para sala de exames, onde é examinada por médico. Constatado trabalho de parto a gestante é encaminhada para o segundo andar, cujo acesso se dá por meio de rampa, onde se localiza a sala de pré-parto coletivo, não sendo permitida a presença de acompanhante. Quando em período expulsivo a mulher é encaminhada para a sala de parto onde acontece o parto. Em seguida é levada de maca junto com seu bebê ao alojamento conjunto, localizado no terceiro andar. No alojamento conjunto é permitida a presença de acompanhante do sexo feminino, sendo que a mulher e o RN permanecem neste ambiente até a alta. Nos casos das gestantes de alto risco sem trabalho de parto, as mesmas são encaminhadas à enfermaria de gestação de alto risco para cuidados específicos.

1 5.2 – Inserir documentação obrigatória para prosseguimento da proposta:

5.3 – Cadastro de ambientes:

Nesta tela o proponente visualizará TODOS os ambientes necessários para a Ampliação de um CPN peri-hospitalar com as áreas mínimas dos mesmos.

6- Cadastramento de proposta REFORMA CPN INTRA-HOSPITALAR 3PPP OU 5PPP:

Ao selecionar o estabelecimento, o sistema gera os dados do mesmo e do Município:

6.1- Preenchimento dos dados da proposta com os seguintes campos:

Preencher os campos relativos à estrutura física existente e aos fluxos de atendimento do estabelecimento com as informações solicitadas conforme exemplo abaixo. Informar a área que será reformada em m² e descrever os ambientes que serão reformados, informando o ambiente de origem (antes da reforma) e ambiente de destino (após a reforma).

6.2 – Inserir documentação obrigatória para prosseguimento da proposta:

Exemplo de descrição: A estrutura física da atenção obstétrica é composta por: Porta de Entrada – Possui 1 (um) corredor de espera com bancos e dois guichês de atendimento, 1( uma) sala de acolhimento da parturiente com 10m² de área construída, 1 (uma) sala de exame e admissão da parturiente com 6m² sem banheiro; Centro Obstétrico - 1 (uma) sala de pré-parto coletivo com 20m² com quatro camas e um banheiro com 3m², 1 (uma) sala de parto normal e 1 (uma) sala de parto cirúrgico/curetagem com 30m², 2 (dois) postos de enfermagem com 4m²cada , 1(uma) salas de serviço com 5m²; Internação Obstétrica – 4 ( quatro) quartos/ enfermaria de alojamento conjunto com 4 leitos de área construída com 28m² sem espaço para acompanhante.

Observação: O proponente deverá descrever TODOS os ambientes existentes, utilizando como referência para nomenclatura dos ambientes a RDC50/Anvisa e RDC 36/Anvisa.

Exemplo de Descrição: A parturiente dá entrada ao estabelecimento pela porta geral do hospital, faz a ficha de atendimento no guichê e espera nos assentos

(bancos) localizados no corredor, onde é realizada a classificação de risco pelo técnico de enfermagem e enfermeira. Desse ponto é encaminhada para sala de exames, onde é examinada por médico. Constatado trabalho de parto a gestante é encaminhada para o segundo andar, cujo acesso se dá por meio de rampa, onde se localiza a sala de pré-parto coletivo, não sendo permitida a presença de acompanhante. Quando em período expulsivo a mulher é encaminhada para a sala de parto onde acontece o parto. Em seguida é levada de maca junto com seu bebê ao alojamento conjunto, localizado no terceiro andar. No alojamento conjunto é permitida a presença de acompanhante do sexo feminino, sendo que a mulher e o RN permanecem neste ambiente até a alta. Nos casos das gestantes de alto risco sem trabalho de parto, as mesmas são encaminhadas à enfermaria de gestação de alto risco para cuidados específicos.

6.3 – Cadastro de serviços:

Nesta tela o proponente visualizará os serviços para a Reforma de um CPN intra-hospitalar, e deverá inserir a porcentagem de cada serviço a ser executado.

6.4- Fotografias

Nesta tela o proponente deverá inserir no mínimo três fotografias do ambiente a ser reformado. Deverá inserir no campo ”Ambiente de origem” o nome do ambiente que será reformado e no campo “Ambiente de destino” o ambiente após a reforma.

7- Cadastramento de proposta AMPLIAÇÃO DE CGBP:

Ao selecionar o estabelecimento, o sistema gera os dados do mesmo e do Município:

7.1- Preenchimento dos dados da proposta com os seguintes campos:

Preencher os campos abaixo, no que se refere à caracterização do terreno ressalta-se que a distância do mesmo ao estabelecimento de referência não deve exceder 5km.

7.2- Inserir documentação obrigatória para prosseguimento da proposta:

7.2- Cadastro de ambientes: Nesta tela o proponente deve cadastrar TODOS os ambientes.

7.2.1- Para cadastrar ambientes já existentes e que não serão ampliados, basta inserir a metragem atual e clicar em “NÃO” no campo “Deseja Ampliar?”, lembrando que o mesmo deve possuir a metragem mínima exigida.

7.2.2- Para cadastrar os ambientes que já existem e necessitam ser ampliados, deve-se inserir a metragem atual e clicar em “SIM” no campo “Deseja Ampliar?”, e inserir no campo a metragem necessária de ampliação.

7.2.3- Para cadastrar os ambientes que ainda não existem e são obrigatórios, deve-se inserir quantidade “ZERO” no campo “Qtd. Ambiente” e ao clicar em “Salvar Ambientes” na tela abaixo, o sistema disponibilizará um campo onde o proponente deverá inserir a metragem do ambiente a ser construído.

7.3 – Fotografias

Nesta tela o proponente deverá inserir uma fotografia de cada ambiente a ser ampliado.

8- Cadastramento de proposta REFORMA DE CGBP:

Ao selecionar o estabelecimento, o sistema gera os dados do mesmo e do Município:

8.1- Preenchimento dos dados da proposta com os seguintes campos:

Nesta tela assinale o Tipo de CGBP, preencha os dado solicitados e informe a área que será reformada em m² e descreva os ambientes que serão reformados, informando o ambiente de origem (antes da reforma) e ambiente de destino (após a reforma).

8.2- Inserir documentação obrigatória para prosseguimento da proposta: 8.3- Cadastro de serviços:

Nesta tela o proponente visualizará os serviços para a Reforma de CGBP independente do número de usuárias, deve inserir a porcentagem de cada serviço a ser executado.

Comentários