Relatório Equilíbrio químico princípio de Le Chatelier

Relatório Equilíbrio químico princípio de Le Chatelier

Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Centro de Educação Superior do Alto Vale do Itajaí - CEAVI

Departamento de Engenharia Sanitária

Relatório de

Química Experimental – Procedimento XI

Equilíbrio químico princípio de Le Chatelier

Data de realização do experimento: 31/10/2013

Acadêmico: José Guilherme Espíndola

Assinatura:

Acadêmico: Emanuel Fusinato

Assinatura:

Data de elaboração do relatório: 06/11/2013

Ibirama, 06 de Novembro de 2013.

  1. Objetivo

Verificar, experimentalmente, o deslocamento de equilíbrios químicos (Princípio de Le Chatelier).

  1. Introdução

Numa reação reversível, o aumento da concentração de uma substância, desloca o equilíbrio para o lado oposto dessa substância.

A diminuição da concentração de uma substância desloca o equilíbrio para o mesmo lado dessa substância. Com base em dados experimentais, Henry Louis Le Chatelier formulou o Princípio de Le Chatelier. “Quando um sistema em equilíbrio é submetido a uma ação, o sistema se desloca na direção que permita anular ou contrabalancear essa ação.” Outros fatores que alteram o equilíbrio de uma reação reversível são pressão e temperatura.

  1. Materiais e Métodos

3.1 Materiais e Reagentes

  • Proveta de 100 mL

  • Tubos de ensaio

  • Pipetas graduadas

  • Bastão de vidro

  • Espátula

  • Becker de 100 mL

  • Solução saturada de cloreto férrico – FeCl3

  • Solução saturada de tiocianato de amônio – (NH4)SCN

  • Solução de dicromato de potássio 0,5 N – K2Cr2O7

  • Solução de cromato de potássio 0,5 N – K2Cr2O4

  • Solução de ácido clorídrico 2 N – HCl

  • Solução de hidróxido de sódio 1 N – NaOH

  • Cloreto de amônio sólido – NH4Cl

    1. Métodos

1 Equilíbrio Fe3+ / SCN-

1.1 Medir 60 mL de água destilada em uma proveta e transferir para um Becker.

1.2 Adicionar 1-2 gotas de soluções saturadas de FeCl3 e NH4SCN. Agitar e observar. Escrever a equação da reação.

1.3 Numerar 4 tubos de ensaio de mesmo diâmetro (1,2,3,4).

1.4 Dividir a solução padrão (do item anterior) em quatro partes iguais (15 mL) e transferir para os quatro tubos de ensaio.

1.5 Adicionar ao tubo 2 pequenas quantidades de cloreto de amônio sólido. Agitar até homogeneizar. Comparar com a cor da solução n° 1.

Adição de NH4Cl (produção da reação) provocou um deslocamento do equilíbrio para o lado esquerdo ou direito? Por quê?

1.6 Adicionar ao tubo 3 duas gotas de solução saturada de FeCl3. Agitar. Comparar com a cor da solução do tubo 1.

Para que lado houve deslocamento do equilíbrio? Por quê?

1.7 Adicionar ao tubo 4 duas gotas de solução saturada de NH4SCN. Agitar. Comparar com a cor da solução do tubo 1.

Para que lado houve deslocamento do equilíbrio? Por quê?

2. Equilíbrio CrO42- / Cr2O42-

2.1 Numerar 6 tubos de ensaio (1,2,3,4,5,6).

2.2 Colocar cerca de 1 mL de solução 0,5 N de cromato de potássio ou dicromato de potássio em cada tubo de acordo com a Tabela.

2.3 Adicionar 10 gotas de HCl 2 N ou 10 gotas de NaOH aos tubos de acordo com a tabela.

2.4 Comparar e justificar a coloração do tubo 1 com ou tubos 3 e 4.

2.5 Comparar e justificar a coloração do tubo 4 com os tubos 1, 3 e 6.

2.6 Comparar e justificar a coloração do tubo 2 com os tubos 3, 5 e 6.

2.7 Comparar e justificar a coloração do tubo 5 com os tubos 2 e 6.

  1. Resultados e Discussões

Adicionamos 60 mL de água destilada em um Becker juntamente com duas gotas de solução saturada de FeCl3 e NH4SCN.

FeCl3 + NH4SCN Fe(SCN)3 + 3NH4Cl

Adicionamos 15 mL desta solução em 4 tubos de ensaio.

Tubo de ensaio 1 (Modelo de comparação)

Tubo de ensaio 2:

Foi adicionado Cloreto de Amônio sólido que não provocou mudança no equilíbrio, porém ocasionou um clareamento na solução, pois diluiu a solução.

Tubo de ensaio 3:

Adicionamos algumas gotas de FeCl3, o que fez com que o equilíbrio se deslocasse para os produtos. A solução apresentou uma coloração avermelhada, pela formação de Fe(SCN)3.

O equilíbrio foi deslocado, devido o fato de termos adicionado FeCl3, que segundo a Lei de Chatelier , ocasiona a formação de mais produtos, pois o FeCl3 é um composto presente nos reagentes.

Tubo de ensaio 4:

Adicionamos NH4SCN, que deslocou o equilíbrio para os produtos. Observamos uma coloração avermelhada.

Como adicionamos NH4SCN, um composto presente nos reagentes, a solução busca novamente a situação de equilíbrio, aumentando o consumo dos reagentes, logo forma mais produtos.

2 – Equilíbrio CrO42-/ Cr2O72-

Foi adicionado 1 mL de solução 0,5 N de K2CrO4 nos tubos 3 a 6 e 1 mL de solução 0,5 N K2Cr2O7 nos tubos 1 a 3.

Tubo

Reagentes

Produtos

Coloração

Deslocamento

1

K2Cr2O7 + HCl

CrO42-

Laranja

Reagente

2

K2Cr2O7 + NaOH

CrO42-

Amarelada

Produto

3

K2Cr2O7

-----------------

Laranjado

------------------

4

K2CrO4 + HCl

Cr2O72-

Laranja

Produto

5

K2CrO4 + NaOH

Cr2O72-

Não muda

Reagente

6

K2CrO4

-----------------

Amarelo

------------------

  1. Conclusão

Nesta experiência laboratorial todos os efeitos produzidos e observados nas transformações anteriores podem ser explicados em termos de um princípio denominado princípio de Le Chatelier. Henri-Louis Le Chatelier (1850-1936), químico francês, enunciou o seguinte princípio: “Se um sistema em equilíbrio é perturbado por uma variação de temperatura, pressão ou concentração de seus componentes, o sistema reagirá de forma contrária à perturbação, tentando amenizá-la o máximo possível”. Se adicionamos mais reagente deslocamos o equilíbrio no sentido da formação dos produtos, já quando adicionamos algum dos produtos formados na primeira reação esta ocorre no sentido de formação dos reagentes. Como algumas substâncias possuem uma coloração própria, a solução também tende a mudar sua coloração de acordo com o deslocamento do equilíbrio.

  1. Referencias Bibliograficas

http://www.profpc.com.br/equil%C3%ADbrio_qu%C3%ADmico.htm (acessado em 06/11/13)

http://soq.com.br/conteudos/em/cineticaquimica/p1.php (acessado em 06/11/13)

Comentários