Caderno dds fevereiro

Caderno dds fevereiro

(Parte 1 de 5)

TEMA 1 ERGONOMIA SEGURA E CORRETA

Todos os dias realizamos diversas atividades, seja em nossa casa ou trabalho, seja no lazer ou no nosso hobby predileto. Nesse caminhar do dia a dia, muitas vezes passarmos despercebido de como é util a nossa coluna vertebral, de como ela é a mola para que realizemos as nossas atividades diversas.

Nos humanos a coluna vertebral, ou espinha dorsal, é formada quase sempre por 3 e eventualmente 32 ou 34 vértebras que são ligadas por articulações que são de dois tipos: uma maior com interposição dos discos intervertebrais na região anterior entre cada vértebra e duas menores atrás, por um duplo par de facetas interarticulares posteriormente, sendo duas voltadas para cima e duas para baixo, formando de cada lado, posteriormente, na vértebra, uma articulação facetária.

Pesquisas apontam que no mundo de 10 pessoas, 7 delas já sofreram ou sofrem com alguma dor na região da coluna vertebral, sendo que das 7 pessoas, 3 delas tem ou terá algum tipo de doença crônica derivado do desgate, má formação ou postura inadequada da coluna do individuo.

È algo alarmante não é mesmo? É preciso providências, é preciso educação postural do individuo, pois o modo de deitar, o modo de levantar algum peso, e outro poderá desencadear uma doença.

Imagine você 3 anos sem jogar futebol, e resolve jogar uma pelada com os amigos do trabalho, só que por sentir muto cansado acaba indo para o gol, ou seja estará exposto uma condição de risco devido que essa posição requer um treinamento especializado afim de maximizar um reforço muscular para que os movimentos de queda, de pulo e principalmente de absorver esforço com as mão seja realizados de forma que não prejudique a coluna do arqueiro.

É necessário saber que atualmente problemas postural que desencadeia um afastamento do funcionário não é caracteriza como doença para APOSENTADORIA, ou seja você sofre por muitos anos com dor, gastos imensos, sensação de impotência por não conseguir realizar atividade simples no dia a dia e por fim sofre até mesmo com a difuldade de receber seu beneficio pelo INSS.

Por isso, seja prudente e utilize de algumas dicas. - Evite carregar excesso de peso.

- Nunca utilize a coluna como centro de carga para agachar ou levantar algum peso, este deve ser concentrado nas pernas.

- Sempre realize atividades fisicas.

- Se houver algum problema anterior comunique com a sua empresa.

- Sempe utilize se do encosto da cadeira ao se sentar.

- Durma sempre de barriga para cima e nunca de lado.

- Opte do colchões anatomicos. Vamos utilizar da ergonomia correta e segura no nosso dia a dia, é importante é para o nosso bem atual e futuro.

TEMA 2 O PODER DOS OLHOS

O poder sobre os olhos é incrível. Pense em desvendar pensamentos e guiar uma conversa. Com o estudo da linguagem visual você pode fazer isso.

Se prestarmos atenção, pessoas tendem a olhar para diversos cantos, desviar e fechar os olhos. O estudo sobre a linguagem visual auxilia na melhoria do envolvimento social, aumentando as possibilidades de conseguir resultados satisfatórios, pessoal e profissional.

Pessoas ao receber uma informação que olham para o alto e esquerda estão processando cenas que ainda não foram vistas, construindo imagens para possíveis respostas, ou somente a fazer um julgamento mental. Olhos voltados para o alto e direita estão acessando cenas já vista e experiências passadas.

Olhos voltados para baixo e esquerda estão experimentando cenas emocionais e sensações cinestesicas. Mulheres são atraídas por homens que saibam exploram estas áreas. Olhos voltados para baixo e direita são reservados a diálogos internos, e também a uma posição passiva de audição.

Um fator interessante sobre a linguagem visual são os canhotos: Eles operam de modo oposto ao destro, atribuindo emoções ao lado direito, e esquerdo para diálogos internos.

Os movimentos de nossos olhos correlacionam-se com os nossos modos de pensar. Eles são indicadores não do conteúdo dos nossos pensamentos, mas do “como pensamos“.

Atente-se aos detalhes. Com o estudo e pratica dessa linguagem você pode compreender sentimentos que jamais imaginaria saber.

Mas algo é importante para que você possa desvendar esse poder, você deve ter sempre os cuidados necessários, sempre utilizar proteção adequada para evitar iluminação alta principalmente de televisores e computadores, realizar consulta oftalmológica pela menos 1 vez a cada 2 anos e principalmente utilizar de óculos de segurança nas área industriais.

Vamos cuidar dos nossos olhos, pois sem eles nunca mais teremos outro recurso para conseguir a visão, prevenir sempre será a nossa meta e prioridade.

TEMA 3

Viver num pais tropical é uma benção, pois a natureza nos oferece condições para vivermos com entusiasmo, vibração e espírito de realização.

O sol tem uma função muito importante na elaboração de hormônios favoráveis à vida plena. Mas no alto verão, corremos o risco da exposição excessiva à luz solar.

O verão é um momento privilegiado porque nos coloca mais para fora, em contato com a natureza e mais pró-ativos no relacionamento com as pessoas. Mas esse mesmo sol propício à vida, também pode trazer grandes enfermidades e até a morte.

Já faz parte da nossa cultura um envolvimento desastrado com o próprio corpo, na busca de ficar 'melhor' e mais bonito através de uma malhação infernal e de um excesso de exposição ao sol.

O excesso não é o caminho, com a camada de ozônio modificada, já não temos mais aquele sol nas condições de trinta, quarenta anos atrás, que fazia tão bem à nossa saúde.

A exposição à luz do sol deve ser feita com o maior cuidado. Use protetor solar abundantemente. O protetor solar é, na verdade, uma malha que se desenvolve acima de nossa pele, interrompendo os efeitos danosos do sol. O nível de segurança deve ser no mínimo de 20 a 30. E deve ser passado na pele pelo menos vinte minutos antes de sair de casa, porque essa malha não se forma rapidamente após sua aplicação.

Você fica moreno também com protetor forte, só que é preciso paciência e tempo. Sem proteção, trocamos de pele que nem cobra. A pele vermelha é sinal de que bilhões de células foram mortas repentinamente. Isso atinge o sistema imunológico e se a pessoa não dormir, pior ainda.

Sabemos hoje que o sol provoca o desenvolvimento do câncer de pele que, se não cuidado a tempo, é um dos mais mortais. Há cinquenta anos não acontecia nada disso quando se tomava sol.

Cuidados para se expor à luz do sol

- Passe protetor solar

- Mate a sede tomando muita água e não cerveja e refrigerante. Para matar a sede tem que ser água.

- No verão o organismo é agredido pelo próprio calor, por isso coma uma alimentação mais leve, para que ele não sofra ao metabolizar os alimentos. Coma verduras, legumes, menos gordura e menos fritura. Aquele prato árabe, o tabule, é ótimo.

- Evite atividade física depois das dez da manhã e antes das quatro da tarde.

- As vestimentas devem ser leves, soltas e de cores claras, deixando a maior parte do corpo descoberta para que ocorra a necessária evaporação da umidade da pele devido ao calor. Use bonés.

Muito cuidado com o aumento da temperatura interna Existe uma "espécie de relógio" no organismo impedindo que a temperatura ultrapasse um determinado ponto. Se subir demais, desintegra suas proteínas.

O coração possui duas funções: levar sangue com oxigênio para o músculo em atividade e transportar o sangue das cavidades para a superfície da pele com o objetivo de dissipar o calor na atmosfera. Junto à pele, o sangue é resfriado pelo suor que evapora em contato com o ar atmosférico. Esse sangue, agora menos quente, vai novamente ser levado ao interior do organismo para captar calor e conduzi-lo à superfície.

O sangue em vez de alimentar o músculo, atende às cavidades. É por isso que a freqüência cardíaca aumenta e o coração fica sobrecarregado, caindo assim a performance.

Portanto, ao se exercitar no calor, deixe o corpo sem agasalho. Para que possa ocorrer a evaporação. Por isso, não enxugue o suor, pois ele esfria o sangue. Além do mais, suor não emagrece. - A atividade física deve ser mais leve e gradativa. Aliás, tudo tem que ser mais leve no verão, só a água é que tem que ser 'forte'!

TEMA 4

A palavra fruta tem muitos significados diferentes, dependendo do contexto em que se utiliza. Em botânica, um fruto é o ovário e sementes amadurecidas de uma planta em flor, e em muitas espécies, o fruto incorpora o ovário e os tecidos circundantes. Os frutos são assim, em botânica, os meios pelos quais as plantas florescem e disseminam as sementes.

Na cozinha, quando os alimentos são denominados frutos, o termo é mais utilizado para designar os frutos de plantas comestíveis, doces e carnudos, e que incluem, como exemplo, ameixas, maçãs e laranjas. Apesar de em culinária a palavra fruta ter uma utilização limitada, um grande número de produtos hortícolas, como nozes ou grãos, são também denominados em botânica como os frutos de várias espécies vegetais. Não existe uma única terminologia que realmente encaixe a enorme variedade que é possível de encontrar entre os frutos das plantas.

A grande maioria dos frutos, incluindo a fruta carnuda como a maçã, o pêssego, pêra ou manga são comercialmente valiosos para a alimentação humana, sendo consumidos frescos ou desidratados, em conserva ou na forma de compotas. Muita fruta é utilizada para fazer bebidas, como sumos de frutas (sumo de laranja, sumo de maçã, sumo de uva, etc) ou para fazer bebidas alcoólicas, como o vinho e aguardente.

Vários legumes são na realidade frutos botânicos, como o tomate, a beringela, o pimento, a abóbora, o feijão verde ou o pepino. Também as especiarias como a baunilha, a paprika, a pimenta da Jamaica e pimenta preta têm origem em frutos, mais especificamente em bagas.

Os frutos possuem um alto valor nutricional e possuem geralmente altos índices de fibras, água e vitaminas. A fruta contém também diversos fotoquímicos que são fundamentais para a saúde e preservação dos tecidos celulares e prevenção de doenças relacionadas com a má nutrição. O consumo regular de fruta está associado à redução do risco de cancro, de doenças cardiovasculares, da doença de Alzheimer, cataratas e de alguns dos declínios associados com o envelhecimento.

TEMA 5

Ao entrar em uma oficina de soldagem logo percebemos o quanto o perigo ronda os profissionais ali envolvidos, direta ou indiretamente. Apesar disso a segurança na soldagem, muitas vezes, não é levada a sério e os “improvisos” são ainda bastante utilizados para burlar o pessoal que cuida da Segurança nas empresas (Setor de SMS, por exemplo) ou até, por falta de informação, cometem erros que inspiram acidentes irremediáveis e com consequências irreversíveis.

Manter um ambiente de soldagem seguro é muito mais do que apenas oferecer às empresas os benefícios práticos da redução dos pedidos de indenização dos trabalhadores e das interrupções de produção.

Um local de trabalho seguro também melhora a satisfação profissional e a retenção dos funcionários. Entretanto, alcançar um ambiente de trabalho mais seguro não é um tipo de atividade que se “faz uma vez e pronto”.

Esta deve ser uma prática contínua, com o comprometimento de todos os níveis da organização. Para entender melhor como instituir um ambiente de trabalho mais seguro, é útil conhecer os riscos comuns à maioria das aplicações de soldagem e as opções disponíveis para garantir que os funcionários evitem esses riscos.

Estresse devido ao calor

Um dos perigos pouco reconhecidos em aplicações de soldagem é o estresse devido ao calor. A área mais próxima de uma operação de soldagem pode estar a 9°C acima da temperatura ambiente.

Isso oferece uma série de possíveis perigos para o operador de soldagem e seus colegas de trabalho, e esse risco aumenta durante os meses de verão e em lugares com climas mais quentes. O calor intenso pode causar uma série de efeitos colaterais no soldador, variando entre leves desconfortos, como dores musculares ou irritação na pele, até uma insolação, na qual a temperatura do corpo ultrapassa 41°C, e o atendimento médico imediato se torna fundamental.

Fumos de soldagem

A emissão de fumos de soldagem tem sido motivos de polêmica desde a última década. Ainda assim, existem alguns fatores indiscutíveis que os empregadores devem ter em mente. A gestão de segurança e saúde ocupacional (OSHA) estabelece limites admissíveis de exposição a alguns dos compostos encontrados nos fumos de soldagem, incluindo o cromo hexavalente e o manganês.

Pode parecer uma boa idéia simplesmente comprar a roupa mais protetora disponível, independentemente da aplicação. Porém, isso poderá resultar em fadiga para o soldador, perda da destreza necessária e em estresse excessivo devido ao calor. Em vez disso, deve-se escolher a roupa de proteção que equilibre a necessidade de proteção com as exigências físicas e com o ambiente de soldagem.

No mínimo, um soldador deve usar botas de couro (ideais com as biqueiras de aço), calças feitas de fibras naturais sem bainha, uma jaqueta para soldagem resistente a chamas ou outro tipo de proteção para peito e braços, luvas de couro com proteção para punhos e antebraços, óculos de proteção e um capacete para soldagem aprovado com um gorro ou outra proteção para o topo da cabeça.

Os acessórios mencionados acima fornecerão uma proteção básica contra faíscas, respingos e raios UV, mas muitos soldadores conseguem ganhos significativos de produtividade, conforto e satisfação geral graças a atualização dos equipamentos de proteção como capacetes com escurecimento automático, luvas projetadas para soldagem, roupas de alta qualidade e sistemas de refrigeração sob o capacete.

TEMA 6

SIGNIFICADOS DO 5S

“5S” é o nome de um método, ou antes, uma filosofia, de administração japonesa e se refere à inicial de cinco palavras: Seiton, Seiri, Seiso, Seiketsu e Shitsuke.

A filosofia dos 5S busca promover, através da consciência e responsabilidade de todos, disciplina, segurança e produtividade no ambiente de trabalho. Cada uma das cinco palavras representa uma etapa do programa de implantação do 5S, ou então, como também podem ser chamados os cinco “sensos”:

- SEITON: significa deixar tudo em ordem, ou o “senso de organização”. É literalmente arrumar tudo, deixar as coisas arrumadas e em seu devido lugar para que seja possível encontrá-las facilmente sempre que necessário. Assim, evita-se o desperdício de tempo e energia.

- SEIRI: se refere a evitar o que for desnecessário, ou o “senso de utilização”. Ao separar aquilo que é realmente necessário ao trabalho daquilo que é supérfluo, ou desnecessário, passando-o para outros que possam fazer uso dele ou simplesmente descartando, conseguimos melhorar a arrumação e dar lugar ao novo.

- SEISO: significa manter limpo, ou o “senso de limpeza”. Agora que você já tirou tudo que era desnecessário e deixou tudo em ordem, é preciso manter assim.

- SEIKETSU: zelar pela saúde e higiene, ou “senso de saúde e higiene”. Não adianta nada mantermos o local de trabalho limpo se não cuidarmos de nossa higiene pessoal também.

- SHITSUKE: disciplina. Este conceito é um pouco mais abrangente do que o significado ao qual estamos acostumados de seguir as normas. Ele se refere também ao caráter do indivíduo que deve ser honrado, educado e manter bons hábitos.

(Parte 1 de 5)

Comentários