Diario de Um Adolescente Hipocondriaco - Aidan Macfarlane

Diario de Um Adolescente Hipocondriaco - Aidan Macfarlane

(Parte 7 de 7)

Também ensinaram para a gente que o espermatozóide tem uma vida curta e frágil. Não é de se espantar que os testículos tenham que crescer sete vezes de tamanho. Quando a gente transa ou se masturba, saem cerca de 100.0.0 de espermatozóides em cada 3 mililitros de fluido, apesar de só um fertilizar o óvulo. Acho isso um desperdício enorme. É engraçado, mas acho difícil acreditar que tudo isso está acontecendo no meu próprio corpo. O Prof. Rogers, que sempre será lembrado pelas suas aulas de “Orientação Pessoal”, disse que isso era apenas o lado físico da coisa. Ele prometeu que na semana que vem a gente vai ter uma conversa sobre os “sentimentos”, sobre o sexo e o amor.

Quinta-feira, 18 de abri!

Se o lanche da escola for aquele hambúrguer com batata frita gordurento outra vez, eu vou ficar maluco (ou então vou pedir para a minha mãe fazer um sanduíche para eu levar). A obsessão sexual continua. Fiz o maior sucesso quando mostrei o livro do papai no colégio. Todo mundo fingiu que não estava interessado, mas foi olhar a parte que falava do “Tamanho Normal do Pênis”. Era isso o que estava escrito lá.

A maioria dos meninos e dos homens acha que o seu pênis é pequeno demais, e às vezes é difícil convencê-los do contrário. Um médico americano, então, decidiu utilizar uma régua para medir o comprimento do pênis não ereto de meninos e homens de várias idades.

FAIXA DE TAMANHO DO PÊNIS 04 a 08 cm 05 a 10 cm 06 a 14 cm 10 a 15 cm

1 a 17 cm

Descobriu-se, no entanto, que apesar de alguns homens e meninos possuírem um pênis pequeno antes da ereção, todos os pênis apresentam aproximadamente o mesmo tamanho quando eretos.

posição ereta em 30 segundosÉ óbvio que ele não atingiu a aceleração e o tamanho

O meu sai de um ponto de partida de 1,2 cm quando está mole e atinge os 15,4 cm da máximos ainda. Como será que eu vou fazer para ganhar uma medalha olímpica?

Segunda-feira, 2 de abril

Senti um pouco de dor de garganta. Tentei parecer o mais doente possível e fui contar pra minha mãe. Ela me dedicou a atenção de costume, que consiste em tirar a minha temperatura, descobrir que ela está normal, me dar um analgésico e me mandar para o colégio. Vomitei na sala inteira durante a aula, então me mandaram de volta para casa. Tomara que a mamãe se sinta bastante culpada.

Terça-feira, 23 de abril

Agora ela se convenceu de que eu estou EXTREMAMENTE doente. Mesmo assim, não quis chamar o médico. Disse que era só uma virose, e que eu ia ficar bom rapidinho. Passei o dia inteiro na cama. Foi um saco. De noite eu já estava melhor, mas não me deixaram sair. Acho que estão nascendo umas espinhas no meu nariz. A Bovril teve filhotes embaixo da minha cama, no meio da roupa suja. A Susie ficou irada porque não viu eles nascendo.

Quarta-feira, 24 de abril

De volta à escola. A conversa sobre “Sentimentos” acabou sendo só um filme chamado Relações pessoais. Um exemplo típico da visão que os adultos têm sobre aquilo que eles acham que a gente está pensando. Mesmo assim algumas coisas estavam certas. Ele tentava mostrar que na nossa idade a gente tem a tendência de

— perder o interesse pelas coisas que os nossos pais organizam para a gente, e não aceitar conselhos e críticas (que nem a Susie).

— ficar preocupado com a nossa aparência, apesar da gente se sentir insegura em relação a ela. A gente fica o tempo todo querendo saber se os outros acham a gente bonito (isso se aplica a mim).

— ficar completamente de saco cheio às vezes e achar que ninguém quer saber da gente. A gente também tem a impressão que não tem nada para fazer, enquanto todo mundo está se divertindo de montão (ah, como isso é verdade...).

— se sentir de bem com o mundo num dia, e completamente perdido no outro.

— ficar imaginando se algum dia a gente vai encontrar um namorado ou namorada de verdade (que nem Cilla e eu)

- pensar que é diferente de todo mundo, ao mesmo tempo que tenta desesperadamente ser igual.

— querer saber se a gente tem um desejo sexual normal (às vezes a gente acha que ele é forte demais, ou fraco demais. A gente fica com medo de que se masturbar ou ter sonhos eróticos não seja normal. A gente também não sabe se é bom se preocupar como tamanho do pênis ou do peito, e com a hora que vai ter a primeira menstruação).

Na hora do debate, depois do filme, eu disse que achava que a gente não estava TÃO interessado em si mesmo. A impressão que eu tinha é que os adultos estavam mais interessados do que a gente. Pelas perguntas que os meus colegas fizeram, era óbvio que tinha gente que nem sabia o que era polução noturna. O Prof. Rogers disse que o interesse que as pessoas têm pelo sexo nunca é igual. Tem gente que pensa muito em sexo, enquanto outras pessoas nem pensam no assunto. Os dois casos são perfeitamente normais. Depois ele explicou que “polução noturna” é quando você tem um sonho erótico e ejacula, ou “goza”, enquanto está dormindo. Chamam isso de polução noturna porque você “suja” a cama com o seu esperma. Segundo ele, muitos meninos e meninas acham a masturbação “uma jeito inofensivo e muito prazeroso de aliviar a tensão sexual”. Se você se masturba, toca uma punheta, uma bronha, ou sei lá o nome que você dá para isso, não quer dizer que você é tarado. Se você não faz nada, isso também não quer dizer que você é assexuado.

O bom é que o Prof. Rogers não tem vergonha de falar dessas coisas. É impressionante pensar que TODO MUNDO que a gente vê é o resultado de duas pessoas transando e de um óvulo fecundado por um espermatozóide. Vi todo mundo da escola com outros olhos depois disso. Será que a minha mãe e meu pai ainda transam? Não sei se eu gosto muito dessa idéia.

Quinta-feira, 25 de abril

Fui pego pela mamãe outra vez. Depois do acidente de bicicleta, ela comprou um sapato de couro bem babaca para eu usar na escola, ao invés do meu tênis branco, que já está se desintegrando. Só que eu estava passando a perna nela. Todo dia eu trocava de sapato na garagem na hora de ir para o colégio. Quando voltei da escola hoje e fui botar o sapato que ela me deu, encontrei um bilhete dentro dele:

“Se você não usar esse sapato, vai ficar sem mesada. Assinado: sua mãe”, Ainda bem que eu tenho certeza que ela vai esquecer. Com um pouco de sorte, eu vou poder usar o meu tênis velho e continuar com a minha mesada. A mamãe é muito otária às vezes.

Sexta-feira, 26 de abril

Eu tinha razão: a mamãe já esqueceu. Fui de bicicleta para a es cola usando o meu tênis velho. Resolvi convidar a Cilla para ir ao cinema domingo.

Sábado, 27 de abril A Cilla já combinou de sair com o Randy Jo. Estou me sentindo um completo fracasso

Capitulo 7 APRENDENDO A CONVIVER COM AS MINHAS ESPINHAS Terça-feira, 30 de abril

O fim de semana foi ficando cada vez pior. As espinhas ficaram gigantescas. Sempre que eu olhava no espelho, tinha aparecido mais uma. A minha pele está toda gordurosa. Tem um monte de carocinhos em volta do meu nariz. É nojento. Meu pai foi legal, mas não ajudou muito

— Ah, isso é só acne — ele disse. — Todo mundo fica assim na sua idade.

Só! Grande consolo para alguém que está com a cara igual às crateras da Lua. Ele disse que as espinhas iam sumir num instante. Só que elas não foram embora ainda. Pelo contrário, pioraram. Tentei espremer. Consegui tirar um liquido esquisito de dentro delas, mas elas acabaram inflamando. Tem umas de cabeça preta e outras de cabeça branca. Vai ver eu não estou me lavando direito.

Quarta-feira, 1º de maio Um dia negro na escola. O comentário da Cilla foi o seguinte:

—Argh, o que é que você fez com a sua cara?

Pensei que fosse óbvio. Ela usa tanta maquiagem, que eu ia precisar de uma pá para descobrir o que está acontecendo na pele dela. Então chamei a Cilla de “cara de panqueca”. Isso não melhorou muito o nosso relacionamento. Como se algum dia a gente tivesse tido algum tipo de relacionamento.

Quinta-feira, 2 de maio

Elas estão se espalhando. O Slogs fez a gentileza de chamar a minha atenção para este fato depois da aula de Educação Física. Ele disse que as minhas costas estavam parecendo uma pizza. Fui olhar no espelho. Ele tinha razão. Onde será que elas vão parar?

Sexta-feira, 3 de maio

Mãe é mãe. Já estava achando que ela não tinha notado. Mas não. Ela deixou uma pomada no meu quarto depois do lanche, junto com um artigo retirado de um jornal velho, O titulo do artigo era “Um problema espinhoso”. Acho que as coisas que ele dizia faziam sentido

“A acne é muito comum nos adolescentes por causa do aumento da produção de hormônios que acontece na puberdade. Ela costuma ser mais forte nos meninos (que sorte a minha) e afeta principalmente o rosto e os ombros, pois essas regiões são as que apresentam a maior quantidade de folículos pilosos. Há muitas idéias equivocadas a respeito do que causa a acne. Comer açúcar e frituras, por exemplo, não causa acne, nem se masturbar (Que alívio. Estava começando a achar que era por isso que eu e a maioria dos meus amigos estávamos cheios de espinha). As pessoas também não têm acne porque não se lavam direito, apesar do contato com o óleo (se você trabalha com máquinas, por exemplo) poder piorar as erupções. Lavar o rosto duas vezes por dia com água e sabão pode ajudar na maioria dos casos, principalmente se você utilizar um sabão medicinal contendo antisséptico. Esse tipo de sabão, no entanto, só é útil nos casos mais leves, e é preciso usá-lo durante várias semanas. Alguns tipos de xampu, base de maquiagem, creme umidificador e condicionador de cabelo podem piorar a acne — principalmente se forem pesados ou muito oleosos (vou passar algumas dessas informações para a Cilla. Por outro lado, a maquiagem para o olho, o batom, o pó-dearroz, o blush e a água-de-colônia não causam maiores problemas. Uma coisa que você pode fazer para melhorar a acne é tomar bastante sol. O sol faz bem para as espinhas.

(Parte 7 de 7)

Comentários