Instalação WRF

Instalação WRF

(Parte 3 de 3)

# ./ungrid.exe >& ungrib.log “*** Successful completion of program ungrib.exe ***”.

Serão criados arquivos com o seguinte formato GFS2:Y-M-DD_hh (p.ex.: GFS2:2013-01-11_00). Para examinar se os arquivos intermediários podem ser lidos, utilize o rd_intermediate.exe:

#./util/rd_intermediate.exe GFS2: Y-M-DD_hh

5.1.3 Execução do METGRID

O último subsistema do pós-processamento a ser executado é o METGRID. A sua função é interpolar horizontalmente os campos meteorológicos extraídos pelo ungrib.exe para as grades do modelo. Os dados de entrada do METGRID são os arquivos geo_em.dxx.nc (arquivos de saída do GEOGRID); e os arquivos de saída intermediários (provenientes do UNGRIB). Para o METGRID, somente o share e metgrid necessitam estar editados no namelist.wps:

&share (...) start_date = DATA/HORA, DATA/HORA, # data/hora inicial simulação das grades mãe e aninhada (ex.: '2013-01-10_0:0:0', '2013-01-10_0:0:0') end_date = DATA/HORA, DATA/HORA, # data/hora final simulação das grades mãe e

fg_name = 'GFS2',# prefixo para os arquivos intermediários

Obs.: Sugere-se que a grade aninhada tenha tempos iniciais e finais idênticos ao tempo inicial desejado para a grade aninhada durante a execução do WPS. Isto ocorre porque a grade aninhada obtém as suas condições de contorno laterais da sua grade mãe, e, assim, somente o tempo inicial para uma grade aninhada necessita ser processado pelo WPS, exceto quando for usada análise nudging no WRF.

Antes de executar o METGRID, certifique-se que METGRID.TBL esteja com o link correto.

# ls –l metgrid/METGRID.TBL METGRID.TBL -> METGRID.TBL.ARW

Para executá-lo, digite o comando:

# ./metgrid.exe >& metgrid.log ““*** Successful completion of program metgrid.exe ***”

Os dados de saída do metgrid são: - met_em.d01.Y-MM_DD_hh_mm.nc – um arquivo por tempo; e

- met_em.dxx. Y-MM_DD_hh_mm.nc – um arquivo por aninhamento, somente para a hora inicial. Estes arquivos podem ser checados com a ferramenta ncdump (esta ferramenta encontra-se nos arquivos do netcdf):

5.2 Execução do real e WRF

Este tópico mostrará a execução de dois subsistemas do WRF: o real e o WRF. O trabalho de interpolar verticalmente os campos do WRF é feito dentro do programa real. O WRF é responsável pela execução do modelo propriamente dito. Nesta etapa, o primeiro passo, é editar o arquivo de texto namelist.input que se encontra dentro do diretório /home/webpca/WRF/WRFV3/test/em_real.

# cd /home/webpca/WRF/WRFV3/test/em_real # nano namelist.input

Neste arquivo, são definidos parâmetros como o período da simulação (time_control), a configuração das grades (domains) e as parametrizações físicas (physics).

run_days= 0, # dias simulados (Somente grade mãe)
run_hours= 48, # horas simuladas (Somente grade mãe)
start_year = Y, Y,# ano inicial grade mãe, aninhada (ex. 2013)
start_month = M, M,# mês inicial grade mãe, aninhada (ex. 01)
start_day= D, D, # dia inicial grade mãe, aninhada (ex. 10)

&time_control (…) start_hour = h,h, # hora inicial grade mãe, aninhada (ex. 0)

start_minute = m, m,# minutos inicial grade mãe, aninhada (ex. 0)
start_second = s, s,# segundos inicial grade mãe, aninhada (ex. 0)
end_year= Y, Y, # ano final grade mãe, aninhada (ex. 2013)
end_month= M, M, # mês final grade mãe, aninhada (ex. 01)
end_day= D, D, # dia inicial grade mãe, aninhada (ex. 13)
end_hour= h, h, # hora inicial grade mãe, aninhada (ex. 0)
end_minute = m, m,# minutos inicial grade mãe, aninhada (ex. 0)
end_second= s, s, # segundos inicial grade mãe, aninhada (ex. 0)
interval_seconds = 10800,# frequência dos arquivos de saídas (em s). Modelo
input_from_file = .true.,.true.,# Variável lógica, se uma grade aninhada exigir um

29 configurado para gerar arquivos de saídas a cada 3 h. (…) arquivo de entrada de dados (p. ex. wrfinput_d02).

max_dom= 2, # número de domínios (grade mãe e 1 grade aninhada)

(…) &domains (…)

e_we= 180, 295, # número de pontos na direção x (oeste-leste)
e_sn= 150, 253, # número de pontos na direção y (sul-norte)
e_vert= 28, 28, # número de pontos na direção z (vertical); a dimensão
dx= 18000, 6000, # comprimento da grade no eixo x (em m)
dy= 18000, 6000, #comprimento da grade no eixo y (em m). Nota: dx=dy
i_parent_start= 1, 45, # inicio da grade ponto I (I grade mãe, I grade aninhada)
j_parent_start= 1, 35, # inicio da grade ponto J (J grade mãe, J grade aninhada)

(…) (…) (...) vertical deve ser a mesma para todas as grades (...) (…) (…)

Obs.: Foram mantidas no namelist.input original parâmetros importantes, como por exemplo, o espaço temporal (180s) e as parametrizações físicas (Tab. 1). Futuramente, serão realizados testes de sensibilidade para encontrar o conjunto de parametrizações disponíveis no modelo que melhor represente os sistemas atmosféricos atuantes nos domínios simulados.

Com o namelist.input editado, executa-se o arquivo real.exe:

# ./real.exe >& real.log “***Successful completion real.exe***”

Após a execução do real.exe, dois arquivos são criados: wrfinput_d01 e wrfinput_d02. A criação desses arquivos confirma que o modelo está pronto para ser executado. Testes podem ser realizados para verificar o seu conteúdo:

# /usr/local/netcdf-4.1.3/bin/ncdump -h wrfinput_d01 # ncdump -v Times wrfinput

Por fim, a execução do modelo é dada com o seguinte comando:

# ./wrf.exe >& wrf.log “***Successful completion real.exe***”

Finalizada a execução, é criado dois novos arquivos (um para cada domínio): wrfout_d01_YYY-M-DD_hh:m:s, wrfout_d02_YYY-M-DD_hh:m:s. Estes arquivos são transferidos para o diretório /home/webpca/WRF/ARWpost.

# mv wrfout* /home/webpca/WRF/ ARWpost /

5.3 Execução do ARWpost

Executado o modelo, entraremos na etapa do pós-processamento. O ARWpost é usado para converter as saídas do modelos para um formato que possam ser visualizados por ferramentas gráficas (GrADS e Vis5d) . Para executá-lo, primeiro deve-se editar o arquivo namelist.ARWpost:

# cd ../ARWpost # nano namelist.ARWpost

No namelist.ARWpost são definidos a data inicial e final da simulação e o intervalo de tempo das saídas dos modelo (datetime); o nome do arquivo WRF que se deseja visualizar, o nome do arquivo de saída para visualizar no GRADS; os campos meteorológicos (io); e os níveis de pressão (interp). As alterações para a grade mãe (D1) são:

plot = 'all_list'# Escolha dos campos a ser processados. “all_list”: campos do arquivo
interp_method = 1,# 0 - níveis sigma; -1 – código define “adequados” níveis de

end_date = 'Y-M-DD_ h:m:s’, # data/hora final (ex.:2013-01-13_0:0:0) interval_seconds = 10800, # frequência dos arquivos de saídas (em s). Modelo configurado para gerar arquivos de saídas a cada 3 h. (…) &io (…) input_root_name = './wrfout_d01_YYYY-M-DD_hh:m:s' # diretório de entrada dos dados (saídas do WRF) output_root_name = './wrfd01_YYYY-M-DD_hh:m:s' # diretório de saída dos dados do ARWpost WRF e listados na variável ‘fields’. fields = 'cape, cin, mcape, mcin, clfr, dbz, max_dbz, geopt, height, lcl, lfc, pressure, rh, rh2, theta, tc, tk, td, td2, slp, umet, vmet, u10m, v10m, wdir, wspd, wd10, ws10' # lista os campos meteorológicos escolhidos pelo usuário. Utilizado somente com a opção “list” na variável ‘plot’. (...) &interp altura; 1- usuário define níveis de pressão (hPa) ou altura (km) interp_levels = 1000., 975., 950., 925., 900., 850., 800., 750., 700., 650., 600., 550., 500., 450., 400., 350., 300., 250., 200., 150., 100., # só usado se interp_method=1. Indicar níveis para interpolar em hPa (pressão) ou km (altura acima do nível do mar). Níveis informados de baixo para cima.

Obs.: A variável fields informa, respectivamente, os seguintes campos diagnósticos: Convective Available Potencial Energy (CAPE), Convective Inhibition (CIN), CAPE máximo, CIN máximo, fração de nuvens baixas/medias e altas; refletividade, refletividade máxima, geopotencial, altura (em Km), nível de condensação por levantamento (NCL), nível de convecção livre (NCL), pressão (em hPa), umidade relativa, umidade relativa 2m, temperatura potencial, temperatura em ºC, temperatura em K, temperatura do ponto de orvalho em ºC, temperatura do ponto de orvalho 2m, pressão ao nível do mar, ventos rotacionados para coordenadas terrestres, ventos rotacionados para coordenadas terrestres 10m, direção do vento, velocidade do vento, direção do vento 10m, velocidade do vento 10m. Com a opção “all_list” na variável plot é possível visualizar as 114 variáveis do arquivo WRF.

Após as modificações no namelist.ARWpost, execute o ARWpost.exe: # ./ARWpost.exe >& ARWpostD1.log

Altere somente as variáveis input_root_name e output_root_name para gerar as saídas do modelo para o domínio aninhado (D2):

(...) input_root_name = './wrfout_d02_ Y-M-DD_hh:m:s' # diretório de entrada dos dados output_root_name = './wrfd02_ Y-M-DD_hh:m:s' # diretório de saída dos dados (...)

E execute novamente o ARWpost.exe: # ./ARWpost.exe >& ARWpostD2.log

Concluído a execução do pós-processamento, são gerados para cada domínio um arquivo descritor (.ctl) e um de dados (.dat) que poderão ser visualizadas pelo GrADS: (p.ex.: wrfd1_YYYYMMDDhh.ctl ou .dat; e wrfd2_YYYYMMDDhh.ctl ou .dat).

6 CONSIDERAÇÕES FINAIS

O ICEA instala uma nova versão do modelo regional WRF (versão 3.4.1), com cobertura para as Regiões de Informação de Vôo (FIRs) do território brasileiro e para os dois Centros de Lançamentos do Brasil: Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) e

Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI). A versão 3.4.1 do WRF disponibiliza prognósticos meteorológicos operacionalmente na homepage do ICEA <w.icea.gov.br/climatologia/modelagemWRF.html>. Esta nova versão do modelo oferece os mais recentes avanços da física, modelagem numérica e assimilação de dados e possui uma arquitetura de software pronta para o processamento paralelo. Concomitantemente, foram adquiridos novos recursos computacionais e de conectividade pelo Laboratório de Climatologia do ICEA.

Com essa modernização do sistema de modelagem numérica instalado no ICEA, foi possível realizar mudanças significativas nas configurações do modelo, destacando-se: i) aumento da resolução espacial (18 e 6 km); i) redimensionamento dos domínios; e i) um aumento do número de rodadas do modelo, ou seja, a sua inicialização 4 vezes ao dia (00Z, 12Z, 18Z e 00Z). Essas modificações visam aumentar a qualidade das previsões meteorológicas realizadas pelos Centros de Previsão Meteorológica nacionais (CNMA, CMV, CMA e CMM) e Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA).

Desta forma, o Programa de Modelagem Numérica do Tempo (PMNT), desenvolvido no ICEA, sob a coordenação de seu Grupo de Trabalho (GT), estará em posição de destaque, em relação às principais instituições acadêmicas do mundo, nas pesquisas na área de previsão operacional do tempo. Espera-se que o presente trabalho tenha contribuído para uma melhor compreensão das características e dos procedimentos necessários para a instalação, compilação e configuração do WRF. Informação detalhada e precisa da utilização desse modelo é necessária para o aperfeiçoamento do sistema de previsão de tempo, tornando-se útil para serem aplicadas nas atividades de interesse do Comando da Aeronáutica, tais como, gerenciamento do fluxo de tráfego aéreo e lançamento de foguetes.

7 AGRADECIMENTOS

Ao Grupo de Trabalho (GT) do Programa de Modelagem Numérica do Tempo (PMNT) pela iniciativa do desenvolvimento deste projeto. Ao ICEA, pela disponibilização de sua infraestrutura e dos recursos computacionais. Ao IAE, em especial aos pesquisadores

Drº. Gilberto Fernando Fisch e Drº. Marcos Daisuke Oyama pelas valiosas sugestões. Com o intuito de aperfeiçoar este manual, quaisquer sugestões poderão ser encaminhadas para o e-mail: pmnt@icea.gov.br

Citação: CARVALHO, M. A. V. ; ABRUNHOSA, M. L.; LOPES, J. R. O. Manual de instalação, compilação e execução do modelo de mesoescala WRF no ICEA (versão 3.4.1). Subdivisão de Climatologia e Arquivo Meteorológico (PBCA), Instituto de Controle do Espaço Aéreo (ICEA), São José dos Campos, 2013.

8 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ARW Version 3.4.1 Modeling System Users Guide. Weather Research & Forecasting. Mesoscale & Microscale Meteorology Division. National Center for Atmospheric Research. Aug. 2012.

CHEN, F.; DUDHIA, J. Coupling an advanced land-surface/ hydrology model with the Penn State/ NCAR MM5 modeling system. Part I: Model description and implementation. Monthly Weather Review, v. 129, p. 569-585, 2001.

DYER, A. J.; HICKS, B. B. Flux-gradient relationships in the constant flux layer, Quart. J. Roy. Meteor. Soc., v. 96, p. 715-721, 1970.

DUDHIA, J. Numerical study of convection observed during the winter monsoon experiment using a mesoscale two-dimensional model. J. Atmos. Sci, v. 46, p. 3077- 3107, 1989.

HONG, S-Y; DUDHIA, J.; CHEN, S.-H. A revised approach to ice-microphysical processes for the bulk parameterization of clouds and precipitation. Mon. Wea. Rev.,

HONG, S.-Y; NOH, Y.; DUDHIA, J. A new vertical diffusion package with an explicit treatment of entrainment processes. Mon. Wea. Rev., v. 134, p. 2318–2341, 2006.

IRIART, P. G.; CARVALHO, M. V. C; PEREIRA NETO, A.V. Manual de instalação, compilação e execução do sistema de modelagem numérica WRF no ICEA. Subdivisão de Climatologia e Arquivo Meteorológico (PBCA), Instituto de Controle do Espaço Aéreo (ICEA), São José dos Campos, 2011.

KAIN, J. S.; FRITSCH, J. M. A one-dimensional entraining/detraining plume model and its application in convective parameterization. J. Atmos. Sci., v. 47, n. 23, p. 2748- 2802, 1990.

KAIN, J. S.; FRITSCH, J. M. Chapter 16 – Convective parameterization for mesoscale models: The Kain-Fritsch Scheme, in meteorological monographs. Amer. Meteor. Soc., v. 24, n. 46, 1993.

MLAWER, E. J.; TAUBMAN, S. J.; BROWN, P. D.; IACONO, M. J.; CLOUGH, S. A. Radiative transfer for inhomogeneous atmosphere: RRTM, a validated correlated-k model for the longwave. Journal of Geophysical Research, v.102, n. D14, p. 16663- 16682, 1997.

OYAMA, M.D. Instalação do modelo de mesoescala MM5 na ACA/IAE/CTA. São José dos Campos: Divisão de Ciências Atmosféricas, Instituto de Aeronáutica e Espaço, Centro Técnico Aeroespacial, 2003. Publicação interna, PI-002.

PAULSON, C. A. The mathematical representation of wind speed and temperature profiles in the unstable atmospheric surface layer. Journal of Applied Meteorology, v. 9, p. 857-861, 1970.

PRESTELO, C. Instalação da biblioteca NETCDF e GRADS. Disponível em: http://prestrelocristiano.webnode.com.br/tutoriais/instalacaodeprogramas/.

SKAMAROCK, W.C.; KLEMP, J.B.; DUDHIA, J.; GILL, D.O.; BARKER, D.M.; DUDA, M.G.; HUANG, X-Y; WANG, W.; POWERS, J.G. A Description of the Advanced Research WRF Version 3. NCAR Tech. Note NCAR/TN-475+STR, Jun, 2008. 113 p.

WEBB, E. K. Profile relationships: The log-linear range, and extension to strong stability. Quart. J. Roy. Meteor. Soc., v. 96, p. 67-90, 1970.

namelist.wps

&ungrib out_format = 'WPS', prefix = 'GFS2', /

&metgrid fg_name = 'GFS2', io_form_metgrid = 2, opt_output_from_metgrid_path = '/home/webpca/WRF/WRFV3/test/ em_real' / namelist.input

run_days= 0,
run_hours= 48,
run_minutes= 0,
run_seconds= 0,
start_year= 2013,2013,
start_month= 01,01,

&time_control start_day = 10,10,

start_hour= 0,0,
start_minute= 0,0,
start_second= 0,0,
end_year= 2013,2013,
end_month= 01,01,
end_day= 13,13,
end_hour= 0,0,
end_minute= 0,0,
end_second= 0,0,
interval_seconds= 10800
input_from_file= .true.,.true.,
history_interval= 180, 60,
frames_per_outfile= 1000, 1000,
restart= .false.,
restart_interval= 5000,
io_form_history= 2
io_form_restart= 2
io_form_input= 2
io_form_boundary= 2
debug_level= 0
time_step= 108,
time_step_fract_num= 0,
time_step_fract_den= 1,
max_dom= 2,
s_we= 1, 1,
e_we= 180, 295,
s_sn= 1, 1,
e_sn= 150, 253,
s_vert= 1, 1,
e_vert= 28, 28,
p_top_requested= 5000,
num_metgrid_levels= 27,
num_metgrid_soil_levels= 4,
dx= 18000, 6000,
dy= 18000, 6000,
grid_id= 1, 2,
parent_id= 0, 1,
i_parent_start= 1, 45,
j_parent_start= 1, 35,
parent_grid_ratio= 1, 3,
parent_time_step_ratio= 1, 3,
feedback= 1,
smooth_option= 0

&domains /

mp_physics= 3, 3,
ra_lw_physics= 1, 1,
ra_sw_physics= 1, 1,
radt= 30,30,
sf_sfclay_physics= 1, 1,
sf_surface_physics= 2, 2,

&physics bl_pbl_physics = 1, 1,

bldt= 0, 0,
cu_physics= 1, 1,
cudt= 5, 5,
isfflx= 1,
ifsnow= 0,
icloud= 1,
surface_input_source= 1,
num_soil_layers= 4,
sf_urban_physics= 0, 0,
maxiens= 1,
maxens= 3,
maxens2= 3,
maxens3= 16,
ensdim= 144,

&fdda /

w_damping= 0,
diff_opt= 1,
km_opt= 4,
diff_6th_opt= 0, 0,
diff_6th_factor= 0.12, 0.12,
base_temp= 290.
damp_opt= 0,
zdamp= 5000., 5000.,
dampcoef= 0.2, 0.2,
khdif= 0, 0,
kvdif= 0, 0,
non_hydrostatic= .true.,.true.,
moist_adv_opt= 1, 1,
scalar_adv_opt= 1, 1,

&dynamics /

spec_bdy_width= 5,
spec_zone= 1,
relax_zone= 4,
specified= .true.,.false.,
nested= .false.,.true.,

&bdy_control /

&namelist_quilt nio_tasks_per_group = 0, nio_groups = 1, / namelist. ARWpost

namelist.wps

geog_data_path = '/home/webpca/WRF/data/geog' /

&ungrib out_format = 'WPS', prefix = 'GFS2', /

&metgrid fg_name = 'GFS2', io_form_metgrid = 2, opt_output_from_metgrid_path = '/home/webpca/WRF/WRFV3/test/em_real' / namelist.input

run_days= 0,
run_hours= 48,
run_minutes= 0,
run_seconds= 0,
start_year= 2013,2013,
start_month= 05,05,

&time_control start_day = 21,21,

start_hour= 12,12,
start_minute= 0,0,
start_second= 0,0,
end_year= 2013,2013,
end_month= 05,05,
end_day= 24,24,
end_hour= 12,12,
end_minute= 0,0,
end_second= 0,0,
interval_seconds= 10800
input_from_file= .true.,.true.,
history_interval= 180, 60,
frames_per_outfile= 1000,1000,
restart= .false.,
restart_interval= 5000,
io_form_history= 2
io_form_restart= 2
io_form_input= 2
io_form_boundary= 2
debug_level= 0
time_step= 108,
time_step_fract_num= 0,
time_step_fract_den= 1,
max_dom= 2,
s_we= 1, 1,
e_we= 160, 271,
s_sn= 1, 1,
e_sn= 150, 271,
s_vert= 1, 1,
e_vert= 28, 28,
p_top_requested= 5000,
num_metgrid_levels= 27,
num_metgrid_soil_levels= 4,
dx= 18000, 6000,
dy= 18000, 6000,
grid_id= 1, 2,
parent_id= 0, 1,
i_parent_start= 1, 40,
j_parent_start= 1, 35,
parent_grid_ratio= 1, 3,
parent_time_step_ratio= 1, 3,
feedback= 1,
smooth_option= 0

&domains /

mp_physics= 3, 3,
ra_lw_physics= 1, 1,
ra_sw_physics= 1, 1,
radt= 30,30,
sf_sfclay_physics= 1, 1,
sf_surface_physics= 2, 2,

&physics bl_pbl_physics = 1, 1,

bldt= 0, 0,
cu_physics= 1, 1,
cudt= 5, 5,
isfflx= 1,
ifsnow= 0,
icloud= 1,
surface_input_source= 1,
num_soil_layers= 4,
sf_urban_physics= 0, 0,
maxiens= 1,
maxens= 3,
maxens2= 3,
maxens3= 16,
ensdim= 144,

&fdda /

w_damping= 0,
diff_opt= 1,
km_opt= 4,
diff_6th_opt= 0, 0,
diff_6th_factor= 0.12, 0.12,
base_temp= 290.
damp_opt= 0,
zdamp= 5000., 5000.,
dampcoef= 0.2, 0.2,
khdif= 0, 0,
kvdif= 0, 0,
non_hydrostatic= .true., .true.,
moist_adv_opt= 1, 1,
scalar_adv_opt= 1, 1,

&dynamics /

spec_bdy_width= 5,
spec_zone= 1,
relax_zone= 4,
specified= .true.,.false.,
nested= .false.,.true.,

&bdy_control /

&namelist_quilt nio_tasks_per_group = 0, nio_groups = 1, / namelist. ARWpost

namelist.wps

&ungrib out_format = 'WPS', prefix = 'GFS2', /

&metgrid fg_name = 'GFS2', io_form_metgrid = 2, opt_output_from_metgrid_path = '/home/webpca/WRF/WRFV3/test/em_real' / namelist.input

run_days= 0,
run_hours= 48,
run_minutes= 0,
run_seconds= 0,
start_year= 2013,2013,
start_month= 05,05,

&time_control start_day = 21,21,

start_hour= 12,12,
start_minute= 0,0,
start_second= 0,0,
end_year= 2013,2013,
end_month= 05,05,
end_day= 24,24,
end_hour= 12,12,
end_minute= 0,0,
end_second= 0,0,
interval_seconds= 10800
input_from_file= .true.,.true.,
history_interval= 180, 60,
frames_per_outfile= 1000,1000,
restart= .false.,
restart_interval= 5000,
io_form_history= 2
io_form_restart= 2
io_form_input= 2
io_form_boundary= 2
debug_level= 0
time_step= 108,
time_step_fract_num= 0,
time_step_fract_den= 1,
max_dom= 2,
s_we= 1, 1,
e_we= 180,271,
s_sn= 1, 1,
e_sn= 180,271,
s_vert= 1, 1,
e_vert= 28, 28,
p_top_requested= 5000,
num_metgrid_levels= 27,
num_metgrid_soil_levels= 4,
dx= 18000, 6000,
dy= 18000, 6000,
grid_id= 1, 2,
parent_id= 0, 1,
i_parent_start= 1, 50,
j_parent_start= 1, 50,
parent_grid_ratio= 1, 3,
parent_time_step_ratio= 1, 3,
feedback= 1,
smooth_option= 0

&domains /

mp_physics= 3, 3,
ra_lw_physics= 1, 1,
ra_sw_physics= 1, 1,
radt= 30,30,
sf_sfclay_physics= 1, 1,
sf_surface_physics= 2, 2,

&physics bl_pbl_physics = 1, 1,

bldt= 0, 0,
cu_physics= 1, 1,
cudt= 5, 5,
isfflx= 1,
ifsnow= 0,
icloud= 1,
surface_input_source= 1,
num_soil_layers= 4,
sf_urban_physics= 0, 0,
maxiens= 1,
maxens= 3,
maxens2= 3,
maxens3= 16,
ensdim= 144,

&fdda /

w_damping= 0,
diff_opt= 1,
km_opt= 4,
diff_6th_opt= 0, 0,
diff_6th_factor= 0.12, 0.12,
base_temp= 290.
damp_opt= 0,
zdamp= 5000., 5000.,
dampcoef= 0.2, 0.2,
khdif= 0, 0,
kvdif= 0, 0,
non_hydrostatic= .true., .true.,
moist_adv_opt= 1, 1,
scalar_adv_opt= 1, 1,

&dynamics /

spec_bdy_width= 5,
spec_zone= 1,
relax_zone= 4,
specified= .true.,.false.,
nested= .false.,.true.,

&bdy_control /

&namelist_quilt nio_tasks_per_group = 0, nio_groups = 1, / namelist. ARWpost

namelist.wps

&ungrib out_format = 'WPS', prefix = 'GFS2', /

&metgrid fg_name = 'GFS2', io_form_metgrid = 2, opt_output_from_metgrid_path = '/home/webpca/WRF/WRFV3/test/em_real' / namelist.input

run_days= 0,
run_hours= 48,
run_minutes= 0,
run_seconds= 0,
start_year= 2013,2013,
start_month= 05,05,

&time_control start_day = 21,21,

start_hour= 0,0,
start_minute= 0,0,
start_second= 0,0,
end_year= 2013,2013,
end_month= 05,05,
end_day= 24,24,
end_hour= 0,0,
end_minute= 0,0,
end_second= 0,0,
interval_seconds= 10800
input_from_file= .true.,.true.,
history_interval= 180, 60,
frames_per_outfile= 1000,1000,
restart= .false.,
restart_interval= 5000,
io_form_history= 2
io_form_restart= 2
io_form_input= 2
io_form_boundary= 2
debug_level= 0
time_step= 108,
time_step_fract_num= 0,
time_step_fract_den= 1,
max_dom= 2,
s_we= 1, 1,
e_we= 130, 112,
s_sn= 1, 1,
e_sn= 130, 112,
s_vert= 1, 1,
e_vert= 28, 28,
p_top_requested= 5000,
num_metgrid_levels= 27,
num_metgrid_soil_levels= 4,
dx= 18000, 6000,
dy= 18000, 6000,
grid_id= 1, 2,
parent_id= 0, 1,
i_parent_start= 1, 48,
j_parent_start= 1, 48,
parent_grid_ratio= 1, 3,
parent_time_step_ratio= 1, 3,
feedback= 1,
smooth_option= 0

&domains /

mp_physics= 3, 3,
ra_lw_physics= 1, 1,
ra_sw_physics= 1, 1,
radt= 30,30,
sf_sfclay_physics= 1, 1,
sf_surface_physics= 2, 2,

&physics bl_pbl_physics = 1, 1,

(Parte 3 de 3)

Comentários