Tfc-regiane aparecida de andrade silva

Tfc-regiane aparecida de andrade silva

(Parte 1 de 6)

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA LANTE – Laboratório de Novas Tecnologias de Ensino

MAGÉ/RJ 2013

Trabalho de Final de Curso apresentado à Coordenação do Curso de Pós-graduação da Universidade Federal Fluminense, como requisito parcial para a obtenção do título de Especialista Lato Sensu em Planejamento, Implementação e Gestão da EAD.

Aprovada em outubro de 2013.

Universidade UNIGRANRIO

Prof. Nome Sigla da Instituição

Prof. Nome Sigla da Instituição

Dedico este trabalho ao meu amado marido Luciano B. de Paula Silva, companheiro e incentivador em todos os momentos.

Agradeço ao meu Criador pela excelência da vida. Ao meu marido pelo apoio.

Aos meus colegas Paulo Roberto Castor Maciel e Rosane de Azeredo Cunha Siqueira pela oportunidade de juntos compartilharmos conhecimento.

A minha tutora Lúcia Inês Kronemberger Andrade pelo acompanhamento e incentivo.

Esta investigação tem como objetivo apresentar um estudo sobre a formação e a atuação do tutor, considerando os desdobramentos que surgem deste tema central. Deste modo, buscou-se, apresentar o trabalho do tutor no ambiente virtual e como a sua formação interfere na construção do processo de aprendizagem; analisando as interações discursivas realizadas em um sistema de tutoria on-line; a construção da identidade profissional do tutor e a formação específica para a atuação na área de matemática. Como metodologia do trabalho foi adotada a pesquisa bibliográfica, integrada a perspectiva qualitativa e descritiva do tema proposto. Assim, a partir deste estudo é possível observar que a construção da identidade profissional do tutor perpassa uma gama de questões que estão atreladas desde a representação de si até a elaboração de políticas especificas. Sendo ainda, então, uma identidade em construção, afetada pelas mudanças e dinamismos próprios do tempo atual e da própria EaD. A partir da necessidade de formação específica do tutor, é possível elencar as principais características para a formação do tutor de matemática. Observar-se, ainda, que a interação dialógica, assim mediada pela relação professor aluno, torna-se instrumento necessário à construção do conhecimento, que promove junto ao grupo a colaboração e a coletividade gerando construção de significados e novas situações de aprendizagem.

Palavras-chave. Educação a Distância. Formação e Atuação do tutor. Interação dialógica. Identidade profissional.

Nº da página 1 – Introdução 7 1.1 - Justificativa 8 1.2 - Objetivos 9 1.3 - Metodologia 10 1.3.1 - Método e desdobramentos do tema 10 1.4 – Organização do Trabalho 1 2 – Pressupostos Teóricos 12 2.1 – Considerações sobre a formação e atuação do tutor 12 2.2 – O processo de formação dos tutores e suas especificidades 15 2.3 – O processo de construção da identidade profissional do tutor 16 3 – Resultados e Discussões 19 3.1 – Descrição dos Procedimentos e da Análise dos dados obtidos 19

3.2 – Identidade profissional e o autorreconhecimento: o tutor e a percepção de si mesmo 19

3.3 – O processo identitário do tutor no alterreconhecimento:

representações de uma identidade profissional em construção 23

4 – Considerações Finais27

5 - Referências Bibliográficas 29

1. Introdução

Inicialmente, é importante destacar que este trabalho foi desenvolvido a partir da construção coletiva do conhecimento e da aprendizagem colaborativa. Desse modo, as seções de introdução, justificativa, objetivos e os pressupostos teóricos foram desenvolvidas de forma coletiva, sendo apresentadas, também, nos trabalhos individuais de cada integrante do grupo1. Enquanto a metodologia, a análise dos dados e as considerações finais foram desenvolvidas individualmente.

A Educação ganha nas últimas décadas uma nova forma didático-pedagógica diante do avanço crescente das tecnologias da comunicação e da informação. A modalidade de ensino denominada Educação a Distância (EaD) vem superando as ideias fronteiriças que separam muitos jovens do Ensino Superior. O processo de ensinar e aprender passa a considerar a necessidade de dar conta de uma demanda crescente e oferecer uma educação de qualidade que alcance a todos.

No cenário da EaD emergem diferentes aspectos na maneira de se relacionar com o processo ensino-aprendizagem, o que suscita um continuo debate sobre os atores que fazem parte dessa realidade. Assim, ao observar a função docente fica evidente que sua formação e atuação já não são mais as mesmas e precisam de uma mudança de paradigma, com vistas a preparar os alunos para as novas metodologias e tecnologias utilizadas em cursos a distância, semipresenciais e até mesmo presenciais. Uma das atribuições desse novo professor é a tutoria. Dentro dessa nova perspectiva de atuação percebe-se a necessidade de um olhar mais atento e amplo quanto a formação e atuação do tutor, que tem ocupado um papel fundamental no desenvolvimento dos cursos a distância.

O estudo foi realizado a partir da pesquisa bibliográfica, integrada a perspectiva qualitativa e descritiva do tema proposto. Considerando como questão central a formação e atuação do tutor a distância em ambiente virtual, buscou-se investigar outros desdobramentos como, o trabalho do tutor no ambiente virtual e como a sua formação interfere na construção do processo de aprendizagem; a construção da identidade profissional do tutor e a formação específica para a atuação na área de matemática.

metodologia adotada e a forma como está organizado o trabalho

O presente trabalho está dividido em cinco capítulos: introdução, referencial teórico, análise dos resultados e considerações finais. Assim, o capítulo primeiro trata de introduzir o tema, destacando, a partir da justificativa, a centralidade da figura do tutor na educação a distância. Também apresenta os objetivos que nortearão a pesquisa, a

No segundo capítulo são apresentados os pressupostos teóricos, com intuito de apresentar alguns autores que abordam a formação e atuação do tutor, seu papel no processo de ensino aprendizagem em ambientes virtuais, a formação específica para tutores de Matemática e o processo de construção da identidade profissional do tutor.

1 TFC: “A formação do tutor de matemática” por Paulo Roberto Castor Maciel; TFC: “Formação e atuação do tutor: aspectos de uma identidade profissional em construção” por Regiane Aparecida de Andrade Silva; TFC: “Ação docente na sala e tutoria: formação dialógica para a construção do conhecimento” por Rosane de

Azeredo Cunha Siqueira.

O terceiro capítulo propõe a apresentação dos resultados a partir da investigação qualitativa e análise de dados bibliográficos e o quarto capítulo apresenta as considerações finais sobre o tema investigado.

O trabalho se finda com o quinto capítulo em que são listadas as referências bibliográficas utilizadas.

1.1 Justificativa

A partir da expansão e da consolidação da Educação a Distância (EaD) o papel do professor ganhou novas dimensões no processo educacional e, dentre elas, a função do tutor, como mediador do processo de aprendizagem. Essa nova atribuição se revelou como um dos fatores de qualidade dos programas de EaD (CABANAS; VILARINHO, 2007), o que requer uma atenção especial à sua formação como requisito fundamental, uma vez que o “tutor vai além de um simples dinamizador; na verdade ele deve favorecer uma relação dinâmica com o conhecimento [...]. É preciso que o tutor possua conhecimentos consistentes da disciplina na qual atua”. (CABANAS; VILARINHO 2007, p.1).

Neste contexto, além da capacitação em tutoria e do domínio das Tecnologias da

Informação e da Comunicação (TICs), a formação específica do tutor na área de sua atuação se configura como condição essencial para a EaD de qualidade tanto que pesquisadores em EaD têm colocado em destaque a formação e atuação do tutor de matemática (VASCONCELOS, 2007; TRAVASSOS, 2008; LOPES, 2009; CUNHA, 2010). Tais trabalhos apresentam relatos e características do processo formador e de como se dá a prática, tendo em vista a formação em serviço, além de buscar compreender o papel desse protagonista na aprendizagem dos alunos.

A formação e atuação do tutor configura-se como um viés para a reflexão sobre o processo de construção de sua identidade, a partir de tantas possibilidades. No que tange essas questões autores como Cabanas, Vilarinho (2007); Souza, Castro Filho (2009), e Alves, Cavalcante Filho e Sales (2012) apresentam considerações relevantes que nos conduzem a repensar o conceito de tutor a partir de sua função docente, superando a ideia de mero facilitador da aprendizagem e destacando as competências necessárias a esse profissional. A partir dessas novas competências a função mediadora do tutor no processo ensino-aprendizagem fica evidente.

Neste sentido Tardif (2008), reflete sobre as relações de aprendizagem vinculadas às interrelações presentes na prática educativa do tutor e ainda, a respeito do trabalho interativo que pressupõe compreender as características da relação professor-aluno.

No que tange a formação do tutor e a sua especificidade na área de Matemática, há que se considerar também que atualmente vivencia-se uma nova forma de pensar o ensino da área de exatas; um novo contexto da educação que produz novas atribuições ao trabalho do docente frente ao processo ensino-aprendizagem. A realidade de uma educação centrada no aluno coloca em evidência o papel ativo do discente na construção do próprio conhecimento e implica na necessidade da formação de profissionais voltados a esse novo perfil didático, que exerçam a tutoria e tenham formação na área de exatas.

Há que se destacar o importante papel desenvolvido pelo tutor no ensino para o bom andamento de um curso a distância. As dificuldades dos alunos desta área das ciências exatas, que têm suas especificidades, representam um desafio a mais para o tutor que deve ter dominar o conteúdo, ter competência pedagógica na área e habilidades específicas para facilitar o processo de aprendendizagem dos alunos. Com o auxílio das tecnologias, o tutor cada vez mais tem condições de acesso à novas técnicas e estratégias inovadoras no ensino da matemática.

Diante desta realidade, cabe refletir sobre o processo formativo dos professores, particularmente dos que lecionam na área de matemática, de modo a pensar como inserir na formação destes profissionais a realidade EaD, já que sem uma adequada capacitação para a tutoria, os professores-tutores tendem a reproduzir no ambiente online a realidade da sala de aula presencial, com uma postura tradicional de ensino. Para tal, este trabalho propõe o levantamento das especificidades da formação do tutor para da área de Matemática como construção de um processo ensino-aprendizagem mais significativo, no qual o próprio tutor identifica a importância de seu papel no processo, considerando a realidade educacional no qual está inserido.

Ao refletir sobre a identidade do tutor, percebe-se que o avanço da modalidade

EaD, impulsionada pela utilização das novas tecnologias, têm proporcionado várias transformações na atuação docente. Neste contexto a figura do tutor passa de mero tirador de dúvidas para um profissional que precisa desenvolver novas competências que o diferenciam do professor tradicional do ensino presencial. Desse modo cabe refletir sobre como a identidade do tutor tem sido construída, considerando a sua formação e atuação. Uma tarefa que precisa considerar a própria mobilidade da EaD, que ainda está em evolução, e que vai se configurando de formas diferentes nos espaços em constante construção.

Outro ponto relevante a ser refletido nasce da realidade dialógica que emerge no ambiente EAD na atualidade: articulação do tutor no processo de aprendizagem considerando a prática de ensinar e aprender. Faz-se necessário hoje compreender a função do tutor como facilitador e mediador no processo ensino-aprendizagem e refletir sobre estratégias e dinâmicas que vão sendo construídas no âmbito da EaD.

Após tais considerações, cabe ressaltar, primeiramente, que a pesquisa em questão se torna relevante a partir da centralidade do papel do tutor na EaD. E, ainda no imperativo de refletir a respeito da atenção que se tem dado a formação e atuação desse profissional. Assim, a necessidade de formação específica para uma atuação eficiente, a construção da identidade e a relação dialógica empreendida no ambiente virtual, são aspectos que irão ser tratados neste trabalho.

1.2 Objetivos

O presente trabalho tem como objetivo geral investigar a formação e a atuação do tutor em cursos na modalidade a distância, considerando a mediação pedagógica, o processo de construção identitário e a necessidade de formação específica

Como objetivos específicos, este trabalho buscará, em se tratando da mediação pedagógica, compreender como funciona o trabalho do tutor no ambiente virtual e como a sua formação interfere na construção do processo de aprendizagem. Quanto à construção da identidade, irá apresentar o conceito de identidade profissional e como a formação e a atuação do tutor interferem no processo de construção identitário.

Quanto à formação específica, irá discutir a formação dos tutores que atuam na área de matemática, de modo a identificar as especificidades pertinentes a estes tutores.

1.3 Metodologia

A metodologia adotada neste trabalho é a pesquisa de cunho bibliográfico, sendo integrada à investigação qualitativa e descritiva, que segundo Gil (1999, p. 42), tem como objetivo primordial a “descrição das características de um grupo, ou fenômeno, ou então, o estabelecimento de relações entre as variáveis.”

A partir do tema central, a formação e a atuação do tutor, serão levantados os seguintes tópicos: a) ações articuladoras sobre a construção do processo de aprendizagem em ambientes virtuais; b) especificidades da formação de tutores de matemática; c) processo de construção da identidade do tutor .Para cada tópico acima será adotado um método especifico de trabalho investigativo. E após a coleta dessas informações será feita uma análise da convergência das temáticas e de que forma o processo de cada pesquisa apresenta contribuição para o entendimento da atuação e formação do tutor.

1.3.1 Método e desdobramentos do tema

Para o item referente às ações articuladoras sobre a construção do processo de aprendizagem em ambientes virtuais pretende-se compreender as estruturas que compõem as interrelações presentes em uma plataforma utilizada por um grupo de Instituições de Ensino Superior, da rede pública, no Estado do Rio de Janeiro, destacando os seguintes pontos: a) Apresentação das principais interfaces da mesma (chat, fórum, blog, aulas web e sala de tutoria), como orientação das possíveis possibilidades de interrelações; b) Levantamento do perfil dos tutores online correlacionado ao trabalho do tutor na sala de tutoria presencial; c) Investigação das concepções epistemológicas presentes na Sala de Tutoria; d) Análise das trocas de postagens observando tempo, relevância das informações, pertinência das colocações; e) Organização e análise dos dados da pesquisa.

Com relação às especificidades da formação de tutores de matemática será feito um levantamento e análise de trabalhos acadêmicos orientando-se por três questões: O que é necessário contemplar na formação do tutor especialista em Matemática? Quais são as especificidades desse tipo de tutoria? Quais são os conteúdos a serem desenvolvidos no processo de formação desse tutor? Desta forma, será feita revisão de artigos científicos internacionais ou/e nacionais disponíveis no Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e/ou dissertações e teses em sites de programas de pós-graduação Stricto sensu. As buscas serão realizadas com as palavras-chaves relevantes sobre formação de tutor de Matemática. Após a identificação dos trabalhos pertinentes a pesquisa, uma análise dos resumos será feita para verificar tal compatibilidade com a investigação. Feito isso, serão categorizados os trabalhos por pertinência, tipo de pesquisa maiores detalhamentos sobre os trabalhos e pontos em comum. Ao final serão apresentados os itens que indicam as questões iniciais da temática sobre formação de tutores de Matemática.

(Parte 1 de 6)

Comentários