Brochura Ilha de Moçambique

Brochura Ilha de Moçambique

GUIÃO DE VIAGENS Venha a bordo, numa jornada que jamais te esquecerás

2CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

Instituição Universidade Lúrio Faculdade Arquitectura e Planeamento Físico Disciplina Desenho Automático Nível 3° Ano - 1° Semestre Ano 2014

Docente Arq. Custódio Conceição

ProgAdobe InDesign C

Estudante José Denesse Londone Número 20124001014 Gráficos Adobe Photoshop CS6

Adobe Illustrator ArchiCAD 16

Título CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE

Guião de Viagens

Idioma Português Edição 1a Ano 2014

3CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

1 Localização04
2 Historial06
3 Cultura08
4 Gastronomia12
5 Hospedagem14

ÍNDICE DE CONTEÚDOS 6 Pontos Turísticos.......................................................16

4CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

LOCALIZAÇÃO1

Moçambique Ilha deMoçambique

Nampula N

5CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUEGUIÃO DE VIAGENSCONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

A Ilha de Moçambique é uma ilha em Moçambique. Situada no Norte de Moçambique, na Província de Nampula, a 190 Km da cidade que vem o nome do país.

Ilha pode ser facilmente alcançado por via rodoviária a partir de Nampula.

Se você estiver dirigindo seguir em direcção a Nacala, e desligar o sinal para a Ilha de Moçambique (que está em Monapo).

Vai demorar cerca de duas horas e a estrada é boa. Quando você chegar lá você precisa atravessar a passarela.

Ponte de Acesso à Ilha Vista da Ilha

6CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

Quando Vasco da Gama chegou, em 1498, a Ilha de Moçambique tornara-se uma povoação swahili de árabes e negros com seu xeque, subordinado ao sultão de Zanzibar.

Fizeram os portugueses a: Torre de São Gabriel (1507); A Capela de Nossa Senhora do Baluarte (1522); Fortaleza de S. Sebastião (1558-1620);

Esta zona insular foi declarada património da mundial da humanidade, em 1991 pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

7CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUEGUIÃO DE VIAGENSCONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

O seu nome, que muitos nativos dizem ser Muipiti, parece ser derivado de Mussa Ben- Bique, ou Mussa Bin-Bique, ou ainda Mussa Al-Mbique.

A grande atracção desta ilha é o seu vasto património, único em Moçambique e no resto de África.

Foi a capital de Moçambique por quase quatro séculos, sob o domínio português, antes que esta fosse movida para Lourenço Marques (a actual Maputo), e já era usado como base para os mercadores árabes antes da chegada dos portugueses

8CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

CULTURA3

A Ilha está repleta de diversidades culturais destacando-se com os seus hábitos, costumes e tradição. como o uso do mussiro, capulana e suas danças.

9CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUEGUIÃO DE VIAGENSCONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

Tufo Dançada apenas por mulheres rigorosamente seleccionadas, trajadas com vestes muito coloridos e enfeitadas com cordões, anéis e pulseiras de ouro , de cara coberta por mussiro. Esta dança é acompanhada por vários percursionistas na maioria homens.

N’SOPE Dança executada por mulheres nas diferentes cerimónias de festejos, conhecida por “ dança de corda “ e é considerado um jogo, pois as mulheres competem entre si para ver qual delas conjuga o salto da corda com o maior número de passos e movi- mentos de dança.Dança Tufo Dança N’Sope

10CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

MUSSIRO O mussiro ou n’siro é a raiz de uma planta com o mesmo nome. Uma espécie florestal bastante procurada, uma planta que consta da lista das que devem ser preservadas e multiplicadas.

Para fazer a pasta, primeiro tem que esfregar a raiz numa pedra e adicionar um pouco de água, e aos poucos a pasta vai se formando.

Hoje diz-se que o mussiro serve só para embelezar a pele, mas segundo a tradição no passado o uso das máscaras implicava outros significados mais subliminares relacionados com o estado civil das mulheres.

Mulheres aplicando Mussiro Mulher coberta de Mussiro no rosto

11CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

CAPULANA As cores que pintam as ruas são coloridas pelas vestes das mulheres, que usam a tradicional capulana, um pano de algodão, fibra sintética ou seda que serve para cobrir o corpo.

Mas esta não serve apenas como indumentária, ela é usada em todas as fases da vida: nos rituais de iniciação, para carregar os bébes – uma capulana especial chamada ntehe, para cobrir o defunto, para decorar a casa, para carregar doentes.

É usada por ambos os sexos, sendo, porém, a mulher que lhe dá mais destaqueDiversidade de Capulanas Mulher coberta de Capulana

12CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

GASTRONOMIA4

Provar a culinária de um lugar é sempre uma das melhores coisas que podemos fazer em uma viagem.

13CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUEGUIÃO DE VIAGENSCONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

Restaurante Relíquia - perto do Palácio-Museu de S. Paulo. O Relíquia tem uma decoração interior interessante e um menu exótico - experimente a matapa com arroz de coco.

Restaurante do Hotel Omuhipiti - Aqui come-se bem.

Restaurante Íris (Escondidinho)

Café-Restaurante Âncora d’Ouro - perto do Museu de Arte Sacra

Bar Paladar - Especialidades locais.

Ou pode optar em: Casa Yasmin Bar da Sara Esplanada Saquina Take Away O Pontao

Omuhipiti Casa das Ondas

Casa Branca O Escondidinho

Casa Kevo Residencial Amy

Copacabana Casa Chamo

Casa Dugong

Vila Sands

Casa do Gabriel Casa Luis

14CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

HOSPEDAGEM5

15CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUEGUIÃO DE VIAGENSCONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

-Hotel Omuhipiti (+258 26610102)- Fica perto do forte de São Sebastião, na ponta norte da ilha. Tem bons quartos.

-Hotel Escondidinho, (+258 26610078) Praça das Amoreiras, Cidade de Pedra, Um belo edifício de dois andares com nove quartos, piscina e restaurante.

-Casa Branca (+258 26610076)- Rua dos combatentes, Cidade de Pedra; na parte este da ilha, perto da estátua de Luís de Camões.

-Casa Oikos -Casa Caku

-Casa Luis (Travessa dos Fornos)

-Villa Sands

-Casa de Hóspedes Terraço das Quitandas (+258 26610115) Rua da República, Cidade de pedra; parte oeste da ilha, perto do Palácio de São Paulo.

16CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

PONTOS TURÍSTICOS6

17CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

18CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

A ilha é relativamente pequena (cerca de 1 km2), por isso a forma mais fácil de se deslocar é a andar - cerca de 20 minutos de ponta a ponta, com a largura de apenas três quarteirões. Pode alugar bicicletas por um dia no Gabriel.

Na ponta norte da Ilha ergue-se a Fortaleza de S. Sebastião. A sua construção decorreu na segunda metade do século XVI.

Tem uma planta de formato rectangular com quatro baluartes e muralhas volta- das para o mar. Fortaleza de S. Sebastião Estátua de Luís de Camões

19CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

Atracções -Capela de Santo António;

-A rua da Contra Costa;

-A avenida que acompanha a costa norte da ilha, e a estátua de Luís de Camões; -O Museu da Marinha;

-Igreja da Misericórdia e o museu de Arte Sacra; -A Igreja de N.S.ª da Saúde e a pequena capela de S. Francisco Xavier; -O jardim da Memória

-A Rua dos Arcos;

-O Mercado Municipal;

-A Capitania-Geral;

-O Antigo Hospital;

-O Tribunal;

-A Câmara Municipal;

-A Mesquita Grande e o porto de pesca; -O Templo Hindu;

-O Crematório baneane.

Jardim da Memoria

20CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

Há um centro de mergulho na ponta norte da ilha, pouco abaixo do forte, mas pense duas vezes se não for um mergulhador com experiência.

O museu está no Palácio dos Capitães-Generais, também conhecido como Palácio de São Paulo, um grande edifício vermelho na Cidade de Pedra.

No mesmo edifício há um posto de turismo que vende mapas das ruas da ilha e tem todo o tipo de informações sobre vários restaurantes e pensões na ilha. Centro de Mergulhos Palácio de São Paulo,

21CONHEÇA A IHLA DE MOÇAMBIQUE GUIÃO DE VIAGENS

DIVERSIDADE TURÍSTICA DIVERSIDADE TURÍSTICA Ponte Cais

O antigo Hospital

Comentários