Têxtil-TITULAÇÃO de Fios

Têxtil-TITULAÇÃO de Fios

Os fios são um conjunto de fibras entrelaçadas, que formam um cilindro de diâmetros irregulares ao longo de seu comprimento.

O fio têxtil é uma fibra fina e delgada de qualquer material têxtil. A maioria das fibras têxteis, com exceção da sedanão passam de alguns centímetros de comprimento, motivo pelo que é necessário o processo de fiação. Estes fios são amplamente utilizados para costurar,e tecer produtos.

Tipos de Fiação

FIO CARDADO:o fio cardado devido a não passar pela penteadeira, possui mais fibras curtas, o que propicia uma maior formação de pilling (bolinhas no tecido) e neps (defeito na regularidade do fio). A aparência também é prejudicada, pois o mesmo possui uma maior irregularidade.

Tipos de fiação

FIO PENTEADO: no sistema penteado o fio passa por um equipamento que se chama penteadeira. Este equipamento tem a função de retirar as fibras mais curtas (antes de se formar o fio) e impurezas como cascas, que são provenientes do algodão e não foram retirados em processos anteriores. Este processo confere um fio de qualidade superior. Porém devido à retirada de mais fibras no processo, a perda de algodão para a produção do fio é maior, elevando o custo de fabricação e conseqüentemente o preço do fio, sendo este o fator principal para o encarecimento do fio penteado.

Tipos de Fiação

o sistema OPEN END é hoje o método mais prático para a produção de fios. Este sistema tem um fluxo de máquinas reduzido, e é utilizado na sua grande maioria para aproveitar resíduos de outros sistemas de produção em específico o ANEL. Este sistema apresenta melhores resultados com fibras mais curtas do que o processo em ANEL. Devido este detalhe geralmente as fiações tem uma linha de fio ANEL e outra linha de fios OPEN END, a qual aproveita os resíduos da linha anel.

Tipos de fiação Fiação

Fiação de fibras contínuas

A fiação de fibras ou filamentos contínuos, se dá através de extrusão, As matérias-primas podem ser artificiais (quando provêm de uma matéria-prima natural modificada, por exemplo com uso de solvente) ou sintéticas (em geral, derivadas do petróleo).

Tipos de fios

Tecido fantasia com efeito de coco ralado, produzido com fios fantasia do mesmo

nome e que têm pequenas bolotas de fibras enroladas.

Tipos de fios

Tecido produzido com o fio fantasia de mesmo nome, que apresenta pontos mais grossos e pontos mais finos.

Tipos de fios

Bouclê

Tecido com efeito fantasia de laçadas, resultando numa textura crespa, produzido com fio fantasia do mesmo nome.

Tipos de fios

Chenille fio de pelo que é na realidade uma tira estreita de tecido com uma superfície com pelo, produzida por uma técnica mais complicada do que a produção de um fio. Composto por entre quatro e seis fios de teia, do qual sobressaem os fios para formar a superfície pilosa, a qual é fixada com a forma em "O" ou em "V" requerida

Tipos de fios

Tipos de Filamentos contínuo

A denominação “Trilobal” deve-se ao corte transversal dos filamentos contínuos, semelhantes a um triângulo (vide foto), e que proporciona uma maior reflexão de luz e conseqüentemente, um maior brilho. Outra característica fundamental é o excelente grau de solidez, evitando manchas e desbotamentos.

Tipos de fios (Fibras descontínuas)

As linhas de poliéster compostas por fibras descontínuas são produzidas através de um sistema de fiação similar ao utilizado no algodão e, portanto, muito mais simples do que o processo para fabricação de linhas mistas. Este tipo de construção de linha de costura é o mais utilizado pelos fabricantes em função do menor custo de produção e pela simplicidade do processo.

Tipos de fios

Filamento contínuo

Os filamentos contínuos resultam da extrusão de um polímero através de um orifício, podendo o polímero encontrarse em fusão, sendo posteriormente arrefecido, ou em solução sendo o solvente posteriormente eliminado.

Representação de fios

Fio Singelo

É aquele que se apresenta isoladamente, isto é, sob a forma de um único fio.

Fio Retorcido Fios retorcidos são formados por dois ou mais fios (ou cabos), os quais foram retorcidos entre si. É representado seguindo os seguintes critérios:

Representação de fios

Mesmo titulo: A representação é feita escrevendo o título de um dos cabos seguido de uma barra (/) acompanhada pelo número de cabos que compõem o fio. Ex: 30/2, 40/3.

Filamentos contínuos:a representação é feita escreven¬do-se o número de cabos, seguido do título de cada cabo e do respectivo número de filamentos. Ex.: 2/140/30, 3/150/32.

Retorçãode vários cabos de títulos diferentes: coloca-se o sinal de adição entre os cabos componentes. Ex.: 28+24+2,18+20+21+24.

Título resultante de um fio retorcido: O título resultante é o nome que se dá ao título de um fio retorcido. O valor numérico desse título resultante deve ser seguido da letra "R". Ex.: Fio 40/2 = 20R.

Havendo necessidade de classificar os fios, estabelecendo as necessárias diferenças entre os mesmos e servindo de orientação nas transações comerciais, no seu uso para a fabricação de determinado tecido ou na comparação de um fio com outro, foi então criada uma forma de expressar, o diâmetro do fio, o que ficou conhecido como "titulação" de fios ou "numeração" de produtos de fiação. O titulo de produtos têxteis é representado pôr um número que expressa uma relação entre um determinado comprimento e o peso correspondente.

Sistema Indireto

Conhecendo a constante para a determinação do título, basta resolver a seguinte equação:

Onde: C= comprimento ( Título Ne metro ou jarda;Nm em metro) K= constante ( variável em função do título) P= peso em gramas T= título em estudo

Sistema Indireto

Nesse sistema a massa e o título são inversamente proporcionais,ou seja,quanto mais grosso e pesado for o fio,tanto menor será o título.

Número Inglês ( Ni) / Number English (Ne) 453,6 gramas 768,0 mts

Fator de conversão = 0,59 g / m

Sistema Indireto

Nesse sistema a massa e o título são inversamente proporcionais,ou seja,quanto mais grosso e pesado for o fio,tanto menor será o título.

Número Métrico ( Nm) 1 grama 1 metro

Fator de conversão = 1 g / m

Sistema Direto

Nesse sistema a massa e o título são diretamente proporcionais,ou seja,quanto mais grosso e pesado for o fio,tanto maior será o título.

Dentro desse sistema os títulos mais usados são:

Título Ktex : É a massa em gramas,de 1 m de fio; Título Tex : É a massa em gramas,de1000 m de fio; Título Decitex (Dtex): É a massa em gramas,de 10000 m de fio; Título Denier :É a massa em gramas,de 9000m de fio

Sistema Direto

Conhecendo a constante para a determinação do título, basta resolver a seguinte equação:

Onde: P= peso em gramas K= constante ( variável em função do título) C= comprimento ( Título Ne metro ou jarda;Nm em metro) T= título em estudo

A equivalência da titulação é considerada uma parte importante na área de titulação de fios, pois podem surgir situações onde haja a necessidade de saber, por exemplo, o quanto um título em um determinado sistema corresponde ao outro.

Quando necessitamos saber qual a equivalência entre títulos de Sistemas diferentes utilizaremos a seguinte fórmula;

N1 . N2 = K1 . K2 Onde: N1 = título conhecido N2 = título desconhecido K1 = constante do título conhecido K2 = constante do título desconhecido

Quando necessitamos saber qual a equivalência entre títulos de Sistemas iguais utilizaremos a seguinte fórmula;

N2K2

N1= K1 Onde: N1 = título conhecido N2 = título desconhecido K1 = constante do título conhecido K2 = constante do título desconhecido

(NM) Idem (NM)

Fiação de fibras finas-rompidas e longas retorcidas

Tecidos muito finos-lenços ,forro-chuleio-659 252 120 250(2) 80/2 100 Pes Tecidos finos- Malhas- Blusas-Roupas íntimas 70 10

303 100 300(3) 100/3 100 Pes Roupas masculinas e femininas-Caseados-Pregar botões 80 12

373 80 370(3) 80/3 100Pes Roupas masculinas –caseados masculino-travete- pesponto-roupas profissionais-artigos de couro-sapatos 90 14

Fio Multi filamento revestido com fibras longas retorcidas

Máquinas automáticas –Paletós Calças –conjuntos femininos Roupa íntima 70 10

502 50 500(2) 40/2 100 Pes Máquinas automáticas-caseados masculino-Jeans trajes esportivos –roupas de banho-Artigos de Couro 100 16

Malas –Sacolas –Artigos de couro -sapatos 110 18

Multifilamentos torcidos e retorcidos

Costura overlock-Forro-pontos de segurança-ponto invisível- chuleios 60 8

503 60 500(3) 60/3 100 Pes Sapatos femininos ,masculinos infantis –Botas artigos

753 40 750(3) 40/3 100 Pes Sapatos pesponto-encerados-lonas-artigos para camping- malas - bolsas- encerados 110 18

1003 30 1000(3) 30/3 100 Pes Sapatos pesponto-encerados-lonas-artigos para camping- malas - bolsas- encerados 110 18

1503 20 1500(3) 20/3 100 Pes Pesponto para sapatos em geral-artigos para camping- malas –bolsas -encerados 140 2

(NM) Idem (NM)

Multifilamento triangular torcido e retorcido Bordados em máquinas automáticas de alta rotação8012 torcido

Chuleio e costura de cobertura em geral como fio do torcido e retorcido

Pesponto tom-sobre-tom –Caseados finos-artigos de

Viscose

Multifilamento torcido e retorcido Bordados em máquinas de baixa rotação8012

Multifilamento torcido e retorcido

Sapatos femininos e infantil –pesponto fino em sapatos7511

502 60 500(2) 40/2 Poliamida. Sapatos em geral –pesponto-sacolas –botas-Calçados tipo tênis 100 16

1503 20 1500(3) 20/3 Poliamida Sapatos masculinos- Pesponto- Malas- bolsas- artigos técnicos 140 2

2002 16 2000(2) 10/2 Poliamida. Sapatos masculinos- Pesponto- Malas- bolsas- artigos técnicos-Cintos de segurança 160 23

Fonte- Gutermam

TITULAÇÃO DE FIOS Bibliografia/Sites

Apresentação elaborada por :Neide Marulli dos Santos-Docente de Tecnologia Têxtil

Título:Introdução a Tecnologia Têxtil.Rio deJaneiro:

Autor:RIBEIRO,Luis Gonzaga SENAI CETIQT,1984 3v.

http://www.hering.com.br/Canais/glossario http://www.coats.com.br/scripts/industrial/produto/produ to http://pt.wikipedia.org/wiki/T%C3%ADtulo_(t%C3%A)

Autor:ARAUJO, Mário de Título:Manual de Engenharia Têxtil, volume 1 Cota:TEX/17398

Comentários