Introdução as ciências sociais

Introdução as ciências sociais

Ciências Econômicas

Bruno Aparecido Cardoso Gomes

O FUTURO DAS CIÊNCIAS SOCIAIS E A IMPORTÂNCIA DO SEU PASSADO

Belo Horizonte, 14 de março de 2014

Bruno Aparecido Cardoso Gomes

O FUTURO DAS CIÊNCIAS SOCIAIS E A IMPORTÂNCIA DO SEU PASSADO

Resenha crítica apresentada à instituição FEAD, como quesito avaliativo para a conclusão da matéria introdução as ciências sociais.

Orientador: Alex Fernandes Magalhães

Belo Horizonte

2014

O Sro. Gilberto Velho explana as ciências sociais mostrando-se a percepção do presente, passado e futuro. Ponderando de forma sucinta e clara o papel do cientista social na era contemporânea e seus conflitos. Graduado em Ciências Sociais, mestre em Antropologia Social e Doutor em Ciências Humanas.

A obra de Gilberto aborda como as Ciências Sociais são importantes em disciplinas como Economia, Filosofias e outras temáticas. Abordando de forma crítica como as universidades hoje se comporta quanto às pesquisas realizadas, a forma de cobrança e as consequências prejudiciais nas pesquisas.

Com as demandas produtivistas, a massificação ocorre, com enfraquecimento em vários níveis educacionais. Ocorrendo uma cobrança das universidades, em abranger uma oferta maior para atender o volume dos alunos e ao mesmo tempo, cobranças quanto aos resultados práticos e rápidos para conversão de tais medidas em benefícios sociais.

Uma questão a ser levantada é sobre a “cultura de avaliação” onde os alunos passam a ser avaliando por um processo quantitativo deixando totalmente de lado as avaliações qualitativas, onde essas ocorreriam com as trocas de informações, debates e diálogos na própria instituição de ensino, agregando no nível de aprendizagem e possibilitando o melhor aproveitamento dos alunos.

Em suma, Gilberto Velho mostra de forma crítica e coerente, como as universidades se moldaram a avaliar seus alunos. Diminuindo com isso os níveis educacionais, visando apenas no lado quantitativo da pesquisa. Há de se prover, um replanejamento nas universidades quanto ao papel dos cientistas sociais e suas pesquisas nos campus. Agregando uma cultura não apenas de avaliação, mas sim, umas culturas evolucionistas e expansionistas aos alunos. Trazendo para a sociedade um aguçamento no seu olhar sobre as Ciências Sociais, compreendendo assim, uma nova forma de estuda-las.

Comentários