UNO - Banco de Questões - FÍSICA

UNO - Banco de Questões - FÍSICA

(Parte 5 de 7)

b)Com base na informação, os valores da velocidade v, em m/s, e da distância h, em m, são iguais, respectivamente, a:

01. 45 e 1002. 10 e 2003. 10 e 3004. 20 e 4505. 30 e 45

31.UFRSFoi determinado o período de cinco diferentes movimentos circulares uniformes, todos referentes a partículas de mesma massa percorrendo a mesma trajetória. A tabela apresenta uma coluna com os valores do período desses movimentos e uma coluna (incompleta) com os correspondentes valores da freqüência.

Qual das alternativas apresenta os valores da freqüência correspondentes, respectivamente, aos movimentos I, I, IV e V?

2, ,ed) 164
, ,e

b) 42

, ,e) 1161
416, ,e
24, ,e

MovimentoPeríodo (s)Freqüência (Uz)

20 cm 8 cm

FÍSICA - Cinemática vetorialIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

32.ITA-SP No sistema convencional de tração de bicicletas, o ciclista impele os pedais, cujo eixo movimenta a roda dentada (coroa) a ele solidária. Esta, por sua vez, aciona a corrente responsável pela transmissão do movimento a outra roda dentada (catraca), acoplada ao eixo traseiro da bicicleta. Considere agora um sistema duplo de tração, com 2 coroas, de raios R1 e R2 (R1 < R2) e 2 catracas R3 e R4 (R3 < R4), respectivamente. Obviamente, a corrente só toca uma coroa e uma catraca de cada vez, conforme o comando da alavanca de câmbio. A combinação que permite máxima velocidade da bicicleta, para uma velocidade angular dos pedais fixa, é:

a)coroa R1 e catraca R3. b)coroa R1 e catraca R4. c)coroa R2 e catraca R3. d)coroa R2 e catraca R4. e)é indeterminada já que não se conhece o diâmetro da roda traseira da bicicleta.

3.Unifor-CEDo alto de uma ponte, a 20 m de altura sobre um rio, deixa-se cair uma laranja, a partir do repouso. A laranja cai dentro de uma canoa que desce o rio com velocidade constante de 3,0m/s. No instante em que a laranja inicia a queda, a canoa deve estar a uma distância máxima da vertical da queda, em metros, igual a:

a) 9,0b) 6,0c) 4,5d) 3,0e) 1,5 Dado: g = 10m/s2

34.FURG-RSSuponha que Ganimedes, uma das grandes luas de Júpiter, efetua um movimento circular uniforme em torno desse planeta. Então, a força que mantém o satélite Ganimedes na trajetória circular está dirigida:

a)para o centro do Sol;d)para o centro de Ganimedes; b)para o centro de Júpiter;e)tangente à trajetória.

c)para o centro da Terra;

35.UESC-BAÉ possível efetuar a transmissão de movimento circular entre duas rodas de diâmetros diferentes, ligando-as através de uma corrente, sem deslizamento.

Nessas condições, se a roda maior girar com freqüência f1 e velocidade angular w1 e a menor, com freqüência f2 e velocidade angular w2, é correto afirmar:

36.PUC-RSUm astronauta está consertando um equipamento do lado de fora da nave espacial que se encontra em órbita circular em torno da Terra, quando, por um motivo qualquer, solta-se da nave. Tal como está, pode-se afirmar que, em relação à Terra, o astronauta executa um movimento.

a) retilíneo uniforme; b)retilíneo com aceleração de módulo constante; c)circular com aceleração de módulo constante; d)circular com vetor velocidade tangencial constante; e)circular sujeito a uma aceleração gravitacional nula.

37.ITA-SP Em um farol de sinalização, o feixe de luz está acoplado a um mecanismo rotativo que realiza uma volta completa a cada T segundos. O farol se encontra a uma distância R do centro de uma praia de comprimento 2 L, conforme a figura. O tempo necessário para o feixe de luz “varrer” a praia, em cada volta, é:

a)arctg (L/R)T/(2π)
b)arctg (2L/R)T/(2π)
c)arctg (L/R)T/π
d)arctg (L/2R)T/(2π)
e)arctg (L/R)2 T/πL

R farol

FÍSICA - Cinemática vetorialIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

38.UFPEA polia A’ de raio r’A = 12 cm é concêntrica à polia A, de raio rA = 30 cm, e está rigidamente presa a ela. A polia A é acoplada a uma terceira polia B de raio rB = 20 cm pela correia C, conforme indicado na figura. Qual deve ser o raio da polia B’, concêntrica a B e rigidamente presa a ela, de modo que A’ e B’ possam ser conectadas por uma outra correia C’, sem que ocorra deslizamento das correias? a) 12 cmb) 10 cmc) 8,0 cmd) 6,0 cme) 4,0 cm

39. Unicap-PE

()Um corpo com M.C.U. possuí uma aceleração diretamente proporcional ao quadrado da velocidade.

()No M.R.U.V., a velocidade de um móvel varia linearmente com o tempo.

Podemos concluir que o módulo da aceleração aplicado pelos freios é de 4m/s2 .

()O tempo gasto por um trem, de comprimento igual a 100m, com uma velocidade constante de 36 km/h, para atravessar uma ponte, cujo comprimento é idêntico ao do trem, é de 10 s.

()Um ciclista executa 4 pedaladas por segundo. Se a roda traseira possui uma freqüência 12 Hz, podemos concluir que o raio da catraca é um terço do raio da coroa.

40.Unicamp-SP O gráfico abaixo representa, em função do tempo, a altura em relação ao chão de um ponto localizado na borda de uma das rodas de um automóvel em movimento. Aproxime pi = 3,1. Considere uma volta completa da roda e determine:

a)a velocidade angular da roda; b)a componente vertical da velocidade média do ponto em relação ao chão; c)a componente horizontal da velocidade média do ponto em relação ao chão.

Altura (m) tempo (s)

FÍSICA - Cinemática vetorialIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

41.U. Alfenas-MGUm bloco de massa m descreve um movimento circular numa mesa horizontal lisa, preso a uma mola de constante elástica k. A mola não deformada tem comprimento l, e quando posta a girar em movimento uniforme, sofre uma deformação x. O módulo da velocidade angular w do sistema é:

a)ω = kxm d) ω = kx xm b)ω = kx m e) ω = kxmx c)ω = kx mx +()

O enunciado a seguir refere-se às questões de 2 a 4.

Em um toca-fitas, a fita do cassete passa em frente da cabeça de leitura C com uma velocidade constante v=4,8cm/s. O raio do núcleo dos carretéis vale 1,0cm. Com a fita totalmente enrolada num dos carretéis, o raio externo do conjunto fita-carretel vale 2,5cm.

42.CesgranrioEnquanto a fita é totalmente transferida do carretel A para o carretel B, o número de rotações por segundo do carretel A:

a)cresce de 1,0 a 2,4; b)cresce de 0,31 a 0,76; c)decresce de 2,4 a 1,0; d)decresce de 0,76 a 0,31; e) permanece constante.

43.CesgranrioQuando o raio externo do conjunto fita-carretel no carretel Avaler 1,5cm, o do carretel B valerá, aproximadamente:

a)2,4 cm b) 2,2 cm c) 2,0 cm d) 1,8 cm e) 1,6 cm

4.CesgranrioSe a fita demora 30min para passar do carretel A para o carretel B, o comprimento da fita desenrolada é aproximadamente igual a:

a)86 m b) 75 m c) 64 m d) 45 m e) 30 m

FÍSICA - Cinemática vetorialIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

UERJ-RJUtilize as informações abaixo para responder às questões de números 5 e 6.

Em um parque de diversões há um brinquedo que tem como modelo um avião. Esse brinquedo está ligado, por um braço AC, a um eixo central giratório CD, como ilustra a figura abaixo:

Enquanto o eixo gira com uma velocidade angular de módulo constante, o piloto dispõe de um comando que pode expandir ou contrair o cilindro hidráulico BD, fazendo o ângulo q variar, para que o avião suba ou desça.

Dados:AC = 6mπ ≅ 3

BC = CD = 2m3 ≅ 1,7

2m ≤ BD ≤ 23 m

45.UERJ-RJA medida do raio r da trajetória descrita pelo ponto A, em função do ângulo θ, equivale a:

a)6 sen θ b)4 sen θ c) 3 sen θ d) 2 sen θ

46.UERJ-RJQuando o braço AC está perpendicular ao eixo central, o ponto A tem velocidade escalar v1. Se v2 é a velocidade escalar do mesmo ponto quando o ângulo θ corresponde a 60º, então a razão é igual a:

a) 0,75 b) 0,85 c) 0,90 d) 1,0

UERJUtilize os dados abaixo para resolver as questões de números 7 e 8. Uma das atrações típicas do circo é o equilibrista sobre monociclo.

O raio da roda do monociclo utilizado é igual a 20cm, e o movimento do equilibrista é retilíneo.

47.UERJO equilibrista percorre, no início de sua apresentação, uma distância de 24π metros.

Determine o número de pedaladas, por segundo, necessárias para que ele percorra essa distância em 30s, considerando o movimento uniforme.

48.UERJEm outro momento, o monociclo começa a se mover a partir do repouso com aceleração constante de 0,50m/s2 .

Calcule a velocidade média do equilibrista no trajeto percorrido nos primeiros 6,0s

FÍSICA - Cinemática vetorialIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

49.U.E. Londrina-PRO que acontece com o movimento de dois corpos, de massas diferentes, ao serem lançados horizontalmente com a mesma velocidade, de uma mesma altura e ao mesmo tempo, quando a resistência do ar é desprezada? a)O objeto de maior massa atingirá o solo primeiro. b)O objeto de menor massa atingirá o solo primeiro. c)Os dois atingirão o solo simultaneamente. d)O objeto mais leve percorrerá distância maior. e)As acelerações de cada objeto serão diferentes.

50.Cefet-PRUm corpo de massa 2kg é lançado verticalmente para cima a partir do solo, com velocidade inicial de 80m/s. Desprezando a existência de forças resistentes e considerando a aceleração da gravidade igual a 10m/s2, assinale a afirmativa correta.

a)O corpo permanecerá no ar durante 8s. b)Durante a subida, o peso do corpo realiza um trabalho motor. c)Ao atingir a altura máxima, a velocidade e a aceleração do corpo serão nulas. d)A velocidade média do corpo no percurso de subida é igual a 40m/s. e)Durante a subida, a energia potencial e mecânica do corpo aumentam.

51.Unioeste-PRUm estudante, realizando um trabalho experimental, abandona verticalmente uma pedra, a partir do repouso, exatamente do alto de um poço. O estudante observa que a pedra gasta 10,0s para atingir a camada inicial da água e que o som do baque da pedra na água foi ouvido 1,40s após o momento no qual ele observa que a pedra atinge a água. Com base apenas nestes dados, desprezando o atrito da pedra com o ar e considerando que o estudante desconhece tanto o valor da aceleração da gravidade no local de seu experimento como a velocidade do som no ar, tal estudante pode concluir que:

01.a relação aceleração da gravidade/velocidade do som no ar (g/vs ), nas condições do seu experimento, vale, aproximadamente, 0,028/s;

02.ele está a uma distância inferior a 490,55m acima do nível da água;

04.tem dados suficientes para chegar a um valor muito preciso da velocidade do som no ar, nas condições de seu experimento;

08.a velocidade do som no ar, nas condições do seu experimento, vale, exatamente, 352,677 m/s;

16.a aceleração da gravidade, naquele local, vale, exatamente, 9,814m/s2;

32.não tem dados suficientes para chegar a uma conclusão precisa a respeito do valor da aceleração da gravidade no local;

64.ele está exatamente a 490,55m acima do nível da água. Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.

52.FURG-RSNo instante t = 0s, um corpo de massa 1kg é largado, a partir do repouso, 80m acima da superfície terrestre. Considere desprezíveis as forças de resistência do ar.

Para esse movimento, são feitas três afirmativas. I.No instante t = 3s, a velocidade do corpo é 30m/s e está dirigida para baixo.

I.Considerando a origem no solo, a equação horária do movimento é h = 80 - 5t2 .

I.No instante t = 2s, a aceleração do movimento vale 20m/s2 .

Quais afirmativas estão corretas? a)Apenas I.d) Apenas I e II. b)Apenas I.e) I, I, e I. c)Apenas I e I.

FÍSICA - Cinemática vetorialIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

53.U.F. Pelotas-RSUma pedra é lançada para cima, como mostra na figura e, após 6s, retorna ao solo. Desprezando a resistência do ar e considerando g = 10m/s2, o gráfico que representa a posição da pedra em função do tempo é:

b) c) d) e)

Voltar Avançar1 FÍSICA - Cinemática vetorial

30.a) 01b) 05

40. a) 62 rad/s; b) V = 0; c) VH = 18,6 m/s 41.c

FÍSICA - Leis de NewtonIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

1.UFRNOs automóveis mais modernos são fabricados de tal forma que, numa colisão frontal, ocorra o amassamento da parte dianteira da lataria de maneira a preservar a cabine. Isso faz aumentar o tempo de contato do automóvel com o objeto com o qual ele está colidindo.

Com base nessas informações, pode-se afirmar que, quanto maior for o tempo de colisão:

a)menor será a força média que os ocupantes do automóvel sofrerão ao colidirem com qualquer parte da cabine.

b)maior será a força média que os ocupantes do automóvel sofrerão ao colidirem com qualquer parte da cabine.

c)maior será a variação da quantidade de movimento que os ocupantes do automóvel experimentarão.

d)menor será a variação da quantidade de movimento que os ocupantes do automóvel experimentarão.

2.Vunesp Num jogo de boliche, uma bola é lançada na horizontal contra uma barreira de pinos com o objetivo de derrubá-los. As forças que agem sobre a bola, um pouco antes dela atingir os pinos, estão melhor representadas pelo esquema:

3.Mackenzie-SP Duas forças horizontais, perpendiculares entre si e de intensidades 6 N e 8 N, agem sobre um corpo de 2 kg que se encontra sobre uma superfície plana e horizontal. Desprezando os atritos, o módulo da aceleração adquirida por esse corpo é:

a)1 m/s2d)4 m/s2 b)2 m/s2e)5 m/s2 c)3 m/s2 b) c) d) e)

Dados:

— desprezar qualquer efeito do ar sobre a bola e considerar o movimento da esquerda para a direita;

— as intensidades das forças não estão representadas em escala.

velocidade

FÍSICA - Leis de NewtonIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

4.UFSEUm caixote de massa 50 kg é empurrado horizontalmente sobre um assoalho horizontal, por meio de uma força de intensidade 150 N.

Dados: g = 10m/s2 Coeficiente de atrito cinético µ = 0,20 a) 0,50 b) 1,0 c) 1,5 d) 2,0 e) 3,0

5.Fuvest-SP Na pesagem de um caminhão, no posto fiscal de uma estrada, são utilizadas três balanças. Sobre cada balança, são posicionadas todas as rodas de um mesmo eixo. As balanças indicaram 30000 N, 20000 N e 10000 N. A partir desse procedimento, é possível concluir que o peso do caminhão é de:

a)20000 N b)25000 N c)30000 N d)50000 N e)60000 N

6.U.F.São Carlos-SP Os módulos dos componentes ortogonais do peso P de um corpo valem 120 N e 160 N. Pode-se afirmar que o módulo de P é:

a)140 N b)200 N c)280 N d)40 N e)340 N

7.UFSEUma caixa de massa 50 kg é arrastada sobre uma superfície horizontal por uma força F, de intensidade 100 N, formando angulo de 37º com a horizontal.

Dados: sen 37º = 0,60 cos: 37º = 0,80

Num deslocamento de 2,0 m, o trabalho da força F vale, em joules:

a)80d) 1,6 . 103 b)1,6 . 102e) 8,0 . 103 c)8,0 . 102

8.FEI-SP Um automóvel de massa 1375 kg encontra-se em uma ladeira que forma 37° em relação à horizontal. Qual é o mínimo coeficiente de atrito para que o automóvel permaneça parado?

Dados: sen (37°) = 0,6 e cos (37°) = 0,8. a)µ = 0,25d)µ = 1,0 b)µ = 0,50e)µ = 1,25 c)µ = 0,75

FÍSICA - Leis de NewtonIMPRIMIR

VoltarGABARITO Avançar

9.U.F.São Carlos-SP No site w.agespacial.gov.br, da Agência Espacial Brasileira, aparece a seguinte informação:

“O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) vem sendo construído desde a década de 80 e está atualmente preparado para lançar foguetes de sondagem e veículos lançadores de satélites de pequeno porte. Localizado na costa do nordeste brasileiro, próximo ao Equador, a posição geográfica do CLA aumenta as condições de segurança e permite menores custos de lançamento.”

Um dos fatores determinantes dessa redução de custos se deve à inércia do movimento de rotação da Terra. Graças a essa inércia, o veículo lançador consome menos energia para fazer com que o satélite adquira a sua velocidade orbital. Isso ocorre porque, nas proximidades do Equador, onde se encontra o CLA:

a)a velocidade tangencial da superfície da Terra é maior do que em outras latitudes. b)a velocidade tangencial da superfície da Terra é menor do que em outras latitudes. c)a velocidade tangencial da superfície da Terra é igual à velocidade orbital do satélite. d)a aceleração da gravidade na superfície da Terra é menor do que em outras latitudes. e)a aceleração da gravidade na superfície da Terra é maior do que em outras latitudes.

(Parte 5 de 7)

Comentários