relogio a pilha index

relogio a pilha index

Relógio à pilha

Experimento cadastrado por Leandro Fantini em 16/09/2011

Total de exibições: 1644 (até 31/07/2012)

Palavras-chave: química, pilha, retroprojetor, retro, relógio,

Onde encontrar o material? em laboratórios e lojas especializadas

Quanto custa o material? acima de 25 reais

Tempo de apresentação até 30 minutos

Dificuldade intermediário

Segurança requer cuidados especiais

Introdução

Este expeirmento demosntra como adaptar um relógio para ser usado em um retroprojetor. Com ele você poderá fazer uma série de reações cronometradas ou usa-lo para demonstrar uma reação química. Desta forma toda a turma verá a reação sem sair das carteiras.

Materiais

Materiais necessários

Um relógio de mesa que funcione com uma pilha e de cristal líquido "transparente" Duas garras jacaré com fio Uma caixa acrílica (caixa de bombom) Uma placa de petri Lâminas de cobre e magnésio Ferro de solda Fita dupla face Uma chave de fenda pequena

Passo 1

Mãos à obra Usando a chave de fenda, abra o relógio com cuidado. Identifique os fios que saem da caixa da pilha.

© 2012 pontociência / w.pontociencia.org.br 1

Relógio à pilha Solde o fio com a garra jacaré junto à caixa da pilha.

© 2012 pontociência / w.pontociencia.org.br 2

Relógio à pilha

Abrindo o relógio Identifique os fios que saem da caixa da pilha Solde os fios com as garras

Passo 2

Mãos à obra

Após soldar os dois fios, feche o relógio. Confira com uma pilha se o relógio está funcionando. Cole um pedaço de fita dupla face na parte de tras do relógio. Cole o relógio dentro da caixa de acrílico.

Relógio fechado Colando a fita adesiva retire a proteção da fita e cole-o àcaixa de acrílico Relógio colado

Passo 3

O que aconctece

Coloque a placa de petri dentro da caixa de acrílico e leve o conjunto para o retroprojetor. Prenda com a garra jacaré as lâminas de cobre e magnésio. O cobre será o polo positivo e o magnésio o negativo. Adicione um pouco de ácido clorídrico (HCl) 1,0 mol/L e o relógio deverá acender. Relógios que funcionam com uma pilha, precisam de uma corrente baixa, por isso é possível faze-los funcionar usando-se fitas bem pequenas dos metais.

Ao soldarmos os fios na caixa da pilha , estamos apenas fazendo um extensão daquela caixa. A reação envolvida nesta pilha é:

Semi reação de oxidação: Mg(s) --> Mg2+(aq) + 2e- (Ânodo, pólo negativo) Semi reação de redução: 2H+(aq) + 2e- --> H2(g) (Cátodo, pólo positivo)

Equação global =Mg(s) + 2H+(aq) --> Mg2+(aq) + H2(g) Eº = 2,36V

É importante lembrar que é necessário cuidado ao manusear esta pilha, mantendo-a longe de chamas e trabalhando em lugar bem ventilado. O uso de uma luva de borracha ao manusear o ácido é recomendado.

Veja outros experimentos sobre pilha em:

© 2012 pontociência / w.pontociencia.org.br 3

Relógio à pilha

Pilha de refrigerante A pilha no retroprojetor Trator movido a eletricidade

Clique para assistir ao vídeo http://www.youtube.com/watch?v=T_W1J4Ft3Ss

© 2012 pontociência / w.pontociencia.org.br 4

Comentários