3-16 - a mensagem de deus para a vida eterna

3-16 - a mensagem de deus para a vida eterna

(Parte 2 de 5)

John G. Paton, um tradutor da Bíblia, encontrou, por acaso, uma solução enquanto estava caçando com o membro de uma tribo. Os dois apanharam um grande veado e o levaram preso em um varal até a casa de Paton pela trilha escarpada de uma montanha. Quando chegaram à varanda, os dois soltaram a carga e se jogaram nas cadeiras da varanda. Ao fazerem isso, o nativo exclamou na língua de seu povo: "Meu Deus, é bom se estender aqui e descansar." Paton imediatamente pegou um papel e um lápis e anotou a frase.

Assim, sua tradução final de João 3:16 poderia ser expressa desta forma: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigénito, para que todo aquele que nele se estende não pereça, mas tenha a vida eterna."6

Estenda-se sobre Cristo e descanse. Foi o que Martinho Lutero fez. Quando o grande reformador estava morrendo, dores de cabeça intensas o deixaram de cama, abatido pela dor. Ofereceram-lhe um medicamento para aliviar o sofrimento. Lutero recusou e explicou: "Minha melhor prescrição para a cabeça e o coração é que Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigénito, para que todo aquele que nele cré não pereça, mas tenha a vida eterna!'7

A melhor prescrição para a cabeça e o coração. Quem não se beneficiaria com uma dose? Aconteceu que Nicodemos teve a sua parte. Quando Jesus foi crucificado, o teólogo apareceu com José de Arimatéia. Os dois deram os pêsames e participaram do enterro de Jesus. Não foi um pequeno gesto, diante da atmosfera contrária a Cristo naquele dia.Você não acha que Nicodemos sorriu e pensou na conversa que tiveram, assim que chegou às ruas a notícia de que Jesus estava fora do túmulo e em pé novamente?

Nascer de novo, é? Quem teria imaginado que ele começaria consigo mesmo.

Ninguém gosta dele

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira..."

TRINTA SEGUNDOS seriam suficientes. Frente a frente. Apenas uma explicação. Afinal de contas, era ele quem estava tirando minha esposa e eu de seu avião.

Não que eu pudesse culpá-lo. Denalyn tinha pegado mais do que souvenirs em Hong Kong. Ela estava sentindo tanta náusea que tive de empurrá-la em uma cadeira de rodas no aeroporto. Ela se jogou em seu assento e apoiou a cabeça contra a janela, e eu prometi deixá-la em paz durante as catorze horas de vôo.

Eu tinha apenas um objetivo: colocar Denalyn no avião.

A tripulação da companhia aérea tinha um objetivo oposto: tirar Denalyn do avião.

Culpe-me pelo medo deles. Quando um comissário de bordo preocupado perguntou sobre o estado de minha esposa, produzi ondas de choque na fuselagem com minha resposta: "Vírus". Os comissários aglomeraram-se em nossos assentos como policiais em uma cena de crime. Entrevistas coletivas com o presidente despertariam menos perguntas. — Há quanto tempo ela está doente?

— O senhor procurou um médico?

— O senhor já pensou em voltar para casa nadando? Subestimei o estado de Denalyn.

— Dê-nos um saquinho para caso de vômito, e viajaremos felizes.

Ninguém riu. Pelo visto, passageiros doentes competem com terroristas pelo título "Passageiro menos desejado". A palavra "vírus" chegou aos ouvidos do piloto, e o piloto deu seu veredicto: — Não no meu avião.

— Vocês têm de sair — informou seu leão-dechácara, sem rodeios. — Quem disse?

mil quilômetros para pilotare não tinha tempo para nós.

— O piloto. Inclinei-me para o lado e olhei para o corredor à procura do homem que estava no comando, mas a porta da cabine estava fechada. Covarde. Se eu tão-somente pudesse falar com ele, dar minha versão. Não merecíamos ser expulsos. Pagamos nossos impostos, votamos nas eleições, damos gorjetas para garçons. Eu queria defender minha causa, mas o homem no comando não estava a fim de ouvir explicações. Ele tinha um 747 para colocar no ar, quase 112

Depois de alguns minutos desanimadores, Denalyn e eu nos vimos de volta no portão do aeroporto, fazendo planos para passar mais uma noite na China. Enquanto um funcionário da companhia aérea procurava números de telefone de hotéis, vi o avião decolando. Correndo em direção à janela do aeroporto, encarei a cabine, esperando olhar de relance o piloto misterioso. Acenei com os dois braços e fiz meu pedido: "Podemos conversar?" Ele não parou. Nunca vi seu rosto. (Mas se você estiver lendo esta página, senhor ou senhora, talvez possamos conversar, certo?)

Você consegue se identificar comigo? Talvez tenha os mesmos sentimentos com relação ao piloto do universo. Deus: o comandante supremo que está extremamente ocupado para você, o capitão anônimo que comunica decisões inegociáveis. O universo dele zune como um Rolls-Royce, mas passageiros doentes nunca aparecem na tela de seu radar. Pior ainda é que você talvez desconfie que o assento do capitão esteja vazio. Como sabemos que uma mão segura os controles? Como presumimos que há um piloto por trás da porta de aço?

Cristo intervém categoricamente nesta discussão.

Acompanha os passageiros até a cabine do piloto, digita 3:16 no teclado e abre a porta que leva a Deus. Nenhum versículo bíblico expressa melhor sua natureza. (Devemos sugeri-lo aos dicionários). Cada palavra da passagem explica a que vem em seguida. "Porque Deus amou o mundo de tal maneira..."

Jesus acredita no que as Escrituras declaram: Deus existe.

Para ter uma prova, afaste-se das luzes da cidade em uma noite clara e olhe para o céu. Aquele emaranhado de luz branca é nossa galáxia, a Via Láctea. Cem bilhões de estrelas.1 Nossa galáxia é uma dentre bilhões de outras!2 Quem pode conceber tal universo, sem falar em seus números infinitos?

Ninguém. Mas vamos tentar mesmo assim.

Suponhamos que você tente chegar ao sol. Uma agência lhe oferece um ótimo negócio em um automóvel espacial (sem dúvida, movido a energia solar) que faz em média 240 km/h. Você entra nele, abre o teto lunar e vai embora.Você dirige sem parar, vinte e quatro horas por dia, 365 dias por ano. Algum palpite quanto à duração de sua viagem? Que tal 70 anos? Suponha que, depois de esticar suas pernas e tomar um pouco de sol, você encha o tanque e dispare para Alfa Centauri, o sistema estelar mais próximo. Faça um bom estoque de comida e deixe sua agenda em branco. Você precisará de 15 milhões de anos para fazer a viagem.3

Não gosta de dirigir, você diz? Entre em um jato e atravesse nosso sistema solar a uma velocidade alucinante de 965 km/h. Em 16,5 dias você chegará à lua, em 17 anos passará pelo sol e em 690 anos poderá desfrutar de um jantar em Plutão. Depois de sete séculos, você nem terá deixado ainda nosso sistema solar, muito menos nossa galáxia.4

Nosso universo é o missionário ilustre de Deus. "Os céus manifestam a glória de Deus" (Salmo 19:1). Uma casa implica um construtor; uma pintura sugere um pintor. As estrelas não sugerem alguém que as criou? A criação não implica um criador? "Os céus anunciam a sua justiça" (Salmo 97:6). Olhe para o céu que está acima de você.

Agora, olhe para dentro de você. Observe seu senso de certo e de errado, seu código de ética. De algum modo, mesmo quando criança, você sabia que era errado magoar as pessoas e certo ajudá-las. Quem lhe disse? Quem diz? O que é este pólo magnético que faz as agulhas na bússola de sua consciência se moverem senão Deus?

Você não é o único que tem seus princípios.Virtudes comuns nos unem.Toda cultura não vê com bons olhos o egoísmo e celebra a coragem; pune a desonestidade e recompensa a nobreza. Até os canibais exibem os princípios rudimentares da justiça, normalmente recusando-se a comer seus filhos.5 Existe um padrão universal. Assim como um código conecta computadores com pacotes de software comuns, um código comum conecta as pessoas. Talvez violemos ou ignoremos o código, mas não podemos negá-lo. Até as pessoas que nunca ouviram o nome de Deus sentem sua lei dentro delas."A própria consciência deles [da humanidade] mostra que isso é verdade, e os seus pensamentos, que às vezes os acusam e às vezes os defendem, também mostram isso" (Romanos 2:15, NTLH). Ao denunciarem a injustiça, os ateus podem agradecer a Deus pela capacidade de discerni-la. A consciência é a impressão digital de Deus, a prova de sua existência.

Os céus lá no alto, o código moral lá dentro — sinais que indicam que a cabine está ocupada. Alguém pôs este avião no ar, e não foi nenhum de nós. Há um piloto, e ele é diferente de qualquer pessoa que vimos.

"A quem, pois, fareis semelhante a Deus ou com que o comparareis?" (Isaías 40:18). A quem, de fato? "Nem tampouco é servido por mãos de homens, como que necessitando de alguma coisa" (Atos 17:25). Você e eu começamos nossos dias com necessidades.

Na verdade, as necessidades básicas nos levam a sair da cama. Isso não acontece com Deus. Como um ser que não foi criado e que se sustenta, ele não depende de nada e de ninguém. Nunca tira uma soneca ou deixa de respirar. Não precisa de alimento, de conselhos, de um médico. "O Pai tem a vida em si mesmo" (João 5:26). A vida é para Deus o que a umidade é para a água, e o ar para o vento. Ele não tem simplesmente a vida, mas é a própria vida. Deus existe, sem ajuda.

Portanto, ele sempre existiu. "Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, sim, de eternidade a eternidade, tu és Deus" (Salmo 90:2).

Deus nunca começou e nunca deixará de existir. Ele existe eternamente, sempre. "O número dos seus anos não se pode calcular" (Jó 36:26).

Ainda assim, vamos tentar calculá-lo. Imaginemos que cada grão de areia, do Saara a Copacabana, no Rio de Janeiro, represente um bilhão de anos de existência de Deus. Com um aspirador de pó potente, aspire e depois ponha todas as partículas em uma montanha, e, então, conte quantas você tem. Multiplique seu total por um bilhão e escute Deus lhe dizer o seguinte: "Elas não representam uma fração de minha existência."

Ele é "o Deus eterno" (Romanos 16:26). Ele inventou o tempo e tem a patente."Teu é o dia e tua é a noite" (Salmo 74:16). Ele já era algo antes que qualquer coisa viesse a ser. Quando o primeiro anjo levantou a primeira asa, Deus já existia, sempre.

O mais incrível de tudo é que ele nunca cometeu um erro. Nem uma vez. O profeta Isaías descreveu seu vislumbre de Deus. Ele viu anjos que tinham seis asas. Embora sem pecado algum, eles se cobriam na presença de Deus. Com duas asas cobriam os olhos, com duas asas cobriam os pés e com duas asas os anjos voavam. Eles diziam uma frase de um lado para outro: "Santo, Santo, Santo é o SENHOR dos Exércitos" (Isaías 6:3).

Deus é santo. Toda decisão, exata. Cada palavra, apropriada. Nunca proibida ou inadequada. Ele nem mesmo é tentado a cometer um erro. "Deus não pode ser tentado pelo mal" (Tiago 1:13).

pecado. Não é de admirar que ele diga:"Eu sou Deusnão há

Faça esta conta. Sem necessidades. Sem idade. Sem outro semelhante a mim" (Isaías 46:9).

Mas a boa notícia é a grandeza de Deus? Quando Isaías a viu, sua ficha caiu: "Ai de mim! Estou perdido!" (Isaías 6:5, NTLH). Pilotos competentes põem pessoas doentes para fora do avião. Um Deus Todo-poderoso poderia fazer a mesma coisa. A imensidão do universo de Deus não deveria nos intimidar? Foi o que aconteceu com Carl Sagan. Uma vida inteira dedicada ao estudo dos céus levou o astrônomo a concluir: "Nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda esta vastidão, não há nenhum indício de que, de algum outro lugar, virá socorro que nos salve de nós mesmos."6

Trata-se de um pessimismo compreensível. Na cabine:

Deus, que não tem necessidades, idade ou pecado. Saltando no fundo do avião: Max. Dependente de hambúrgueres. Meio acordado. Comparado com Deus, tenho a expectativa de vida de uma daquelas mosquinhas que ficam nas frutas. E sem pecado? Não consigo pensar em algo santo nos dois minutos que levo para chegar ao trabalho de manhã. A grandeza de Deus é a boa notícia? Não sem as oito palavras seguintes de João 3:16: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira''

Use este mantra como experiência.Aquele que detém os trunfos tem seu coração. Aquele que formou você torce por você. O poder que não pode ser vencido, atiçado pelo amor que não pode ser detido. "Se Deus é por nós, quem será contra nós?" (Romanos 8:31).

Deus faz por você o que o pai de Bill Tucker fez por ele. Bill tinha 16 anos de idade quando seu pai teve um problema sério de saúde e, conseqüentemente, teve de sair de sua empresa. Mesmo depois de o Sr. Tucker estar com a saúde restabelecida, a família Tucker sofreu graves problemas financeiros, mal dando para sobreviver.

Tucker, um homem do tipo empresarial, teve uma idéia. Ele ganhou a licitação para revestir os assentos da sala de cinema local. Isso impressionou sua família. Ele nunca tinha costurado um assento. Nem tinha o aparato de costura. Entretanto, encontrou alguém para ensiná-lo a costurar e descobriu uma máquina de uso industrial. A família juntou cada centavo que tinha para comprar a máquina. Eles esvaziaram sua poupança e caçaram moedas que poderiam ter caído no sofá. Por fim, conseguiram o suficiente.

O dia estava lindo quando Bill foi com o pai pegar o equipamento. Bill lembra-se de uma viagem alegre e de longas horas discutindo os horizontes promissores que esta nova oportunidade lhes dava. Eles colocaram a máquina na parte traseira do caminhão e amarram-na logo atrás da cabine. O Sr. Tucker, então, pediu ao filho que dirigisse de volta para casa. Deixarei que Bill conte o que aconteceu:

Enquanto seguíamos viagem, estávamos entusiasmados, e eu, como qualquer motorista de 16 anos, provavelmente não estava prestando muita atenção na velocidade. Assim que pegamos o trevo para entrar na via expressa, nunca me esquecerei da cena em que vi aquela máquina de costura, que já era extremamente pesada, começar a tombar. Pisei no freio, mas já era tarde demais. Eu a vi cair para o lado. Pulei para fora do caminhão e corri para a parte de trás. Ao dar a volta, vi nossa esperança e nosso sonho em pedaços ao lado do caminhão. E, depois, vi meu pai simplesmente olhando.Todo o seu risco, seu empenho, seu esforço, todo o seu sonho e sua esperança de cuidar da família estavam ah, destruídos.

Você sabe o que acontece em seguida, não sabe? "Seu moleque estúpido e inútil. Viu no que deu dirigir rápido demais, sem prestar atenção? Você arruinou nossa família, levando embora nosso sustento." Mas não foi isso que ele disse. Ele olhou para mim. "Ah, Bill, sinto muito!" E veio até mim, pôs os braços ao meu redor e disse: "Filho, tudo vai ficar bem'."7

mundo de tal maneiraE...

Deus está sussurrando o mesmo para você. Estes braços que você sente são os braços de Deus. Confie nele. E a voz dele que você está ouvindo. Creia nele. Deixe que o único ser do universo a tomar decisões console você. A vida, às vezes, parece estar em pedaços, parece irremediável. Mas tudo vai ficar bem. Como você sabe? Eu sei, porque Deus amou o

Uma vez que ele não tem necessidades, você não pode cansá-lo.

Uma vez que ele não tem idade, você não pode perdêlo.

Uma vez que ele não tem pecado, você não pode corrompê-lo.

Se Deus pode criar um bilhão de galáxias, ele não pode transformar em bem nosso mal e dar sentido à nossa vida incerta? É claro que ele pode. Ele é Deus. Ele não somente pilota o avião, mas conhece os passageiros e tem um lugar especial para aqueles que estão doentes e querendo ir para casa.

(Parte 2 de 5)

Comentários