Criando os filhos no caminho de Deus

Criando os filhos no caminho de Deus

(Parte 2 de 11)

Seção I Firmando as Bases

2. Noite Familiar: Trazendo-a para Casa

Este livro é destinado especialmente a proporcionar uma prática e descontraída forma de comunicação, abrangendo ensino e treinamento para seus filhos. E claro que precisamos praticar estes três elementos de paternidade — comunicação, ensino e treinamento — diariamente, a cada momento de nossas vidas. Porém, é importante designar uma noite semanal, para que nela possa ser enfocado o crescimento familiar e o treinamento de nossos filhos. Precisamos estabelecer um tempo para efetuarmos esta tarefa.

O estilo de vida cristão é um processo contínuo, constante e diário durante o período de treinamento de nossos filhos. Este é o motivo pelo qual é importante e útil reservarmos um momento específico das manhãs de domingo quando nos reunimos para crescermos como igreja. Da mesma forma, podemos usar nossas Noites Familiares semanais para nos unirmos e crescermos como família. A antecipação semanal de tal evento nos ajuda a manter o nosso foco.

Enquanto crescia, eu sempre ansiava pela nossa Noite Familiar. Era um momento especial para discussão, oração e aprendizado — e momentos felizes compartilhados juntos. Eu sempre soube que não importava quão agitadas fossem as coisas durante o resto da semana, segunda-feira à noite (a verdadeira noite costumava variar com o tempo) era o momento descontraído e de paz, quando desfrutávamos a atenção completa e sem divisões de nossos pais.

Agora eu, meu irmão e minha irmã somos adultos e estamos muito juntos como uma família. Realmente, creio que isto se deve em grande parte à ênfase que meus pais deram à nossa Noite Familiar. Algumas de minhas memórias favoritas são as nossas Noites Familiares.

Passarei este legado para meus próprios filhos, e você também pode fazer o mesmo! É fácil fazer isto, e o resultado é tremendo! Comprometimento é o único requisito, para que seja reservada uma noite por semana, quando toda a família tenha como prioridade estar unida.

Neste capítulo, serão explicados os benefícios e a natureza prática provindos do estabelecimento da Noite Familiar. Então, nos capítulos que se sucedem, você encontrará a parte denominada "Trazendo-a para Casa". As questões para discussão e os estudos das Escrituras neles contidos objetivam a inclusão no formato genérico da Noite Familiar que você encontrará neste capítulo. Você pode desejar selecionar uma atividade para entretenimento da família que seja condizente à lição, mas qualquer atividade que promova a união familiar é apropriada.

Creio que a Noite Familiar seja a chave para reunir toda a família, buscar a alegria dos lares e o sucesso na igreja, escola e vida doméstica. Ela pode realmente integrar os ensinamentos de Cristo com o aprendizado escolar, unidade e cuidado familiar. Igreja, casa e escola: estas são nossas áreas de treinamento!

Todos nós temos visto o trágico declínio dos valores familiares e da devoção.

Esta tendência tem enfraquecido desmedidamente a estrutura familiar. Como podemos guardar nossa família de tornar-se mais uma estatística? Fazendo de nossa vida doméstica o maior núcleo unificador e catalisador para todas as outras atividades.

Falar sobre este assunto e até mesmo crer neste fato central de nossa fé cristã não fará com que isto aconteça. Precisamos ter um plano, e temos que dedicar nossa existência para o sucesso desta implementação em nosso lar. Isto pode literalmente transformar a família no meio mais protetor e agradável de acordo com a vontade de Deus.

Os propósitos das Noites Familiares são: • Promover a unidade e amor familiar.

• Instruir a família na verdade de Cristo e crescer unido na fé.

• Encorajar a comunicação na família.

• Orarem e alegrarem-se juntos.

• Integrar princípios bíblicos aprendidos na igreja com a escola e a vida doméstica, a fim de habilitar-nos a viver nossa fé de maneira prática.

• Desenvolver o verdadeiro espírito cristão de amor, submetendo nossos direito individuais como servos uns dos outros. • Confraternizar e passar bons momentos como família.

• Induzir cada membro a desejar crescer junto ao Senhor. O compromisso com este tempo de qualidade especial e união pode beneficiar sua família, não importando a idade de seus filhos. A Bíblia diz: "Eu amo aos que me amam, e os que diligentemente me buscam me acharão"(Pv 8.17, VIBB). Nenhuma criança é muito jovem ou muito velha para buscar ao Senhor. As lições devem ser ajustadas aos níveis de aprendizado dos diversos membros da família.

De fato, você pode até mesmo iniciar a Noite Familiar antes de ter filhos! Eu e meu marido a temos feito parte de nosso relacionamento desde que nos casamos. Domingo, ; sempre foi nosso "dia familiar" -v mesmo sendo apenas para nós dois. Reservamos um tempo específico para estudar a Palavra, aprender, nos comunicar e relaxar juntos. Isto enriquece muito o casamento, bem como a família! Assim, nunca é muito cedo para começar.

Há diversas coisas em minha família que desejo realizar através da Noite

Familiar. Estou certa de que você também possui seus próprios alvos e gostaria de tomar nota de seus objetivos pessoais familiares e discuti-los em sua primeira noite, para que as crianças compreendam a importância e o propósito deste tempo especial. Eis alguns de meus próprios I objetivos, para ajudá-lo a iniciar sua linha de pensamento: 1. Aprender do Senhor como deveríamos viver. 2. Descobrir a alegria em nos comprometermos e servirmos uns aos outros para a vida. 3. Compartilhar nossas alegrias e desapontamentos juntos, fortalecendo nosso amor. 4. Treinar a nós mesmos na disciplina do evangelho imperativo, desenvolvendo um estilo de vida cristão. 5. Demonstrar para nossos filhos o quanto mamãe e papai respeitam um ao outro, e aprender, como família, através de nossos erros. 6. Construir a confiança de nossos filhos na Palavra e na igreja de uma forma aberta, honesta e realística. 7. Aprender a lidar com os problemas como parte de nosso crescimento normal como indivíduos, suportando um ao outro em amor. 8. Fazer da educação escolar uma experiência compartilhada com a família, com certas perspectivas, muita ajuda e suporte. 9. Criar um clima para a comunicação aberta, onde nossos filhos possam expor honestamente os problemas e questões, e nós possamos aprender sobre seus sentimentos, experiências e compreensão da vida. 10. Encorajar um ao outro a tornarem-se mais próximos como família.

A Noite Familiar diferirá ligeiramente de uma família para outra, com base em suas necessidades, na faixa etária dos filhos e na disponibilidade de seu tempo.

Quando? Faça uma reunião familiar para escolher a noite mais conveniente.

Todos precisam comprometer-se seriamente a comparecer. Consistência é a chave; assim, a Noite Familiar deve acontecer no mesmo dia, todas as semanas. Caso não haja culto em sua igreja nas noites de domingo, este pode ser um bom período a ser considerado. Para algumas famílias, o ideal são as noites no meio da semana. Tenha em mente que nenhuma noite será ideal para cada membro da família; porém as recompensas proporcionadas pela Noite Familiar compensam o sacrifício.

A que horas? Cada família precisa escolher o melhor horário para si, entretanto entre 18 e 21 horas é uma boa sugestão. Famílias com filhos mais novos desejarão terminar mais cedo. A idéia principal é ser consistente e pontual a cada semana.

Onde? Em qualquer lugar! A sala de estar costuma ser conveniente.

Ocasionalmente, vocês podem escolher um lugar especial para realizar a Noite Familiar. É sempre agradável adorar juntos ao Senhor em um local a céu aberto e ficar maravilhado com suas criações ao discutir a lição da noite sob as estrelas sentado em um campo ou montanha. Busque oportunidades para variações!

Quem? Cada membro da família precisa participar. É especialmente importante que os pais façam todo o esforço para estar presentes e demonstrar que a família é prioridade máxima.

O formato a seguir adapta-se a muitas pessoas. Você pode decidir o tempo a ser utilizado em cada parte da Noite Familiar — oração, discussão, atividade etc. Descobri que a flexibilidade é muito útil. Em algumas noites, pode surgir um assunto que requeira maior discussão. Pode também haver uma necessidade na família que exija mais oração. Minha sugestão seria este processo de oito etapas: 1. Ser pontual no horário de início. Todos se reúnem em um aposento, cada um com sua própria Bíblia. 2. Iniciar com oração. No início, costuma ser melhor que apenas uma pessoa faça a oração (normalmente, o pai). 3. Compartilhar a leitura da lição bíblica. Dê chances para todos os que estão aptos a ler. A criança em idade pré-escolar pode participar, descrevendo os desenhos em sua Bíblia para crianças. 4. Discutir a relevância da passagem lida para suas vidas nos dias atuais. Isto pode ser facilitado pelo pai e pela mãe ao fazerem perguntas que induzam à reflexão. Todos precisam ser encorajados a participar. 5. Passar algum tempo juntos aprendendo. Discutam um fato ocorrido na escola, um evento em andamento ou um bom livro. (Veja sugestões sobre as atividades para aprendizado no fim deste capítulo.) 6. Reservar um tempo à comunicação aberta. Compartilhem assuntos familiares e discutam quaisquer conflitos. Os membros da família devem fazer pedidos de oração específicos. Encoraje cada um a participar. Você ficará maravilhado com o quanto aprenderá sobre seus filhos! Seja aberto com eles, ofereça um bom exemplo e encorajeos a serem honestos com você. Este é um ótimo momento para discutir objetivos familiares e individuais, planos e êxitos. 7. Orar e adorar a Deus com toda a família. Cada pessoa pode orar em sua vez ou espontaneamente. Todos devem ter a oportunidade de participar. Penso que um sentimento especial de proximidade familiar é criado quando todos sentam-se em um círculo de mãos dadas durante a oração. O ato de ajoelhar-se também é especial. Você pode preferir encerrar usando canções de louvor (mesmo que não seja famoso por sua voz!). Um elo essencial é criado ao cantarem juntos. 8. Finalmente, proponha uma atividade de entretenimento ou um evento externo.

Escolha uma atividade onde todos possam participar e se divertir. Lembre-se, a chave é a interação; assim, não é hora de assistir a um programa de televisão ou um vídeo! Tente reservar ao menos uma hora para esta parte.

Este livro contém lições bíblicas, acompanhando cada capítulo, para ajudá-lo a começar. Após o término deste livro, você desejará dar continuidade à Noite Familiar semanal. Você pode encontrar abundância de lições bíblicas nas concordâncias (possivelmente, no final de sua Bíblia), procurando os tópicos interessantes para sua família, ou mesmo no tópico Família. Você pode anotar as perguntas feitas por seus filhos durante a semana e incluí-las na lição bíblica da Noite Familiar.

Para sua conveniência, eis aqui mais alguns tópicos de estudo que podem ser utilizados após ter completado o capítulo "Trazendo-a para Casa". Ao final de cada capítulo deste livro, você terá um número suficiente de lições para prosseguir pelo menos um ano.

Promessas para as Crianças Filhos reverentes (Dt 5.16); segurança em Deus (SI 27.10); buscar cedo (Pv 8.17); aprender a obedecer a Deus (Pv 8.32); ser obediente aos pais (Ef 6.1,2; Pv 1.8).

Estudos Tópicos para Crianças 1. Quem fez o mundo? Gn 1.1-2.3. 2. A mulher que desprezou seu lar por uma maçã: Gn 3.1-6. 3. A viagem do grande barco: Gn 6.14-2; 7.1-24. 4. O garoto que vendeu sua herança e seu futuro por um prato de comida: Gn 25.29-34. 5. O garoto escravo que se tornou primeiro ministro: Gn 37.13-36; 39.20-23; 41.1-4.

6. O choro de um bebê que lhe proporcionou morar no palácio: Êx 2.1-10. 7. O ataque de raiva de Moisés: Nm 20.10-12; Dt 3.23-26. 8. A banda que tomou uma cidade marchando ao redor dela 13 vezes: Js 6.1-20. 9. A busca de Gideão pela vontade de Deus: Jz 6.36-40. 10. O garoto que podia ouvir a voz de Deus: 1 Sm 3.1-21. 1. Davi, o gigante matador: 1 Sm 17. 12. O profeta alimentado pelos pássaros: 1 Rs 17.1-6. 13. A carruagem de fogo: 2 Rs 2.9-1. 14. A corrida pela vida do pequeno garoto: 2 Rs 4.18-36. 15. O machado que flutuou: 2 Rs 6.1-7. 16. A controvérsia sobre comer e beber vencida por quatro jovens que não bebiam: Dn 1.3-15. 17. Três garotos que não se comprometeram: Dn 3.1-30. 18. Três histórias sobre "peixe": Jn 1-2; Lc 5.4-8; Jo 21.4-1. 19. A estrela que levou ao berço do bebê: Mt 2.1-1. 20. Cinco garotas deixadas para fora: Mt 25.1-13. 21. O garoto que fugiu de casa: Lc 15.1-24. 2. O garoto cujo lanche alimentou cinco mil homens: Jo 6.5-13 23. A mentira fatal: At 5.1-10. 24. A canção que abriu as portas da cadeia: At 16.16-28.

Existem diversos exercícios educacionais dos quais nossas famílias podem participar. Os citados aqui são apenas um esboço para estimular sua imaginação. Estes exercícios devem ser elaborados com base nos interesses de sua própria família e nas coisas que seus filhos estiverem aprendendo ou não na escola:

• Memorização de versículos: Os membros da família podem escolher versículos ou passagens bíblicas que considerem particularmente relevantes para suas vidas. Cada um pode memorizar seu versículo escolhido e recitá-lo par, a família na Noite Familiar seguinte.

• Compartilhar novo conhecimento: Cada membro da família pode compartilhar os recentes conhecimentos adquirido; juntos, tal como um fato interessante aprendido na escola* um sentimento que tiveram durante a lição da escola dominical ou um novo hino aprendido no ensaio da mocidade.

Livros da Bíblia: Você pode desejar que sua família memorize sistematicamente a ordem dos livros da Bíblia. Para fazer este exercício ainda mais significativo, os membros da família devem fazer pequenos relatos sobre vários livros (isto é, informação sobre o autor, cenário, tema principal ou a audiência para quem foi escrita).

Planejar a lição: Crianças mais velhas podem gostar de planejar a lição referente à próxima Noite Familiar. Elas devem receber (ou escolher) um tópico específico ou passagem bíblica e obter qualquer assistência que possam requerer. Quem prepara a lição costuma aprender muito mais que os ouvintes.

• Fazer pactos uns com os outros: Estas promessas (quer sejam para trabalhar um comportamento específico, ou para ] auxiliar em um projeto) podem literalmente modificar uma família. Se cada pessoa fizer um pacto, este exercício será mais eficiente. Garanta um acompanhamento na próxima Noite Familiar para certificar-se do cumprimento dos planos.

• Servo ou encorajador secreto: Coloque os nomes de cada pessoa em um chapéu, para que todos os membros da família possam tirar o nome um do outro. Mantenha os nomes em segredo! Então, durante a semana cada pessoa deve fazer algo especial pela pessoa que estava no papel tirado por ela, quer seja um encorajamento (como um cartão ou mensagem das Escrituras), ou um serviço (fazer uma de suas tarefas ou ajudar de maneira especial, porém secretamente). Revele os nomes na Noite Familiar seguinte!

• Caderno de oração: Tenha um caderno para registrar todos os pedidos das reuniões de oração. Lembre-se de checar os pedidos toda semana, registrando cada resposta. Lembre-se, Deus responde às orações de três formas: "sim," "não" e "Aguarde"; mas Ele sempre responde. A percepção familiar do poder da oração será aumentada, e este exercício servirá como um começo para explicar a importância da fé e da confiança em Deus quando Ele diz: "Não" ou "Aguarde." Ele sempre sabe o melhor para nós.

(Parte 2 de 11)

Comentários