Trabalhofeito TMAF Projeto

Trabalhofeito TMAF Projeto

(Parte 1 de 2)

São Paulo, SP, Novembro 2014

MELHORIAS NA MEDIÇÃO DO TEMPO DE BANHO E TOSA

E MELHORIAS NA PERFORMANCE DE VENDAS EM UMA PET SHOP

Nome:

Matric.

TRABALHO PARA APRECIAÇÃO DA PROFESSORA

DISCIPLINA DE TEMPOS METODOS E ARRANJOS FISICOS-TMAF

DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

Resumo do Trabalho apresentado junto à Disciplina de TEMPOS METODOS E ARRANJOS FISICOS-TMAF do Curso de Engenharia de Produção

MELHORIAS DA MEDIÇÃO DO TEMPO DE BANHO E TOSA

E MELHORIAS NA PERFORMANCE DE VENDAS EM UMA PET SHOP

NOVEMBRO/2014

Prof.ª

Curso: Engenharia de Produção

A inteção deste singelo trabalho é estudar uma proposta de aplicação do estudo de tempos e estudo do arranjo físico, para a determinação um métodos de trabalho melhor , mais eficiente e mais higiênico do que o método atual usado no serviço de banho e tosa e de atendimento de vendas de uma Pet Shop; também, o estudo do arranjo físico para implantar uma padronização do lay out neste pequeno comércio, mas dentro das condições financeiras do proprietário. Este trabalho utiliza de Ferramentas Gráficos, Plantas e Ilustrações para demonstrar os benefícios sugeridos para a melhoria dos métodos. A implantação destes estudos fica sob a responsabilidade do proprietário decidir se vai ou não coloca-la em prática.

Sumário

1.INTRODUÇÃO ......................................................................................5

1.1

PERFIL DA EMPRESA .....................................................................................5

1.2

DIAGNÓSTICO DA EMPRESA-FOTOS .....................................................................................6

2.ESTUDO DE TEMPOS .....................................................................................9

2.1

TEORIA E CONTEXTO . ...................................................................................9

2.2

PONTO ESTUDADO E PROPOSTA .....................................................................................9

3.ESTUDO DE ARRANJO FISICO .....................................................................................11

3.1

TEORIA E CONTEXTO . ...................................................................................11

3.2

PONTO ESTUDADO E PROPOSTA .....................................................................................12

4.ESTUDO DE MÉTODOS .....................................................................................15

4.1

TEORIA E CONTEXTO . ...................................................................................15

4.2

PONTO ESTUDADO E PROPOSTA ......................................................................................15

CONCLUSÃO FINAL .....................................................................................17

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS .....................................................................................19

1.INTRODUÇÃO:

1.1

PERFIL DA EMPRESA

Segmento de atuação: Comércio, na área de Pet Shop

Porte da empresa: pequeno

Tempo de existência: 15 anos

Produtos e Serviços que oferece: rações, acessórios, medicamentos, serviços de banho e tosa, atendimento veterinário para animais de pequeno porte

Organograma:

1.2

DIAGNÓSTICO DA EMPRESA

FOTOS

Levantamento das atividade da área: serviço de banho e tosa com hora marcada

Venda de rações acessórios medicamentos e afins e atendimento médico com hora marcada e plantão eventual.

Número de pessoas na área: quatro(4) a atendente e o proprietário são os balconistas, o funcionário é o tosador e o veterinário faz o atendimento medico.

Problemas enfrentados:

Por ser uma residência que virou loja e por ser um comérico de bairro que cresceu a loja encontra-se “entulhada de rações diversas, pilhas espalhadas ao longo da loja e as variedades de produtos misturam-se criando poluição visual. Medcamentos , misturam-se a roupas, e perdem seu prazo de validade e falta de armazenamento correto. Para oferecer o serviço banho tosa o animal adentra na loja passa pelos corredores chegando ao fundo da casa deixando rastros de patas e alguns excrementos no caminho e chega enfim no......Banheiro! sala que tambem foi adaptado para atende-los numa antiga banheira de azulejos. Seria cômico se não fosse trágico e anti higiênico na assepsia continua do local bem como traumático para o animal num local que emana cheiro de focos de umidade.

Ferramentas utilizadas folha de verificação, cronometragem, lay out, e diagrama de causa e efeito, entre outros ao longo do trabalho.

FOTOS:

Área em estudo: fotos do local

Fachada = vitrine!

é uma casa de esquina adaptada a abrigar a loja.

Raçao atrás da vitrine, acima

Racoes e outros parte interna

produtos medicamentos, balcão,parte interna

roupas acessórios, parte interna

salinha medica

WC é a área de banho tosa

2.ESTUDO DE TEMPOS

2.1

TEORIA E CONTEXTO

Folha de Controle ou Folha de Verificação

Segundo Lins (1993) a folha de verificação é, essencialmente, um quadro para o lançamento do número de ocorrências de um certo evento. A sua aplicação típica está relacionada com a observação de fenômenos. Observa-se o número de ocorrências de um problema ou de um evento e anota-se na folha, de forma simplificada, a sua frequência .

Para Atkinson et al. (2011), toda empresa possui clientes e não há como permanecer no mercado sem fornecer o que eles desejam, e entender suas necessidades é primordial em qualquer organização. Para isso foi feita uma pequena pesquisa via oral , anotado nas folhas numa prancheta, na entrada da loja com clientes que entravam num dia de muito movimento, o sábado.

2.2

PONTO ESTUDADO E PROPOSTA

Estudo do tempo do serviço oferecido de banho tosa. O serviço é oferecido com hora marcada e não oferece sistema leva e traz por dificuldade financeira em adquirir um carro equipado para isso.

O funcionário recebe os animais na entrada da loja, que vão andando por dentro da loja. A funcionária dá banho no cão dentro de uma banheira, com auxílio de uma mangueira/chuveiro. Depois de os secarem com uma toalha, põem-nos sobre uma mesa com o soprador ligado e vão penteando o animal com o secador. No caso dos animais que são tosados, é feita a tosa. Então, são enfeitados com lacinhos e/ou adesivos e passado perfume. Quando fêmeas e, com autorização do dono, são pintadas as unhas. Após todo esse processo, o dono que já deve estar do lado de fora da sala, leva o animal embora. O maior problema é a falta deinstalções adequadas para facilitar o trabalho do funcionário e oferecer um serviço mais rápido, podendo atender mais cães do que atende hoje me media uns 4 num dia de bom movimento

Proposta e Estudo: A tabela apontou defeitos durante o processo de dar banho/fazer tosa/ fazer secagem /serviços extras(enfeitar um cão,cortar unhas), numa amostra(atendimento) de 4 cães durante um sábado. Utilizamos um check list de servicos junto com este instrumento de coleta de dados. Na coleta de dados foi anotado o tempo gasto para cada item de serviço.

Nesta pesquisa, foi levantado se os clientes que utilizam a prestação de serviço compram produtos da loja, o que eles esperam da empresa, quais serviços são mais procurados, se estão contentes com os preços cobrados e se há sugestões de melhorias no atendimento. Essas são informações importantes para que se possam implantar mudanças na organização no intuito de satisfazer a clientela e, consequentemente, aumentar sua rentabilidade

Segue Tabela:

Conclusão: Reunindo os métodos e instrumentos, utilizados concluímos que seja utilizado a folha de verificação e check list que foi usada antes como instrumento, que passe a ser usada como controle do Servico e que o funcionário seja melhor orientado para ter a pontualidade no serviço manuseando o check list proposto antes de executar o serviço e depois também a fim de conferir o que foi pedido e o que foi feito. A execução do serviço que agora estará funcionando numa sala maior com instalação melhorada pode otimizar o procedimento.

3.ESTUDO DE ARRANJO FISICO

3.1

TEORIA E CONTEXTO

Resumo: Foi preciso realizar este estudo com o objetivo de sugerir algumas idéias para melhoria e adequação dos espaços e arranjos físicos de uma Pet Shop, mas principalmente sensibilizar o Proprietário de que mudanças deveriam ser feitas com urgência, sob pena de a médio prazo causar aumento de custos na manutenção do seu pequeno negócio, queda do fluxo de vendas, e estagnação ao invés de expansão da loja.

Outro objetivo é afetar a decisão de compras dos clientes, o que vai impactar diretamente nos lucros ao fim do mês

Ferramentas utilizadas: Método de pesquisa( pesquisa-ação);

instrumentos utilizados: questionários e observação direta.

Lay out da loja : na minha dificuldade de achar estudos para Pet Shop, reuní nesse estudo itens com o objetivo de sugerir melhoras econômicas e de pouca complexidade para implementação imediata para melhor adequar e Otimizar a distribuição do espaço(o arranjo físico) da Pet Shop, visando aumentar as vendas, o que afeta de forma direta a lucratividade e aumentar a oferta(a capacidade de atendimento) do serviço de banho tosa no local.

É importante ressaltar que visamos também os fatores de segurança da loja por ser um comércio localizado numa esquina, ou seja 2 fachadas, e o fator estético que pode influenciar na decisão do cliente em comprar.

O arranjo físico a ser mantido é o posicional , posição fixa, pois são os clientes(recursos transformadores) que circulam entre os produtos da loja(recursos transformados)

Lay out da área de serviços(sala de banho tosa):

Tudo isso com base nessa referências a seguir:

Segundo Gaither & Frazier (2002), há certamente um lado qualitativo em que fatores como segurança, mistura de produto e estética podem influenciar o processo de decisãosignifica planejar a localização de todas as máquinas, equipamentos, instalações de escritórios, restaurantes, lanchonetes, e os padrões de fluxo de materiais e de pessoas ao redor e dentro das instalações,

Ele pode afetar os custos e a eficiência geral da produção. (SLACK et al., 1999).

O planejamento do layout deve ser visto como uma extensão da discussão sobre o planejamento do processo. O layout arranja fisicamente os processos internos e ao redor das instalações, e o espaço necessário para a operação dos processos (GAITHER & FRAZIER, 2002).

Segundo Deb & Bhattacharyya (2004) o mais importante objetivo de qualquer empresa deve ser a máxima utilização das instalações disponíveis para alcançar objetivos de produtividade e rentabilidade.

Há certamente um lado qualitativo em que fatores como segurança, mistura de produto e estética podem influenciar o processo de decisão, por conseguinte, estes aspectos não deveriam ser ignorados (CANEN & WILLIAMSON, 1996).

Segundo Slack et al. (1999) depois que o tipo de processo for selecionado, o tipo básico de arranjo físico deve ser definido. Apesar de existirem muitos tipos de arranjo físico, a maioria deles na prática deriva de apenas quatro tipos de arranjo físico: Posicional; por proesso; celular; por produto.

Tudo isso com base nessa referências a seguir:

Segundo Bryman (1989) pesquisa-ação é uma abordagem para pesquisas sociais aplicadas nas quais a ação do pesquisador e o objeto de pesquisa interagem para o desenvolvimento de um diagnóstico e de uma solução para o problema.

3.2

PONTO ESTUDADO E PROPOSTA

Metodologia:

Usamos a ferramenta pesquisa-ação

O instrumento: Um questionário de 2 perguntas,

“O que você pretendia comprar?”

“O que você comprou além do planejado?”,

para vermos se a disposição de um produto influenciaria na compra de outro mais próximo dele. Outro instrumento usado: a observação direta, feita apenas num dia de sábado, dia de maior movimento, e após o dia 5 do mês, quando as pessoas recebem salário.

A coleta de dados foi realizada utilizando amostragem por conveniência em razão da aleatoriedade do movimento de clientes, uns são clientes fiéis e outros são clientes esporádicos. Tudo para ver se a posição estratégica dos produtos poderia aumentar as vendas e dar mais lucro.

Objeto da pesquisa: uma loja pequena de esquina com 4 funcionários que fica num bairro de classe media B e C, localizado dentro de um pequeno centro de comércio de bairro, com papelaria , açougue,padaria, mercearia,posto de gasolina

Análise de dados: foram feitos 6 questionários por dia, durante 5 sábados já descritos. A observação foi feita por 4 dias durante a semana sempre nas 6ª feira dia de movimento razoável segundo o dono.

Grafico: Diagrama de Pareto:

No Gráfico abaixo:

Os produtos mais consumidos foram – nessa ordem - :

1. ração, 2. guias, 3.ossos, 4 bolinhas, produtos que ficam na entrada.

Os produtos menos consumidos foram:

5.remédios 6.roupas 7.bichos pelucia, que ficam na sala , parte de dentro da casa.

As roupinhas e medicamentos, pelúcisa que ficavam na sala de dentro da casa, conclui-se que o cliente não dispõe de tempo hábil para entrar e escolher esses produtos. Entretanto o produto ração possuem maior consumo pois encontra-se na entrada, e clientes também passam rente à calçada.

Conclusões: Através da análise com as ferramentas, e das plantas , sugere-se novo arranjo: a)transferência os produtos da sala interna para a frente da loja mediante displays e novas prateleiras próximo as racoes e ao balcão; b)esta sala será reformada ganhando uma porta que abre para lateral da rua para embarque desembarque de animais(não entrando mais pela frente da loja) E ganhará vidro temperado na parte de dentro para o cliente ver o bicho sendo tratado e novas instalações elétricas e hidráulicas necessárias, c)os medicamentos serão separados dos outros produtos e ocuparão prateleiras junto a sala médica ficando melhor visualizados e aplicados durante o atendimento clínico, e será ampliada com quebra de paredes para facilitar higienização local d)das pilhas de ração espalhadas em vários pontos ficarão estocadas numa pequena sala, a que era usada de sala de “bagunça”, e apenas algumas ficarão expostas para demosntrar variedade. do setor de laticínios para uma área próxima ao açougue, o qual é um setor de retenção de clientes; e) o antigo local de tosa será aproveitado para ser o WC de funcionários visto que é atividade que demanda contínua assepsia a cada manipulação com os bichos. F) aplicar as modificações sugeridas e realizar um novo estudo com o intuito de verificar a real eficiência destas propostas

PROPOSTA

Lay out da casa adaptada Atualmente para abrigar a Pet shop:

FOTOS do local: veja na introdução do trabalho, já mostradas.

Melhorias que serãobem vindas com esta proposta:

Amenizar a poluição visual com as grades de proteção, mas mesmo assim sem poder remove-las por ser item de segurança, sugere-se displays grandes de acrílico transparente paralelas as grades mas visíveis para quem passa na calçada e tem poucos segundos para espiar oque a Pet oferece. .Isso chama a atenção das pessoas que passam em frente a loja, e elecionar o que é mais atraente, colorido. Aumentar a quantidade de displays espalhados na área central, usevitrine estática. Mude sempre os itens da vitrine ou as pessoas deixam de olhar.

Sala de estoque geral e de ração: evita vários pontos de sacos de ração empilhados e espalhados na loja que ocupa um espaço precioso. Economiza-se espaço ao ocuparmos esses pontos com displays mostrando que é um local pequeno mas que oferece variedade.Das rações coloca-se 1 ou 2 unidades de cada marca só para mostrar ao cliente a diversidade oferecida.

Sala medica ampliada com armário de medicamentos: centralizando a área de atendimento e medicação num local só e não mistura-los com acessórios roupas e racoes. 

WC reformado para uso de funcionários, por ser uma atividade que depende de assepsia contunuada após cada atendimento medico e/ou de banho/tosa

Sala de banho e tosa num local maior com uma porta que se abre beirando a calçada de esquina, assim facilita o desembarque e entrada dos cães e do lado de fora da loja. É a área com maior intervenção de reforma mas valera a pena pois a a tividade é o coração da lojinha. Colocação de um vidro ao lado da porta interna para que o cliente veja o serviço prestado ao bicho. Sugere-se compra de uma estante para os produtos de estética e limpeza bem como adquirir um equipamento de secagem de pelos mais potente pois o atual barulhento estressa os animais. Ressalta-se que o atendimento continua com hora marcadapela falta de espaço para uma sala de espera.

Proposta de novo Lay out para melhorias na Pet shop:

4.ESTUDO DE MÉTODOS

4.1

(Parte 1 de 2)

Comentários