A Auditoria às contas de resultado como instrumento de controlo da sustentabilidade financeira da empresa

A Auditoria às contas de resultado como instrumento de controlo da...

(Parte 1 de 4)

Sergio Alfredo Macore

A Auditoria às contas de resultado como instrumento de controlo da sustentabilidade financeira da empresa: Caso da empresa da New Horizons Mozambique Lda

Licenciatura em Contabilidade com habilitações em Auditoria

Universidade Pedagógica

Nampula

2016

Sergio Alfredo Macore

A Auditoria às contas de resultado como instrumento de controlo da sustentabilidade financeira da empresa: Caso da empresa: New Horizons Mozambique Lda

Monografia Científica Apresentada a Escola superior de Contabilidade e Gestão, Delegação de Nampula, Para a Obtenção do Grau Académico de Licenciatura em Gestão de Empresas com Habilitações em Gestão Financeira.

Supervisor: dr. Cremildo Filipe Silva

Universidade Pedagógica

Nampula

2016

LISTA DE TABELAS

NÃO TE ESQUEÇA DE AGRADECER

Nome: Sérgio Alfredo Macore ou Helldriver Rapper

Nascido: 22 de Fevereiro de 1992

Natural: Cabo Delgado – Pemba

Contacto: +258 826677547 ou +258 846458829

Email: Sergio.macore@gamil.com

Facebook: Helldriver Rapper Rapper ou Sergio Alfredo Macore

Formação: Gestão de Empresas e Finanças

NB: Se precisar de algo, não tenha vergonha de pedir, estou a sua disposicao para te ajudar,me contacte.

LISTA DE FIGURAS

NÃO TE ESQUEÇA DE AGRADECER

Nome: Sérgio Alfredo Macore ou Helldriver Rapper

Nascido: 22 de Fevereiro de 1992

Natural: Cabo Delgado – Pemba

Contacto: +258 826677547 ou +258 846458829

Email: Sergio.macore@gamil.com

Facebook: Helldriver Rapper Rapper ou Sergio Alfredo Macore

Formação: Gestão de Empresas e Finanças

NB: Se precisar de algo, não tenha vergonha de pedir, estou a sua disposicao para te ajudar,me contacte.

LISTA DE GRAFICOS

NÃO TE ESQUEÇA DE AGRADECER

Nome: Sérgio Alfredo Macore ou Helldriver Rapper

Nascido: 22 de Fevereiro de 1992

Natural: Cabo Delgado – Pemba

Contacto: +258 826677547 ou +258 846458829

Email: Sergio.macore@gamil.com

Facebook: Helldriver Rapper Rapper ou Sergio Alfredo Macore

Formação: Gestão de Empresas e Finanças

NB: Se precisar de algo, não tenha vergonha de pedir, estou a sua disposicao para te ajudar,me contacte.

LISTA DE ABREVIATURAS

DECLARAÇÃO

Eu Cândida Pedro Augusto Ossene, autora da monografia com o tema A Auditoria às contas de resultado como instrumento de controlo da sustentabilidade financeira da empresa: Caso Empresa New Horizons Mozambique Lda. Declaro que, salvo fontes devidamente citadas e referidas, o presente trabalho é fruto do meu trabalho pessoal.

Nampula, aos ____ de ______________ de 2016

___________________________________________________

(Cândida Pedtro Augusto Ossene)

Supervisor

__________________________________________________________

(dr. Cremildo Filipe Silva)

DEDICATÓRIA

Dedico este trabalho a minha Mãe Ana da Conceição Francisco Augusto Ossene e Minha família, que tanto fizeram por mim, confiando nas minhas capacidades, apostando a confiança em mim, seu apoio financeiro, espiritual entre outros.

AGRADECIMENTO

O meu agradecimento vai para todos na lista a baixo, pelo reconhecimento de tudo que fizeram por mim.

  • Em primeiro lugar agradecer ao meu Deus que esta no Céu, pelas bênçãos, amor e misericórdia que ele tem por mim, por me permitir estar aqui ate os dias de hoje para realizar um dos objectivos da minha vida, sei que sem ele, nada do que fiz faria.

  • A minha mãe Ana da Conceição Francisco Augusto Ossene, que sempre apostou em mim em tudo, nas orações, nos conselhos, e em tudo que estivesse ao seu alcance.

  • Ao meu esposo Orlando Alberto, por tudo que ele fez por mim.

  • A minha família em geral, que cada um fez o que podia por mim.

  • Ao meu orientador dr. Cremildo Filipe, que me ajudou e aconselhou no feito do trabalho.

  • Ao meu supervisor do serviço Cristiano Nhacalaza, que me deu muita experiencia no trabalho e esteve disponível em ajudar-me em algumas dúvidas que tivesse na área da contabilidade.

  • Também agradecer aos meus professores pelos ensinamentos desde o 1º ano ate ao 4º ano, e aos meus colegas de turma que tive o prazer de conviver e trocar conhecimentos.

  • E A empresa New Horizons Mozambique Lda que participaram da pesquisa.

Em fim agradecer a todos que participaram para a realização desta licenciatura.

RESUMO

O presente trabalho, tem como o objectivo na busca de um aprimoramento profissional e uma visão mais ampla sobre A Auditoria às contas de resultado como instrumento de controlo da sustentabilidade financeira da empresa. Esta área há muito que analisar afim de saber de que modo as contas de resultado podem sustentar a área financeira da empresa. O presente trabalho visto que contribuirá para a percepção do tema em questão. Tem se notado que nos últimos tempos as empresas têm se preocupado com o seu capital, a fim de obter bons lucros, investir em novos projectos para maior sucesso das mesmas, contudo farei uma pesquisa de contas as contas de resultados podem influenciar isso. É importante mencionar que esse trabalho envolve assuntos relacionados a auditoria, isto é sobre os conceitos de auditoria entre outros.

Palavras-Chaves: Auditoria. Contas de Resultados.

CAPITULO 1: INTRODUÇÃO

1.1.Introdução

A auditoria é um campo do saber voltado para o desenvolvimento e para o aperfeiçoamento do processo sistemático de obtenção de evidências que visa aquilatar o grau de conformidade das práticas e afirmações frente aos padrões estabelecidos e comunicação dos resultados aos diversos interessados.

O presente trabalho, cujo tema éA auditoria às contas de resultado como instrumento de controlo da sustentabilidade financeira da empresa: caso da empresa New horizons Mozambique Lda, é uma monografia científica e surge no âmbito da conclusão do curso de Licenciatura em Contabilidade com habilitações em Auditoria, como requisito na Universidade Pedagógica.

A escolha deste tema justifica-se com o gosto pela aprendizagem e o desejo de aprofundar o estudo sobre a Auditoria e Contabilidade, em virtude de esta ser a nossa área de formação e de profissão. Concretamente, com este trabalho, gostaríamos de saber de que forma a Auditoria às contas de resultado serve como instrumento de controlo da sustentabilidade financeira da empresa.

Este trabalho obedece à norma de elaboração e publicação de trabalhos da Universidade Pedagógica, e tem seguinte estrutura: capítulo I, o qual apresenta a fundamentação teórica, baseada em obras consultadas; capítulo II, o qual apresenta a metodologia usada para a sua elaboração e a delimitação espacial da pesquisa e, por último, capítulo III, que apresenta a análise, discussão e interpretação de dados da pesquisa, seguido das conclusões e gestões.

É relevante, nesta parte do trabalho, referirmo-nos à extrema importância da qual esta monografia se reveste em virtude de ser voltada à investigação científica. Este trabalho proporciona aos auditores uma ferramenta própria para o melhoramento do seu desempenho profissional, em particular os da Empresa New Horizons Mozambique Lda, onde a pesquisa teve como campo.

1.2.Objectivos do Trabalho

Objectivo significa definir com precisão o que se visa com o trabalho. LAKATOS e MARCONI (2003:247).

O presente projecto tem como objectivos, os seguintes:

1.2.1. Objectivo geral

  • Analisar a importância da Auditoria às contas de resultado como instrumento de controlo da sustentabilidade financeira da empresa, em particular na New Horizons Mozambique, Lda.

1.2.2. Objectivos específicos

  • Analisar as contas de resultados da empresa, em particular na New Horizons Mozambique, Lda.

  • Mostrar a importância da Auditoria Financeira a uma Empresa, em particular na New Horizons Mozambique, Lda.

  • Averiguar como a auditoria de resultados pode influenciar no controlo da sustentabilidade financeira da empresa, em particular na New Horizons Mozambique, Lda.

1.3. Justificativas

Justificativa num em qualquer área temática de pesquisa é o convencimento de que o trabalho de pesquisa é fundamental de ser efectivado”. LAKATOS e MARCONI (2003:247).

A escolha deste tema deveu-se pelo facto de querer saber de que forma as contas de resultados podem controlar a sustentabilidade financeira de uma empresa, em questão a empresa New Horizons Mozambique Lda.

1.4. Problematização

Problema consiste em dizer, de maneira explicita, clara compreensível e operacional, qual a dificuldade com a qual nos defrontamos e que pretendemos resolver.” LAKATOS e MARCONI (2003:241).

Dai que, o problema da pesquisa foi a seguinte.

  • De que forma a Auditoria às contas de resultado serve como instrumento de controlo da sustentabilidade financeira da empresa?

1.5. Hipótese de estudo

A presente pesquisa tem como as seguintes hipóteses:

H1: A auditoria às contas de resultado é um importante instrumento de controlo da sustentabilidade financeira da empresa;

H2: A auditoria às contas de resultado representa apenas mais um custo e em nada garante como um instrumento de controlo da sustentabilidade financeira da empresa.

1.6. Delimitação do Estudo

Nesta ordem de ideia, a pesquisa em questão pretende encontrar as verdadeiras causas que fazem com que as contas de resultado sirvam como instrumento de controlo da sustentabilidade financeira duma empresa.

Dai que, a presente pesquisa encontra-se no período compreendido entre 2013 até 2015, na empresa New Horizons Mozambique Lda.

1.7. Estrutura do trabalho

Para que este trabalho tenha uma sequência lógica, além das partes pré-textuais e pós-textuais, está estruturada em 5 (cinco) capítulos de acordo com os objectivos pré-definidos. No Capítulo I, encontramos a introdução, os objectivos do estudo, a justificativa, a definição do problema hipóteses do estudo e a sua delimitação. No Capítulo II, encontramos a revisão da literatura de autores que publicaram seus trabalhos sobre as Auditoria e as contas de resultados, versando a literatura teórica. No Capítulo III encontramos a metodologia, concentram os métodos e procedimentos usados para o presente estudo, No capítulo IV, encontramos a análise e interpretação de dados, dados estes que foram obtidos através dos questionários dirigidos aos trabalhadores da New Horizons Mozambique Lda, Por fim ou seja no V capítulo nos apresenta as conclusões, recomendações e as referências bibliográficas.

CAPÍTULO 2: REVISÃO DA LITERATURA

2.1.Introdução

Neste capítulo, apresentamos a revisão da literatura básica que se relaciona com o tema em estudo, trazendo definições de conceitos que irão suportar a defesa dos resultados que serão obtidos ao longo da apresentação do trabalho, tendo em vista a melhor compreensão e interpretação do mesmo.

Lembrando que o nosso tema é A auditoria às contas de resultado como instrumento de controlo da sustentabilidade financeira da empresa: caso da empresa New horizons Mozambique Lda.

2.2.Auditoria

A auditoria é um conjunto de actividades técnicas e procedimentos, exercidas de forma sistematizada numa entidade, compreendendo a avaliação e exame dos procedimentos e das operações praticadas, com vistas a apurar a exactidão dos registos contabilísticos e a realidade das operações, e sobre estes emitir uma opinião.

2.2.1.Objectivo

O principal objectivo da Auditoria consiste em verificar se as demonstrações contabilísticas se reflectem adequadamente a situação patrimonial, financeira e económica das empresas.

Para alcançar o objectivo acima, o auditor necessita planejar adequadamente seu trabalho, avaliar o sistema de controlo interno relacionado com a parte contabilística e proceder à revisão analítica das contas do activo, passivo, despesas e receita, a fim de estabelecer natureza, datas e extensão dos procedimentos de auditoria, e colher as evidências comprobatórias das informações contabilísticas espelhadas nas demonstrações para, a partir da avaliação das mesmas, emitir parecer.

2.2.2.Planeamento dos trabalhos

O planeamento dos trabalhos de auditoria é extremamente importante e deve, invariavelmente, considerar o escopo da auditoria a ser realizada, ou seja, sua abrangência, com estabelecimento de metas para tornar o trabalho o mais eficiente possível. Pressupõe o adequado nível de conhecimento sobre a natureza das operações, dos negócios, da forma de organização da empresa e legislação aplicável, assim como a identificação prévia de problemas a serem analisados.

O planeamento deve considerar todos os factores relevantes na execução dos trabalhos, tais como:

  • A natureza, oportunidade e extensão dos procedimentos de auditoria a serem aplicados;

  • A existência de entidades associadas, filiais e partes relacionadas;

  • A necessidade de atender os prazos estabelecidos pelo próprio órgão ou por terceiros;

  • A execução individual ou em conjunto com outros órgãos.

O planeamento dos trabalhos de auditoria deve ser documentado pelo auditor, a quem também cabe preparar programas de trabalho por escrito, detalhando o que for necessário à compreensão dos procedimentos que serão aplicados, em termos de natureza, oportunidade e extensão. Os programas de auditoria devem ser detalhados de forma a servir como guia e meio de controlo de sua execução.

O planeamento e os programas de trabalho devem ser revisados e actualizados sempre que novos fatos o recomendarem.

2.2.3.Princípios fundamentais

  • Entidade;

  • Continuidade;

  • Oportunidade;

  • Registo pelo valor original;

  • Competência;

  • Prudência.

2.2.4. Auditoria Externa e Interna

Tabela 1: Auditoria externa e interna

Características

Auditoria interna

Auditoria externa

Relação com empresa

É subordinado a empresa

Não esta subordinada a empresa

Grau de independência

Menor

Maior

Finalidade

Adicionar valor

Opinar sobre as DF’s

Principais interessados

Administração

Publico externo e administração

Documento emitido

Relatório

Tipos de auditoria

Nível operacional

Contabilística

Continuidade do trabalho

Maior

Menor

Intensidade do trabalho

Maior

Menor

Execução

Contador de registo

Fonte: Adaptada pela autora, 2016

2.2.5. Princípios gerais e responsabilidade

  • Objectivos gerais do auditor independente e a condução de uma auditoria de acordo com as normas de auditoria;

  • Concordando com os termos de um trabalho de auditoria;

  • Controle de qualidade de uma auditoria de demonstrações contabilísticas;

  • Documentação de auditoria;

  • Responsabilidades do auditor relacionadas com fraude em uma auditoria de demonstrações contabilísticas;

  • Consideração de leis e regulamentos em uma auditoria de demonstrações contabilísticas;

  • Comunicação com os responsáveis pela governança;

  • Comunicação de deficiências nos controles internos aos responsáveis pela governança e administração

Figura 1: Auditoria interna - posição

Fonte: Adaptado pela autora, 2016

2.2.6. Evidências de auditoria

  • Evidências de auditoria - Considerações específicas para itens seleccionados

  • Confirmações externas

  • Trabalhos iniciais -- Saldos iniciais

  • Procedimentos analíticos

  • Amostragem em auditoria

  • Auditoria de estimativas contabilísticas, incluindo estimativas contabilísticas de valor justo, e divulgações relacionadas

  • Partes relacionadas

  • Eventos subsequentes

  • Continuidade

  • Representações formais da administração.

2.3.Tipos de Riscos

Tabela 2: Tipos de riscos em auditoria

Risco Inerente

É a susceptibilidade de uma afirmação a respeito de uma transacção, saldo Contabilística ou divulgação, a uma distorção que possa ser relevante, Individualmente ou em conjunto com outras distorções, antes da consideração de quaisquer controles relacionados.

Risco de controlo

É o risco de que uma distorção que possa ocorrer em uma afirmação sobre uma classe de transacção, saldo contabilística ou divulgação e que possa ser relevante, individualmente ou em conjunto com outras distorções, não seja prevenida, detectada e corrigida tempestivamente pelo controle interno da entidade.

Risco de detecção

É o risco de que os procedimentos executados pelo auditor para reduzir o risco de auditoria a um nível aceitavelmente baixo não detectem uma distorção existente que possa ser relevante, individualmente ou em conjunto com outras distorções.

Fonte: Adaptada pela autora, 2016

2.4.Contas de resultado

2.4.1. Receitas

As Receitas correspondem às vendas de produtos, mercadorias ou prestação de serviços. No Balanço Patrimonial, as receitas são reflectidas através da entrada de dinheiro no Caixa (Vendas a Vista) ou através de direitos a receber (Vendas a Prazo). É importante notar que, a Receita sempre aumenta o Activo, embora nem todo aumento de Activo representa uma Receita, como é o caso dos Empréstimos e Financiamentos bancários.

São exemplos de Receitas: Receitas de Vendas de Mercadorias; Receitas de Vendas de Produtos; Receitas de Prestação de Serviços; Descontos Obtidos; Aluguéis Activos; Juros Activos, etc.

2.4.2. Despesas

As Despesas representam o sacrifício ou esforço da empresa para se obter Receita. Todo consumo de bens ou serviços com o objectivo de gerar Receita é considerado Despesa. O consumo de materiais, por exemplo, é considerado uma Despesa. Neste caso, no ato em que o material dá entrada no Almoxarifado, o valor é contabilizado como bem no Activo Circulante, e quando o mesmo é requisitado por alguma área para ser consumido, o valor do bem é transferido para Despesa.

(Parte 1 de 4)

Comentários