As argamassas na conservação

As argamassas na conservação

(Parte 4 de 4)

Forte, com eflorescências e erosão

Fig. 5 – Reboco antigo com degradação superficial, mas muito são e coeso

Fig. 6 - Fingidos de azulejo: apesar da degradação avançada é um valor a preservar

Fig. 7 – Ensaio de penetração controlada Fig. 8 – Ensaio com ultra-sons

Fig. 9 – Ensaio de micro-perfuração Fig. 10 – Ensaio de choque de esfera

Fig. 1 – Ensaio com tubos de Carsten Fig. 12 – Ensaio de capilaridade

Fig. 13 – Argamassa de cimento em parede antiga. Patologia comum

Fig. 14 – Argamassa de cimento sobre camada de cal. Patologia comum

Fig. 15 – Forte revestido com argamassa bastarda fraca

Fig. 16 – Argamassa recente de cal apagada com gordura: perda de coesão e erosão

Fig. 17 – Vista de parte dos painéis realizados para estudo das técnicas de aplicação

Fig. 18 – Método empírico de verificar a boa consistência de uma argamassa de cal

1. HENRIQUES, Fernando M. A.- Humidade em paredes. Lisboa, LNEC, 2001 (3a.edição).

2. VEIGA, M. do Rosário – Protecção contra água de paredes de edifícios antigos. Avaliação experimental da capacidade de protecção de argamassas de reboco com base em cal. Comunicação apresentada no Encontro Nacional sobre Conservação e Reabilitação de Estruturas, REPAR 2000, Lisboa, LNEC, Junho de 2000, p. 217-226.

3. VEIGA, M. Rosário; AGUIAR, José – Definição de estratégias de intervenção em revestimentos de edifícios antigos. Proceedings do 1º Encontro Nacional sobre Patologia e Reabilitação de Edifícios, Porto, FEUP, Março de 2003.

4. MATEUS, João Mascarenhas – Técnicas tradicionais de construção de alvenarias, Lisboa, Livros Horizontes, 2002.

5. GONÇALVES, Teresa – Guarnecimentos tradicionais para paredes exteriores de edifícios antigos. Lisboa: LNEC, Janeiro de 1996. Relatório 1/96-NCCt.

6. AGUIAR, José – Estudos cromáticos nas intervenções de conservação em Centros Históricos. Base para a sua aplicação à realidade portuguesa. Tese desenvolvida no LNEC e apresentada à Universidade de Évora para a obtenção do grau de Doutor em Conservação do Património Arquitectónico. Évora, EU-LNEC, 1999.

7. VEIGA, M. Rosário et al. – Methodologies for characterisation and repair of mortars of ancient buildings. International Seminar Historical Constructions 2001. Guimarães: Universidade do Minho, Novembro de 2001.

8. VEIGA, M. Rosário & CARVALHO, Fernanda – Argamassas de reboco para edifícios antigos. Requisitos e características a respeitar. Cadernos de Edifícios, nº 2. Lisboa: LNEC, Outubro de 2002.

9. MAGALHÃES, Ana Cristian – Patologia de rebocos antigos. Cadernos de Edifícios, nº 2. Lisboa: LNEC, Outubro de 2002.

10. MAGALHÃES, Ana Cristian; VEIGA, M. Rosário; CARVALHO, Fernanda – Diagnosis of anomalies of wall renderings. Experimental techniques for in situ application. Proceedings do X IAHS World Congress on Housing Coimbra, Setembro de 2002.

1. SANTOS SILVA, António - Caracterização de argamassas antigas – casos paradigmáticos. Cadernos de Edifícios, nº 2. Lisboa: LNEC, Outubro de 2002.

12. MAGALHÃES, Ana Cristian; COSTA, Dória; VEIGA, M. Rosário – Diagnóstico de anomalias de revestimentos de paredes com técnicas de ensaio in situ. Avaliação da resistência mecânica. Actas do 3º ENCORE, Encontro sobre Conservação e Reabilitação de Edifícios. Lisboa, LNEC, Maio de 2003.

13. VEIGA, M. Rosário; JUNIOR, João - Definição de um método de ensaio de absorção de água por capilaridade para amostras de argamassa irregulares e friáveis. Lisboa, LNEC, Junho de 2000. Procº 020/14/13732, Procº interno 083/541/473. Relatório 140/0-NCCt.

14. VEIGA, M. Rosário – Argamassas para revestimento de paredes de edifícios antigos. Características e campo de aplicação de algumas formulações correntes. Actas do 3º ENCORE, Encontro sobre Conservação e Reabilitação de Edifícios. Lisboa, LNEC, Maio de 2003.

15. VELOSA, Ana; VEIGA, M. Rosário – The use of pozzolans as additives in lime mortars for employment in building rehabilitation. In International Seminar “Historical Constructions 2001”, Proceedings. Guimarães, Universidade do Minho, Novembro de 2001.

16. VEIGA, M. Rosário - Methodology to evaluate the cracking susceptibility of mortars. Selection criteria of rendering and repointing mortars for ancient buildings. Comunicação convidada ao Seminário “Malte a vista com sabie locali nella conservazione degli edifici storici”, Turim, Politecnico di Torino, Julho de 2000.

17. MOROPOULOU, A. et al. – Non-destructive evaluation of the performance of mortars on historic masonries.

Proceedings of the workshop Compatible Materials Recommendations for the Preservation of European Cultural Heritage. Atenas, 1998.

18. VEIGA, M. Rosário; CARVALHO, Fernanda – Some performance characteristics of lime mortars for use on rendering and repointing of ancient buildings. 5th International Masonry Conference, Londres, 1998. LNEC, Colecção Comunicações, COM 15, Lisboa, 1998.

19. PAPAYIANNI, Ioanna – Criteria and methodology for manufacturing compatible repair mortars and bricks.

Proceedings of the workshop Compatible Materials Recommendations for the Preservation of European Cultural Heritage. Atenas, 1998.

20. DUFFY , A. P.; COOPER, T. P.; PERRY, S. H. – Repointing mortars for conservation of a historic stone building in Trinity College. Materials and Structures, nº 26, 1993.

21. VÁLEK, Jan; HUGHES, John J.; BARTOS, Peter J. M. – Compatibility of historic and modern lime mortars. Proceedings of the 12th International Masonry Conference, Madrid, Junho de 2000.

2. BARSOTELLI, M. et al. – Transport of fluids in the plaster-masonry system. Proceedings of the workshop Compatible Materials Recommendations for the Preservation of European Cultural Heritage. Atenas, 1998.

23. MOROPOULOU, A; BAKOLAS, A. – Range of acceptability limits of physical, chemical and mechanical characteristics deriving from the evaluation of historic mortars. Proceedings of the workshop Compatible Materials Recommendations for the Preservation of European Cultural Heritage. Atenas, 1998.

24. VEIGA, M. Rosário - Comportamento de argamassas de revestimento de paredes. Contribuição para o estudo da sua resistência à fendilhação. Lisboa, LNEC, Maio de 1997. Dissertação para obtenção do grau de Doutor em Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

25. GONÇALVES, Teresa. - Capacidade de impermeabilização de revestimentos de paredes à base de ligantes minerais. Desenvolvimento de um método de ensaio com base na resistência eléctrica. Lisboa: LNEC, 1997. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Construção pela Universidade Técnica de Lisboa. Colecção Teses de Mestrado.

26. CAVACO, Luís; VEIGA, M. Rosário; GOMES, A. – Render application techniques for ancient buildings.

Proceedings of 2nd International Symposium on Building Pathology, Durability and Rehabilitation, Lisboa, LNEC, CIB, November 2003.

(Parte 4 de 4)

Comentários