Plano de emergência-COMPARTILHADO

Plano de emergência-COMPARTILHADO

(Parte 2 de 6)

4.5.1 Líder da Brigada

Ao receber comunicado de sinistro ou acidente, deve identificar a localização e a natureza do acidente.

Acionar a sirene de convocação da brigada de emergência e/ou ambulância, se a situação exigir.

Dirigir-se para o local de encontro da brigada e repassar as informações recebidas.

Dirigir-se ao local do acidente com as equipes e materiais necessários o mais rápido.

Avaliar o local do acidente, verificando a situação de risco quanto à segurança do pessoal, ao meio ambiente, aos insumos, aos produtos e aos equipamentos, determinando juntamente com o responsável pela área, as ações inibidoras, em caráter urgente, para a atenuação das consequências do acidente.

Contatar a Segurança do Trabalho informando-os do acidente.

Se necessário, acionar o Corpo de Bombeiros – Vespasiano – (Anexo 02 - Telefones úteis).

Após controle do acidente, programar o processo de limpeza da área, promovendo a correta disposição dos resíduos gerados, conforme orientações do setor de Meio Ambiente.

Liberar o local somente após a sua reorganização e limpeza em comum acordo com o supervisor da área ou responsável no horário.

4.5.2 Equipe de Combate

Promover a contenção dos produtos líquidos que, em caso de vazamentos, possam atingir a rede pluvial.

Verificar existência e extinguir qualquer fonte de ignição nas proximidades do ponto de vazamento de combustíveis líquidos ou sólidos.

Utilizar a rede de hidrantes, bem como seus acessórios no combate a incêndios e/ou resfriamento dos tanques de armazenamento de óleos combustíveis ou estoques de combustíveis sólidos.

Após controle do acidente, recolher os equipamentos utilizados e auxiliar na limpeza da área.

Cumprir demais determinações do Líder da Brigada.

4.5.3 Equipe de Abandono

Inspecionar os locais comprometidos com o acidente, promovendo a retirada dos funcionários, direcionando-os para fora da área de risco, através de passagens seguras, sempre evitando o pânico.

Promover o isolamento da área e das ruas atingidas no vazamento, evitando aglomeração de pessoas estranhas aos trabalhos.

Auxiliar a Equipe de Primeiros Socorros e a Equipe de Combate.

Cumprir demais determinações do Líder da Brigada.

4.5.4 Equipe de Apoio

Desligar todos os equipamentos elétricos que estiverem comprometidos com o acidente.

Cortar o fluxo dos líquidos, que por ventura estejam vazando, desligando as bombas e demais equipamentos energizados.

Auxiliar a Equipe de Primeiros Socorros e a Equipe de Combate.

Cumprir demais determinações do Líder da Brigada.

4.5.5 Equipe de Primeiros Socorros

Retirar as vítimas do local, se houver, providenciando os Primeiros Socorros.

Encaminhar os acidentados mais graves para os Hospitais conforme orientação da brigada e técnico segurança

Auxiliar a equipe de combate caso seja necessário

4.5.6 Alarme de Abandono

Todos os funcionários e colaboradores da unidade da EMPRESA (não pertencentes à brigada de emergência) deverão iniciar os procedimentos de abandono quando ouvirem a sirene intermitente de abandono, até ordem em contrário do líder da brigada ou membro do SESMT.

4.6 Procedimentos para atuação da Equipe de Emergência:

4.6.1 Procedimento para atuação em explosão

Equipes:

Ações a serem tomadas:

TODOS

  • Após tomar conhecimento da emergência seja através do alarme, telefone ou verbal, os brigadistas deverão atender ao chamado, reunindo-se no ponto de encontro.

LÍDER DE BRIGADA

  • Deverá identificar a localização e a natureza da emergência, junto ao segurança do trabalho ou patrimonial que recebeu o comunicado.

  • Dirigir-se para o local da emergência com as equipes e materiais necessários (EPI’s e acessórios).

  • Juntamente com o responsável da área, deverá avaliar o local da emergência, verificando a situação de riscos quanto à segurança do pessoal e patrimonial, ao meio ambiente, e a ocorrência de incêndios e ou explosão secundária.

  • Entrar em contato com os responsáveis pelas áreas operacionais, Administrativo, de meio ambiente, informando-os sobre a ocorrência.

  • Se necessário o líder de brigada e ou a técnica de enfermagem deverá acionar o Corpo de Bombeiros.

  • Depois de controlada a emergência adotar os procedimentos de limpeza da área.

  • Deverá avaliar a área após a limpeza e destinação dos resíduos junto à área de Meio Ambiente.

EQUIPE DE COMBATE

  • Se após a explosão ocorrer o risco de contaminação da rede pluvial, devem-se obstruir bocas de lobo com material adequado de contenção e iniciar a limpeza do local.

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE ABANDONO

  • Verificar a direção dos gases e ou fumaça gerados.

  • Inspecionar os postos de trabalho dos locais afetados promovendo a retirada das pessoas, direcionando-as para o ponto de encontro da empresa, sempre evitando o pânico.

  • Auxiliar a equipe de primeiro socorros.

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE APOIO

  • Eletricistas - providenciar o desligamento de todos os equipamentos elétricos que estiverem comprometidos.

  • Mecânicos / Bombeiro hidráulico - identificar pontos de vazamento, o corte do fluxo de líquidos, desligando as bombas, promovendo o isolamento e eliminando o fluxo dos resíduos líquidos, como por exemplo: fechar válvulas, registros, etc.

  • Promover o isolamento da área e das ruas atingidas, evitando aglomeração de pessoas estranhas aos trabalhos (este isolamento deve ser de 3 a 4 vezes o diâmetro da área sinistrada).

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

  • Demais componentes – cumprir determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE PRIMEIROS SOCORROS

  • Caso ocorra acidente com vítimas:

  • Técnico de segurança – coordenar a equipe e determinar os procedimentos para a prestação de primeiros socorros.

  • Acionar a ambulância ou encaminhar os acidentados mais graves para os hospitais.

  • Demais socorristas - cumprir demais determinações do líder da brigada e sua equipe.

  • Em caso de suspeita de desaparecimento de funcionários os socorristas deverão realizar uma varredura no local.

  • Caso não tenha vítimas, todos deverão seguir as determinações do líder de brigada.

4.6.2 Procedimento para atuação em incêndios

Equipes:

Ações a serem tomadas:

TODOS

  • Após tomar conhecimento da emergência seja através do alarme, telefone ou verbal, os brigadistas deverão atender ao chamado, reunindo-se no ponto de encontro.

LÍDER DE BRIGADA

  • Deverá identificar a localização e a natureza da emergência, junto ao segurança patrimonial que recebeu o comunicado.

  • Dirigir-se para o local da emergência com as equipes e materiais necessários (EPI’s e acessórios).

  • Juntamente com o responsável da área, deverá avaliar o local da emergência, verificando a situação de riscos quanto à segurança do pessoal e patrimonial, ao meio ambiente, e a ocorrência de explosão.

  • Entrar em contato com os responsáveis pelas áreas operacionais, Administrativo, de meio ambiente, informando-os sobre a ocorrência.

  • Se necessário o líder de brigada e ou o técnica de segurança deverá acionar o Corpo de Bombeiros.

  • Depois de controlada a emergência adotar os procedimentos de limpeza da área.

  • Deverá avaliar a área após a limpeza.

  • Avaliar a destinação dos resíduos junto à área de Meio Ambiente.

EQUIPE DE COMBATE

  • Combater o incêndio seguindo as orientações do líder de brigada.

  • Após controle e extinção do incêndio, iniciar limpeza do local.

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE ABANDONO

  • Verificar a direção dos gases e ou fumaça gerados.

  • Inspecionar os postos de trabalho dos locais afetados promovendo a retirada das pessoas, direcionando-as para a portaria da empresa, sempre evitando o pânico.

  • Auxiliar a equipe de primeiro socorros.

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE APOIO

  • Eletricistas ou treinados (Habilitados) - providenciar o desligamento de todos os equipamentos elétricos que estiverem comprometidos.

  • Promover o isolamento da área e das ruas atingidas, evitando aglomeração de pessoas estranhas aos trabalhos (este isolamento deve ser de 3 a 4 vezes o diâmetro da área sinistrada).

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE PRIMEIROS SOCORROS

  • Caso ocorra acidente com vítimas:

  • Técnico de segurança – coordenar a equipe e determinar os procedimentos para a prestação de primeiros socorros.

  • Acionar a ambulância ou encaminhar os acidentados mais graves para os hospitais.

  • Demais socorristas - cumprir demais determinações do líder da brigada e sua equipe.

  • Em caso de suspeita de desaparecimento de funcionários os socorristas deverão realizar uma varredura no local.

  • Caso não tenha vítimas, todos deverão seguir as determinações do líder de brigada.

4.6.3 Procedimento para atuação em vazamentos

Equipes:

Ações a serem tomadas:

TODOS

  • Após tomar conhecimento da emergência seja através do alarme, telefone ou verbal, os brigadistas deverão atender ao chamado, reunindo-se no ponto de encontro.

LÍDER DE BRIGADA

  • Deverá identificar a localização e a natureza da emergência, junto ao segurança patrimonial que recebeu o comunicado.

  • Dirigir-se para o local da emergência com as equipes e materiais necessários (EPI’s e kit de emergência ambiental).

  • Juntamente com o responsável da área, deverá avaliar o local da emergência, verificando a situação de riscos quanto à segurança do pessoal e patrimonial, ao meio ambiente, e a ocorrência de incêndios e ou explosão.

  • Entrar em contato com os responsáveis pelas áreas operacionais, Administrativo, de meio ambiente, informando-os sobre a ocorrência.

  • Se necessário o líder de brigada e ou a técnica de segurança deverá acionar o Corpo de Bombeiros.

  • Depois de controlada a emergência adotar os procedimentos de limpeza da área.

  • Deverá avaliar a área após a limpeza e a destinação dos resíduos junto à área de Meio Ambiente.

EQUIPE DE COMBATE

  • Caso tenha o risco de contaminação da rede pluvial devem-se obstruir bocas de lobo com material adequado de contenção.

  • Caso ocorra próximo a galerias, bueiros, rede de esgotos, devem-se preventivamente disparar extintores de CO2 dentro destas áreas para evitar o risco de explosões.

  • Após controle do vazamento, iniciar limpeza do local.

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE ABANDONO

  • Inspecionar os postos de trabalho dos locais afetados pelos gases e ou promovendo a retirada das pessoas, direcionando-as para a portaria da empresa, sempre evitando o pânico.

  • Auxiliar a equipe de primeiro socorros.

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE APOIO

  • Eletricistas - providenciar o desligamento de todos os equipamentos elétricos que estiverem comprometidos.

  • Promover o isolamento da área e das ruas atingidas, evitando aglomeração de pessoas estranhas aos trabalhos (este isolamento deve ser de 3 a 4 vezes o diâmetro da área sinistrada).

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

  • Demais componentes – cumprir determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE PRIMEIROS SOCORROS

  • Caso ocorra acidente com vítimas:

  • Técnica de segurança – coordenar a equipe e determinar os procedimentos para a prestação de primeiros socorros.

  • Acionar a ambulância ou encaminhar os acidentados mais graves para os hospitais.

  • Demais socorristas - cumprir demais determinações do médico do líder da brigada e sua equipe.

  • Em caso de suspeita de desaparecimento de funcionários os socorristas deverão realizar uma varredura no local.

  • Caso não tenha vítimas, todos deverão seguir as determinações do líder de brigada.

4.6.4 Procedimento para atuação em acidentes pessoais

Equipes:

Ações a serem tomadas:

TODOS

  • Após tomar conhecimento da emergência seja através do alarme, telefone ou verbal, os brigadistas deverão atender ao chamado, reunindo-se no ponto de encontro.

LÍDER DE BRIGADA

  • Deverá identificar a localização e a natureza da emergência, junto ao segurança patrimonial que recebeu o comunicado.

  • Dirigir-se para o local da emergência com as equipes e materiais necessários (EPI’s e acessórios).

  • Juntamente com o responsável da área, deverá avaliar o local da emergência, verificando a situação de riscos quanto à segurança do pessoal e patrimonial, ao meio ambiente, e a ocorrência de explosão.

  • Entrar em contato com os responsáveis pelas áreas operacionais, Administrativo, de meio ambiente, informando-os sobre a ocorrência.

  • Se necessário o líder de brigada e ou a técnico de segurança deverá acionar o Corpo de Bombeiros.

EQUIPE DE COMBATE

  • Cumprir determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE ABANDONO

  • Inspecionar os postos de trabalho da área onde ocorreu o acidente, promovendo a retirada das pessoas (quando acionado pelo Líder de brigada de acordo com a gravidade do acidente), direcionando-as para a portaria da empresa, sempre evitando o pânico.

  • Auxiliar a equipe de primeiro socorros.

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE APOIO

  • Caso o acidente gere riscos secundários devido ao envolvimento elétrico, mecânico e ou hidráulico:

  • Eletricistas - providenciar o desligamento de todos os equipamentos elétricos que estiverem comprometidos e ou ligados ao acidente.

  • Promover o isolamento da área, evitando aglomeração de pessoas estranhas aos trabalhos (este isolamento deve ser de 3 a 4 vezes o diâmetro da área sinistrada).

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE PRIMEIROS SOCORROS

  • Técnica de segurança e coordenador da brigada – coordenar a equipe e determinar os procedimentos para a prestação de primeiros socorros.

  • Acionar a ambulância e ou Resgate ou encaminhar os acidentados mais graves para os hospitais.

  • Demais socorristas - cumprir demais determinações do médico do trabalho e sua equipe.

4.6.5 Procedimento para evacuação de áreas

Equipes:

Ações a serem tomadas:

TODOS

  • Após tomar conhecimento da necessidade de avaliação de uma possível evacuação de área, seja através do alarme, telefone ou verbal, os brigadistas deverão atender ao chamado, reunindo-se no ponto de encontro.

LÍDER DE BRIGADA

  • Deverá identificar o local, junto ao vigilante que recebeu o comunicado.

  • Dirigir-se para o local da emergência com as equipes e materiais necessários (EPI’s e acessórios).

  • Juntamente com o responsável da área, deverá avaliar o local da emergência, verificando a situação de riscos quanto à segurança do pessoal e patrimonial, ao meio ambiente, e a ocorrência de explosão.

  • Entrar em contato com os responsáveis pelas áreas operacionais, Administrativo, de meio ambiente, informando-os sobre a ocorrência.

  • Se necessário o líder de brigada e ou a técnica de segurança deverá acionar o Corpo de Bombeiros.

EQUIPE DE COMBATE

  • Cumprir determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE ABANDONO

  • Inspecionar os postos de trabalho da área onde ocorreu a emergência, promovendo a retirada das pessoas (quando acionado pelo Líder de brigada de acordo com a gravidade do acidente), direcionando-as para a portaria da empresa, sempre evitando o pânico.

  • Auxiliar a equipe de primeiro socorros.

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE APOIO

  • Eletricistas - providenciar o desligamento de todos os equipamentos elétricos que estiverem comprometidos e ou ligados ao evento.

  • Promover o isolamento da área, evitando aglomeração de pessoas estranhas aos trabalhos (este isolamento deve ser de 3 a 4 vezes o diâmetro da área sinistrada).

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

EQUIPE DE PRIMEIROS SOCORROS

Caso a evacuação da área seja realizada devido a acidentes com vítimas:

  • Técnica de segurança ou coordenador da brigada – coordenar a equipe e determinar os procedimentos para a prestação de primeiros socorros.

  • Acionar a ambulância e ou Resgate, ou encaminhar os acidentados mais graves para os hospitais.

  • Demais socorristas - cumprir demais determinações do médico do trabalho e sua equipe.

Caso a evacuação da área seja realizada sem o envolvimento de vítimas:

  • Cumprir demais determinações do líder de brigada.

4.7 Comunicação externa

4.7.1 Procedimento para Acionamento de Recursos Externos

- Definição de Recursos Externos:

Os recursos externos são apoios que devermos solicitar quando nossos próprios recursos não forem suficientes controlar as situações de emergência.

Tipos de Recursos Externos:

- Grupamento de Bombeiros

Deverá ser acionado em caso de incêndio de grandes proporções em que o líder de brigada visualize a possibilidade de o incêndio atingir áreas externas ou ainda quando internamente se notar que a brigada apenas não é suficiente para debelar o incêndio.

4.7.2 Comunicação de Acidente Ambiental à Comunidade e Partes Interessadas

4.7.2.1 Objetivo

Estabelecer diretrizes básicas para a comunicação com a comunidade e partes interessadas quando ocorrer um acidente ambiental que ultrapasse o limite de nossa área e afete a comunidade.

4.7.2.2 Finalidade

Assegurar que esta comunicação seja eficiente atendendo as partes interessadas.

4.7.2.3 Responsabilidades e Autoridades

A responsabilidade de comunicar à comunidade e às partes interessadas todo e qualquer acidente ambiental que afete aos mesmos, é do Supervisor Técnico.

A responsabilidade de comunicar ao Supervisor Técnico a ocorrência de todo e qualquer acidente ambiental ocorrido na unidade, no horário Administrativo, é do Coordenador do PAE.

A responsabilidade de comunicar ao Supervisor Técnico a ocorrência de todo e qualquer acidente ambiental ocorrido na unidade, fora dos horários Administrativos, é do Vigilante (Segurança Patrimonial), também nos fins de semanas e feriados.

A responsabilidade de comunicar ao Coordenador da Brigada a ocorrência de todo e qualquer acidente ambiental ocorrido na unidade é do Líder da Brigada.

4.7.2.4 Comunicação com a Comunidade

A comunicação com a comunidade, quando necessário, poderá ser feita por carta escrita em papel timbrado e assinada pelo Diretor da EMPRESA ou outro nomeado pela mesmo, endereçada ao CODEMA de BH, na pessoa do Sr. Presidente, a FEAM, na pessoa do Sr. Presidente e / ou as partes interessadas, onde constarão as informações abaixo:

  • data e horário do acidente;

  • local do acidente (detalhar a instalação envolvida);

  • tipo do acidente ( incêndio, vazamento, explosão, contaminação e etc);

- conseqüências do acidente para a comunidade;

  • providências tomadas ou a serem tomadas pela empresa para minimizar os efeitos do acidente e evitar a sua repetição.

4.8 Identificação de Riscos e Ações Preventivas e Mitigadoras

Os quadros abaixo identificam as situações de risco existentes na área da empresa determinando os locais e as ações relevantes ao potencial de risco:

4.8.1 Risco: ACIDENTE COM VÍTIMAS

Produto / Instalação

Toda a área interna da empresa.

Localização

Toda a área interna da empresa (atenção quanto à restrição de entrada para atendimento na sala do servidor).

Conseqüência ao Funcionário

Nervosismo, descontrole, ansiedade, outros acidentes.

Ações Preventivas e Mitigadoras

Avisar ao SESMT imediatamente.

Para qualquer atendimento nas salas do servidor, o socorrista deverá estar acompanhando pelo responsável da sala.

Verificar, antes de qualquer atendimento ao acidentado ou vítimas de mal súbito, a segurança do socorrista.

Procurar retirar o mínimo necessário do material de prova do local.

Retirar funcionários do local.

De acordo com a lesão, efetuar o atendimento de 1º socorros, e, se necessário, encaminhar o funcionário ao hospital.

Remover curiosos, manter área isolada de pessoas para atendimento exclusivo dos socorrista da brigada e funcionários da saúde.

Equipamentos e Materiais

Blusa de identificação do socorrista, prancha rígida, bolsa com os materiais para atendimento a 1º socorros, kit para isolamento de área (se necessário).

Equipamentos Proteção

Luvas de proteção cirúrgica, máscara de proteção respiratória, óculos de proteção e outros Equipamentos de Proteção Individuais de acordo com os riscos da área.

Sinalização da Área de Risco

A área possui sinalização de segurança atendendo as Normas Regulamentadoras, tanto preventivas quanto para acionamento da brigada em casos de emergências.

4.8.2 Risco: ACIDENTE COM VÍTIMA PROVOCADO POR ANIMAIS PEÇONHENTOS

Produto / Instalação

Toda área interna e arredores da empresa.

Localização

Toda a área da empresa, principalmente em área de matas.

Conseqüência ao Funcionário

Nervosismo, descontrole, ansiedade, outros acidentes.

Ações Preventivas e Mitigadoras

Avisar ao SESMT imediatamente.

Verificar, antes de qualquer atendimento ao acidentado, a segurança do socorrista.

De acordo com a lesão, efetuar o atendimento de 1º socorros, e, encaminhar o funcionário ao hospital de referência.

Se possível levar o animal (cobras, aranha, escorpião) que gerou a lesão desde que o socorrista não se exponha a riscos tentando capturar o animal. Neste caso, o líder de brigada deverá acionar a polícia florestal para que esta adote as medidas cabíveis a fim de capturar o animal e eliminar o risco.

Remover curiosos, manter área isolada de pessoas para atendimento exclusivo dos socorrista da brigada e funcionários da saúde.

Treinamento específico sobre captura de animais peçonhentos para a equipe de combate.

Equipamentos e Materiais

Blusa de identificação do socorrista, prancha rígida, bolsa com os materiais para atendimento a 1º socorros, kit para isolamento de área.

Kit de captura de animais peçonhentos a ser adquirido.

Equipamentos Proteção

Luvas de proteção cirúrgica, máscara de proteção respiratória, óculos de proteção e outros Equipamentos de Proteção Individuais de acordo com o risco da área.

Utilizar o Kit para captura de animais peçonhentos.

Em ambos os casos, a pessoa deverá ter treinamento apropriado para a captura de animais peçonhentos.

Sinalização da Área de Risco

A área possui sinalização de segurança tanto preventiva quanto para acionamento da brigada em casos de emergências.

4.8.3 Risco: INCÊNDIO

(Parte 2 de 6)

Comentários